Vivian postou este longo e inteligente comentário, repleto de perguntas. Alguém me ajuda a respoder alguma delas?

Pe. joaozinho…a sua benção!!!!
Eu estou caminhando com Cristo, sou casada, dentista e não tenho filhos. Desde a hora que acordo até a hora que vou dormir louvo a Deus, se estou em casa…estou assistindo a canção nova e se estou trabalhando…estou ouvindo a rádio CN e consequentemente evangelizando meus pacientes, ou estou na Igreja na missa…no grupo de oração, na catequese para adultos. Ser católica e estar neste caminho Pe. é o meu alimento e tenho vivido uma felicidade enorme…estou realizada. Estou decidida a conhecer PROFUNDAMENTE a vida de Jesus…tenho lido bastante e no próximo ano vou iniciar um curso de teologia. Mas infelizmente pe. para fazer a omelete, os ovos devem ser quebrados…estou vivendo problema, pois estou certa que quando tiver filhos quero criá-los dentro da igreja, nós sabemos como é diferente um jovem cristão. Mas o negócio Pe. é que meu esposo é espírita eu não aceita algumas coisas da igreja. Quando eu comecei a freqüentar a paróquia, nós tivemos grandes conflitos de idéias…Mas eu fui semeando e com amor e oração consegui fazê-lo ir para a missa. Hoje ele me acompanha todos os domingos e gosta de ir, mas percebo nele alguns bloqueios, ele toma a eucaristia e não de ajoelha depois porque acha que Deus não quer que ele se humilhe e que Ele o ouvirá mesmo que fique sentado orando ao invés de ajoelhar, penso de forma diferente, eu ajoelho mas de pudesse me prostrava ao chão para agradecer por tudo que Jesus fez e faz na minha vida.Eu não o culpo por ser assim, porque vejo que faltou ensinamento e isso tudo é ignorância no seu verdadeiro sentido, hoje eu aproveito cada frase decorada da missa de coração aberto, falo pra Jesus, e meu esposo acha uma besteira ficar repetindo frases e que Ele não quer isso e que são convenções. Meu esposo é a melhor pessoa que eu já conheci é inteligentíssimo e muito estudioso, também dentista, mas me torturas com alguns questionamentos que eu não sei responder…quer saber por que temos que rezar o credo dizendo…santa igreja católica, se a igreja já praticou tantas crueldades antigamente…disse a ele que ela já pediu perdão por isso. Ele quer saber…”Se a igreja de Cristo é a Católica iniciada por Pedro, que culpa tem uma criança que nasce na Índia por exemplo com outra cultura e crença, ela não foi batizada e nem conhece o Cristiano e será um adulto que irá caminhar na crença do seu povo…como fica essa pessoa perante a igreja católica??? Como enxergamos isso???” E adão e Eva? Será que a mente humana já não evoluiu o suficiente para acreditar que Deus criou povos, homenS e MulhereS e não somente Um homem e Uma mulher???
Outra dúvida é…se não existe reencarnação e a evolução do Espírito…então que Deus é esse, se tratando de justiça, que faz um nascer pobre e o outro rico, uma criança aleijada e a outra com câncer…que explicação a Igreja dá para essas coisas??? Tenho certeza que irá me ajudar, sei que para algumas coisas não existe explicação,mas se houver para essas acima…responda-me. Sei que a Igreja olha a palavra de Deus com outros olhos, não mais ao pé da letra…vi esses dias o Pe. Fábio dizendo ao Jô que não somos donos da razão e que a teoria da evolução defendida pelos cientistas (macacos) pode ser verdade…porque não??? Mas sei que a ciência explica o surgimento e a evolução…e que Deus Fez com que algo surgisse para que pudesse evoluir…acredito nisto…estou certa?
Acho bacana meu esposo questionar…somos seres capazes de pensar até porque o Cristianismo não deve ser socado goela abaixo…se existe “porquês”, que vai além da explicação Fé, eles devem ser perguntados as pessoas certas…por isso estou lhe perguntando Pe.Joaozinho. Sei que essas explicações não vão me fazer ser mais Cristão e nem vão influenciar na minha vida, em amar, fazer o bem…isso que Deus quer e espera de mim. Mas se existe explicação para tudo isso…eu também quero saber.
Eu entendo que uma criança não aprende na primeira série da escola uma equação complexa…ela aprende quanto é 1+1, então logo eu entendo o significado da catequese quando se restringe de forma tão simplista num começo explicando a criação, talvez uma criança ou uma pessoa mais simples (intelectualmente) não entenderia algo mais complexo. Eu acho, não sei se estou enganada, mas vocês padres são privilegiados porque durante todo o processo de formação de vcs imagino que aprederam a interpretar a biblia de forma mais ampla, não ao pé da letra…mais concentrada no contexto, significado e menos na “historinha”.
Que Jesus me ajude a conduzir essas palavras até seus olhos Pe., e ciente da sua gentileza e amor aguardo ANSIOSAMENTE suas palavras…E se Deus é, como eu acredito que seja, a minha consciência, ela me diz que eu preciso “BUSCAR”. Obrigada e que Deus continue te abençoando…considero-lhe uma pessoa muito esclarecida, inteligente aberta…por isso lhe escolhi para me ajudar!!! Sou sua fã…um grande abraço.

8 Comentários

  1. Paulo Jaciuk

    Não posso afirmar PE joãozinho se algumas de minhas palavras abaixo poderão ajudar Vivian,porem se aprovares,por favor dê conhecimento à Ela.
    _ Feliz são aqueles que tem a oportunidade de conhecer Jesus,sua vinda a terra,seu propósito,pois ele foi o Amor Universal de Deus que se fez carne atraves de Maria.
    Se Vivian é feliz em sua Fe catolica,deve procurar não se desarmonizar com questões feitas pelo marido,pois o que mais Deus quer para nos é o mantenimento de nossa Fé e Amor.As questões mais dificeis deverão serem feitas em seu coração e Jesus lhe dará as respostas.Quanto a diversidade de religiões,Deus é o Centro e como Tal há no minimo 360 caminhos para encontra-lo,alguns mais fáceis e outros mais difíceis,a escolha da vereda é de cada um.Quanto ao terrmo Santa igreja Católica devo dizer que Santa significa UNIDA e é este o caminho que a igreja devera seguir o da UNIÃO ou SANTIFICAÇÃO,isto que todos deverão crer que ocorrerá.Sendo teu esposo espirita,ele deve saber que a catequese da Igreja destina-se a melhorar os comportamentos dos Egos humanos,instruindo-os em Deus para que em suas consciências ressalte as boas qualidades e feliz emoções,para que possam passar para a eternidade da consciência espiritual o bem e livrar o mundo de obssessores.
    Em Suma a Igreja Modela a consciência humana preparando-a para compor a consciência eterna do espirito.
    Teu esposo não deve julgar as diferenças da vida ,pois seria duvidar da justiça de Deus,que dá a cada um exatamente o que merece,nem mais nem menos.e quanto a evolução espiritual há sim um retorno do espirito para o aprendizado e evolução,porem este retorno nem a igreja pode contestar pois o exemplo de jesus´já fala por si pois ele foi o espirito do amor que encarnou.
    Lembrem-se sempre,DEUS é TUDO e TUDO é DEUS,nada se move sem o seu consentimento,tudo que existe é a manifestação de DEUS.
    “JESUS disse ame teu próximo como a ti mesmo” .Ele não disse para amar teu semelhante,porque o teu próximo,ou seja tudo que esta ao seu redor é a manifestação de DEUS,e assim voce estará amando a DEUS.É bom Lembrar que este teu amor não pode ser confundido por vaidade e possessão ter que doação expontãnea e sem aguardar retorno. “AME TEU PROXIMO E PERDOA TEU SEMELHANTE.
    Se fui longe demais me perdoem,porem este é meu sentimento.

  2. Patricia - SP

    Olá Pe. Joãozinho. Ao ler esta postagem, gostaria de dar um recadinho mas pelo ponto de vista de leiga.

    É muito lindo ver esta pessoa falar sobre aceitação das diferenças. Casou com alguém que acredita em uma crença diferente da sua, mas a atitude nobre e repleta de amor não a excluirá dos conflitos… é natural este contexto! Afinal as idéias centrais das duas religiões são muito convergentes mesmos!

    Ressurreição para Reencarnação, Jesus ensinando o perdão sempre enquanto a outra crença acredita na lei aqui se faz aqui se paga, para o cristianismo Jesus é Deus e não um mero Homem Empreendedor, as atitudes de ajoelhar para a igreja vai mais além de posturas obrigatórias, é que conforme vamos aprendendo e sentindo o Amor de Deus por nós, ajoelhar se torna um ato livre e feliz de quem agradece tamanha benção nos dada do Céu, a igreja nunca foi castradora, o que acontece é que os erros são cometidos por homens e muitos ainda sentem dificuldade em compreender que os erros do passado são atitudes humanas. Adão e Eva perderam os beneficios do Céu porque quiseram ir além daquilo que estava previsto a eles, não souberam respeitar os limites…. perderam os direitos e sofreram as consequencias dos atos… acredito que aqui está o livre arbítrio que até hoje nos atinge. Erramos muito nas escolhas pois não somos humildes e não perguntamos ao criador….Carregamos as raizes do mal em nossas vidas porque não aceitamos que a lei natural das coisas possuem as suas próprias regras! Um bom exemplo é o da poluição do nosso planeta, todos nós ajudamos (na nossa parcela) a completar a cada dia este mal. E qual as consequências atuais? Estamos perdendo o direito à água potável, a respirar ar saudável, a ter um clima mais ameno, não sofrer as agreções das enchentes, e assim por diante. Deus não estabeceu assim… o ser humano na ânsia da ganancia, foi atrás de descobertas científicas mas esqueceu que tudo é regido por uma lei natural! Estamos sofrendo o mal que nós mesmos aplicamos “discretamente” na rotina de vida!

    Se as pessoas soubessem o quanto o amor de Deus é precioso por nós, conseguiriam atingier em suas almas a necessidade de não mais ficar aí tirando e modificando tudo para satisfação do próprio ego. A vaidade cega a alma…

    Sem contar em algo que, eu particularmente acredito, é nos conflitos espirituais. Todas as crenças rezam e o poder da oração de todas elas tem valias. A quem tu pedes tuas bençãos?
    Para mim que sou Cristã peço a Cristo pois sei que Ele é Deus… mas e quem acredita que outras coisas são o deus? Neste ponto haverá conflito, é natural… mas Cristo ensina a ver, aprender a entender, não temer, confiar em Cristo que tudo pode e respeitar… as vezes silênciar é o melhor remédio!

    Deus ama e mostra o caminho! Tenho certeza disso pois já passei por um imenso conflito pessoal. Em um mundo com tantas opiniões, tantas idéias devergentes, cada um dando seu palpite, cada qual com sua forma de ver…. orei muito a Deus pela resposta.
    Incrível… ele me pediu silencio, depois mostrou como a natureza segue naturalmente suas regras. Deus ama tudo o que cria e não averia de amar e cuidar de mim que tbm sou criatura? Pois é, vem cuidando!

    Quando ha conflito, o melhor a se fazer é dar ao Criador o direito de resolver conforme Sua vontade. Tenho certeza que o resultado será explendido e nada mal e agressivo. Ele sempre faz o melhor!!!

    Abraço fraterno

    Patricia-SP

  3. Ricardo Zaki Francisco

    Pe. Joazinho, em relaçao a carta de Vivian o que posso dizer é que convivo com espíritas e a maioria deles apenas divergem quanto a reencarnação e realizam muita caridade. Talvez seja isso que esteja faltando: obras caritativas. pois somente isso nos aproxima, independente da religião. Quanto aos erros cometidos pela Igreja Católica acredito que uma explicação seja a ignorância histórica e falta de esclarecimento das pessoas envolvidas. Até porque a Igreja ´Santa`é formada de pessoas pecadoras que procuram servir e amar a Deus e não se colocar no lugar Dele. Em relação a evolução é evidente que a Bíblia não narra a Criação de maneira científica, porque não é esse seu enfoque. Seu significado é mostrar que Deus nos criou para o Bem contudo o pecado o destruiu e Cristo veio para redimi-lo. Falando agora nas pessoas que nascem com problemas de saúde posso dizer que vivi tal situação. Depois de 3 filhos com deficiência mental fui gerado. É evidente que tal situação foi muito triste, desgastante e trabalhosa, contudo Deus foi se manifestando e dando força para enfrentar tal problema. Hoje apenas um dos meus irmãos está vivo aos meus cuidados e de minha esposa, que é uma verdadeira bênção e me ajudou e ainda ajuda a ver a mão de Deus em cada acontecimento. Bom, Pe. Joãozinho, é isso que eu queria dizer. Obrigado por tal oportunidade. A propósito gostamos muito do senhor. Faz tempo que o senhor não vai a nenhum programa para nos enriquecer com suas palavras. Sua Bênção.
    Ricardo Zaki Francisco
    ricardozaki@uol.com.br

  4. Maria Teresa

    Olá Padre, resolvi aceitar o desafio e responder à nossa irmã. Ela cita vários pontos de incompreensão de seu marido, vou tentar esclarecer a todos.
    “quer saber por que temos que rezar o credo dizendo…santa igreja católica, se a igreja já praticou tantas crueldades antigamente”
    Rezamos o Credo porque acreditamos que a Igreja é, foi e sempre será Santa apesar dos erros que seus membros já cometeram, cometem e cometerão. Ela conta com a assistência do Espírito, e é nela que encontramos a plenitude dos meios para sermos salvos (7 sacramentos). Uma coisa são os pecados que os filhos da Igreja cometem, outra coisa é querer dizer que a Igreja é pecadora. Você diz que pretende ter filhos, uma situação possível pela qual você pode passar é a de oferecer uma boa educação ao seu filho, e no entanto, quando ele estiver longe de você, xingar uma professora na escola, bater num colega… Será que se a direção do colégio afirmar que sua família é mal educada e violenta terá razão? Ou terá sido seu filho, que na liberdade dele, ainda que soubesse o correto, terá optado por uma ação diferente daquilo que a família acredita e busca viver? Se na pequena dimensão sócio-familiar podemos encontrar exemplos desse tipo, o que dizer de uma instituição com mais de dois mil anos, que sempre foi alvo de grandes ataques ideológicos e espirituais? Minha irmã, não caia no erro de pensar que a Igreja errou, quem erra somos eu, você e nossos irmãos, que apesar de sermos filhos de tão maravilhosa Mãe, ainda temos nossos momentos de desobediência e rebeldia.

    “que culpa tem uma criança que nasce na Índia por exemplo com outra cultura e crença, ela não foi batizada e nem conhece o Cristiano e será um adulto que irá caminhar na crença do seu povo…como fica essa pessoa perante a igreja católica??? Como enxergamos isso???”
    Enxergamos com o olhar misericordioso de Deus. Como já disse, nós católicos, encontramos na Igreja Católica Apostólica Romana a plenitude dos meios para sermos salvos, é um caminho seguro! Mas isso não quer dizer que estar na Igreja Católica seja o único caminho, o único Caminho é Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida (cf. Jo 14,6), e é só por Ele que todos podemos ser salvos, ainda que professemos uma fé diferente da católica. Mas a pessoa da Índia, por exemplo, que nunca recebeu o anúncio do Evangelho, terá de viver sempre segundo a Lei Natural que Deus inscreveu no coração do homem, viver sempre em acordo com a sua consciência, e assim será salvo por Jesus Cristo, ainda que não O tenho conhecido e seguido.

    “E adão e Eva”
    Em seus 73 livros, a Bíblia tem diversos gêneros literários, nem tudo o que está escrito lá são verdades históricas, porque a Bíblia não é uma enciclopédia e sim a Palavra de Deus, e Deus não é nosso professor de história ou ciência, ele é sim, nosso Pai amoroso, que quer nos ter perto, sendo assim ela é um livro pra nos conduzir pra perto de Deus e pra que façamos isso melhor, ela nos fala sobre o que nos é necessário para conhecê-Lo melhor. Então quando em Gênesis temos o relato da criação, temos ali Deus falando que Ele é nosso criador, e que diante de toda a criação que Ele havia feito colocou em nós um diferencial, fez-nos Sua imagem e semelhança, soprou em nós o Sopro da vida e nos deu o domínio sobre tudo o que já havia sido criado. A Igreja aceita que o homem possa ser uma “evolução” do macaco, mas não de forma natural, e sim, tendo tido a intervenção divina. A Igreja não é contrária à Ciência.

    “se não existe reencarnação e a evolução do Espírito”
    A reencarnação é uma doutrina que nega toda a obra de Salvação que Deus operou por Jesus Cristo. Se nós vamos sofrer e evoluir nosso espírito, de que valeu Deus ter se encarnado, ter sido morto e ressuscitado? Nós professamos que cremos em um só Senhor, Jesus Cristo que “…por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem….”, tudo o que precisamos fazer é aceitar a salvação que Jesus nos oferece. Sabendo que pela nossa condição caída após o pecado original não teríamos condições de abraçar a salvação, então, Ele nos enviou o Espírito Santo, para que à medida que formos abertos a Sua ação em nós, tenhamos condição de aceitar e viver segundo a salvação que Cristo nos ofereceu.
    A Salvação é algo que não depende de nosso mérito ou forças, desde o pecado original nos era impossível nos achegarmos a Deus, e diante disso Deus Filho se encarnou, desceu do Céu e restabeleceu a nossa possibilidade de acesso ao Pai, mas sabendo que só ter um caminho possível não nos era suficiente (por causa da nossa fraqueza), enviou o Espírito Santo, a força do alto, para nos conduzir pelo Caminho que leva ao Pai.
    E é à medida que nos deixamos conduzir pelo Espírito que nosso espírito vai evoluindo.

    “ele toma a eucaristia e não de ajoelha depois”
    Eu não acho que ele não se ajoelhar seja um grande problema. O que importa pra Jesus primordialmente é o nosso coração, e se no coração que Ele é recebido, encontra um ambiente de adoração, de profunda oração, pouco importa a postura que se esteja. Mas não podemos cair no erro de achar que o corpo não nos ajuda a rezar, ajuda sim, mas não é tudo, sobretudo se feito só por ritualismo. Acho o mais grave aqui o fato de você ter dito que seu marido é espírita, não concorda com a fé que professamos e ainda assim comunga. Comungar não é algo que se deva fazer só por ter participado da celebração eucarística, receber o Corpo e Sangue de Cristo tem que ser sinal da comunhão que com Ele vivemos e buscamos viver, não é brincadeira, e dependendo da situação, recebermos do Corpo e Sangue do Senhor pode ser para nós motivo de condenação e não de salvação (Cf. Catecismo da Igreja Católica, 1384ss; I Cor 11, 27-29).

    Espero ter podido colaborar pelo menos um pouco.
    Que Deus nos abençoe na nossa busca diária de estarmos sempre mais próximos a Ele.
    Maria Teresa,
    SJCampos-SP

  5. Simone Teixeira

    Minha querida Vivian, li seu comentário mais de uma vez e não creia que possa lhe dar todas as respostas, mas vou tentar lhe ajudar um pouco. A primeira coisa que gostaria que você pensasse é que, antes de ser seu marido, esse homem é um filho muito amado de Deus e Deus o conhece profundamente. Muitas vezes temos pressa em ver os resultados da conversão de alguém que amamos, mas Deus respeita o tempo e a geografia espiritual de cada um. Para uma pessoa que acredita na reencarnação e que acha que vamos nos salvar através de várias vidas é difícil entender que Jesus nos resgatou e que Deus é Pai como na parábola do filho pródigo: não pede que o filho volte e recupere o dinheiro que gastou… Não dá para explicarmos o porquê de algumas pessoas sofrerem mais que outras e de haver tantas crianças com câncer, etc, mas sabemos que existe a comunhão dos santos e que, todo sofrimento unido ao de Jesus na cruz, nos torna corredentores… Quando dizemos que a Igreja é Santa estamos afirmando que a Igreja é o Corpo Místico de Cristo e Cristo é o Santo dos Santos. As pessoas que fazem parte da Igreja podem ser pecadoras, mas Jesus a santifica. Quanto a nos ajoelharmos ou não após a comunhão, não creio ser o mais importante: eu não posso me ajoelhar por diversos problemas, mas Jesus está em mim e meu coração o ama e se ajoelha diante dele. Seu marido não quer fazer um gesto só para ser igual, mas Jesus conhece suas dúvidas e está nele naquele momento.
    Se é injusto uma pessoa sofrer e outra não, já que não acreditamos na reencarnação, acho mais difícil explicar o aumento da população do mundo diante do processo de purificação das almas… Se há mais gente hoje que no passado, tem que haver (teoricamente) novas almas e almas reencarnadas vivendo no mesmo mundo e isso não seria igualmente justo. Se eu estivesse vindo pela primeira vez e você já estivesse voltando para pagar seus erros no passado, não teríamos chances iguais na vida presente, você me entende?
    Quanto à evolução das espécies, a Igreja nunca negou essa possibilidade. O livro do Gênisis é simbólico. Usa o barro, que era a matéria prima da época para explicar que Deus fez o homem com suas próprias mãos e colocou nele o “sopro da vida”. Os cientistas podem até clonar seres vivos, mas ninguém conseguiu gerar a vida a partir do nada. Deus é o princípio de todas as coisas e nos fez sua imagem e semelhança. Esta é a mensagem dos 5 primeiros livros da Bíblia, que não são históricos, mas simbólicos.
    Admiro sua sede de aprender, mas acho que você poderia ouvir também outros canais de televisão sem problema, desde que usasse seu senso crítico para discernir o bem do mal.
    Estar na Igreja e em grupos de oração é ótimo, mas seu lar é a Igreja doméstica e, se seu marido gostar de futebol por exemplo, assista uma partida com ele de vez em quando…
    Quando vierem seus filhos, muita coisa vai mudar, mas seus filhos também serão filhos de Deus que ele vai lhe confiar para educar e amar. Sua primeira missão será com sua família e Deus vai lhe dar a sabedoria necessária para dosar as coisas. Se seu marido é uma boa pessoa, inteligente e capaz de reconhecer os próprios questionamentos está muito mais perto do reino de Deus do que você imagina. Ele tem razão: há muitas pessoas que nunca tiveram ou terão a chance de ouvir falar de Jesus e Deus terá seu caminho de salvação para eles. O amor e a bondade fazem parte da essencia do ser humano e quem vive em paz com a própria consciência, faz a vontade de Deus. Leia o capítulo 25 de Mateus e você verá há pessoas que frequentam a Igreja, mas não fazem a vontade de Deus e o oposto também é verdade.
    Espero poder ter-lhe esclarecido algo e vou rezar por vocês dois.
    Com carinho e amizade em Jesus!

    Simone.

  6. Querida Vivian…saiba que não está sozinha…sou noiva e tb passo por algo parecido…na verdade eu e meu namorado nos desiludimos da igreja católica por um tempo…eu me afastei porque percebi que ia lá só pra seguir um roteiro e comecei a questionar um monte de coisas…até a existência de Deus…nisso meu futuro sogro teve um problema muito sério de saúde e o pessoal da igreja batista da nossa cidade (moramos numa cidade pequena, todo mundo conhece todo mundo) foi muito acolhedor, muito presente na hora da dor…acabaram nos cativando …fiquei quase um ano freqüentando a igreja batista…com um pé lá ,outro fora…cheia de ressalvas…só participava…não me “converti”…não via nada de errado, só não me sentia em casa…uma colega de trabalho muito católica sempre me falava da Canção Nova, do Pe Robson da Rede Vida, das suas atividades na paróquia e comecei a ficar “curiosa“… ela me emprestou alguns livros e dvds…eu sentia que precisava me definir…ia nos cultos,mas tinha saudade das missas…ouvi muitas palestras, li muitos livros, fui me incomodando, incomodando…até que voltei para a minha paróquia…os primeiros meses foram eufóricos…até tinha medo de estar entusiasmada demais…tinha medo de que minha conversão fosse revestida de emoção, de sentimentos, de interesses próprios…mas, foi decisivo pra acabar com as dúvidas que tinha, ou pelo menos pra entender que muitas perguntas não tem exatamente a resposta que gostaria…o problema é que meu noivo não seguiu este ritmo…ele até me acompanha em algumas missas, já foi comigo num acampamento da Canção Nova,mas diz que não se sente mais católico…evita rezar Ave Maria, se nega a rezar o Credo…diz que acorda todo dia com a missa da Canção Nova,mas quando acaba o sermão, ele desliga…questiona muito a existência dos santos, não acredita na Eucaristia, acha um absurdo adoração ao Santíssimo…só que eu te digo uma coisa, minha querida, lá no acampamento da Canção Nova, entramos na capelinha para rezar…ele entrou meio incrédulo,não ajoelhou-se…sentou-se e passou alguns minutos orando em silêncio…quando saímos ele me disse:“tenho certeza de que Jesus estava ali…eu senti” . Naquela hora descobri que Deus não dá a mínima bola para o que acreditamos…ele que olhou para o santíssimo com ressalvas foi tocado muito mais do que eu que creio. Como diria o Pe Fábio, isso não é lindo, minha gente…ele não perde uma palestra do Pe Léo, as segundas-feiras, gosta muito do prof. Felipe Aquino, está lendo o livro do Pe Joãozinho…não sei se posso querer mais…ele é de Deus, busca se converter diariamente…será que tenho direito de forçar alguém a ter a mesma fé que eu? Mesmo compreendendo que o ecumenismo seria a solução dos meus conflitos interiores, sofro muito em pensar como será a educação de nossos filhos…não quero que a religião vire um lugar de disputa entre nós…Meu irmão tb me chateia muito com questionamentos duros contra a igreja, em especial a história da inquisição…tudo isso já questionei um dia…não preciso mais de certas respostas…minha irmã, “cria” da Renovação Carismática casou-se com evangélico e acredito que será em breve uma pastora…ela tb foi muito acolhida num momento de dor, pelo sogro, que é pastor e se converteu…engraçado, mas sinto que eles tem o dom de ir ao encontro de quem está sofrendo, frágil e aí…conheço mais de 20 pessoas que abandonaram a igreja católica por falta de acolhimento de um lado e excesso do outro…enfim…quem sabe um dia, meu noivo, meu irmão, seu marido, tb seja tocados da forma que fui, aquietando o coração para questões polêmicas, que certamente, as igrejas protestantes têm, os espíritas, os budistas, os muçulmanos tb…fique com Deus! Acredite no poder da sua oração!
    Muito bom os comentários dos outros companheiros…me ajudaram muito tb…Deus abençoe a todos!

  7. Ricardo Ferreira

    Prezada Vivian, quando estamos vivendo um conflito, independente de sua natureza, temos a oportunidade de nos abrir à experiência no novo. Partilho contigo que já fui muito questinador também, e, principalmente com a Igreja. E viver assim é um processo quase que natural de quem gosta de estudar e quer conhecer a fundo algo de novo. Quando se trata da fé, o processo acontece no sentido inverso, ou seja, pensamos que nós estamos querendo algo, mas, na verdade é Deus quem nos está nos querendo.
    A Bíblia está repleta de exemplos nesse sentido. Proponho dois grandes modelos de fé e atenção ao chamado de Deus: Maria e Paulo.
    Maria ao ser visitada pelo anjo fez um único questionamento: Como será? Apenas esse, e poderia fazer mais, não? Mas a fé em Deus era maior e se dispôs à vontade do Criador.
    Paulo era o grande questinador dos seguidores de Cristo. Não aceitava, e mais, queria matá-los e acabou sendo morto pela causa de Cristo.
    Questionamentos são naturais. Mas nosso coração deve estar aberto ao novo, e como Paulo devemos perguntar sem medo: “Quem és Tu, Senhor?”. E também como Maria: “Como será?”. Pelo que entendo, Maria não compreendia muita coisa, mas as guardava em seu coração, mas ao passar do tempo, tudo foi ficando claro. E Paulo deu aquele mergulho na fé.
    Temos que viver no amor, com fé e paciência.

  8. Ola, Padre Joaozinho!
    Ola, Vivian!
    Gostaria de colaborar com a minha resposta para os questionamentos da Vivian.
    Antes de comecar peco desculpas pelo texto sem acentuacao e cedilha, mas o meu teclado nao tem acentos nem cedilha. Desculpem.
    Bem, quero dizer que certamente Deus esta muito feliz com esta filha tao empenhada em praticar os ensinamentos de Jesus.
    E eu acho Vivian, que no final das contas e isso mesmo o que importa: praticar no dia a dia os ensinamentos do Mestre. A religiao que a pessoa escolhe e um caminho para chegar ate Deus. Mas nao basta o caminho, tem que caminhar. E caminhar sempre apesar dos tropecos.
    De nada adianta a pessoa ser da religiao A, B ou C e nao se esforcar para praticar as leis de amor, caridade, bondade, compaixao, perdao verdadeiro e sem limites, enfim, as virtudes que as religioes ensinam.
    Voce comentou que pretende criar seu filho na igreja e que um jovem cristao e um jovem diferente. Vivian, o Espiritismo tambem e uma religiao crista e um jovem Espirita e um jovem cristao.
    O centro da religiao Espirita e Jesus e o objetivo de todo Espirita e (ou deveria ser) tornar-se um verdadeiro discipulo e seguidor de Jesus. Alias esse deveria ser o objetivo de todo cristao.
    Eu sou Espirita e quando adolescente nunca dei trabalho aos meus pais. Nunca fumei, nunca usei drogas, nunca bebi, sou casada ha 10 anos e me casei virgem.
    Meus pais sempre souberam onde eu estava e com quem eu estava. Durante muitos anos pratiquei o trabalho voluntario e so parei quando meu filho nasceu, ha 2 anos. Se Deus me der saude vou retomar meu trabalho voluntario assim que meu filho crescer um pouco. Por enquanto sou mae em tempo integral. Paralelamente tenho minha profissao. Sou medica.
    Todos os dias eu estudo o Evangelho praticando o culto evangelico no lar, a igreja domestica. Nas casas Espiritas as pessoas estudam o Evangelho de Jesus.
    Eu nao estou colocando isso para doutrinar ninguem e muito menos para me colocar como exemplo. Eu respeito profundamente a escolha espiritual/religiosa de cada um. Como eu ja disse, o que conta e a pratica e nao a teoria, assim como disse Jesus no Evangelho segundo Mateus, cap VII, v. 21 ” Nem todo aquele que me diz ‘Senhor! Senhor!’ entrara no Reino dos ceus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que esta nos ceus”.
    Tenho na minha vida a presenca de uma pessoa muito especial: a minha diarista. Estou certa de que Deus a colocou no meu caminho para me servir de exemplo. Eu vejo nela alguem que consegue ser fiel aos ensinamentos de Jesus e a vontade de Deus, principalmente nos momentos dificeis, nos quais a fe e posta a prova e quando as pessoas geralmente se revoltam contra Deus. Desde que a conheci eu aprendi muito. Ela e uma crista verdadeira. Ela e protestante. Temos uma otima convivencia.
    Gosto muito de visitar blogs como este porque gosto de aprender e de me informar com seguranca.
    As diferencas existem sim, mas elas nao devem ser motivo de desarmonia.
    Eu poderia responder as questoes que voce menciona segundo a minha religiao e os irmaos Catolicos poderao fazer o mesmo segundo a religiao Catolica.
    Mas o interessante e que estas questoes nao sao suas e sim do seu marido. Voce afirma que ele a “tortura” com essas perguntas. Sugiro que voce diga a ele como voce se sente com esses questionamentos, diga que se sente torturada. Parece que essas perguntas vem como um desafio a sua fe e isso nao esta correto. Se alguem pergunta algo para se informar e uma coisa, mas se o objetivo e desfiar a pessoa, realmente vira uma situacao desconfortavel.
    Como Espirita ele deve ter em casa e ja deve ter estudado o Evangelho Segundo o Espiritismo. Peca para ele reler o capitulo XVII, intitulado “Sede Perfeitos”, particularmente o topico ” O Homem de Bem”. La estao elencadas algumas caracteristicas do homem de bem, entre elas, ” o homem de bem e bom, humano e benvolente para com todos, sem preferencia de racas nem de crencas, porque ve irmaos em todos os homens. O homem de bem respeita nos outros todas as conviccoes sinceras, e nao lanca anatema aqueles que nao pensam como ele.”
    Vivian, somos todos filhos do mesmo Deus, do mesmo Pai, por isso somos irmaos.
    Eu me esforco diariamente para aceitar e cumprir integralmente a vontade de Deus e para nortear minha vida, minhas acoes, pensamentos e sentimentos segundo os ensinos de Jesus. Infelizmente eu nao consigo na maioria das vezes. E difcil mesmo, mas nao e impossivel. Se fosse , Jesus nao nos pedidiria/recomendaria o impossivel. Mas eu me esforco sinceramente. E Deus ve a sinceridade dos meus propositos. E Ele me ama. Assim como ama voce, seu esposo e todos nos, que somos seus filhos, suas criaturas.
    Quero sugerir que voce consulte o site da FEB (Federacao Espirita Brasileira), veja o link “O que e o Espiritismo” , nao para mudar suas conviccoes, mas para conhecer o que realmente e esta religiao e quem sabe ate poder entender melhor o seu esposo. Tenho certeza que isso nao vai ferir sua fe. Nao e este o meu objetivo. Como voce pretende estudar Teologia imagino que va estudar no seu curso sobre todas as religioes. Neste site voce obtera informacoes seguras. Existe muita desinformacao quanto ao Espiritismo. E somente para voce se informar e conhecer, nao para voce aceitar. Nao quero ferir a fe de ninguem com minha sugestao.
    Tambem convido voce a procurar no You Tube um video chamado “Testemunho de uma pequena grande missionaria: Andressa de Jesus”.
    Este video eu o conheci num blog tambem da Cancao Nova ( Mundo em Chamas), so que neste blog esta postada a versao editada. Veja a versao integral. A menina Andressa e uma jovem crista de 13 anos (na epoca da filmagem) e segue a Igreja Adventista do Setimo Dia. Ela e uma verdadeira discipula e seguidora de Jesus. A historia desa menina e uma prova de que o caminho e importante, mas ele de nada serve se a gente nao caminhar. E caminhar bem, junto dos companheiros de caminho ou dos companheiros de outros caminhos. O fim da estrada e o mesmo: Deus e a nossa uniao com Ele.
    Bem, espero ter colaborado.
    Finalmente aqui vao algumas palavras do Nosso Divino Mestre e Salvador. Estao no Evangelho segundo Marcos, cap IX, vv. 38, 39, 40 e 41:
    ” E Joao lhe respondeu, dizendo: ‘ Mestre, vimos um que, em teu nome, expulsava demonios, o qual nao nos segue; e nos lho proibimos, porque nao nos segue’. Jesus, porem, disse: ‘ Nao lho proibais, porque ninguem ha que faca milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim. Porque quem nao e contra nos e por nos. Porquanto qualquer que vos der a beber um copo de agua em meu nome, porque sois discipulos de Cristo, em verdade vos digo que nao perdera o seu galardao’ “.
    Com muito respeito e admiracao por todos os que se esforcam no caminho que Jesus aponta, me despeco.
    Fiquem todos com Deus e em paz.
    Katia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.