No nosso Manhã Viva de hoje falamos sobre a “Síndrome do Ninho Vazio”.

O que fazer quando os filhos saem de casa ?!

Nossos convidados não explicaram que os casais precisam fortalecer o matrimônio, para evitar essa “crise” com a partida dos filhos. E pra ajudar você, separamos uma lista de atitudes que ajudam o casal a viver o casamento de forma mais harmoniosa e feliz. Confira:

– Declare seu Amor
Dizer todos os dias ao cônjuge que você o quer bem é fundamental.

– Aprender a perdoar e a esquecer os erros
Todos cometemos erros, mas é preciso superá-los e esquece-los.

– Fixar-se nas virtudes do cônjuge
Seu parceiro possui muitas qualidades, lembre-se disso.

– Proteger o amor do outro
Cuidar desse amor como o bem mais importante que se tem.

– Cuidar dos detalhes
Esforçar-se para ter novos detalhes de amor a cada dia.

– Contagiar com a alegria.
Não ser negativo. Esforçar-se por manter o bom humor e saber rir das situações.

– Admirar e respeitar o outro
É importante lhe dizer o que você gosta nele, e valorizar isso. Sempre a partir de uma postura de sinceridade e honestidade, nunca manipulando para conseguir o que se quer.

– Saber ouvir
Sentir-se escutado é muito gratificante.

– Ser leal
Permanecer fiel ao compromisso assumido, trabalhar dia a dia para reavivar esse projeto comum, para que a vida se torne gratificante para ambos.

– Ser aberto à vida
Cuidar dos filhos. O trabalho e o divertimento não vêm em primeiro lugar.

– Respeitar o outro
Ele é uma pessoa adulta e responsável. Não precisa de ninguém que lhe diga o que fazer, como fazer ou quando fazer.

– Nunca faltar com o respeito
O casal não pode deixar que a familiaridade se converta em insensibilidade.

– Confiar
A relação conjugal deve estar sempre presidida por uma confiança básica, quer dizer, ter a segurança de poder confiar no cônjuge.

– Ser criativo
Cada um deve assumir a plena responsabilidade pela melhoria da relação. Tome a iniciativa e seja criativo.

– Aceitar as mudanças
Compreender que a relação é dinâmica, que tanto um como o outro mudam com o tempo, e que os dois têm de se ajustar a essas mudanças.

– Apoiar o outro
Respeitar a sua liberdade e procurar o seu pleno desenvolvimento pessoal.

– Dialogar
A falta de comunicação é uma grande inimiga dos casamentos.

– Dar o seu melhor
Fazer o melhor de si pelos projetos em comum do casal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *