Renato me pergunta o que penso sobre a Teologia da Libertação. Gostaria que ele tivesse sido mais educado em seus últimos posts, pois é muito inteligente e sincero. Não tem respeitado o nível da reflexão, como outros traducionalistas de segunda categoria que têm postado comentários de pouca qualidade nos últimos dias. Apesar disso, sugiro a ele e a outros a leitura de minha tese de mestrado em Teologia Sistemática, defendida na FAJE, em Belo Horizonte, em 1997, e posteriormente publicada por Edições Loyola sob o título LIVRES PARA AMAR – O CONCEITO DE SALVAÇÃO NA OBRA DE GUSTAVO GUTIÉRREZ.

Pode-se ler parte da obra original no link: http://books.google.com.br/books?id=-wHxV7JOz0YC&printsec=frontcover&dq=Livres+para+amar#v=onepage&q=&f=false

Posteriomente este argumento foi desenvolvido e defendido como tese de doutorado na Pontifícia Faculdade N. Sra. Assunção, em São Paulo, sob orientação de Dom Benedito Beni dos Santos. Está publicado também por Ed. Loyola, sob o título TEOLOGIA DA SOLIDARIEDADE. Bom estudo!

Leia em: http://books.google.com.br/books?id=Ng_0QrLGxMgC&pg=PP1&dq=Teologia+da+Solidariedade#v=onepage&q=&f=false

10 Comentários

  1. Pingback: RCC Brasil

  2. Bom Padre Joãozinho, parabenizo mais uma vez o senhor, pois a gente vê e sente sua educação, a pessoas de fibra e o grande educador que o senhor é. Reprende, mas como um pai percebe-se a vontade de ajudar e não deixa o ressentimento tomar conta do seu coração………. Quanto ao seu outro comentário sobre o Senado, quero responde-lo aqui mesmo. Lá, como aqui a “ORDEM E O PROGRESSO’ devem ser estabelecido, para não se criar uma balburdia. Nada mais tenho a falar, pois o senhor já falou tudo. Aqui o senhor é a autoridade!

  3. Joel Xavier

    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=polemicas&artigo=20050711165500&lang=bra

    “Você me pergunta por que ataco a Teologia da Libertação.
    Simples. Porque ela é herética,
    Como disse o ex frei Boff, a Teologia da Libertação é marxismo na Teologia. Por isso ela foi condenada no reinado de João Paulo II. Quem é católico de verdade, fica com o Papa, e não com Marx. Fica com a Igreja, e não com um frade que largou a batina para se juntar a uma pessoa casada.
    Você ataca o “fundamentalismo” que você atribui à Montfort.
    No sermão feito pelo Cardeal Ratzinger na abertura do conclave que o elegeu Papa, ele afirmou que os hereges relativistas atacam os verdadeiros católicos chamando-os de “fundamentalistas”.
    Exatamente o que você faz.
    E você nos apoda de “fanáticos”. Ora, quem é mais fanático do que aqueles que continuam marxistas, apesar de todos os fatos comprovantes da maldade e da falsidade do comunismo?
    Você está ultrapassado.
    O muro da vergonha caiu em Berlim, e você ainda não o percebeu. O comunismo faliu.
    Agora, está desmoronando o muro da hipocrisia da PTBRÁS deixando à mostra, mais do que a corrupção do PT, a sua hipocrisia, e você fanaticamente ainda defende o marxismo e a Teologia da Libertação que montou o PT.
    Você estadeia sua ignorância doutrinária ao afirmar que “a Teologia da Libertação é a VERDADE”.`
    Pobrezinho!…
    Você nem sabe o que é a Verdade.
    Fizeram-lhe a cabeça e você nem percebeu.
    Mas pelo menos isso dá uma esperança: você tinha cabeça.
    Quem sabe Deus a recomponha.
    Assim como os fanáticos da falecida tfp e dos muito vivos Arautos do Evangelho anunciam que a Bagarre é iminente, você me exclama com três exclamações: “A revolução é iminente!!!”.
    Não me diga…
    Que revolução é iminente?
    A do PT dos Bettos, Dirceus, Boffes, Delubios, Casáldaligas, Genoínos, Morellis, Arns e Valérios, todos falando em pobreza?
    E você vem falar da riqueza do Papa, quando o pessoal do PT esconde 100.000 dólares nas calças?
    A Teologia da Libertação do PT odeia o capitalismo, mas gosta dos dólares…até às cuecas. (que se me perdoe o termo bem grosseiro, que só uso para salientar a grosseira e ridícula hipocrisia petista).
    E não adianta gritar “Viva a Teologia da Libertação”, porque ela está morta.
    Só fanáticos cegos continuam a achar que ela está viva.
    Você grita vivas para uma múmia.
    Convido-o para seguir o enterro da múmia inventada por Boff, acompanhado o sepultamento do PT, o partido da “Ética” da Teologia da Libertação.
    Passe chorando — e uivando — bem.

    In Corde Jesu, semper,
    Orlando Fedeli”

  4. Padre,
    estou de queixo caido com tanta falta de respeito.

  5. Padre,
    estou de queixo caido com tanta falta de respeito.
    Sempre, em toda minha vida, aprendi uma coisa, o respeito pelos sacerdotes. Aprendi isto quando ainda criança e agora já com idade madura, participo da Pastoral Vocacional da minha Paróquia, então me é (desculpe-me o portugues……)reforçado este ensinamento, então vejo que este senhor ai de cima estrapolou as medidas …………..Agora partiu para injurias. Por favor não dá mais.Por favor, padre Joãozinho!

  6. Oi Pe. Boa noite!!!
    O senhor falou em tese e publicação,lembrei hoje nas Paulinas que fui pegar o seu cd novo chegou,aproveitei e trouxe tbm o Ecci Venio,alguns do Pe, Zezinho e o novo tbm.
    Mas quando fui pegar o seu último livro lançado do líder amororso para presentear uma amiga a moça perguntou se o livro estava sendo adotado para estudo…heheheheeheh eu perguntei pq?
    Ela disse que era as pessoas perguntando pelo livro…hahahahaha eu falei: bem capaz viu?Louvado seja Deus!…Depois vou procurar esse Livres p/ Amar da sua tese.No momento estou cheia de coisas pra ler….heheheheheeh
    Boa noite um abraço fraterno!
    ANA VALESKA – FORTALEZA

  7. Jamais pensei que o Pe. Joãozinho defendesse qualquer tipo de teologia da Libertação, isso para mim foi decepcionante.
    Seria temerário dizer que isso possa ser responsável pela ignorância do Pe. João em relação a conceitos básicos de teologia (cfe demonstrado pelo site da Montfort, que não são nenhum santinhos também) , mas é uma hipótese muito forte.
    Claro que essa minha frustração não refuta seus argumentos a favor de tal teologia, o próprio Pe. João diz existir várias leituras, aliás todos os marxistas falam isso, não digo que o Pe. João o seja, mas é inegável que haja influência do pensamento marxista nessa nefasta teologia que tem feito tão mal às pessoas e à Santa Igreja.
    O pior é que se livrar dessa teologia, fortemente influenciada pelo marxismo, é como se livrar do vício em heroína, uma vez que entrou é difícil de sair, as pessoas se iludem fácil com algumas coisas, a TL é sedutora para aqueles que são mais sensíveis às injustiças provocadas pela avareza dos homens , mas a solução que ela propõe é apoiada em uma ideologia que gera mais ódio do que aquele que ela visa corrigir.
    Padre, não precisamos acabar com opressões, desigualdades sociais para viver o cristianismo, isso ocorre pelo pecado do homem, o pecado original é a causa-mãe de tudo e não as opressões, desigualdades sociais , concentração de renda etc. Vale ressaltar, aliás, que desigualdade social e concentração de renda não é um mal por si só, Deus pode permitir que alguns tenham mais e outros menos de forma justa, por aí já vemos que algumas correntes de esquerda enxergam a realidade de forma errada.
    Aliás se o exemplo do próprio Cristo não bastar, temos o exemplo da própria história, muitos criticam o nazismo como o mal do século, mas seu irmão siamês, o comunismo, foi responsável por 100 milhões de mortes nesse século e qualquer historiador sabe disso, não há como tirar coisas boas de algo tão sangrento, a não ser não praticar tal ideologia. Se eu dissesse que podemos tirar uma boa lição do nazismo, com certeza, o senhor e seus leitores me repreenderiam com razão, agora por que não vale o mesmo com o marxismo, comunismo e afins, uma vez que está comprovado historicamente quão mortíferas foram essas ideologias e não foi por acidente e sim pela aplicação de seus princípios que é, entre outras coisas, fruto de uma inveja daqueles que detém o poder na sociedade.
    Sei que existem outras corrente de esquerda mais pacíficas e que são contra o uso de meios violentos, mas isso é outra história já que as que mais influenciaram a esquerda brasileira foram aquelaa correntes que prega o uso de qualquer meio para alcançar o paraíso socialista.

  8. A teologia da libertação está dividindo agudamente a Igreja Católica. O Papa João Paulo II, por exemplo, denunciou o envolvimento dos padres nela. Disse ele: “A idéia de Cristo como figura política, como revolucionário, como um subversivo de Nazaré, não condiz com o catecismo da Igreja.” O papa, efetivamente, tenta restringir os movimentos ativistas, receando que a igreja latino-americana esteja permitindo ser manipulada por forças radicais.

    O papa censurou o teólogo brasileiro Leonardo Boff por advogar a teologia da libertação. É interessante que certos prelados não criticam os apoiadores da teologia da libertação por causa do seu envolvimento na política. Não, mas objetam por causa da similaridade da teologia da libertação com a ideologia comunista.

    O Cardeal Vicente Scherer, do Brasil, declarou que os comunistas “têm uma tática diferente da do passado para se infiltrar e dominar. Em vez de métodos brutais, . . . eles procuram atrair para a sua causa setores da Igreja e infelizmente têm conseguido fazer com que esses setores entrem no seu jogo e promovam a causa comunista”.

    Boaventura Kloppenburg, bispo católico de Salvador, Brasil, disse a respeito dos proponentes da teologia da libertação: “Eles querem fazer uma releitura do Evangelho, uma reinterpretação da doutrina e da história, uma apropriação popular da liturgia, um desbloqueio das consciências morais no sentido de que o povo possa cometer atos revolucionários sem problemas.”

    Não é de admirar que os católicos sinceros achem difícil seguir líderes eclesiais que discordam tanto entre si.

  9. Realmente os lobos em pele de cordeiro estão se revelando… Jamais pensei ouvir isso de Padre Joãozinho, mas …. Jesus avisou….

  10. É totalmente inadimissível pessoas que se dizem cristãs criticarem de forma tão superficial e fanática algo que apareceu no contexto brasileiro como salvação para a igreja que vinha a muito tempo afastado da causa social e o que para mim é sua principal função. Realmente, o verdadeiro cristão morreu na cruz!

  11. Luis Felipe

    Para Monfort TUDO é herético e “só Fedeli salva”. Logo, credibilidade ZERO!

    A propósito, quem é pior: Boff ou Lefebvre?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.