Esta é uma pergunta que me fazem por onde eu vou. Pessoalmente já compus e graveu uma centena de canções. As de Pe. Zezinho passagem de mil. Será que realmente estamos carentes de repertório? Mas confesso que algumas músicas evangélicas são bonitas e profundas… outras nem tanto; alguma não são coerentes com a fé católica. Devemos, portanto, ter discernimento. Veja a opinião deste irmão:

Olá Pe. Joãozinho, sua Benção.
Quero colocar aqui um texto de Dom Estevão Bitencourt, sobre essas musicas protestantes, que alguns católicos insistem em colocar nas celebrações(missas) e grupos de oração na Igreja Católica, com tantas musicas belas, profundas em espiritualida, como as do Sr. por exemplo e de outros musicos e comunidades, acho um atentado a igreja este tipo de postura, fora o fato que provavelmente devem até comprar estes cds.
Penso que este texto é claríssimo:

Músicas Protestantes em Celebrações Católicas?
Dom Estevão Bettencourt, em Pergunte e Responderemos n. 516

“Não é conveniente adotar cânticos protestantes em celebrações católicas pelas razões seguintes:

1)Lex orandi lex credendi (Nós oramos de acordo com aquilo que cremos). Isto quer dizer: existe grande afinidade entre as fórmulas de fé e as fórmulas de oração; a fé se exprime na oração, já diziam os escritores cristãos dos primeiros séculos. No século IV, por ocasião da controvérsia ariana (que debatia a Divindade do Filho), os hereges queriam incutir o arianismo através de hinos religioso, ao que Sto. Ambrósio opôs os hinos ambrosianos.

Mais ainda: nos séculos XVII-XIX o Galicanismo propugnava a existência de Igrejas nacionais subordinadas não ao Papa, mas ao monarca. Em conseqüência foi criado o calendário galicano, no qual estava inserida a festa de São Napoleão, que podia ser entendido como um mártir da Igreja antiga ou como sendo o Imperador Napoleão.

Pois bem, os protestantes têm seus cantos religiosos através de cuja letra se exprime a fé protestante. O católico que utiliza esses cânticos, não pode deixar de assimilar aos poucos a mentalidade protestante; esta é, em certos casos, mais subjetiva e sentimental do que a católica.

2) Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo: A Eucaristia, a Comunhão dos Santos, a Igreja Mãe e Mestre… Esses temas não podem faltar numa autêntica espiritualidade cristã.

3) Deve-se estimular a produção de cânticos com base na doutrina da fé.”

(Dom Estevão Tavares Bettencourt, OSB)

42 Comentários

  1. Pingback: RCC Brasil

  2. Simone Teixeira

    Pe. Joãozinho,

    Na minha opinião há realmente muitas músicas composta por católicos que são belíssimas e há músicas (até mesmo de Padres Católicos) que são lindas, mas não são apropriadas para uma celebração. É muito importante que a equipe esteja atenta a todo contexto e a cada momento específico: prestar atenção na liturgia da palavra, nas orações e no tempo litúrgico e preparar músicas que acompanhem o conjunto e leve ao aprofundamento dos temas e meditações. Se for possível, apresentar a sequência de músicas ao celebrante antecipadamente e ver se ele tem alguma restrição ao que foi escolhido. Além disso é muito importante respeitar momentos de silêncio necessários porque silêncio também é momento privilegiado de oração. Na missa de amanhnã, eu colocaria na entrada sua música “Mestre” (não sei se é este o nome, mas é a que fala da subida ao Monte tabor).
    Um grande abraço,

    Simone.

  3. Márcia da Cruz lopes de Azevedo

    Pe.Joãozinho,querido,
    Sobre as músicas evangélicas,concordo plenamente quando o senhor diz que umas são profundas,bonitas, mas outras,nem tanto.
    Uma música que está fazendo um sucesso mt grande diz:”…me ensina ter santidade ,quero amar somente a Ti…”Como pedir que ensine a ter santidade,se não acreditam nisso.Não falam que santo só Jesus, não outro homem comum???Não entendi.O senhor pode me explicar?Não perguntei a nenhum evangélico,pois fiquei contrangida.
    Um abraço muito grande.Peço oração por mim e minha família.
    Sou deficiente visual monocular,tenho uma filha linda de 14 anos que é deficiente auditiva.Assim que perdi menha visão esquerda,meu casamento acabou.Sofri muito,mas me agarrei aos amigos,minha família e a Deus.Apesar de tantas dificuldades,não deixo em momento algum,de acreditar,confiar e amar a Deus.A Canção Nova me ajuda muito.Sou sócia e amo essa obra.
    Fique com deus.

  4. Elaine Mendes

    Olá Pe. Joãozinho,

    na minha opinião o costume de utilizar algumas músicas protestantes nas celebrações católicas se deve ao perfil dos ministérios de música. Por exemplo, na minha paróquia grande parte dos músicos são da Renovação Carismática Católica e moram em ruas repletas de templos pentecostais. Um deles me falou que conhece muitas músicas pentecostais porque as ouve constantemente na igreja pentecostal que fica ao lado da sua casa. Se ele acha a música bonita, não vê nenhum problema em tocá-la na ação de graças.

    Penso que o problema está no desconhecimento do repertório católico, particularmente de músicas que caiam mais no gosto popular. Penso que na Canção Nova há essas músicas, mas como no Rio de Janeiro o sinal da TV é de péssima qualidade, nós ficamos realmente privados de ouvir músicas deste tipo.

    Não sei se o senhor conhece bem a situação aqui da cidade do Rio de Janeiro, mas me parece que já são 50% o número de pessoas que se declaram evangélicas. Realmente, em locais mais humildes, que são a maoria, os templos evangélicas estão em todo lugar e é inevitável ouvir seus hinos.

    Ainda bem que possuo internet de banda larga, pois só assim posso assistir ao programa Direção Espiritual. Aliás, estou ansiosa pelo programa de hoje, gosto muito quando o senhor e o Pe. Fábio fazem o programa juntos, pois para mim, vocês se complementam.

    Paz e bem!

  5. Não concordo com o que vc escreveu no 2º paragrafo “Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo:
    não acho que é ignorar , só que essas coisas que vc comentou não esta relacionado com a biblia isso são rituais catolicos , ou nseja dogmas. Por mim se vcs quizerem cantar eu acho até valido por que tudo que é bom e licito deve ser copiado. fora isso tem outras varias coisas que vcs querem copiar da igreja protestante , mas não convem citar aqui. valeu .

  6. Michelli Brainer

    “Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo: A Eucaristia, a Comunhão dos Santos, a Igreja Mãe e Mestre… Esses temas não podem faltar numa autêntica espiritualidade cristã”
    Desculpe, padre, mas não devemos generalizar. Como o senhor mesmo disse, há muitas músicas evangélicas profundas e de letras belíssimas q não ferem em nada nossa fé!
    Esse comentário chega a mim como uma “resposta” ao ataque do “missionário”.
    Irmãozinhos, q tal apascentar os corações?

    • Michele ferem sim os costumes não só do catolicismo como de Jesus. E vai trabalhar vc fica na vivo sem fazer nada !!!

  7. ana valeska

    Oi Pe.!
    Trecho da irmã Márcia:

    “Sobre as músicas evangélicas,concordo plenamente quando o senhor diz que umas são profundas,bonitas, mas outras,nem tanto.
    Uma música que está fazendo um sucesso mt grande diz:”…me ensina ter santidade ,quero amar somente a Ti…”Como pedir que ensine a ter santidade,se não acreditam nisso.Não falam que santo só Jesus, não outro homem comum???Não entendi.O senhor pode me explicar?Não perguntei a nenhum evangélico,pois fiquei contrangida.”

    Amada um dia perguntei a uma amiga pq tbm tenho dúvidas, aliás tinha no refrão quero amar somente a ti….(pq amarás primeiro a Deus e depois ao próximo e não somente a Deus)
    Em relação a santidade me respondeu (aliás ela respondeu em relação ao refrão todo) que a santidade de Jesus, daí eu disse: ôpa mas é justamente isso que os canonizados santos faziam…pelo menos uma virtude pra ser considerado…eles tinham uma vida voltada a seguir Deus através dos ensinamentos de Cristo…Mas como sempre veio com a mesma conversa que adoramos as imagens….hehehheheheehehheeh…acho que nem ela mesma sabe explicar!!!
    Um abraço frsterno a todos
    ANA VALESKA

  8. ana valeska

    Falar músicas se alguém souber. Eu queria saber se Noites Traiçoeiras é de algum grupo católico ou de outra denominação?
    Pq lí outro dia na internet acho que ra algo sobre o Pe. Zeca não me recordo, que o Padre cantava sem pedir a autorização.
    Mas que eu saiba é católica um grupo do Rio de Janeiro se alguém souber e poder me tirar essa dúvida!
    Um abraço fraterno!!!

    Pe.Joãozinho queria saber se o senhor vai desembarcar em Fortaleza pela manhã!!!
    ANA VALESKA

  9. Elaine Mendes

    Acho que Noites Traiçoeiras é católica porque se usa muito a palavra Cruz (“Se a cruz pesada for…”) algo que os pentecostais não gostam, pois para eles não é possível existir cruz se Jesus já sofreu por todos nós.

    Há um álbum do Pe. Zeca (Do movimento Deus é Dez do Rio de Janeiro)com essa música e seu título original é “Presença Real” e o compositor se chama Juan Gamarra.

    Aliás tenho muitas saudades dos encontros na praia de Ipanema. Realmente tinha muitos jovens e o evento era animado pela banda Bom Pastor do Marcos Pacheco que agora é deputado estadual.

    O Pe. Zeca não exerce mais o ministério sacerdotal. Eu o conheci na Universidade Estadual do Rio Janeiro quando cursava meu curso de economia. Cheguei a participar de algumas missas presididas por ele. Tenho o primeiro CD dele “Deus é Dez” e sofro um pouco quando o escuto, pois me dá muito saudosismo. Bom, falei há pouco tempo com o deputado Alessando Molon, grande amigo dele, e disse que há a possibilidade de ele voltar a exercer o ministério, puxa, seria uma maravilha!

  10. Elaine minha irmã obrigada pela resposta!!!
    Eu tbm suspeitava conheci a canção uns 12 anos atrás por um amigo que me enviou e nem o Pe. Zeca cantava ainda…depois ele lançou!
    Pis é Pe. Zeca não exerce mais fiquei sabendo a pouco tempo..
    um abraço fraterno e muito prazer em conhecê-la!
    ANA VALESKA – FORTALEZA

  11. Fernando Henrique Pereira

    Ois,

    Assunto polêmico esse! Mas, gostaria de dar minha opinião. Na igreja católica temos uma gama de músicas profundas e lindas, mas isso não quer dizer que nas demais igrejas sérias não-católicas isso não aconteça. Por exemplo, gosto muito de Diante do Trono e não escondo de ninguém que tenho todos os CDs deles. Não tenho culpa de gostar de suas músicas. É o tipo de coisa que penso que não tem como controlar qual música você gosta ou não. Eu gosto de uma música e depois descubro que seu compositor é evangelico e só por causa disso não escuto suas canções? Acho isso hipocrisia. Pior do que ouvir músicas protestantes, penso que é ouvir músicas seculares que nos levam a valores que não nos acrescentam em nada. Diferente das músicas “evangélicas” que nos levam para Deus!

    Att

    Fernando

  12. Oi amado Fernando…seja bem vindo!

    Pelo que entendi irmão não se proíbe não de ouvir…kkkkkkk apenas devemos prestar atenção no momento e se convém.
    Eu acho importante analisarmos a composição de tudo que escolhemos…tanto nas músicas, leituras…
    Olha eu tbm gosto muito de Aline BARROS,aquele grupo não sei seainda é gospel Catedral e aí por diante.
    Mas acho que nossas canções olha tbm pelo lado social(como Pe. Zezinho).Eu acho que a música tem que haver a mensagem do evangelho correta.Acho que não se deve fazer música por fazer as pessoas sairem cantando seu refrão e pronto, estourar aí e nem saber o que tá cantando, tem que haver um contexto dentro do que a igreja evangeliza.
    Um abraço FRATERNO a todos
    ANA VALESKA

  13. Ibéria Maria

    Concordo com a opinião do Fernando e também aprecio algumas músicas “evangélicas”, porém, introduzir na liturgia músicas criadas em fundamentos contrários a fé católica, isso não concordo…
    Mas devemos ter corações ecumênicos, acima da diversidade está a unidade.
    Não esqueçamos: somos filhos e filhas do mesmo Pai!

  14. Pe. Joãozinho,
    eu não falei que a Igreja mente. Eu falei de uma série de situações que vivenciamos nas igrejas (com letra minúscula). A Igreja de Cristo (em todas as partes do mundo e em todos os lugares) não mente, porque ela é guiada pelo Espírito; ela se aperfeiçoa cada dia, porque aguarda o Noivo, que logo virá, e que a deseja pura e sem máculas. Cada um de nós é essa Igreja; no conjunto, sob a orientação do Espírito Santo, formamos o Corpo que não é nosso: é do Noivo. Por isso temos que ser santos, porque Ele é santo. Temos que amar as pessoas como elas são e estão, porque é assim que Ele nos ama, como sua igreja. Precisamos chamar as pessoas pelos nomes e falarmos todas as coisas em Amor, porque estamos neste blog para crescermos juntos. Senão, não adianta pedirmos a bênção do Padre. Para ser abençoados, temos que ser abençoadores dos outros.

  15. acho uma ignorancia total quando dizem que os evangelicos nao cre.sou catolico e tenho dois cunhados que sao evangelicos e os mesmos sao fervorosos. um deles tem faculdade de musica investimento feito pela igreja, enquanto catolicos tem ser de qualquer jeito nao tem nem equipamentos para poder tocar.vcs falam das musicas evangelicas e sao realmente muito bonitas e tem uncao, pois conheco varias, tambem temos musicas catolicas lindissimas, porem vcs se preocupam em achar quem e o melhor.
    se estas perguntas chegam ate o sr. padre, sera que nao tem algo errado em relacao as musicas catolicas, ou seja, porque os musicos estao cantando as musicas evangelicas.
    vejo nossas igreja perdendo-se fies para os evangelicos, mas ja ouvi de certos padres que o importante nao e quantidade mais sim qualidade. acho eu que quando se faz uma musica para Deus nao importa se seja evangelica ou catolica, o Deus nao e o mesmo?
    conheco varios pregadores que deixaram de ser catolicos e se tornaram evangelicos por causa de padre autocratas.
    nao vejo nem um problema em cantar musica evangelicas ou catolicas nas celebracoes,se estiver dentro do contexto da missa,qual o problema.ha! ja ouvi evangelicos cantarem musicas catolicas tambem. obs: me diz oque e ecumenismo entao.

  16. Olá, A paz de Jesus, gostaria de dizer que apesar de concordar que algumas musicas evangélicas são bonitas e profundas, não concordo em serem tocadas nas Missas, pois nós católicos temos muitas riquezas que ainda não conhecemos e uma delas são muitas musicas católicas, se tocar musicas de outras denominações, como conheceremos essa riqueza, para conhecer tem que ouvir, e para as pessoas que não podem ou não veem ou ouvem TVS e Rádios Católicas, o lugar que poderam conhecê-las é na Missa. Deus lhes Abençõe.

  17. Raymundo Junior

    Caríssima Cely,
    E o que dizer de rádios católicas que frequentemente tocam músicas protestantes. E às vezes a justificativa dos produtores musicais é tão fraca. Na CN FM, por exemplo havia (ou há) um programa chamado Alfândega que vivia a tocar música protestante americana. Ora, lá nos EUA, a CN tem Casa de Missão e lá existem artistas católicos, só pra citar um conhecido nosso Frei Stan Fortuna.
    Era só procurar um pouco e conseguir CD’s ou MP3’s que não seriam necessárias as tais músicas americanas protestantes. Às vezes, em nome de um “ecumenismo” se vai entrando pela porta larga de mansinho e sem dar-se conta. Vigiai e orai!
    Abraços fraternais,
    Raymundo Júnior
    Fortaleza – CE
    Para ouvir boa música católica americana clique: http://www.live365.com/stations/gleite

  18. Olá Padre João!

    A vossa bênção.

    Em relação à músicas protestantes em Missas eu discordo. Creio que a Missa possui músicas próprias para tal ocasião. Se colocarmos músicas que apesar de falarem de Cristo não aceitam e muitas vezes nega aquilo que professamos, então de fato não é conveniente.

    Dominus Vobiscum!

  19. Olá, a Paz de Jesus Irmão Raymundo Junior, quem sou Eu para julga-las, muitas vezes julgamos, mas não estamos vivendo o que o outro está vivendo, para colocarem musicas protestantes devem ter seus motivos, Apesar de também não concordar, pois gostaria que as Rádios e TVS Católicas tocassem as musicas Católicas para que pudesse-mos conhecê-las melhor. Quanto ao “Ecumenismo”, acho que estariamos tentando vivê-lo se apenas amasse-mos e respeitasse-mos uns aos outros com suas qualidades ,fraquezas e diferenças, como nossos dedos das mãos por exemplo não são iguais mas vivem em comunhão. Pois acho que para vivê-los não precisamos ouvir outras musicas ou ser o que não somos. Deus me Perdoe se eu estiver errada. Um Abraço Deus lhe Abençõe.

  20. Padre Joãozinho A sua Benção, obrigado por participar deste espaço, gostaria de lhe pedir que interceda por mim se meu entendimente estiver errado e se estiver certo também. Deus lhe Abençõe.

  21. Paz e bem a todos!

    Sou católico e sou músico! Toco na noite e nem por isso deixo de ser filho de Deus, temos que parar com esse negócio de não poder ouvir músicas mundanas, eu acho que nos deveríamos ser mais irmãos uns dos outros, amar mais nosso semelhante e parar com essa divisão de igrejas. Buscamos o mesmo Deus. Claro que na missa temos que escolher músicas que rezam junto com a liturgia, pois eu também tenho um ministério de música faço shows e canto também nas missas. Pois bem abraços a todos vcs, e guando uma música seja ela católica ou não encaixar na liturgia, saiba que Deus com certeza vai adorar que vc cante.

  22. So vou comentar sobre o comentario acima.
    Meu caro amigo na fe e irmao, Talves voce
    nao tenha ainda tido bastimo no Espirito Santo
    oque nos da o dicernimentos de tudo .
    Sempre fui fanatismo em musicas mundanas em varios
    estilos, mas apartir que comecei a ouvir musicas
    catolicas nao sei sinceramente oque me aconteu. Hoje
    em dia nao suporto ouvir aquilo que nao foi inspirado
    por Deus.E tao pouco vei de um coraco que fez uma musica
    como Deus quer.
    Voces que se dizem Catolicos cantando musicas que nao sao,
    faz a experiencia e frequenta outra doutrina oque mas eles
    fazem e denegrir nossas imagem tentando nos destruir a Fe.
    E nunca que eles vao tocar uma musica genuinamente catolica la.
    Temos que respeitas todas as religioes sim mas, vamos viver a
    nossa FE.como dize o ditado cecular ” cada macaco no teu galho ”
    Ficam falando tando em relativismos mas eles tao pouco se
    lixando por nos.
    Vamos viver oque realmente professamos no “Creio” !!
    *Creio na Santa Igreja Catolica *
    Paz e bem a todos .

  23. samara araujo

    bom…a pergunta foi a seguinte:”cantar músicas evangélicas na missa?”…pois bem,minha opinião é que sejamos coerentes…não é o fato de dizer que música tal é boa,ruim,melhor ou pior…o fato não está em gostarmos ou não de músicas não-católicas,mas de proceder com coerencia e discernimento…assim, nas celebrações eucarísticas devemos professar a fé católica,com composições católicas…e que lindas canções temos!!!!isso não significa dizer que vamos abominar músicas evangélicas,pois como já foi dito,há muitas delas bonitas e significativas…e o fato delas não estarem em nossa celebração,não quer dizer que estamos sendo intolerantes ou anti-ecumenicos…é simples…se somos católicos…profecemos a fé católica…e que assim,aconteça nas nossas celebrações!!!!sejamos coerentes!!!!!
    paz e bem!!!!!!!!!!!!

  24. Quer dizer meu caro amigo Del que só porque eu trabalho com músicas que nao são católicas eu não posso ser um católico? fui criado na igreja católica e sempre trabalhei pela minha doutrina!!! só que a minha profissão é a música e sobrevivo com isso!!! como disse toco com uma banda nas missas e tenho uma banda católica de shows só que é muito difícil vc deve saber trabalhar só com a música católica, quem dera se eu pudesse.olha trabalho com músicas mundanas e nunca consumi nenhum tipo de drogas, pois é, nunca vou dizer que eu saí dessa vida, pois isso acontece muito, a pessoa faz tudo de errado, depois diz que converteu. Agora sobre eu ser batizado meu caro amigo,brincadeira ouvir isso de um irmao de fé.

  25. Nao, nao Meu Amigo nao to aqui para ofencas nem desafecas.
    Nem tampouco um duelo de que ta certo ou errado. Mas sim
    trocar experiencias ajudar e ser ajudado. So que sua situacao
    e bastante delicada mesmo. So achei errado sua forma de colocacao
    (temos que parar com esse negócio de não poder ouvir músicas
    mundanas). Porque o que mas ouvimos nas homilias e pregacoes e
    isso, devemos deixar as coisas do mundo, e ir afeicoando as do
    Ceu. Voce se encontra mesmo em Dois caminhos, como diz a palavra
    nimquem pode servir a dois Senhores ao mesmo tempo.Nao podemos
    participar do banquete do Senhor e outro que nao e. Uma coisa e
    tocar para e vinda do Espirito Santo que deve ser extasiante,ea
    outra e tocar para a euforia do mundo. Duas sencacaoes contrarias.
    Peca ao Senhor o que deseja, reze , percista, e envista que se for
    de sua vontade ela assim o fara “Creia nisso”.Nao to te jugando
    mas tambem so um grande Pecador como ti , em processo de
    restauramento. So to tentando por em Pratica aquilo que to
    aprendendo. Sobriedade e Paz !!! Amem .

  26. Bom, em primeiro lugar acho que agua e oléo não se misturam, esse negocio de introdução de musicas (protestestante)acho errado, …Protestantes por que voces sabem que a doutrina deles foi criada para protestar contra a nossa Igreja única e verdadeira que é a Católica = Verdadeira universal, Apostolica = vinda dos apostolos e criada por Jesus cristo. Bom não acho legal, pois eles perseguem nossos católicos de modo a arracalos de nossa religião, falam de Maria, e dos santo,então por favor quem for católico, procurem ouvir musicas catolicas.

  27. Queridos irmãos! A paz de Jesus e o amor de Maria!

    Sou Seminárista e gostaria de expressar minha opinião. Acredito que devemos ter discernimento para utilizarmos qualquer tipo de música em nossas celebrações, devemos pegar o exemplo do Padre Fábio de Melo, que utiliza músicas da MPB para nos trazer mensagens de vida que estão contidas em algumas delas. Usar músicas protestantes na liturgia não seria muito coerente com nossa doutrina, mas devemos lembrar que essas músicas também falam de Deus e que podem ser usadas em nossos momentos de oração, assim como muitas músicas católicas não podem ser usadas na missa por serem consideradas de louvor ou de adoração e que não devem ser usadas em momentos como ato penitencial. Mais que uma questão doutrinária, a liturgia é algo que nos deve levar a Deus! Com isso, os ministérios de música devem estar em constante oração durante a missa para que eles possam ser utilizados como instrumento de Deus para tocar o povo dele!
    Rezemos irmãos para que tenhamos paz em nossa igreja e com os nossos irmãos de outras denominações religiosas! Acredito que questões como violência, aborto e outras mais, estão mais evidentes do que as nossas disputas para ver quem é mais santo ou verdadeiro!
    Fiquem com Deus e a paz de Cristo esteja com todos!

  28. Olá Querido Pe. Joãozinho…

    Estou preparando um documento para minha comunidade relacionado ao tema “Músicas evangélicas”, e resolvi pesquisar até chegar aqui.
    Sou ministro de música e também coordenador da comunidade e diante dos desencontros na informação decidi auxiliar meus irmãos com uma orientação que tem como base o discernimento.
    Quando via nosso irmão Padre Marcelo realizar aquelas celebrações e incluir alguns cantores populares, ficava indgnado, mas então percebi que ele está atendo e realizando a nova evangelização, utiliza estes cantores como isca e depois vem com a palavra, e isso realmente tem transformado a vida de muitas pessoas.
    Quando vou a algumas celebrações e vejo meus irmãos padres cantarem música de Roberto Carlos, gilberto Gil, Chico Buarque também ficava um pouco descontente com a celebração, mas da mesma forma percebi que o discernimento tem que ser utilizado.
    Algumas posições são fundamentalistas, e o que tenho expressado para a comunidade é que não é conveniente um grupo de oração que ministre 10 músicas 8 serem evangélicas e 2 católicas, mas se no mesmo grupo de 10 músicas ministrada 1 for evangélica escolhida ou inspirada pelo Espirito Santo mal algun fará, pois acredito que o Espirito Santo não tem uma acessoria para verificar se a música é Católica, Evangélica ou Popular, mas este Espírito nos conduz com discernimento que dom próprio dele a saber utilizar a música, o evangélho (palavra de Deus) e a vida como exemplo de verdadeira evangelização.

    Grande abraço,

  29. Maria Teresa Gomes

    Bom dia,

    Sabe porque todas estas questões acontecem de usar ou não musica evangélicas na Missa e católicos cantando contra sua fé?

    Por que a Igreja Católica (pelo menos onde estou) não fornece apoio aos ministérios de Música!!

    E a falta de conhecimento faz com que essas pessoas (digo as de classe média baixa) busquem referências auditivas mais próximas.
    Faço parte da Liturgia de Cantos de minha comunidade, e percebi que era tempo de buscar formação, isso ajudaria muito a aperfeiçoar este ministério e eu poderia me dispor a ajudar aos muitos interessados. Fui pedir apoio financeiro pra Igreja, pois os cursos de Músicas são muito caros, não queria integral, mas uma ajuda pelos menos, e sabe o que me disseram: – Infelizmente a Igreja Católica não tem uma politica de incentivo para a Música. Eu usei o seguinte argumento: Pe, o senhor a de convir comigo que o problema da Igreja Católica não são as músicas, mas a execução das mesmas. Músicas gritadas sem nenhum zelo pelo belo, pois vamos a Igreja para orar cantando, não para orar berrando!! Pelo menos na minha região é assim, impera o pensamento de que a pessoa tem que se dispor de graça e que pra cantar pra Deus não precisa saber de música…

    Eu amo a Igreja Católica, tenho convicção de minha fé, e tenho um sonho de ajudar as comunidades com a Liturgia de Cantos, fazer um “belo” louvor ao Senhor.
    Estou estudando numa escola Luterana que ensina o Técnico em Música, escola muito boa, tudo porque “eles” me forneceram uma bolsa de estudos, mas como fica em outra cidade, tenho gastos altíssimos com o transporte, e não vou desistir, porque sei que isso vai ser bom principalmente pra Igreja.
    O que eu questiono neste imenso comentário, e que em vez de ficarmos (me incluo nisso) falando, falando sobre usar músicas dos nossos “irmãos” evangélicos, poderiamos gastar nossas forças adotando medidas de ensino da música as Liturgias de Canto, não como outro dia em que a Paróquia me convidou para ensaiar cantos de um determinado tempo litúrgico e chegamos lá, uma sala pequena, estavam mais ou menos 20 pessoas, e o Padre e duas Irmãs com microfones a todo vapor, cantando as músicas bem alto, passaram uma vez e acabou, tudo porque o Padre estava lançando um Cd e queria mostrar sua bela voz.
    Espero que tenha contribuído para pensarmos uma pouco mais sobre o “problema” de se usar ou não determinadas músicas, e digo mais os católicos não amam sua Igreja porque não a “conhecem” e assim acontece com a música litúrgica. Eu sou um exemplo disso, quando comecei a servir na Igreja eu achava que as músicas do meu vizinho (evangélicos) eram mais bonitas, e com o tempo pude ter acesso a essa riqueza da música católica tal qual como sua Doutrina, mas ao mesmo tempo quero me aperfeiçoar para poder contribuir com a evangelização e a música tem uma graça de alcançar até mesmo corações mais distantes, por isso, minha preocupação, se usamos nossas forças para adotar essas medidas, estamos lançando as redes em alto mar…

    Que o Espírito Santo nos dê o discernimento necessário para bem servir ao nosso Deus!!
    PAX
    Maria Teresa Gomes

    “Uma mente aberta, jamais volta ao seu tamanho original”
    Einstein

  30. Bom dia a todos !

    Entrei nesse site por acaso e me interessei pelo tema li quase todas as postagens, mas fiquei triste em ver como vocês catolicos não intendem a nossa fé.

    Achei muito estranha essa frase:

    “Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo: A Eucaristia, a Comunhão dos Santos, a Igreja Mãe e Mestre… Esses temas não podem faltar numa autêntica espiritualidade cristã.”

    Bom para mim a verdade central do cristianismo é Jesus Cristo, não vou nem colocar em questão a fé, se voces acreditam em comunhão de santos igreja mãe e etc…mas fiquei intrigada por ele não ter citado que Jesus é a verdade central da igreja.

    É isso que nós evangelicos acreditamos e por isso não fazemos musicas com outros temas.

    Outro comentário interessante que li foi:

    Uma música que está fazendo um sucesso mt grande diz:”…me ensina ter santidade ,quero amar somente a Ti…”Como pedir que ensine a ter santidade,se não acreditam nisso.Não falam que santo só Jesus, não outro homem comum???

    Marcia o que significa a palavra Santo? Você sabe ? Se não eu vou te falar.

    A palavra santidade vem de santo que significa SEPARADO, Então vamos colocar na musica.” Me ensina a ser separado quero amar somente a ti porque o senhor é o meu bem maior..”

    Separado das coisas do mundo, ser Separado do pecado, ser Separado de tudo que não é de DEUS.

    Ser Separado é ser escolhido por Deus é fazer parte do povo chamado por ele.

    É POR ISSO QUE PEDIMOS SANTIDADE, PARA QUE ASSIM SEJAMOS SEPARADOS POR JESUS , ESCOLHIDOS.

    MARCIA ESPERO QUE TENHA ENTENDIDO, NÃO ENTREI NO MERITO DE IDOLATRIA DE ADORAÇÃO, POR QUE NÃO PRECISA DISSO POIS NÃO TEM NADA HAVER.POIS NÃO ESTOU AQUI PRA PROVAR QUEM TEM RAZÃO E SIM MOSTRAR A VOCE UM POUQUINHO SOBRE MINHA FÉ.

    DANIELI CRISTINA
    IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL

  31. Pe. Joãozinho por favor me de uma orientação.
    É pecado ouvir musica secular???
    Sei que a Igreja não proibe nada, pois ta na biblia “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém”
    Mas algumas musicas acho animadas.
    Sei também que nossa vida deve ser pra louvar a Deus
    Posso eu ouvir ou não musica secular
    Tipo Ivete sangalo, Cláudia Leite…naum vou seguir as creças delas
    uma diz q naum tem religião e a outra dizems ser do candomblé…
    A sua benção
    Aguardo resposta
    de preferencia no meu e-mail
    rodrigorenovado@hotmail.com

  32. Rafael Leão

    É incrível a energia que as pessoas gastam e como se esforçam para “cutucar” e tentar mostrar que estão certas, sei que outra pessoa vai continuar comentando logo a baixo e isso talvez se prolongo por um bom tempo, talvez seja melhor gastar essa energia com outras coisas que nos fazem ficar mais proximos de Deus, mas a minha energia qto a este assunto irei gastar com coisas melhores.
    E preciso conhecer e escutar o que realmente se passa, muito mais simples atacar e falar do que passar um bom tempo estudando e entendendo o real significado de certas coisas.
    Sou muito leigo e jamais ousaria falar nada de outros cristãos, falem o que quiserem de mim mas se vc crê em Deus jamais escutara da minha boca algum questionamento sobre sua fé e sua crença em Jesus.
    Estou estudando sobre a diferença entre Adoração, Veneração e Idolatria. Somente Deus recebe minha adoração e mais ninguem, posso ter respeito e fazer memória a pessoas que pregaram a palavra de Deus e tentaram ajudar a humanidade de alguma forma, mas somente Deus recebera minha adoração.
    “Deus não precisava de Maria, Deus escolheu Maria” !!!

  33. Bom dia tenho 26 anos moro no interior mas procuro sempre estar atento sobre esse assunto hoje vejo um debate sobre musica catolica e evangelica cara concordo com Rafael Leão
    musica vc tem que sentir pois quem canta tem uma grande responssabilidade pois muitos jovens sao atraidos pela musica
    se catolica ou evangelica qual a diferença claro que tem muitas musicas que nao da pra por nas missas mas alem de tocar musica catolica ou evangelica vc tem que sentir pois vcs tem que tentar que atraves das musicas tambem as pessoas possam se sentir melhor mas com tanta rivalidade sobre musica catolica ou musica evangelica vcs estao esquecendo o mais importante que atraves da musica vcs ajudam o padre ou palestrante a chegar nos coraçoes das pessoas .

  34. adriana de oliveira

    graça e paz
    o mais importante não e de quem e a musica , por que a inspiração tantos dos catolicos e evangelicos vem de Deus. precisamos parar com essa guerrinha boba , por que Deus não esta dividido . por tanto que todos anuncie a cristo sejamos catolicos ou evangelicos . so exite um unico deus, louvemos ao senhor desde que as letras estejam de acordo com a biblia . outra coisa para os criticos de entre na miha casa , a musica diz me ensinar a ter santidade , o autor da letra pedi a Deus para ensinar a ter santidade , porem a nossa amada que criticou esta se m entendimneto , se ele estivesse em santidade não precisa pedir a Deus me ensina a ter santidade , vamos ter mais sabedoria ao criticarmos . amo todos vocês

  35. 1ª Epístola de São Pedro capítulo 1 versículo 15

    Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;

    1ª Epístola de São Pedro capítulo 2 versículo 9

    Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;

    Evangelho segundo São João capítulo 14 versóculo 6

    Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

    1ª Epístola de São Paulo aos Coríntios capítulo 1 versículo 2

    À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:

  36. QUERIDA ADRIANA ME DESCULPE MAS QUEM ESTA SEM ENTENDIMENTO É VOCE, POIS EU NÃO VEJO PROBLEMA ALGUM PEDIR SANTIDADE A DEUS, POIS SER SANTO É SER SEPARADO. Santidade, é na verdade um estilo de vida de quem conhece verdadeiramente a DEUS. Critica… eu não critiquei nada e nem ninguem apenas falei sobre o meu ponto de vista e expliquei, eu não critico, não condeno, e nem blasfemo
    a religiao de ninguem eu acho que cada um segue akilo que o seu coração manda … Se vc tem jesus dentro dele ele sempre te guiara para o caminho certo … eu tenho Jesus no meu coração, por isso sei q esse é o caminho …Espero quie vc tbm tenha ele em seu coração!

  37. Marcus Vinícius Lima de Almeida

    Agora que eu li esse artigo do Padre Joãozinho, depois de tanto tempo!

    Com relação à colocação do Padre, concordo plenamente! A Eucaristia é a vida da Igreja, logo não tem sentido ficar colocando cantos de outras denominações religiosas. Deve-se ter respeito, mas cada um em sua fé: isto é o verdadeiro ecumenismo.

    Utiliza-se como argumento o fato que não temos quase música. Bom, depende do sentido em que isso é colocado: se for músicas que tem como o objetivo o sentimentalismo, realmente temos poucas! Temos que emocionar as pessoas, fazerem que as pessoas se sintam tocadas, chorem – olha, perdoem-me, mas será que não estamos pensando mais nas criaturas do que no Criador?

    Lembrando que o objetivo da Missa é o Culto a Deus e, por sinal, é o culto mais perfeito!

    Quanto à dúvida da Ana Valeska e a resposta da Elaine sobre a canção “Noites traiçoeiras”, discordo sobre o fato dela ser católica, pelo contrário! Aquele verso: “Deus é amor e não lhe deixará sofrer” – perdoem-me, se quem fez é um católico, precisa conhecer a doutrina e a vida dos santos. E digo mais, conhecer as Sagradas Escrituras: “Agora eu me regozijo nos meus sofrimentos por vós, e completo, na minha carne, o que falta das tribulações de Cristo elo seu Corpo, que é a Igreja”.
    (Cl 1,24)

    Essa canção tem sérios problemas doutrinas: “É Ele o autor da fé, do princípio ao fim, de todos os seus TORMENTOS”. DEUS NÃO CRIA TORMENTOS! ELE É SUMA BONDADE! SERIA ILÓGICO ELE CRIAR TORMENTOS!!! Os tormentos são consequências da entrada do pecado no mundo.

    Além disso, é extremamente coerente: Se Deus é amor e não lhe deixará sofrer, então você não precisaria vir aqui aliviar seus sofrimentos, pois você não sofreria, certo? Como Deus não lhe deixará sofrer, se Ele quem cria os tormentos? Ou seja, além divergir da doutrina catolica, a lógica passou longe…

    Talvez alguém faça o comentário, mas o padre fulano ou o padre Cicrano gravou. É muito triste este fato! Retomo, porém, o início deste meu comentário: o objetivo é o sentimentalismo, que as pessoas chorem e desafoguem suas mágoas, que Deus resolva seus problemas afetivos, pessoais e financeiros, mas Amar a Deus sobre todas as coisas, entregar tudo isso a Ele, não! Não estou dizendo que não devemos confiar no auxílio de Nosso Senhor, pelo contrário, devemos agradecer, pois não somos merecedores, mas tem certos problemas que uma boa terapia ajudaria a resolver!

  38. Marcus Vinícius

    Com relação à inspiração das músicas, a questão maior não é dizer: a música deles são também inspiradas. Desculpe-me, mas isto não é critério para a escolha dos cantos para a missa.

    Primeiramente, os cantos da missa devem ser litúrgicos! Não há cantos católicos litúrgicos, que não foram feitos para a missa, imagina os protestantes que nem na Eucaristia acreditam?

    Além disso, há também as divergências doutrinais. Um exemplo:

    Doutrina católica:

    Deus criou o homem bom. O homem caiu no pecado, mas, em sua essência, ele é bom. É só perguntar para um ladrão se ele não quer mudar de vida, ter uma vida melhor. Duvido que ele com certeza dirá que sim!

    Doutrina protestante:

    Deus criou o homem bom. O homem caiu no pecado, ou seja, agora é ruim.

    Com isso, a gente mata a charada daquela música tão tocada nos ato penitenciais da missa (deixando bem claro que essa música não é apropriada para este momento). Então, compreendemos assim o sentido daquele verso: “Porque TUDO o que há dentro de mim precisa ser mudado Senhor”, ou seja, eu não presto pra nada e devo ser jogado fora? Lembrando que o ser humano é o bibelô da criação.

    Fiquem com Deus!

  39. Nossa Marcus,de onde você tirou TORMENTO?Poxa…que vacilo,hein?
    E outra o verso não é “Deus é amor”…e sim, POIS DEUS É AMOR…veja que a oração é subordinada à anterior…

    “Após a dor vem a alegria
    Pois Deus é o amor
    Não te deixará sofrer ô ô ô

    Aí que eu falo, padre…como formar cristãos, cidadãos, se não português entendemos?

    “Jesus está aqui nesse momento
    Sua presença é real em meu viver
    Entregue a sua vida e seus problemas
    Fale com Deus, ele vai ajudar você ô ô ô

    Deus te trouxe aqui
    Para aliviar os seus sofrimentos ô ô ô
    É ele o autor da fé
    Do princípio ao fim
    Em todos teus momentos

    E ainda se vier noites traiçoeiras
    Se a cruz pesada for
    Cristo estará contigo
    E o mundo pode até fazer você chorar
    Mas Deus te quer sorrindo ô ô ô

    E ainda se vier noites traiçoeiras
    Se a cruz pesada for
    Cristo estará contigo
    E o mundo pode até fazer você chorar
    Mas Deus te quer sorrindo

    Seja qual for o seu problema
    Fale com Deus, ele vai ajudar você
    Após a dor vem a alegria
    Pois Deus é o amor
    Não te deixará sofrer ô ô ô

    Deus te trouxe aqui
    Para aliviar seus sofrimentos ô ô ô
    É ele o autor da fé
    Do princípio ao fim
    Em todos teus momentos

    E ainda se vier noites traiçoeiras
    Se a cruz pesada for
    Cristo estará contigo
    E o mundo pode até fazer você chorar
    Mas Deus te quer sorrindo

    E ainda se vier noites traiçoeiras
    Se a cruz pesada for
    Cristo estará contigo
    E o mundo pode até fazer você chorar
    Mas Deus te quer sorrindo

    A paz…há coisas muito mais sérias e perigosas do que uma letra de música pra perdemos o sono…vide nossas atuais eleições…

  40. Najla Souza

    Sou integrante do ministerio de canto da minha comunidade e acho que sendo integrante de qualquer ministerio como esse, subentende-se que o membro tem discernimento suficiente para identificar qual musica evangelica contradiz ou nao a doutrina da santa Igreja. Fora os requisitos liturgicos para a escolha do cantico.
    Convenhamos: Hoje em dia, no mundo em que vivemos vamos criar conflitos internos e externos com nossos irmaos CRISTAOS por causa de uma musica?
    Nao nos esqueçamos que eles sao os poucos que restam nesse mundo que ainda seguem a Jesus.

    (Desculpem a ignorancia)

  41. izabel rodrigues

    só fico triste com uma coisa enquanto discutimos sobre qual musica pode ou não pode o principal esta por ai jogado,que são nossos irmãos que nem acreditam em nada. eu não sou ninguém para julgar ninguém,eu não tenho a mínima condição de fazer cursos caríssimos de canto litúrgicos,toco nas missas,infantis,mas as x nem sei se estou fazendo o certo tento dar o meu melhor,mas nem instrumento tenho toco com violão emprestado e eu não vou negar gosto muito de algumas musicas da Aline barros,da Ana Paula Valadão,quando as canto,nem passa pela minha cabeça todas estas criticas,canto como louvor ao meu Deus,pq sei que gente ruim não iria fazer uma musica com palavras e melodias tão lindas,tenho muitas bandas católicas,anjos de resgate,rosa de saron,e muitas mais,mas nem por isto eu nao deixo de gostar de cantar quase todas as antigas de voz da verdade.sou uma ignorante que ama cantar,na igreja,mas que tem umas coisas que eu gostaria muito de entender,estas discurçoes sobre musica católicas e evangélicas eu conheço as partes fixas na minha igreja e eu nao vou ignorar as musicas proprias,mas nem por isto eu vou deixar de cantar e gostar das musicas dos meus irmaos evangelicos que a paz esteja com todos nos.desculpe-me se ofendi alguem,nao foi minha intençao.

  42. izabel rodrigues

    a so um detalhe que a irma colocou que e momentos, no meu livro louvemos ao senhor esta assim, de todos os teus tormentos.o 20013 podem conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.