Já estou na Suiça brasileira. Cidade cheia de charme. Amanhã prego o Cenáculo com Maria o dia todo nesta cidade no alto da serra fluminense. Que Deus nos abençoe.

5 Comentários

  1. Marinete e Marcos

    E é com muita alegria carinho e de braços abertos que te recebemos. Seja bem vindo.

  2. maria da Glória Almeida

    Aqui em Brusque estamos com muita chuva mesmo assim estamos saindo para Florianópolis participar do casamento de nossa amiga Jerusa,estou com pouco com medo pois Ana está prestes a ter o seu bebê, mas elas se criaram juntas e não poderemos deixar de ir.Bom dia e reze por nós tua família.
    mãe

  3. Maria Inês

    PALAVRA DE VIDA – OUTUBRO/ 2009

    “É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!” (Lc 21,19)

    “Perseverança”. Essa é a tradução do termo original grego. Mas a palavra grega é rica de conteúdo, pois inclui também a paciência, a constância, a resistência, a confiança.
    A perseverança é necessária e indispensável quando sofremos, quando somos tentados, quando tendemos a desanimar, quando nos sentimos atraídos pelas seduções do mundo, quando somos perseguidos.
    Penso que também você se tenha encontrado em pelo menos uma dessas situações e tenha experimentado que, sem a perseverança, não teria sido possível resistir. Talvez você tenha cedido algumas vezes. Pode até ser que, justamente neste momento presente, você se encontre em alguma dessas circunstâncias dolorosas.
    Pois bem, o que fazer?
    Crie coragem e… persevere.
    Caso contrário, você não é digno de ser chamado de cristão.
    Você sabe: quem deseja seguir a Cristo deve tomar todo dia a própria cruz e – pelo menos com a vontade – deve amar a dor. A vocação cristã é uma vocação à perseverança.
    Paulo, o Apóstolo, mostra à comunidade a perseverança dele como sinal de autenticidade cristã.
    E não hesita colocá-la no mesmo plano dos milagres.
    Se amarmos a cruz e perseverarmos, poderemos seguir a Cristo, que está no Céu, e então nos salvaremos.

    “É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!”

    As pessoas podem ser distinguidas em duas categorias. À primeira pertencem aquelas que recebem o convite para serem verdadeiras cristãs, mas esse convite cai em suas almas como a semente entre as pedras. Muito entusiasmo, como o fogo de palha, mas depois não permanece nada.
    Ao passo que as da segunda categoria acolhem o convite, assim como um bom terreno acolhe a semente. A vida cristã germina, cresce, supera dificuldades, resiste às tempestades.
    Estas têm a perseverança e… “é pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!”
    É claro que, se você quiser perseverar, não poderá contar apenas com suas próprias forças.
    Será necessária a ajuda de Deus.
    Paulo fala de Deus como “o Deus da perseverança” (Rm 15,5).
    É a Ele, portanto, que você deve pedi-la e é Dele que a receberá.
    Porque, se você é cristão, não pode satisfazer-se apenas com o fato de ter sido batizado, ou de fazer, vez por outra, alguma prática de culto e alguma obra de caridade. Você precisa crescer como cristão. E todo crescimento no campo espiritual não pode ocorrer senão em meio às provações, às dores, aos obstáculos, às batalhas.
    Existe quem sabe perseverar de verdade: é aquele que ama. O amor não encontra obstáculos, não conhece dificuldades, não mede sacrifícios. E a perseverança é o amor provado.
    Maria é a mulher da perseverança.
    Peça a Deus que acenda em você o amor para com Ele e, por consequência, em todas as dificuldades da vida, você viverá a perseverança e, com ela, você salvará a sua vida.

    “É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!”

    Mas não é só isso. A perseverança é contagiosa. Quem é perseverante encoraja também os outros a levar as coisas até o fim.
    Vamos almejar as coisas maiores. Temos uma só vida e, ainda por cima, breve. Vamos resistir, dia após dia, enfrentando uma dificuldade após a outra para seguirmos a Cristo… e salvaremos a nossa vida.

    Chiara Lubich

    Palavra de Vida publicada originalmente em junho de 1979

  4. Simone Teixeira

    Que Deus o ilumine e inspire mais uma vez! Continue rezando por mim. Não suporto mais essa pendência na minha vida: estou a ponto de explodir e vou explodir mesmo! Quero acabar com qualquer chance de volta por uma estrada que não leva a lugar nenhum… A única chance de continuar é se me provarem que estou errada, mas é a última chance! E não é por ele, é por mim.
    Há momentos em que a raiva é positiva: quando se torna indignação e leva a tomar atitude.
    Tenha um excelente dia!

    Simone.

  5. Sou uma mãe zelosa por meus filhos sacerdotes, Pe. Pedro Cunha que o diga. Rsrsrsrs… Será… somente será… que você não está entrando num ativismo? Tome cuidado quanto a isso. Observe-se, e se isto estiver acontecendo, pare, pois senão o próprio Senhor fará isso. O Senhor sempre dá um jeitinho de fazer-nos parar quando e se estivermos praticando algum excesso. Analise se estou certa, se estiver, dá um tempo para você, está bem? Com carinho e forte abraço materno. Lourdes Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.