O domingo brasileiro é acordado com a preocupação por Felipe Massa. O quadro é estavel, mas bastante grave. Um objeto metálico de 1kg bateu em sua cabeça quando estava a 280km/hora. Foi imediatamente operado e colocado em coma induzido. Esta madrugada começou o delicado procedimento de tirá-lo deste coma induzido. Rezemos por ele, por sua família e em especial por sua esposa que está grávida. É momento de solidariedade espiritual. Esta é a corrida mais desafiadora do campeão. Esperamos vê-lo logo no podium da vida e da saúde plena.

8 Comentários

  1. Pingback: RCC Brasil

  2. Vanessa Freire da Silva

    Estou rezando por o Felipe Massa se Deus quiser ele vai ficar bem Vanessa Freire da Silva Maringá Paraná.

  3. ana valeska

    Senhor Deus!
    Te pedimos força através do Espírito Santo para a recuperação de Felipe Massa e toda tensão que a família dele passa.
    Enquanto agimos como partes humanas o Senhor roga por nós na parte espiritual e divina.Amém!
    ANA VALESKA – fORTALEZA

  4. SILVIA INACIO

    Rezemos por FELIPE e sua familia,especialmente por sua esposa que esta gravida.
    JESUS EU CONFIO EM VÓS.

  5. Josiane Silva Correa

    Sua benção padre!

    Gostaria de prestar aqui minha solidariedade na intercessão por Felipe Massa,que Deus tome conta de sua vida.
    Padre assisti a direção com padre Fabio e foi fabulosa suas palavras, aprendo muito com o senhor, meu sonho é fazer teologia para leigos, na faculdade dehoniana, e ter o pazer de lhe conhecer pessoalmente, padre peço sua oração, por um amigo de serviço que perdeu sua mãe de uma maneira muito agressiva, na ultima quinta feira, em Cuiaba qdo estava voltando para Taubaté, ele é filho unico seu pai faleceu em novembro passado e sua mãe agora, seu nome e Renam e de sua mãe é Rosana.
    Se o senhor tiver msn me mande atraves de meu e-mail o seu endereço.
    Fique na paz de Jesus e no amor de Maria.

    Taubaté-SP

  6. Simone Teixeira

    Estou rezando por ele desde que soube do acidente. Tenho rezado também por nosso vice-presidente José Alencar. São situações bem diferentes, mas ambos precisam de muita força e da graça de Deus para enfrentarem os momentos que estão vivendo. Hoje peço também sua prece porque a cada dia parece mais distante a possibilidade de recuperar a saúde e já não suporto tantas dores e a falta de recursos para fazer todos os tratamentos necessários.
    Um abraço

  7. SÓ EXISTE SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO
    “E CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ.”(JO 8, 32)
    1°-Maria como advogada-O catolicismo coloca Maria como intercessora junto a Cristo para interceder pelos pecadores. Enquanto a Bíblia é clara: “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e se alguém pecar, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1 Jo 2:1) O título de advogado pertence a Cristo e não a Maria. Diga-me onde nas Escrituras Maria é chamado de advogada? Lembro-me de uma passagem nas Escrituras onde Maria foi interceder junto a Cristo e este respondeu: “Mulher, que tenho contigo?” (Jo 2.1-11). A função de intercessor junto ao Pai é exclusiva a Cristo.
    Veja:
    “Quem os condenará? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.” (Rm 8:34)
    “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.” (Hb 7.25)
    Quando Estevão estava prestes a morrer, este disse: “Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do Homem, que está em pé à mão direita de Deus.” (At 7.56) Onde estava Maria? Ocupada com outras coisas? Na nova Jerusalém existirá um trono para o cordeiro (Cristo) e para Deus. Não se fala em nenhum momento que Maria estará junto ao trono: “E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e o do Cordeiro.” (Ap 22.1) No catolicismo Maria é considerada mais compassiva que Jesus, por isto lhe é atribuído o papel de intercessora. Loraine Boettner descreve bem o pensamento católico: “Maria, sendo mãe, é considerada possuidora de coração de mãe, e portanto, mais capaz de entender os problemas dos seus filhos, e Ele jamais pode recusar-se a atender qualquer favor que ela lhe pedir.” Combato este pensamento católico, com uma simples pergunta: Quem demonstrou a humanidade ter maior amor? Cristo ou Maria?

    “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” (Jo 15.13)

    2°-Maria como Auxiliadora e Protetora Esses pseudo-títulos atribuídos a Maria estão interligados. O minidicionário Luft dá o seguinte significado a palavra auxiliar: “ajudar” e “socorrer”. Maria socorre ou ajuda alguém? Onde está escrito isto nas Escrituras? Nas Escrituras está escrito: “E assim com confiança ousemos dizer: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei o que me possa fazer o homem.” Por quê o autor de Hebreus não falou do auxílio da “senhora”? Porque tal auxílio não existe. Maria está esperando a volta de Cristo como todos aqueles que já dormiram no Senhor:
    “Num momento, num abrir e fechar os olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” (I Co 15.52) Não vemos na Bíblia Maria ajudando ou socorrendo, mas pelo contrário, precisando de auxílio. Cristo na cruz se preocupou com a segurança de Maria incumbindo João desta missão:
    “Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem Ele amava estava presente, disse a sua mãe: mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.” (Jo 19.26 e 27). No livro escrito pelo missionário católico S. Luis. Maria Grignon de Monfort (in: Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem) está escrito:
    “O quarto favor que a santíssima virgem presta a seus fiéis servos é defendê-los e protegê-los de seus inimigos… Esta mãe e princesa poderosa enviaria antes batalhões de milhares de anjos em socorro de um só de seus servos, para que se não dissesse que um servo fiel, que a ela se confiou, sucumbiu à malícia, ao número e à força do inimigo.”

    Não devemos trocar as Escrituras por nenhum outro livro. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gal 1.8) O sr. Monfort anunciou um outro evangelho. Maria não pode proteger ninguém. Não pode enviar anjos. Em nenhuma passagem das Escrituras se fala em anjos de Maria, mas em anjos do Senhor. “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra.” Foi Deus que enviou o anjo Gabriel a Maria:
    “E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel e enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão, cujo nome era José, da casa de Davi: e o nome da virgem era Maria.” (Lc 1.26 e 27).E onde está escrito que Maria enviou algum anjo a alguém? Em lugar nenhum. Alguém pode chamar Maria de Nossa Senhora e considerar-se servo de Maria enquanto nas Escrituras está escrito que há um só Senhor (Ef 4.5)? Paulo se apresentou aos romanos como servo de Cristo e não como servo de Maria (Rom 1.1), enquanto o sr. Monfort, no livro já citado acima diz: “Pertencemos a Jesus Cristo e a Maria na qualidade de escravos.” Por sua vez, Cristo falou: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” (Mt 6.24). Infelizmente o catolicismo tem se dedicado a Maria e desprezado o Cristo, Senhor de toda criação. Se Maria estivesse sabendo como os homens a tem exaltado, certamente, estaria indignada com toda esta adoração.
    “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura (Maria) do que o Criador (Cristo), que é bendito eternamente. Amém. Pelo que Deus os abandonou às paixões infames…” (Rom 1.25 e 26, os textos entre parênteses é paráfrase do Autor).

    3° Maria como Medianeira
    O catolicismo afirma que “…temos necessidade dum medianeiro junto do próprio medianeiro que é Jesus Cristo”. Tal afirmação rebaixa a pessoa do Senhor Jesus Cristo. Cristo não é suficiente como Mediador? Claro que sim! Então, qual o por quê deste “…temos necessidade…” aviltante? Nenhuma palavra foi dita nas Escrituras acerca de Maria como medianeira. Mas o catolicismo acha, de maneira mirabolante, essa necessidade, porque segundo o próprio catolicismo, Maria é menos severa, mais tenra do que Cristo, e diante da mãe o filho não negaria algum pedido.
    Observe as palavras que S. Luís Maria Grignon de Monfort (op. cit.) escreveu:
    “Se recearmos ir diretamente a Jesus Cristo Deus, em vista de sua grandeza infinita, ou por causa da nossa baixeza, ou ainda, devido aos nossos pecados, imploremos afoitamente o auxílio e intercessão de Maria nossa mãe; ela é boa e tenra; nela não há severidade nem repulsa; tudo nela é sublime e brilhante contemplando-a vemos nossa pura natureza.”Por que ter receio de Jesus Cristo Deus, que tomou a forma de homem e tocou no homem e se deixou tocar pelo mesmo? Será que quando Cristo renunciou a Sua glória para tomar a forma de homem, não mostrou ser bom, tenro, amável, sublime e brilhante? Será que é necessário uma medianeira para amaciar o coração mais macio que existe e existirá? É evidente que o coração de Cristo é incomparável a qualquer coração humano. “Deus é amor” e o resto é comentário. Na Bíblia não se afirma que Maria é amor. Este argumento do catolicismo é desastroso. A Bíblia é bem clara quando afirma que a mediação de Deus é exclusiva a Cristo. Vejamos:

    1.ª) Ele é o único Mediador- “Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (I Tm 2.5)

    2.ª) Ele é o único caminho – “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (Jo 14.6)
    3.ª) Ele é o único Salvador – “E nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre homens, pelo qual devamos ser salvos.” (At 4.12)
    Maria não é medianeira, e nunca foi. Para haver mediação precisa haver sacrifício por parte do mediador. Qual foi o sacrifício que Maria ofereceu em benefício dos homens? Não vá argumentar que Maria deu seu filho para morrer na cruz. Pois quem deu seu filho unigênito foi Deus Pai (Jo 3.16) e isto já estava planejado antes da fundação do mundo: “…Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” (Ap 13.8). Maria já existia antes da fundação do mundo? Claro que não! Maria nunca ofereceu sacrifício em benefício dos homens e muito menos ofereceu-se como sacrifício. Só Cristo fez isto:
    “Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo? E por isso é mediador dum Novo Testamento…”
    REFLITA E DEIXE O ESPÍRITO SANTO TRABALHAR NA SUA VIDA….ABRA A PORTA DO SEU CORAÇÃO E DEIXE A VERDADE ENTRAR…

  8. Rezemos com tda nossa Fé para o felipe massa e tda sua familia e tb por sua esposa grávida para que Deus e Nossa Senhora iluminem e curem ele para continuar dando alegria ao povo brasileiro.
    Vi a esposa com um terço no pescoço é isso mesmo Raffaela estamos tdos com os terços meditando para a sua pronta recuperação.Amém

  9. Estamos todos rezando pela recuperação do felipe massa,pois sabemos que so atraves das orações que os nossos pedidos são chegados a Deus.

Deixe uma resposta para josue Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.