Um convite a encontrar-se com a mulher que realmente eu sou

Desde pequena, a menina já começa a se mostrar vaidosa, sem que ninguém a ensine. Lembro-me que quando eu era criança amava pegar os sapatos de salto da minha mãe e sair andando pela casa, sentia que era linda… Ah, sem contar as inúmeras vezes que vestia aquele vestido de festa, longo e cheio de bordados. A partir daquele momento eu me transformava na princesa mais bela de todos os contos de fadas… eu brilhava!
Enquanto isso, meu irmão brincava de montar e desmontar tudo o que encontrava pela frente (rsrs). É cômico, mas muito real.

O desejo de ser bela é genuíno e faz parte do ser femininoinclusive é uma das maneiras de nós mulheres mostrarmos uma face de Deus, a “beleza”.

“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem,
à imagem de Deus o criou;
homem e mulher os criou.” (Gn. 1, 27)

Deus é belo e como nos fez à sua imagem e semelhança, nós também somos belas e não precisamos fugir desse desejo que habita no fundo da nossa alma. Mas esse desejo precisa ser monitorado para que ele não venha a nos dominar.

Nós mulheres, muitas vezes, somos insaciáveis, sempre querendo ficar ainda mais bonitas; e esse desejo de ser bela, de maneira desordenada, leva muitas mulheres a um profundo descontentamento e, por consequência, a um sofrimento que causa várias doenças. Essa busca angustiante pelo corpo perfeito pode desencadear a anorexia, a bulimia, a depressão e levar até a morte.
Numa reportagem da Folha, médicos e terapeutas atestaram: “Ainda que a maior frequência seja por volta dos 15 anos, até garotas de 9 e 10 anos têm chegado aos consultórios com perda exagerada de peso e achando-se gordas”.

Não podemos deixar que meros impulsos distorçam a
verdadeira mulher que eu e você somos:
mulheres à imagem e semelhança de Deus.

Quantos tipos diferentes de regime você já fez? Quantas lágrimas já derramou por não encontrar a roupa adequada ao seu corpo? Será que você acabou discutindo com sua melhor amiga só porque ela postou no facebook aquela foto que você parecia mais gorda?

É o momento de resgatarmos a verdadeira beleza que vai além da aparência exterior. Existe dentro da mulher um mistério encantador, uma beleza a ser revelada. É preciso deixar vir à tona essa beleza que Deus colocou em nós mulheres. Somos dotadas de riquezas, mas às vezes, por feridas, traumas, decepções e desilusões acabamos escondendo dos outros, e de nós mesmas, o tesouro que há em nosso ser feminino.

Você é bela! Assuma agora essa beleza motivadora que atrai as pessoas. A beleza que acrescenta ao mundo, a beleza que comunica Deus.

Luciana Munhoz
(Deixe seu cometário)
Comunidade Canção Nova


5 Comentários

  1. Boa tarde Luciana

    Isso mesmo não importa se somos magras ou gordas, o que importa é assumirmos o nossa essencia, ser mulher, imagem e semelhança de Deus, Dele vem nossa beleza interior… Vem Espírito Santo de Deus por meio da poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria deixando fluir o nosso ser feminino e o nosso jeito de ser que faz a DIFERENÇA… Amém

  2. Concordo Raíssa… lindo texto Luciana,já sofri muito com a ditadura da beleza,mais hj vejo q já melhorei bastante,cada dia é um novo aprendizado!e sei q um dia me tornarei a pessoa q tanto quero ser…quero mostrar a Deus q a minha beleza externa é maior! Amém!

  3. No mundo de hj é muito dificil…não se importar com a aparencia….ultimamente ando me cobrando muito a didatura da beleza…não sei onde vou parar….

  4. Oi Luciana, quero públicar o seu site no meu blog, que ainda está em desenvolvimento, posso? se não eu vou entender e se puder colocarei é claro, seu nome certo obrigada

  5. Gente é exatamente isso, não sei porquê agimos dessa forma! As vezes me questiono por que não sou bonita? Por que me acho inferior? Por que disso ou daquilo? Entendo que nossa sociedade cobra beleza física, padrões para expor gente bonita e com dinheiro, triste. Parece ser careta ser feliz com a simplicidade, demonstrar afeto por alguém, aproveitar as coisas simples da vida. Oro (sei que não muito, mas deveria) para entender meus pensamentos e viver bem comigo mesma e depois dividir isso com alguém. Não sou de compartilhar isso na internet, mas achei tão interessante o texto, a partilha de vcs e precisei escrever e acho totalmente necessário compartilha com mais mulher que passam por isso também. Temos muitas mulheres escrava da beleza e infelizes com algumas coisas (vida, relacionamento, corpo, estudo, profissional, espiritual) Então precisamos falar e falar mais…. Eu me sinto bem falando e falando kkkkkkkkkk então vamos dividir alegria com que precisa, beijos!!!!