Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Ao longo do nosso caminhar nessa vida, sempre iremos contemplar situações que querem ferir a nossa identidade de filhos de Deus. Sustentar a esperança, ter paciência sabendo esperar, garante sem dúvida a nossa salvação. Inseridos estamos num mundo que é um vale de lágrimas, as contradições existem, e estão ao nosso derredor. O Profeta não pode deixar de ser profeta, por causa do pecado e da infidelidade que está a sua volta.

A convivência com a impiedade, o pecado, a contrariedade e o sofrimento, não podem obscurecer a verdade do que somos. Mesmo imerso numa desolação total, o profeta revela a firmeza da sua vocação, e do seu profetismo de origem divina. O joio e o trigo crescem juntos, por isso, é necessário aceitar a convivência com o joio, que revela-se inevitável. Conviver com o joio, sem se deixar influenciar, ou seja, permanecer trigo de Deus, sempre será o nosso desafio. Minha identidade, não pode ser maculada por essa convivência difícil. Nossa certeza é de que somente o trigo tem lugar no celeiro de Deus (os justos brilharão como o sol no Reino de Deus). E tal certeza deve então nortear e sustentar a nossa vivência cristã.

O evangelista quer uma comunidade que vive essa contínua tensão de conversão, o trigo bom é definido pela perseverança e paciência. Ele deseja sacudir a sua comunidade, tendo em vista tirá-la da acomodação, e de uma falsa segurança, exortando-a a vigilância permanente. Que Deus nos dê a graça, de que nesse entendimento maduro, tenhamos a nossa identidade firmada e fortalecida para a provação. Semeamos a melhor semente, mas o inimigo também trabalha, semeando o joio. Nunca devemos parar de semear o melhor, mesmo que o ruim seja semeado. Pois, quem perseverar até o fim será salvo, seja perseverante, na sua caminhada rumo a eternidade em Deus.

Com a minha benção sacerdotal, abençõe-vos o Deus todo poderoso!

Pe. Eliano Luiz Gonçalves.

Vice Reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora Mãe dos Sacerdotes.

4 Comentários

  1. Oi, Padre Eliano
    Sua bênção!
    Saudade!
    Como está o senhor? Estou rezando para voltar aqui na missão.
    Muito legal e evangelizador o seu blog.
    Na verdade passei para dar um alô porque a saudade é grande…rsrsr
    Deus o abençoe!
    Marise cn
    Campos, RJ

  2. Padre!! q homilia!!!
    *No coração só entra e permanece aquilo que nós deixamos…
    *Sabendo aquilo q somos nós sabemos perseverar mesmo quando o joio cresce ao nosso lado.
    Obgda por ser canal de Deus para nossa formação.
    Abçs… Kátia
    PS:tá devendo ainda visita em nossa casa…

  3. Pingback: Luciana Paula

  4. Pingback: Dixie Meyers

  5. Pingback: Francnn

  6. Que Deus nos dê a graça para que, nesse entendimento maduro, tenhamos a nossa identidade firmada e fortalecida para a provação. Semeamos a melhor semente, mas o inimigo também trabalha, semeando o joio. Nunca devemos parar de semear o melhor, mesmo que o ruim seja palntado, pois quem perseverar até o fim será salvo. Seja perseverante na sua caminhada rumo à eternidade em Deus.

  7. Que Deus nos dê a graça para que, nesse entendimento maduro, tenhamos a nossa identidade firmada e fortalecida para a provação. Semeamos a melhor semente, mas o inimigo também trabalha, semeando o joio. Nunca devemos parar de semear o melhor, mesmo que o ruim seja palntado, pois quem perseverar até o fim será salvo. Seja perseverante na sua caminhada rumo à eternidade em Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *