Nesse dia 08 de Setembro, em que celebramos a Natividade de Maria, recorro à ela, como a Mãe do Amor Formoso.

“Eu sou a Mãe do amor formoso, do temor, da ciência e da santa esperança ” (Eclo 24, 24).

Um amor formoso, que começa e termina em Jesus, o Santo dos Santos; fonte de formosura, bondade e grandeza.

Ela, a Mãe do Amor Formoso, nos ensina a amar como Jesus amou, amando ao próprio Deus em primeiro lugar.

O que deve mover os nossos atos para com os nossos filhos, nosso esposo, e todos que estão próximos a nós; deve ser unicamente o amor.

Que a nossa motivação diária seja o amor; amor que vem de Deus, passa por nós,  se derrama sobre aqueles que amamos; e, volta para Deus.

Que Maria, nos eduque nessa escola, ela que é a Mãe do Amor Formoso, a Mãe do Puro Amor: Jesus.

Rezemos com São José Maria Escrivá: “Mãe Imaculada, faz que só me mova o amor.”

Gilmara Lira

Irmãos e Nossa Senhora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *