Tive uma semana de folga em minha terra natal. É claro que fiz muitas coisas, mas a simples sensação de que está de pequenas férias foi o suficiente para relaxar. Isto é muito importante. Precisamos do sétimo dia… o tempo do repouso. Mas sempre á um tempo de recomeçar. Não vá logo passando o carro para a 4ª marcha que ele morre. O segredo é retomar de leve… 1ª… depois a 2ª e assim por diante. Logo estamos em vôo de cruzeiro.

3 Comentários

  1. Simone Teixeira

    E quando não nos sentimos em condições de dirigir e não há outra alternativa? Devemos arriscar?
    Não estaremos colocando em risco algo mais precioso: nossa vida e a vida de outras pessoas?

    Reze por mim.

  2. Maria Inês

    Pe. Joãozinho,

    Sim vamos recomeçar com um novo entusiasmo fruto do amor de Deus!
    Mas agora gostaria de contar a Simone a minha parte da história sobre “dirigir”. Meu pai esperou os meus 18 anos, para ter seu primeiro carro, e a motorista, pois ele não tinha as condições físicas para dirigir… os anos se passaram, um dia também eu por conta da saúde…, agora já tinha vários motoristas em casa, e pouco carro, entendi ser hora de parar e não me preocupar com isso.
    Tenho uma amiga da comunidade que é também visinha, que por conta do Avc, tem muitas limitações, mas consegue dirigir na cidade e bem, num carro c/ cambio especial, então eu sou companhia para ela, e ela é motorista para mim…o que faço ela não consegue,e ela faz o que não consigo…uma é um dom para a outra.

    Inês

  3. CIDA BRAVO

    Padre Joãozinho, a paz

    Falando em recomeçar, gostaria que o Sr. atualizasse sua agenda neste blog, pois o Sr.esteve aqui na Igreja de São Judas no Jabaquara, cantando suas musicas do novo CD e eu não sabia e não pude ir lá vê-lo. Fiquei chateada.
    Mas passou……foi uma pena.

    Um abraço,
    Maria Aparecida
    da Igreja N.S.Fátima/Veleiros

Deixe uma resposta para Simone Teixeira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.