Após o discurso inflamado do Senador Aloízio Mercadante, fala o Senador Tasso Jereissati e retoma a postura de serenidade e precisão que convem ao Senado Federal. É forçado a desculpar-se à senhora Lina pelo dedo em riste de alguns de seus colegas de casa parlamentar.

5 Comentários

  1. Michelli Brainer

    Porém, akela mansidão se dá apenas em situações convenientes para ele, padre. Não se engane….

  2. Graças a Deus ainda existe bons exemplos é por isso que eu ainda tenho Esperança….na política tem muita gente do bem só ñ tem chances de exercer, afinal nós votamos né?

    Um abraço fraterno
    Ana Valeska

  3. Pingback: RCC Brasil

  4. Padre Joãozinho

    Nosso senado é um circo de horrores.
    Poucos senadores estão entre os não corruptos….entre eles com certeza Pedro Simon, que foi fulminado com o olhar e palavras do tb. senador Fernando Collor em uma das discussões no senado.
    O mesmo Collor que logo depois foi recebido particularmente pelo presidente Lula(quem diria).
    Que País é o nosso?

    Paz
    Marília

  5. samara araujo

    assisti hoje à tarde este espetáculo também…e fico me perguntando como acreditar na política…como ter esperanças que as coisas podem mudar…o discurso do senador Tasso Jereissati…foi relevante…pois tocou em um ponto que muitos de nossos politicos estão esquecidos…a verdade e a preservação da impessoalidade no que seja publico…porém,com tanta confusão…no senado federal…fica dificil tomar partido ou acreditar em alguém….fico triste em ver como as coisas caminham…

  6. Rodrigo '' Seminarista ''

    Obrigado Padre , Bela Resposta , Agora sei que Posso me Aprofundar sobre a teologia da libertação ….

    Fiz o Comentario Pois , hoje em dia vejo algumas paroquias , com procissoes de entrada , com o Pessoal do MST levando , foices , bandeiras , De boné .. e cantando musicas nao liturgicas Em nome dos Pobres fico preoculpado … e creio que isso vem da TL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.