Você sabe o que são votos íntimos? E como superá-los na sua vida? Através desse Podcast você terá condições de entender melhor o que é um voto íntimo e suas consequências, pois, quando saímos da falta de conhecimento, temos condições de crescer no Projeto de Vida e Salvação que Deus tem para cada filho seu. O sol da justiça divina, ou seja, a luz da verdade precisa brilhar na nossa vida para dissipar as trevas do erro e dos maus sentimentos. É preciso constatar com isso, que toda pessoa que vive presa no passado, não consegue dar os passos necessários para o novo de Deus.

Enquanto o passado não é resolvido no interior, o seu presente, e consequentemente o seu futuro, nunca serão expressão de uma liberdade em Deus. E por que motivo, a liberdade não é possível, nessa escravidão ao passado? Pelo simples fato de que o ser humano não foi criado para viver esse determinismo, quando algo não deixa de ser passado em nós, ou seja, passa a ser uma ferida permanente e presente, o saborear do presente da vida fica impossibilitado e muitas vezes, inexistente, não acontecendo na intensidade e na liberdade que lhe são próprias.

Quem ama, mesmo que inconcientemente, mais a dor do passado, do que o presente, que em si mesmo já é alegria, dependendo do olhar que se tem da vida, nunca terá em sua história sentido de eternidade. Que a reflexão breve desse podcast te ajude a superar os seus desafios interiores, pois, o tempo de viver o dinamismo da mudança, amadurecimento e crescimento, é o hoje, seja decidido.

Que Deus te abênçõe!

Padre Eliano Luiz Gonçalves.

Vice Reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora Mãe dos Sacerdotes.

3 Comentários

  1. Pingback: cancaonova

  2. Pingback: Com. Canção Nova

  3. Pingback: Pollyana Assis

  4. Pingback: Willieny Isaias

  5. Pingback: Ana Paula Nanni

  6. Enquanto o passado não for resolvido no interior, o seu presente, e consequentemente o seu futuro, nunca serão expressão de uma liberdade em Deus. E por que razão a liberdade não é possível nessa escravidão ao passado? Pelo simples fato de que o ser humano não foi criado para viver esse determinismo, quando algo não deixa de ser passado em nós, ou seja, passa a ser uma ferida permanente e presente. Dessa forma, o saborear do presente da vida fica impossibilitado e, muitas vezes, inexistente, não acontecendo na intensidade e na liberdade que lhe são próprias.

  7. Enquanto o passado não for resolvido no interior, o seu presente, e consequentemente o seu futuro, nunca serão expressão de uma liberdade em Deus. E por que razão a liberdade não é possível nessa escravidão ao passado? Pelo simples fato de que o ser humano não foi criado para viver esse determinismo, quando algo não deixa de ser passado em nós, ou seja, passa a ser uma ferida permanente e presente. Dessa forma, o saborear do presente da vida fica impossibilitado e, muitas vezes, inexistente, não acontecendo na intensidade e na liberdade que lhe são próprias.

  8. Quem ama, mesmo que inconcientemente, mais a dor do passado, do que o presente, que em si mesmo já é alegria, dependendo do olhar que se tem da vida, nunca terá em sua história sentido de eternidade. Que a reflexão breve desse podcast te ajude a superar os seus desafios interiores, pois, o tempo de viver o dinamismo da mudança, amadurecimento e crescimento, é o hoje, seja decidido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *