O Twitter é a novidade do momento na Internet. Muita gente, que não embarca em qualquer moda virtual, olha com desconfiança. Outros nem se interessam. Confesso que entrei por curiosidade e, no começo, não gostei nem vi qualquer utilidade. Mas os especialistas em Internet insistiam em defender que a coisa tinha consistência… então perseverei. Fui percebendo que o Twitter não tem nada de Micro-BLOG, como alguns dizem. Você pode escrever somente 140 caracteres em cada postagem. Por isso, está mais para Macro-CHAT. Mas há algumas diferenças brutais em relação aos CHATs convencionais. Normalmente, nas redes de relacionamento, você entra no Chat com um nick, ou seja, com um pseudônimo. É padrão você manter oculta a sua identidade. No Twitter a tendência é você utilizar sua identidade verdadeira. É bom twittar com pessoas reais. Claro que algumas pessoas confundem Chat com Twitter… mas acabam sendo ignoradas. Outra diferença é que no Chat você entra, conversa e depois tudo acaba.  O twitter é um chat permanente. Assim, algumas pessoas vão ganhando a sua predileção e você passa a ser seguidor delas. No momento eu sigo 28 pessoas. Tenho 5618 seguidores. Posso classificar estas pessoas em grupos como família, amigos conhecidos, estrangeiros, assíduos etc. Com isso, o twitter vai se afirmando como uma ferramente com alto potencial de gerar interatividade. No meu BLOG existem pessoas que deixam comentários. Tenho 1500 visitantes por dia. Recebo cerca de 100 comentários diariamente. Já era uma pequena comunidade virtual. Agora ligando com o Twitter esta comunidade se expande rapidamente. Mas para criar esta relacionalidade virtual é necessário conhecer cada vez melhor as ferramentas do twitter. Algumas ainda estão sendo desenvolvidas. Uma delas é a certificação. Você sabe que aquele twitter é daquela pessoa. O Twitter do Paulo Coelho é certificado. Existem twitters falsos de pessoas famosas. Você começa a seguir pensando que é o Padre Marcelo, mas não é!!! Outra coisa que estou aprendendo é que é necessário adquirir uma disciplina para usar o twittter. Algumas pessoas ficam totalmente viciadas e não saem dali. Outros acham que o mundo se reduziu ao seu ambiente virtual. O twitter não pode atrapalhar nossos relacionamentos reais, familiares. Em alguns países, como na Inglaterra, o twitter está se tornando um problema no trabalho. Muitos olham atentamente para a tela do computador como se estivessem trabalhando, mas na verdade estão twittando.

Quer conhecer o meu twitter?

http://twitter.com/Padrejoaozinho

43 Comentários

  1. Parabéns por suas considerações, Pe. Joãozinho! Foi muito feliz (como sempre) em suas palavras.
    Tenha um excelente domingo!

  2. As tecnologias são sempre extensões do corpo humano, basta sabermos usa-las.

  3. Ai Pe. Joãozinho fico muito feliz com suas palavras ! E muitoo bom pra gente poder falar com pessoas do bem, assim como voce !

  4. O twitter é uma boa ferramenta para termos contato com pessoas a quem não teríamos acesso de outra maneira, como eu em relação ao sr. por exemplo, e também uma excelente forma de divulgar informações e notícias em primeira mão.
    Mas tem que ter um limite mesmo.
    Gosto qdo conigo receber uma resposta do sr., mas já vi pessoas que entram numas de “vc não gosta de mim” ou “vc está me desprezando”, quando o sr. ou o Pe. Fábio não respondem.
    O Twitter serviu para revelar o quanto as pessoas estão carentes de atenção e amor. Quando um “reply” faz a pessoa ganhar o dia, a semana, é de se parar para refletir.
    O sr. já notou que tem mta gente que busca o sr. no twiiter em busca de orientação e palavras de consolo?
    Claro que uma palavra, ainda que escrita, de apoio é essencial, mas talvez o sr. pudesse indicar essas pessoas para conversar com o padre da igreja mais próxima.
    O twitter não permite um aprofundamento de cada questão; usá-lo para orientações espirituais parece impossível, pelo limite de caracteres, pela disponiblidade de tempo do sr. e pela necessidade que as pessoas tem do contato real. Não há “reply que substitua olho no olho, aperto de mão e o abraço.
    Sua benção.

  5. Bom dia meu querido Padre Joãzinho, sou sua seguidora no twitter e como é bom ler as coisas que o sr. nos escreve. Num mundo repleto de maldade encontramos pessoas tão sábias e que nos levam a Deus.
    Que Jesus continue te abençõando.

  6. O senhor explicou bem qual o objetivo do
    Twitter.Gostei muito do artigo.
    Aos poucos vou aprendendo mais,ainda
    sou meio crua no twitter.Sempre é tempo
    de aprender.
    O que mais me chama atenção no twitter é que
    posso ser eu mesma, sem necessidade de esconder-me
    atrás de apelidos ou nicks.
    Obrigada padre Joãozinho por suas palavras e por
    exercer seu sacerdócio de maneira tão atual e divina.
    Bom domingo!
    Da sua seguidora…admiradora…
    Fátima Delgado

  7. Maria Cristina

    Padre.. como já disse anteriormente, gosto de suas reflexões e sinto muita verdade em tudo o que o Sr. escreve! Mais uma vez parabéns por representar todos nós em sua fala! Unidos somos mais!!!!!! A paz de Jesus e o Amor de Maria! Uma santa e iluminada semana!!!!!Abraços carinhosos…..

  8. vilber negrão

    Bom dia Padre Joãozinho! Obrigada por sempre nos presentear com artigos que nos faz refletir, mesmo em se tratando de um assunto que não seja o espiritual. Sua benção. Ótimo domingo!!
    Vilber

  9. Gostei muito do texto. Muitas pessoas não conseguem separa o real do virtual.
    Tenha um feliz domingo.

  10. Bom dia Padre!!!
    Gostei mto do que escreveu, mas é bom que todos entendam direitinho, o Padre Fábio considerou no programa dele algumas questões e alguns acharam que eles estava falando mal do twitter, sendo que ele apenas alertava para não deixar a vida real por conta dessa virtual… Eu segui a risca o conselho do Senhor, tuitar na hora do trabalho é roubo e consequentemente pecado. Sua benção.

  11. Pe., bom dia!
    A sua bênção!
    Muito boa sua postagem sobre o twitter… concordo com tudo.
    Comigo foi da mesma forma: no início achei estranho, não gostei e abandonei. Depois, assistindo aos programas da CN, vi que todos tinham twitter. Um dia vi o senhor no Papo Aberto; resolvi voltar a twittar. Confesso que ainda não sei utilizar todos os recursos… ainda apanho! Mas concordo com o Pe. Fábio quando ele disse que “nós nos sentimos mais próximos” com o twitter.
    Sempre acompanho seus comentários e sempre me divirto! E penso “o Pe. Joãozinho se viciou no twittwr…” e dou risada sozinha…
    De fato, me sinto mais próxima do senhor e dos outros que “sigo”. Estou gostando da experiência! Espero aprender mais e logo!
    Abraços e tudo de bom!
    Maria Eugenia – Garça-SP

  12. Estou te seguindo lá padre, O twitter como o seu, Gabriel Chalita, Padre Fabio e Ziza tem me ensinado a ser mais de Deus, a ficar mais perto Dele. Parabéns!!!

  13. marcia campos

    coloquei o comentário no twitter, acho que o sr. não leu. Mas repito aqui. Concordo que os “amigos reais” nunca devem ser substituidos pelos virtuais. O twitter é apenas para parttilahrmos nosso dia a dia, nossas alegrias e algumas tribulações, digo algumas. pq as alegrias são sempre maiores que as tribulações, enfim encurtar as distancias. Horário de trabalhar tem que ser respeitado. Durante a semana entro no twitter em horário de almoço e a noite. Só fico um pouco mais nos finais de semana. O Sr. falou em curiosidade, que em pouco tempo muitos leram o post.não digo curisiodade, mas sempre aquermos ouvi-lo ou ler suas palavras, sempre aprendemos. Um abraço. Deus te abençoe!

  14. Débora Cristina Picardi

    Como sempre suas palavras simplismente são maravilhosas Padre.
    O Twitter é maravilhoso sim, para poder nos comunicar com pessoas como o Senhor por exemplo.
    Mais devemos saber como usá-lo né, para realmente não virar um vício prejudicial a nós.
    Parabéns como sempre pelas sábias palavras.
    Sua benção.
    Débora Cristina Picardi.
    Leme – SP.

  15. Bom dia Querido Padre! Parabéns….

    Padre Joaozinho adoro seus comentários,quero falar que em termos de liturgia me considero leiga apesar de saber direitnho dos rituais da santa missa e frequentar por duas vezes na sema a paróqui São José Operário em Araguaína Tocantins.Após conhecer e participar dos comentário postados no twitter,pelo Sr.,Pe Fábio e Gabriel Chalita e Pe Geovani de Fortaleza-CE, descobri em mim a imenssa necessidade e desejo de saber mais sobre a palavra de Deus, por este motivo estou penssando seriamente em fazer um curso de teologia para leigos, por correspondência. Gostaria de saber sua opinião sobre o assunto, o que acha?
    Pesso sua benção, minha família, especialmente para minha filha JAIARA, que passa por dificuldades na faculdade.
    Padre, um forte abraço, que Deus o mantenha cada dia mais fiel na a sua fé….
    Gilvanda de Araguaína/TO.

  16. Amanda Jacques Gaio

    Twitter é bom demais. O desafio é encontrar o equilíbrio entre a vida real e a virtual. É muito difícil. Eu estou no grupo de assíduos. Será porque, heim? rsrsrs. Adorei o texto. Aliás, o senhor está entrando na lista de meus escritores favoritos. Bom domingo. E DESCANSE!!!

  17. ELAINEDUTRAIN

    Pe. Joãzinho, aqui vai um comentário de uma CARIOCA e olha q puxo bastante no “X”, MESXSSSMO!!!!Cuidado com os ouvidos.
    Concordo em parte com as suas colocações, porém, quando falamos de vício, não podemos limitá-lo a uma nova forma de comunicação. O que devemos pautar em nossas condutas é a possibilidade sempre do equilíbrio. Essa pesquisa que diz que o Twitter está fazendo cair a produção no trabalho, não faz sentido, pois, há sempre situações paralelas que faz com que a produção do trabalho diminua, talvez o twitter veio substituir uma outra forma de dispersão que já existia no trabalhador durante a jornada de trabalho. O Twitter traz novas possibilidades de comunicação e não devemos conceituá-la como um bichão papão da nova era. Devemos sempre lançar a luz da consciência que é uma ferramenta que adiciona e, que, não substitui, como bem falou o Pe Fábio no programa DE, outras formas de relacionamentos. Não existem pessoas virtuais, o que existe é papo virtual. Vamos aproveitar esse espaço para ultrapassar fronteiras na evangelização e também como forma de reflexão, orientação para combatermos formas de vício que prejudicam o nosso prossesso de ser gente. ELAINE DUTRAIN, Carioca da gema e com muito orgulho.

  18. Olá Padre…Felicidade e Paz…

    Obrigado por tentar mostrar ao mundo que a vida pode ser cada dia melhor…só depende de cada um de nós.Para mim o Sr é uma pessoa bastante sábia. Viva a tecnologia.. viva o twitter, essa ferramenta que nos apoxima e nos torna amigos, mesmo morando tão distantes nos possibilita a realização de coisas maravilhosas.Meu twitter é @vandascruz. Tenho acompanhado sua trajetória já algum tempo pela CN, sempre gostei de ouví-lo.
    Prabéns e que Deus o abençõe sempre, poi o mundo necessita de mais pessoas assim.
    desejosa sua benção…
    Gilvanda de Araguaína/TO.

  19. ELAINEDUTRAIN

    Desculpa, escrevi na correria processo errado. ELAINE DUTRAIN

  20. Bom dia padre joaozinho,

    O twitter na mminha cabeça é um meio mais de divulgação e propaganda do que de chat,como MSN,ORKUT que ali sim vc pergunta e a resposta vem em seguida,E vc tem pessoas que realmente são do seu convivio.Twitter é uma conversa de louco,vc segui uma pessoa querida que vc é fã mas logo se decepciona quando percebe que ela não responde,não se interessa por seus apelos. No caso tó falando de vcs padres que quando solicitados para um conselho nada respondem além de vou rezar para vc!Agora quando se fala em divulgar é uma festa,os artistas divulgam seu teatros etc,vcs livros cds,agora até as empresas de eletro tá entrando nesa divulgação tb.No fim o twitter é uma ferramenta de divulgação!Salve as excessões de amigos emcomum que temos na rede.E tem dado certo esse meio de propaganda parabêns para o inventor,vou começar a divulgar meu trabalho tb.Quem saber não vendo mais!!

    Atenciosamente,

    Maria

  21. Patricia Biazutti

    Quanta verdade padre !!! Sempre me preocupei com isso…gosto muito do twitter,mas tento me policiar com relação aos exageros.Não podemos deixar que os relacionamentos virtuais substituam os reais…não que não sejam bons,usados para promover o bem, são sempre edificantes e nos fazem muito felizes ! Suas palavras foram sábias e educadoras,PARABÉNS !Grande abraço.

  22. Concordo com o Sr e com o que o Padre Fábio disse no programa DE de quinta feira passada.É preciso ter maturidade e disciplina.Quem perde essa noção são os adolescentes como minhas filhas que tenho que impor limites se não elas viram dia e noite no MSN ou ORKUT.Devemos nos utilizar do TWITTER como um espaço leve,alegre e gostoso de interação e seguindo uma dica da Mariana Godoy:”Siga as pessoas pelo seu conteúdo,não pelo seu grau de fama”.
    Já consegui ouvir o que precisava no momento exato,qdo pedi oração e intercessão do Padre Fábio e foi via Twitter.Então como não considerá-lo um instrumento de evangelização??Também conheci o Senhor através dele e sempre sigo os links para o blog como agora.
    Como Jesus disse “onde dois ou mais estiverem reunidos EU estaeei no meui deles”Ele está lá agindo através de vcs em nós e vice versa.
    Um abraço e vê se me responde tá!!!
    @symoniflorentiRN Mossoró RN

  23. Adriana Aparecida Borges

    Sou da cidade de Esteio no RS e aqui desde o ano passado deixamos de usar o folheto liturgico e não vimos muito problema como foi dito, apenas quem não está acostumado a participar da Missa sente falta do mesmo e estamos tentando aos poucos “dispensarmos” o comentarista, acho que comentarista é bem vindo em jogo de futebol, não em uma celebração Eucaristica.
    Mas, devagar se vai longe e assim, esperamos que aos poucos sem causar um impacto muito forte, consigamos fazer as mudanças necessárias e assim, possamos realizar uma melhor Celebração dos Mistérios Pascais.

    Um grande abraço!

  24. Perfeito o texto Padre. O desafio no Twitter é não deixar q ele passe a ser seu único mundo. Fique com Deus!!!

  25. Adriana Sanábio

    Boa tarde padre Joãozinho.Sou de Belo Horizonte Fico querendo entrar no twitter para seguí-lo, mas infelizmente não encontrei uma pessoa para me explicar como enviar algum comentário no twitter para o senhor, de quem sou uma admiradora. Admiradora de um sacerdote tão fiel a missão, culto, carismático, com senso de humor, inteligente, sincero, simples… Se o sr puder me ajudar , enviando passo a passo como seguí-lo ficarei imensamente grata, ou então, me indicar onde posso aprender a twittar. Já tenho meu twitter, que criei seguindo uns passos,mas como comunicar não ficou claro.
    Desde já agradeço no que for possível e, peço sua benção.
    Um abraço,
    Adriana

  26. José Carlos Penha

    Sábias palavras, Padre.
    Tenha um domingo abençoado.

  27. Esses dias mesmo eu estava pensando.Como é bom ter o twitter,pois agora podemos ficar mais próximos das pessoas que gostamos,saber mais como elas estão,sua saúde,onde estão e como se sentem.Muitos nós conhecemos e eles nunca nos viram,mas sabemos quem eles são.A internet é uma benção,para quem sabe usar,é claro! Eu por exemplo,que tenho minha família que mora longe,é bom para que eu possa conversar com eles,sem gastar quase nada.É um meio de aproximação tanto de amigos como de famílias.Conheci mais pessoas de minha família,através da net.Mas não podemos nos esquecer,que a vida não é só net.A vida tem que transcorrer normalmente,como trabalhar,estudar,descansar também e se divertir,não só pelo computador.Saber usar com moderação sem prejudicar seu trabalho e seus relacionamentos pessoais. A propósito,como está seu relacionamento com Deus? Você já conversou com ELE hoje?

  28. Ótimo texto, Padre Joãozinho.
    Vejo o twitter como mais uma ferramenta de aproximação de pessoas que pensam da mesma forma ou lutam por um mesmo objetivo.
    Quantas vezes estava chateada com algo e uma reflexão de alguém tornou meu dia melhor?! :-)
    Mas como o senhor afirmou, não podemos nunca substituir nosso mundo “real” pelo virtual.
    Um bom domingo!

  29. Realmente,Pe..O twitter não pode substituir os valores reais, infelizmente as pessos custam fazerem isso..Um grande abraço..E parabéns pela postagem muito interessante..

  30. Sua bênção, pe.

    Tbm no início achei o twitter sem utilidade e demorei a entrar. Mas hj em dia, amooooooooo! Acho dinâmico, interativo, rápido e nos aproxima mais de pessoas que admiramos. A maioria das pessoas que sigo são meus amigos reais, o que possibilita muitas brincadeiras, pra mim é uma distração, uma forma de desopilar da dureza da vida real.

    Um abraço. :)

  31. Maria Célia

    Padre Joãozinho,
    Concordo com o sr. Precisamos saber como e onde usar o twitter.
    Parabéns pelas palavras.
    O sr viu o Debate na Folha SP de ontem? O tema foi a indenização que o estado italiano terá que pagar pelo uso de crucifixo na sala de aula. A Decisão foi da Corte Européia de Direitos Humanos.
    Será que voltaremos ao tempo das catacumbas?
    Maria Célia – Rib Preto

  32. Romulo Moreira

    Este padre eh o maximo, confesso que quando o vi twuittando no caminho de BH Monlevade achei ele muito (como diz nos jovens) descolado, rsrs, depois na mesma noite daquele dia, por pura curisosidade, eu criei um twitter pra mim e hj eu o sigo e fico feliz em de algum modo ter o senhor e outras pessoas que sigo por perto.
    Louvado seja Deus por ferramentas de comunicacao que nos fazem relembrar ou nao esquecer pessoas que fizeram diferencas em nossas vidas.

  33. Adriana Aparecida Borges

    Acho que não tenho esse problema, bem que eu queria poder twittar um pouco mais mas, tenho que trabalhar e a noite , hora boa pra isso meu filho amado monopoliza o PC. Só me resta as fugidas do trabalho durante o dia, é o bom de ser trabalhadora autônoma.

    Um grande abraço!

  34. “Brincar é condição fundamental para ser sério”. ARQUIMEDES Vejo o twitter como + 1 forma de aprender…notícias rápidas…divertidas, depende do que se espera, em poucas palavras se fazer compreendido…não é fácil, e por isso é bom. O segredo é se colocar no lugar do outro, existem limitações, mas aos poucos cada um vai se descobrindo…bonita a liberdade que o twitter proporciona…importante é perceber que a liberdade de cada um está condicionada à liberdade do outro.

  35. Shirlei804

    Pe Joãozinho:
    Boa tarde!

    Muito pertinente seu artigo sobre o twitter. Eu demorei um pouco a “embarcar” nessa novidade mas hoje uso para conhecer um pouco mais as pessoas que eu admiro e que não fazem parte do meu mundo real.
    Acho o twitter uma ferramenta útil desde que usada com muita caurela. O problema é que, para alguns, essa novidade acaba se tornando um vício e também uma maneira de atacar as pessoas. É preciso amadurecimento e respeito para que as consequências desse meio de comunicação sejam as mais sadias possíveis.

  36. Ana Suely Pierre

    Padre Joaozinho

    Há dois meses tenho o twitter e gosto muito desse novo recurso da internet. Compreendo que não podemos esquecer a nossa vida real, enfatizando essa realidade virtual oferecida pelo mesmo.
    Eu já evangelizava pelo orkut quando conheci o twitter. Eu vejo-o como um meio para esse fim. No twitter, criamos a Liga das Defensoras que surgiu como uma brincadeira de 5 mulheres que se “conheceram” no twitter enquanto esperavam pelo senhor, pelo Pe. Fábio e pelo Gabriel Chalita. Tenhoa convicção de que Deus nos uniu. Não acho que esse encontro foi mera coincidência e sim providência Divina.
    Na Liga das Defensoras recebemos muitos pedidos de oração. Às vezes, aparecem pessoas desesperadas pedindo ajuda, oração, uma palavra de carinho. E isso, mesmo diante da minha pequenez, eu tenho pra dar.
    Eu só tenho uma certeza na vida, meu querido padre. Eu sou instrumento nas mãos de Deus. Quero ser Jesus na vida do outro. Não importa que seja na minha família, no meu trabalho ou na internet.
    Participe também da nossa corrente de oração que ss inicia às 21:00h (horário de Brasília).
    Amo muito o senhor!

    Ana Suely Pierre dos Santos (Natal/RN)

  37. Padre Joaozinho, discordo do senhor, o Twitter não é um macro-chat, pq não existe compromisso com a reciprocidade. O senhor tem 5618 seguidores e destes – eu inclusive :D – algumas interagem com o senhor eventualmente. Ainda que o senhor respondesse a todos, seus outros seguidores não veriam suas respostas, pois precisariamos estar tb seguindo as pessoas as quais o senhor responde ! Isso descaracteriza a ideia de conversa.
    Aprendi a gostar do Twitter ! Abraços para o Senhor.

  38. néri Diniz Solano

    Muito Legal!

    Muito interessante seu comentário Pe.Joãozinho, acredito que tudo que disponibilizamos para fazer em nossas vidas deve ser pautado por limites. Temos que nos nortear dentro dos nossos próprios e respeitar o dos outros, principalmente quando se trata de construção. O twitter é um meio de comunicação fascinante para conhecermos um pouquinho daqueles que seguimos. Essa comunicação nos dá a oportunidade de vivenciar um pouco daqueles que admiramos, e através dessa comunicação construir até mesmo uma amizade, sem com isso invadir a privacidade do outro nem a nossa. Não esquecendo que temos nossa família, nossos amigos e nosso trabalho… Nossa vida! Ter consciência de que temos vida além da tela. Parabéns pela reflexão concordo plenamente com suas sabias palavras. Sua Benção. Néri!

  39. Boa noite,pe João Carlos
    Não acredito que o twitter seja um espaço para se cultivar amizades na verdadeira acepção da palavra…
    Conhecer pessoas e partilhar sentimentos,alegrias,decepções. Isso requer tempo, conhecimento e contato pessoal…o mais é apenas mero reflexo de uma amizade genuína.
    Alguém para justificar o apreço pelo twitter recorreu à frase do autor de O pequeno príncipe ” O essencial é invisível aos olhos” além de estar completamente descontextualizada, não se enquadra na regra da amizade, fico com a expressão “os olhos não mentem”.
    Já recebi muitos convites para entrar nessa corrente, não aceitei nem vou aceitar. O motivo?
    Tenho uma amiga que está elaborando uma tese de mestrado sobre relações virtuais e convidou-me para observar o processo, obviamente faz parte do twitter…
    Fiquei espantada com a falsidade das pessoas, principalmente em relação às pessoas públicas.Quando estas estão on-line são verdadeiros anjos,dizem coisas agradabilíssimas;quando a pessoa se despede fazem sátiras depreciativas, deboches,críticas nada construtivas entre aqueles que se consideram “amigos(as)”
    Incluem-se nessa relação de pessoas públicas, atores, jogadores de futebol,cantores e até os padre que evangelizam pela mídia…
    Isso é respeito por quem admiram?
    Há aqueles que seguem alguém e exigem atendimento pessoal,querem opinar sobre questões pessoais,etc.
    Idealizam o modo de ser de alguém e quando entram na dinâmica do “seguimento” querem que aquele a quem segue seja o que ela imaginou,a pessoa perde o direito de ser quem é.Isso não é liberdade, é aprisionamento.
    E as discussões tolas entre eles mesmos?
    Já temos o “cristão do sofá”, assiste missa em casa, faz estudos bíblicos, para que ir à igreja? Agora teremos o cristão virtual,rezam pelo computador, pedem bênçãos,etc. Será que vão à missa como recomenda a igreja? Poucos…
    Twitter é apenas interatividade e só…
    Tolos são aqueles que acreditam que encontrarão amigos ali…Poderiam dizer, mas eu consegui,o outro encontrou a “mulher de sua vida” pela internet…esses entram na regra das exceções como sabiamente expressam os matemáticos.
    Identificação, rg, cpf, confirmação de endereço de residência não são sinônimos de caráter, honestidade,amor e correção fraterna.
    Boa semana

  40. Maria Luisa

    Padre, acho que se torna muito frio, pois nem sempre quem seguimos nos segue. Qual a vantagem de seguir o Sr. se não recebo nem um olá, como vai? Acho muito vazio, é como se eu falasse sozinha, comigo mesmo. Pra que 2000 seguidores se não os respondo!
    rsrsr mesmo assim continua te seguindo.
    Sua benção!

  41. Pingback: Sheila Barros

  42. Boa noite, padre
    A pessoa acima só confirmou o que eu disse.
    O seguimento está comprometido com respostas,não importa o número de pessoas,sou obrigada a responder…
    Deus me livre dessa gaiola…Pássaro aprisionado perde o canto e o encanto…

  43. Juliana B

    Luciana, não sei se você vai ler este comentário,mas me interessei pelo trabalho de mestrado de sua colega e gostaria de conhecer mais sobre…
    Já opinei que não consegui gostar do tal twitter…assim como, msn não faz mais minha cabeça…quer dizer, no meu trabalho tem o tal santo sametime (que é o msn corporativo)…confesso que sou devota desta ferramenta…dentro de uma empresa, órgão público, utilizado exclusivamente para o fim a que se destina, é uma “mão na roda”…aliás, no órgão que trabalho, o resto é tudo bloqueado, Graças a Deus! A internet é restrita… Eu fico preocupada quando as pessoas falam que o twitter é bom para conhecer melhor quem admiram…conhecer melhor?O máximo que você pode conhecer é o trabalho do outro, sua rotina…pra isso ele funciona bem…Nem site, nem blog, muito menos twitter é garantia de transparência e honestidade…publicamente todo mundo é simpático, gosta do povão… tenho a sensação que ele pode se transformar em 90% de informação inútil…sinceramente, que me interessa se fulano vai jantar ou vai dormir? Não me sinto mais próximo dele por isso…tem 50 mil seguidores,nem sabe que eu existo, mesmo que ele me responda, eu ou qualquer outro temos o mesmo peso…viramos uma baciada de gente invisível, mendigando atenção do “famoso”, ansiando por nos tornar íntimos….como assim? Seguimos pessoas maravilhosas com certeza,mas não tiremos o crédito da companhia de nossos pais, de nossos colegas de trabalho, de nossa comunidade…confesso que morando sozinha, por vezes, me refugio na internet…não me considero viciada,mas ela é uma ótima e barata forma de interação…mas quando passo um fim de semana com meus pais, nem me lembro que ela existe…quando sinto saudades dos meus amigos distantes, escrevo um belo e-mail…para mensagens mais rápida, basta um torpedo no celular…E tem outra…quem não é assíduo entra lá de vez em quando e o twitter parece com aqueles programas da Rede TV…eu só vou lá pra me informar sobre a pessoa pública…lógico, de repente tem a indicação de um livro legal, uma peça de teatro, uma oração, uma frase solta no ar…sei lá…pra quem conversa com amigos, conhecidos, família deve ser ótimo…conversar com quem a gente conhece, numa rede pequena, sabendo que está cultivando uma amizade que se tornou distante geograficamente parece interessante…é mais rápido que ficar escrevendo e-mail, mais barato que um telefone…sei não…se ele virou a moda da vez na net, eu, minha família, amigos estamos completamente fora de moda…sinceramente, pra quem tem um blog, ou um site, acho o twitter completamente dispensável…sinto que estabelece-se uma relação desigual, desproporcional…quem recebe mil mensagens por minuto, fica na responsabilidade de responder…tem gente que se sente excluída…tem gente que acha no direito de se sentir íntimo…é muita informação solta..sabe o que sinto quando passo por lá? Como se estivesse numa sala cheia de gente falando ao mesmo tempo…parece uma malha de perguntas e respostas, uma cama de gato…sei que estou com uma opinião meio ranzinza…talvez mude…hoje li em algum lugar que um texto pode ser o único amigo disponível naquele instante…quem sabe seja esse o sucesso destas formas de interação…não sei…

  44. já eu sigo o pdre, com muita alegria sou sabedora das suas qualidades e fico feliz por seu sacerdócio ..parabens MARIA BEZERRA T. LEITE BRASÍLIA DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.