Minha família

Infância: Não existe idade para ser generoso

No mês de Maio, foi o aniversário do nosso filho, Elias Miguel; ele completou 5 anos de idade. Fizemos uma festinha bem simples, na escola onde os meus meninos estudam, o Instituto Canção Nova. Era uma festa somente para a turma do Elias Miguel, que está no Nível 2, do Ensino Infantil. É claro que, o irmão do meio, Gabriel Augusto, de quase 4 anos, que está no Nível 1, foi participar também.

Encantou-me a atitude do pequeno Gabriel Augusto! Além de preparar o cachorro quente no pão, junto com a Tia Paty, que cuida deles em casa; ele saiu, além da sala do Elias Miguel, distribuindo cachorro quente para as suas professoras e os amiguinhos da sua turma. E foi dando cachorro quente, para todos que encontrava pelo caminho.  Não estava preocupado se ia ser suficiente, ou, não; se ia sobrar ou não. Para ele, o mais importante era que todos experimentassem do cachorro quente.

Como diz em Atos 20, 35: “há mais alegria em dar, do que em receber”. Esta é uma característica do Gabriel Augusto; ele é assim, é a natureza dele, é o seu jeito de ser.

Mas, se o seu filho não tem este tipo de atitude; você pode incutir isto nele, trabalhar a virtude da generosidade, educá-lo para compartilhar, para repartir o que tem, o lanchinho, por exemplo. Você pode ensiná-lo a emprestar seus brinquedos, a brincar com outras crianças.

Nossos filhos precisam aprender que o mundo não gira ao redor deles. Mas, eles só vão compreender isto; se sairmos de nós mesmos, para irmos ao encontro deles: para brincar, conviver e compartilhar das experiências e descobertas que eles vão fazendo.

Não importa a idade, importa o coração que se abre para dar; e, para se dar ao outro. Mesmo que este coração não tenha nem um metro e meio de altura.

Sempre; o exemplo dos pais é fundamental para o progresso dos filhos no caminho da virtude, do bem e do amor!

Filho lindo!

( Gabriel Augusto )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *