Neste sábado a noite tive a oportunidade de participar de um show do Ministério FILHOS, que gravou o coro em meu novo disco, que aliás está quase saindo. Para o natal fica pronto.

Depois ainda consegui assistir a peça de teatro FAMÍLIA MUDA-SE, com a minha amiga Etty Faser no elenco. Um texto de Odilon Wagner, que também atua na peça. É uma forma bastante delicada e engraçada de falar dos atuais dramas familiares. Valeu como uma palestra.

6 Comentários

  1. Simone Teixeira

    Fico feliz por você. A gente deve aproveitar as oportunidades de curtir shows e peças de Teatro que nos enriqueçam e agradecer a Deus por ter resistência para noites agitadas…
    Aproveite e tenha bons sonhos e um sono restaurador para enfrentar o domingo. Se lembrar, reze por mim na missa das 8 h.
    Obrigada e um grande abraço,

  2. Maria Inês

    Que bom que seu disco estará nas lojas para o Natal!
    Parabéns Pe. Joãozinho!
    Que bom também que nesta noite de sabado(era platéia)
    indo ao teatro.Alguns finais de semana atrás tive oportunidade de ir à capital, assistir uma peça de um famoso comediante de TV, com 2 dos meus filhos., um deles ganhou os ingressos e me convidou, era uma oportunidade rara, para fazer um programa com eles…Na saida o namorado de minha filha me pergunta o que tinha achado? e agora pensei???
    claro o cenário,lindo, tudo de primeira, mais o texto o que aproveitar? Bem já fiquei contente que os palavrões foram raros mas…em alguns momentos usava o nome de Deus, e eu me lembrava: não tomar seu Santo nome em vão.Mas na Missa da manhã do dia seguinte me veio o desejo de fazer um pedido: Que nas próximas apresentações da peça, autor/atores descobrissem/sentissem a presença de Deus ao pronunciar o seu Santo e Sagrado Nome….
    Foi a forma que encontrei para levar Deus a todos os ambientes, também ao teatro, ao Tom Brasil!!!!
    Lembrando dos conjuntos internacionais GEN ROSSO E GEN VERDE que levam Deus ao palco, através da arte, música, teatro…mais esses artistas do Gen Rosso/Gen Verde antes de tudo levam Deus com a vida!!!!!
    Inês

  3. Maria Inês

    Vejam por onde anda o conjunto GEN Rosso

    Gen Rosso chega ao Marrocos: da Universidade ao Palácio do Sultão

    O concerto “Zenit World Tour”: diálogo entre culturas, emoções e reflexões

    O grupo musical internacional Gen Rosso transcorreu, em Tanger, cinco dias intensos e plenos de imersão em um povo acolhedor e rico da tradição e da cultura islâmica. Etapas com diferentes facetas: na Faculdade de Economia e Comércio com um clube artístico-musical de estudantes; nas ruas do centro histórico o encontro com um grupo originário do Senegal que deseja transmitir, por meio da música, os valores de seus antepassados; no Salão de Atos da Universidade, com o grande concerto para os estudantes, e finalmente, num cenário de “mil e uma noites” o concerto no Palácio do Sultão.

    Com os jovens da Universidade – Amor, perdão e acolhida do outro para compor juntos uma grande “constelação”, foi a mensagem transmitida no concerto do Salão de Atos. “Impacto instantâneo” entre os 400 estudantes e o Gen Rosso, como notificou a imprensa nacional, surpresa por tanto entusiasmo, com entrevistas ao vivo. Um dos amigos muçulmanos dizia: “Vocês tocaram o coração dos jovens muçulmanos, vocês falam com a mesma linguagem deles”. E um estudante: “Vocês trouxeram os corações de vocês e assim chegaram até os nossos!”.

    No “Palais Moulay Hafid”, o Palácio do Sultão, foi grande a sintonia com o público que acolheu a mensagem com muita alegria e participação. O show provoca emoções que suscitam um diálogo espontâneo, desejo de conhecer-se, de aprofundar a amizade que acabou de nascer, mas que traz em si o DNA da fraternidade.

    Gen Rosso background – Da sua fundação até hoje passaram pelo Gen Rosso mais de 200 artistas e técnicos; esteve em 44 países da Europa, Ásia, América do Norte e do Sul, África e Oriente Médio, com 2.500 shows em 220 turnês; 24 línguas cantadas, 60 manifestações internacionais, 250 workshops e mais de 5 milhões de expectadores. A discografia conta 54 álbuns com 320 canções publicadas. O Gen Rosso tocou em contextos sociais diversificados quanto à realidade racial, religião e cultura, muitas vezes saindo das rotas habituais de suas turnês para projetos de solidariedade, associações humanitárias e penitenciárias.

  4. zildemir maria

    padre joãozinho deve ter sido mesmo bastante movimentada pois essa hora ainda não escreveu, mais depois passo aqui. tenha um bom domingo.

  5. Adriana Lourenço

    Olá Pe. Joãozinho
    Sua benção.
    Estava ontem no show do ministério filhos, foi muito bom.
    Gostei muito das suas musicas. foi uma pena que fez somente uma participação.Quando será o o show de lançamento do novo cd em Taubaté? Irá fazer?
    Me emocionei quando lembrou o Pe. Leo.Saudades…buscai as coisas do alto.
    Abraços

  6. Ana Regina

    Olá Pe Joãozinho
    Eu estive no show do Ministério Filhos e posso afirmar que foi realmente muito bom, e com sua participação melhor ainda. Tivemos a oportunidade de conhecer, além das músicas do Ministério Filhos, algumas de sua músicas que são muito belas. Espero que em breve possamos adquirir o seu novo CD, que promete estar muito lindo.
    Um abraço
    Ana Regina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.