Tanto debate e a falta de uma clara governança internacional, mais uma vez levou à frustração internacional. Não tivemos decisão importante sobre o controle das emissões de poluentes que confirmadamente estão aumentando a temperatura do planeta e provocando todo tipo de desordens climáticas. Nos próximos anos estima-se que a temperatura mundial pode suber em até dois graus. Isto pode transformar a Amazônia em deserto e o nordeste inabitável.

Os maiores entraves para um acordo são colocados pelos EUA e pela CHINA, os dois maiores emissores de gases para o efeito estufa. O egoismo pode matar a humanidade.

“Não sei, se não fizemos até agora, um anjo ou um sábio descerá e colocará na nossa cabeça a inteligência que faltou até agora”, afirmou Lula. “Todos nós poderíamos oferecer um pouco mais se tivéssemos assumido boa vontade nos últimos tempos.”

LAMENTÁVEL!!!!

6 Comentários

  1. Bom dia Padre.

    Eu estava esperando alguma manifestação pública sobre esse acontecimento lamentável, o senhor foi a primeira pessoa que vi que falou em claro e bom português oq aconteceu lá em Copenhague.

    Se me perdoa a palavra, é muito ridículo oq eles estão fazendo, eles governam, lideram povos, nessas horas esperamos que deles venham atitudes para melhorar, mudar. Isso mais parece um jogo de vaidades onde ninguem quer ser menos q ninguem, mas tb ninguem quer se comprometer demais.

    Ja esta tudo ai, é só abrir os olhos, as provas de que nosso consumo excessivo será catastrófico para a natureza e conseqüentemente para nós, esta ai.

    Penso nos nossos filhos e netos que viveram em um mundo muito mais difícil e escasso.

    Que Deus abençoe e abra a cabeça desses governantes e que algo realmente sério e de resultados saia de lá.

    Obrigada.

    Cristina Ramos.

  2. Eliane Fernandes

    Realmente falaram muito sobre a conferência e não se chegar a um consenso foi muito decepcionante muitos governantes agiram de forma equivocada e vai aqui o meu elogio ao presidente Lula que desde cedo tem se mostrado um grande lider com sensibilidade para as causas climáticas tão urgentes

  3. Pingback: Twitter Trackbacks for Conferência de Copenhague, na Dinamarca termina em FRUSTRAÇÃO « Padre Joãozinho, scj [cancaonova.com] on Topsy.com

  4. simone tropia

    Padre, sou professora de geografia e gosto muito de trabalhar na área do meio ambiente. Desde a Revolução Industrial, a substituiçao da mâo de obra humana pela máquina, o homem deixando de ter valor e não mesmo se respeitando, chegou a onde chegou. O desrespeio ao nosso planeta. a nossa morada, a mãe natureza. Fico triste diante disso, porque a ganância do homem é maior. Confesso que sou apaixonada pelo “Planeta Terra” e, estamos com os dias contados. Não que acredito nas teorias de fim do mundo, mas o próprio homem está levando a isso, e a natureza já está dando respostas. Também acho lamentável!

  5. Pingback: João Carlos Almeida

  6. Pingback: Amanda

  7. Pingback: ieda floss pedrotti

  8. Acho que será mesmo preciso que um anjo do céu venha ensinar este povo cabeça dura.

    Aliás, acho que Ele já veio !!!

    Não foi ???

    Pior ainda, depois do anjo veio o próprio Filho de Deus e este também foi desprezado e crucificado numa cruz, acho que os homens preferem mesmo é o inferno que este planeta se tornará dentro de poucos anos.

    Estes dizeres são literais, já que é assim que o efeito estufa tornará a superfície do planeta, insuportável.

    E não venham dizer que não foi por falta de aviso Divino ou humano, não sou sábio e nem anjo, mas eu posso dizer o que penso a este respeito a todos que conheço, se você também fizer o mesmo, quem sabe os americanos e os chineses deçam de seus pedestais e mudem de opinião.

    Na verdade eu acho que o reto do mundo tem que tomar a sua decisão e boicotar os americanos e os chineses, para quem irão vender seu produtos que geram poluição ?

    Como se faz um Boicote ?

    Naão compre mais nenhum produto que venha escrito.

    MADE IN CHINA OU MADE IN USA

    Seria possível isto, ou não ?

    Se não for! O mundo continuará seguindo seu curso previsível.

    Paz para todos.

  9. Pe Joãozinho,

    Concordo plenamente que é lamentável, que os maiores emissores
    de gases não tenham se conscientizado que estão no mesmo barco
    que o resto do planeta.

    A sua benção.

  10. Há muita coisa em jogo. Questões econômicas e políticas.
    Primeiro, definir o percentual de redução de emissão de gases pode ter um impacto econômico forte, pois muitas empresas não estão preparadas para energias alternativas e os custos da mudança serão altos. Um novo baque econômico seria muito problemático. No caso dos países em desenvolvimento (China, sobretudo), a industrialização do país está a pleno vapor e, como conseqüência, a emissão de gases é muito grande. A China já sabe que terá de usar fonte menos poluentes, mas um percentual significativo de redução terá um impacto alto no desenvolvimento econômico dos próximos anos, reduzindo inclusive o peso econômico e político da China nos próximos anos.
    Os países ricos concordaram em dar dinheiro. Eles querem, no entanto, saber para onde o dinheiro está indo. Parece um argumento razoável, acaso a história recente já tenha mostrado que algumas das intervenções e políticas do FMI e do Banco Mundial sacrificaram bastante o crescimento dos países terceiro mundistas.
    A China, por exemplo, não admite interferências. Não quer ninguém vigiando suas emissões (para manipular os dados, possivelmente, mas também para não perder poder). Uma série de outros países também reclamam de possíveis intervenções (Brasil inclusive).
    A sistemática de reuniões da ONU exige unanimidade, o que é praticamente impossível, num cenário desses, por um lado é bom, mas, por outro lado, entrava demais. É como exigir que uma eleição dê-se por unanimidade de votos. Nem mesmo a escolha do Papa, que é inspirada pelo Espírito Santo, dá-se por unanimidade!
    Os EUA já mostraram que dialogam, mas Obama, que não é o Messias (como parte da imprensa o pintou), também não faz milagres: ele tem sérios problemas para tratar. É preciso conter os republicanos que, amantes do petróleo, não dão valor a uma plataforma ambientalista, precisa aprovar a reforma do sistema de saúde, promessa de campanha e, por fim, precisa resolver o abacaxi da guerra no Afeganistão e no Iraque.
    A hipocrisia está no fato de que o dinheiro gasto com essa guerra é bem maior do que os 100 bilhões de dólares destinados ao meio ambiente.
    A discussão, no entanto, não está encerrada e novas rodadas ocorrerão. Tenhamos paciência, que o problema é grande mas os países não são estúpidos. Da mesma forma como contiveram os efeitos maiores da crise e adotarão medidas para regular e fortalecer o sistema financeira mundial, também negociarão melhor da próxima vez.
    Por fim, gostei do discurso de improviso de Lula. E olhe que nem gosto da política externa de Lula.

  11. Pingback: The Main Matter: Chaos in the World! | O Ser Profeta das Nações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.