A décima das doze invocações de Maria como “Rainha” saúda a Mãe de Deus como “Rainha assunta ao céu”, em latim Regina in Coelum Assumpta. O final da ladainha acena para o mais recente dos dogmas marianos: a assunção de Maria. Pessoalmente tenho um grande carinho por este dogma, pois minha mãe nasceu na véspera da festa da Assunção – 15 de agosto – e se chama Maria da Glória. Nasci e vivi minha infância na cidade de Brusque, em Santa Catarina, onde temos o Santuário de Azambuja, que celebra todos os anos com grande solenidade a festa da Assunção.  

            O Papa Pio XII, em 1950, definiu como dogma de fé que, terminado o curso sua vida terrena, Maria foi “elevada” ou “assumida” de corpo e alma no céu. No mesmo ano esta invocação passou a fazer parte oficialmente da Ladainha. Alguém poderia questionar o sentido destes quatro dogmas. De modo algum é uma forma simplória de elogiar Maria. Ela não foi escolhida por seus méritos, mas pela graça de Deus. Os dois primeiros dogmas, mais antigos e claramente bíblicos, indicam a natureza de Jesus Cristo e garante a verdade fundamental da salvação. Dizer que a “virgem” Maria concebeu do Espírito Santo, significa professar a fé na divindade de Jesus. Nele o “Verbo se fez carne” (Jo 1,14). O céu assumiu definitivamente a terra. Mas para que não reste dúvida da inseparabilidade da divindade e da humanidade de Jesus, dizemos que Maria é “Mãe de Deus”, ou seja, é mãe do Cristo todo, pois nele não existe um departamento humano e outro divino.

            Os dogmas da “imaculada” e da “assunção”, são bem mais recentes. Eles se referem à origem e ao destino da humanidade. Maria é ícone do povo de Deus. Olhando para ela vemos nossa identidade como em um espelho. Ela foi imaculada. Esta é a nossa origem. No princípio era a santidade original. Somente depois veio o pecado original. Um dia, no céu, seremos santos e imaculados. Todos nós queremos ser assumidos no colo de Deus. Cada um terá a sua própria “assunção”.

            Temos que superar aquela visão simplista de Maria sendo elevada por anjos para além das nuvens. Por uma questão de delicadeza teológica, a Igreja evita responder à pergunta se Maria morreu ou não. Na verdade, desde tempos muitos antigos os cristãos festejavam a festa da “Dormição de Maria”. Prefiro a tradução de “assunção” como aquela que foi “promovida”, ou “assumida”.

            Alguém me perguntou se este dogma tem fundamento bíblico. O Magnificat é fundamento suficiente. “Exulta de alegria o meu espírito em Deus, meu Salvador … / Porque fez em mim maravilhas o Onipotente” (Lc. 1, 47.49). Assumir Maria no céu foi a última das grandes Mariavilhas que Deus fez na vida de Maria. Aquela que foi concebida sem pecado e viveu cheia de graça só poderia receber o “prêmio da coroa eterna”. Mas adiante o canto de Maria dirá que Deus “derruba do trono os poderosos e eleva os humildes” (cf. Lc 1,46s). Esta “elevação” é o sentido próprio da assunção. Todos nós devemos viver esta mística em nosso dia-a-dia. Somos chamados a promover as pessoas, a praticar a solidariedade e a promoção humana. Muitos vivem em um verdadeiro inferno de dor, sofrimento, fome, injustiça, pecado. Os pobres esperam a mão solidária que os eleve. Jesus disse que quem pratica estas obras de misericórdia, ou de promoção humana, será acolhido no abraço definitivo, no reino dos céus (cf. Mt 25).

            Os dogmas não são apenas de Maria. Revelam a identidade de Cristo e a face de cada um de nós. Como disse Santo Ambrósio: “Esteja em cada um a alma de Maria a glorificar ao Senhor, esteja em cada um o espírito de Maria a exultar em Deus; se, pela carne, uma só é a mãe de Cristo, pela fé todas as almas geram a Cristo: cada uma, de fato, acolhe em si o Verbo de Deus” (Exp. ev. sec. Lucam, II, 26).       Maria é sinal de esperança, é estrela da manhã que precede o sol nascente, a luz do alto que veio nos visitar. Vamos assumir Deus e promover os irmãos e Deus nos assumirá e nos promoverá ao Reino do Céu. Rainha assunta ao céu, rogai por nós!

6 Comentários

  1. Pingback: RCC Brasil

  2. ana valeska

    Bom dia Pe Joãozinho a sua bênção!!!

    Bianca está mto feliz estamos nos preparando p/ o show do Pe. Fábio aqui! Ficquei mto feliz em saber o público estimativo do Halleluya (evento católico) estima-se que passava por dia mais de 120 mil pessoas….eu disse 120 mil pessoas….LOUVADO SEJA Deus…fico feliz porque ao mesmo tempo dessa festa linda,existe o contrário de uma festa secular….com trios elétricos,cantores e bandas baianas, os jovens bebendo, a droga solta, pessoas se acabando em nome da tal diversão…..enfimmm
    Louvo a Deus que o evento católico(quase teria seu fim por falta de patrocínio) enquanto que pra uma festa dessa onde milhares de pessoas até morrem aparecem de montes.E hoje o Halleluya para glória de Deus está aí firme, forte e cada ano superando a presença de cristãos.Me dá arrepios!
    Hoje teremos Pe. Fábio de Mello, dizem os jornais que a estrutura está sendo preparada, mais policiamento, ambulâncias,um trajeto p/ o trânsito, mais linhas de ônibus, mais policias na rua….fico feliz minha gente!
    Mas confesso está um pouco temerosa todos os shows que fui do Pe.Fábio o público presente eram pessoas que o acompanhavam no meio cristão.Nesse show vão curiosos,vão aqueles que querem gritar que o Pe. é lindo,aqueles que simplesmente acham linda as músicas,por ser em um bairro periférico o show, o jornal mostra para termos mais cuidado em levar algum objeto de valor. Infelizmente não poderei levar Bianca minha sobrinha de 2 anos e 7 meses que gosta muito do Pe. e canta tudo….heheheheh…. Mas peço a nossa mãe amada Nossa Senhora que interceda por todos que estarão presentes e pelo nosso amado Pe. Fábio.E assim como foi o nosso Halleluya sem nenhuma ocorrência maldosa,na santa paz assim tbm será o show.
    Assim como desde de já peço tbm a interceção pelo Pe. Joãozinho na sua vinda dia 08/08 aqu em Caucaia(Ceará – fortaleza)

  3. A Benção Padre!
    Que leveza, Paz nos traz os textos sobre a Mãezinha do Céu!
    Parece que somos envolvidos de Bençãos!
    Abraços a todos!
    Givania-Piquete SP

  4. salene leite

    Sua benção Pe Joãozinho…cada vez mais me fortaleço na presença de nossa Mãe Maria como intercessora, Senhora de nossas dores e alegrias, ler sobre Ela é tão sublime, como só ela sabe ser… obrigada.

  5. ymakullada

    Padre joaozinho vc é uma bençao na minha vida adorei o programa que vc fez com padre fábio de melo pois os dois são pessoas iluminadas por Deus que levam sempre uma mansagen de esperança de luz para nós .
    obrigada.

  6. Pe.Zezinho, a vossa bênção. Ontem, aqui em Guará SP. (Diocese de Franca-SP), foi realizada a 18a. Festa da Família Diocesana, aproveitando o dia da ASSUNÇÃO DE MARIA AOS CÉUS. A palavra assunção, que pode significar diversas coisas, me fez pesquisar para entender melhor o significado de MARIA ASSUNTA AO CÉU. AQUI nesta página, entendi melhor o significado. Tenha um santo domingo. JOÃO AFONSO DE SOUZA

  7. com qual base Bíblia o Senhor pode fazer essa afirmação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.