Pense sobre esta imagem…

8 Comentários

  1. Pingback: RCC Brasil

  2. Maria Inês

    Padre,

    Deus nos doou esta Terra…com tudo que criou, inclusive Seus Filhos … dotou os de alma e inteligência, para que cuidemos desta bio diversidade… caso contrário logo, logo onde estará a água, vital para a vida???

    …enviei também aos meus 50 contatos.

    Bom domingo a todos!

    Maria Inês

  3. Bom dia!!!

    Me veio na cabeça o bom samaritano!!!

    Ohhh Deus como é bom saber que ainda temos a esperança de um mundo melhor!!!
    Um abraço fraterno!!!

  4. Patricia-SP

    Bom dia Pe. Joãozinho.

    Mas que delicia de foto!

    Sabe Pe…Acredito neste Deus que nos dá (diariamente) exemplos de partilha, fraternidade, amor… e todas as espécies possuem esta demonstração afetuosa dos céus. O Ser Humano, sobe um degrau a mais, porém parece não perceber e não dar muito valor a este benefício recebido gratuitamente… .
    Como sou veterinária, posso afirmar categoricamente que já presenciei cenas fantásticas de demosntração de amor nesta linda natureza. Basta respeito, carinho, dedicação,…, que podemos ter a resposta imediata. A cena da foto mostra exatamente isso!
    Já levei milho para dar a cavalo solto a campo e pelo simples gesto de agachar e mostrar o que eu queria lhe dar, aproximou-se lentamente e comeu na mão; sempre escutei que gatos são bravos, arranham,mordem, etc e tal, eu porém falo, vacinei muitos sem mesmo que alguém os segurasse na mesa de atendimento clínico e sabe porque? Tais animais não toleram apertões, forças dolorosas…, já tratei de coruja doente no bico e nem por isso a “brava” ave me atacou, e tantas outras experiencias lindas e estou aqui (sem mortidas, inteira e feliz)… e por que quero escrever isso aqui? Porque com estes anos de prática aprendi que os animais (assim como o Ser Humnao) precisam de respeito, afeto, tolerância, empatia… e quem deve revelar isso primeiro é o Ser Vivo que melhor pensa, melhor raciocina…ou seja, os racionais… mas pelo que vejo, estes estão sempre na postura de receber, de se impor autoritariamente, etc… é uma pena…pois a capacidade de reconhecer os limites das trocas, das partilhas… é um dialogo puro sem quase palavras. As vezes alguns sons… e que devolve a todos uma atmosfera linda e de crescimento e que infelizmente está em disperdício.
    Toda agressividade que encontramos frente aos animais acontece, na maior parte das vezes, porque o ser humano transfere suas rudezas, forças, autoridades, desrespeitos, impaciência, medo, aos animais e isso se transforma numa troca de luta, sobrevivência, defesa…
    Os animais por natureza, nasceram com instintos de obediencia ao humano, mas o humano não sabe aproveitar disso, estrapola, abusa, atreve além dos limites e o que vemos? Selvageria.
    Desde pequena gosto de animais e na época que entrei na faculdade, me deparei com um questionamento com o convivio social humano, pois o achava um tanto quanto agressivo. Quantas e quantas vezes pedi a Deus que o Amor voltasse a ser visto no relacionamento humano pelos exemplos das trocas de afetos entre os animais. Alí vejo um caminho de retorno aos afetos sinceros (animais não fingem) pois acredito que nós como pessoas estamos meio perdidas nisso…O carinho de Deus vem me dispertanto cada dia mais que isso está aí e esta foto e tantas outras revelam isso. No meu orkut está cheio de exemplos, fiz questão de expor assim, foi o carinho que prometi a Deus em coração… (se eu puder mostrar, falar, escrever, compor, seja lá o que for, para que o bem volte a tomar um lugar de destaque é assim que quero fazer…) hj estou aqui partilhando um incentivo (pois a foto foi uma ótima oportunidade) ao senhor, Pe. a continuar (quando puder) a dar ao ser humano tbm doses deste afeto… (montfort e tantos outros sites e ideais querem pregar exatamente o inverso e o mal ganha gom isso)… A sociedade atual precisa de exemplos construtivos e quando as palavras de nada mais serve, já estão enfraquecidas e desacreditadas, que os gestos sejam o melhor catecismo.

    Obrigada por esta linda imagem e oportunidade de falar do bem

    Abraço fraterno

    Patricia-SP

  5. Maria Inês

    Bom Dia !!

    Existem duas largas portas pelas quais insistimos entrar, mas que é impossível. Uma nos faz contemplar imagens que foram reais, mas nenhuma delas podemos mudar. É a porta do passado.
    A outra é mais larga, as imagens não são reais, são fruto da imaginação. É a larga porta do futuro.
    Enfim, existe uma terceira porta. Ela é estreita, mas se olharmos bem veremos que tivemos um passado bem vivido, temos um presente insubstituível, um futuro promissor. Ela é estreita, porque feita sob medida para se chagar à eternidade.
    Por ela podemos entrar e experimentar vida. Podemos entrar e mudar as coisas. Podemos realizar ao invés de sonhar, podemos construir e não somente planejar, podemos recomeçar sempre e nunca desistir. É a porta do momento presente.
    Para hoje dia 30 de Agosto:

    ” ENTRAR PELA PORTA ESTREITA DO MOMENTO PRESENTE ”
    Abraços,
    Apolonio

    P.S. Dedico de modo especial essa mensagem a Tico da Costa. Um grande amigo e irmão de Ideal, que partiu para o Paraíso ontem. Ele soube viver estes últimos dias somente no essencial, no momento presente. Passou pela porta mais estreita de todas, aquela que conduz à eternidade e à felicidade plena em Deus.
    Abraço saudoso Tico.


    Postado por DADO DO AMOR no EDUCAR COM AMOR – ESCOLA FRATERNA

    Padre João Carlos,

    …quando chega essa reflexão como não postar aqui no Blog, se a cada dia acompanhando as postagens, vejo que o texto, pode ser fonte de reflexão para todos. Reflexões da vivência que floresce das “Palavras do Evangelho”!!!!!!!!!

    Maria Inês

  6. Boa noite, padre João Carlos
    Essa singela imagem é poética e reflexiva.Fez-me lembrar dois poetas que muito admiro:
    (…)
    “Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinhos,
    Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!”
    (Machado de Assis)

    “A cada dia que vivo mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca,e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos a felicidade.” (Drummond)
    Sinto a presença de Deus em muitos momentos,no pôr do sol, nos templos, nos mendigos, no altar,na natureza,na eucaristia e numa cena como essa.
    Deus e sua onipresença,enxerga nossas virtudes enquanto o próximo só enaltece as nossas fraquezas;faz-nos perceber que ser humana não é pecado, pecados são os excessos que aprisionam a nossa alma,tornarmo-nos prisioneiros de nós mesmos,trancafiados em uma masmorra que limitam nossas ações;há uma coragem a ser redescoberta, vale a pena viver,mesmo que o momento insista em destruir o bem mais precioso: a vida.
    E quando todos nos fazem pensar ou nos olham como se fosse o fim,
    pequenos detalhes,aparentemente banais,revelam que ainda há chance,que não devemos ficar à beira d caminho,antes da terra prometida,há um mundo a ser restaurado e que fazer parte desse processo é um dever nosso.
    Uma boa semana

  7. Imagem linda!

  8. Michelli Brainer

    Padre…… o q uma veterinária emotiva pode comentar d uma foto dessas??? (rs)
    Imagem LINDA!!!!!!!
    A preocupação com esses serezinhos mais frágeis q nós é minha vida, meu “sacerdócio”… escolhi a profissão por amor mesmo!
    Já tinha noção d q não teria muito dinheiro no bolso caso chegasse a me formar.
    Mas nem me pergunte se outra profissão me satisfaria tanto. Minha felicidade é ver rabinhos abanando ou receber uma lambida no rosto de sopetão! kkk

    Sua bênção!

  9. Pingback: Tathyane Santos

  10. Bela imagem, singela e que nos faz refletir muito!

Deixe uma resposta para Michelli Brainer Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.