Aí vai um trecho do livro que estou terminando de escrever hoje…

Estes dois irmãos, André e Pedro, acabaram dando a vida pela fé. Sabedores de que nem sempre haviam sido fiéis, pediram para serem crucificados de modo diferente de Jesus. Se Pedro foi nomeado primeiro papa, André poderia ser considerado o “Ministro das Relações Exteriores”, no governo de Jesus. Como podemos observar, as relações de fraternidade podem ser de grande ajuda em um grupo quando bem cultivadas. O segredo é exatamente este: cultivar as pessoas; ou seja, saber criar condições para que cada um seja como um grão de trigo jogado na terra. Depois de morrer para algumas dificuldades o resultado é um fruto maduro. Mesmo as sementes mais difíceis, cultivadas do jeito certo podem dar um fruto bom.

Pessoas como André, hábeis para fazer amigos e aproximar as pessoas, normalmente têm um defeito muito grave: a superficialidade nos relacionamentos. São espontâneas e logo no primeiro encontro deixam você à vontade como se fossem velhos amigos. Mas não estranhe se de repente esta pessoa simplesmente desaparecer ou, pior, deixar de comparecer a um compromisso importante. Foi o que aconteceu com André que simplesmente sumiu na hora da cruz.

Jesus soube como educar André. Foi o primeiro apóstolo que conheceu e o primeiro que chamou. Foi seu braço direito em muitas ocasiões. Era um sujeito extremamente disponível e capaz. Mas o Mestre não lhe deu a “chave do cofre” nem a gerência da empresa. Cuidado para não confiar todo o comando ao pessoal do marketing. Para educar as pessoas na sua dificuldade é preciso dosar o poder que você concede a cada um dentro do grupo. Normalmente as pessoas como André exercem grande influência. Conhecem muitas pessoas e têm uma imensa rede de contatos. Você pode se tornar refém destas pessoas. Saiba manter o comando.

O fim da vida de André nos mostra que ele realmente aprendeu a lição. Permaneceu com toda a sua habilidade de relacionamentos pregando sem medo da morte. Testemunhos antigos de Jerônimo, Bernardo e Cipriano atestam que antes de seu martírio enfrentou o governador Egéias durante o julgamento afirmando destemidamente que Deus era o supremo juiz. Foi condenado a ser crucificado, como Jesus. Os historiadores dizem que mesmo na morte ele permaneceu sereno e forte. Era só mudar o seu discurso e seria libertado. Mas a coerência falou mais alto. Conta-se que ele teria dito: “Ó cruz, extremamente bem-vinda e longamente esperada! De boa vontade e cheio de alegria eu venho a ti”.

12 Comentários

  1. Pingback: Twitter Trackbacks for APRENDEU A LIÇÃO DA PROFUNDIDADE [cancaonova.com] on Topsy.com

  2. Pingback: Pe. Joãozinho, SCJ

  3. Padre Joãozinho parabéns esse livro vai ajudar muita gente só esse trecho ja me empolgou para lêr imagina desde o começo, que dicernimento, parabéns.Abraços que a luz Divina continue lhe iluminando cada vez mais…

  4. Pingback: Carmem

  5. Pingback: Marcia Teixeira

  6. Patricia Rolo

    Boa tarde Pe.
    Ser um Lider Amoroso, requer muita sabedoria, uma delas é ser como Pedro, obesrvar muito e falar pouco.
    Agir na hora certa.
    Pedro teve seus atos falhos, pois era humano, mas soube ver em Jesus o HOMEM, que veio para Transformar DOR em AMOR.
    Não gosto de usar a palavra “Poder”, pois na verdade ninguem tem “Poder” sobre ninguem.
    Expressamos nossas opinioes…e estamos abertos a receber as negativas delas.
    Prefiro usar a palavra Compaixão, quem exerce Compaixão, não exerce o Poder. Compaixão foi o que Jesus nós ensinou a ter com todos.
    Portanto quem tem Compaixão carrega a Cruz de Cristo como Pedro.
    Sua Benção
    Patricia Rolo

  7. Pingback: Alice

  8. Boa Tarde padre!
    Uma pessoa capaz de se relacionar bem e com uma certa facilidade,as vezes não significa ser conhecedora de tudo. vejo que é na troca e na partilha,que td vai se intensificando.
    Tds nós, somos capazes de fazer algo que nos diferencia dos demais.
    Por isso está na palavra; Deus não escolhe os capacitados mas capacita os escolhidos,para que cada um possa desenvolver o seu lado intêligente e criativo tbn é preciso querer ,vejo que os dons precisam de chance para serem desenvolvidos pela pessoa.
    Infelizmente existem aqueles que por ocuparem um lugar mais previlegiados que os outros esquecem que quanto mais alto estiverem mais humilde terão que ser para que os outros seguindo o seu exemplo possam chegar tbm.
    Nada se constrói sozinho,é preciso assumir de verdade como um compromisso,porque uma fé sem obras ela é morta.
    Obrigada padre por nos dar este espaço da nossa fala,o Sr é lindo exemplo de Lider que precisamos aprender a ser.
    Uma semana abênçoada!
    Paz e bem!!

  9. Pingback: Alice

  10. Pingback: Amanda

  11. RT @padrejoaozinho: Nova postagem no blog:: APRENDEU A LIÇÃO DA PROFUNDIDADE http://bit.ly/bSro7l

  12. wagner souza

    Pe. Joãozinho, a paz, deus te abençoe!

    Sou catequista (crisma) da minha paróquia e gosto muito de falar da vida pessoal dos apóstolos, dos dícípulos e mártires. hoje mesmo eu escrevi sobre Tomé e vi que ele não era um medroso e sim um homem de muita coragem, pois foi ele que disse com bravura
    Jo 11. 16 “A isso Tomé, chamado Dídimo, disse aos seus condiscípulos: Vamos também nós, para morrermos com ele.”
    Era corajoso e incorajador. agora pergunto, eu vi o início do filme sobre Tomé e fiquei admirado com uma coisa que nunca tinha notado. Ele não estava naquele domingo da ressurreição com os outros dicípulos quando Jesus apareceu ressuscitado porque estava igual um louco andando por toda a região a procura do corpo de Jesus. ora, achava ele que os romanos ou os judeus o tivesse levado para um outro lugar mais seguro. eles (Judeus) tinham medo do corpo desaparecer e os dícípulos de Jesus saísem falando que Jesus tinha ressuscitado dos mortos. seria isso possível mesmo?

    Estou na cola deste teu livro!!!
    lance depressa!
    Paz e Bem!

  13. wagner souza

    Ai Pe. Joãozinho, mil desculpas pela palavra DEUS com a primeira letra minúscula.

    Um grande abraço!!!

  14. Simone Teixeira

    Pe. Joãozinho, por favor nos avise quando o livro for lançado. Pelo trecho acima, já deu uma grande vontade de conhecer o conteúdo com calma e profundidade.
    Pode ter a certeza de que estarei rezando de modo especial por você amanhã. Celebrar a vida é mais que comemorar, é perceber como Deus agiu em nós todo o tempo! Parabéns e hoje rezo por sua mãe e suas irmãs que também são mães.
    Com carinho, Simone.

  15. Boa noite padre
    Relações com profundidade são raridades, as pessoas se escondem por tras de supreficialidades, acho que quanto mais nos aprofundamos, mas nos comprometemos, e compromisso requer responsabilidade, as coisas vão ficando cada vez mais complicadas e num mundo sef service, as pessoas preferem deixar as coisas mais superficiais, menos comprometimento menas responsabilidade, uma falsa idéia de “menos sofrimento”. Sem profundidade perdemos o que a vida tem de melhor , os sentimentos profundos são os que realmente nos fazem felizes, mas não tenha dúvida, dão trabalho para serem cultivados, mas sem esforço, não vale a pena.
    “Quando se é Cristão não se para de lutar, até chegar ao céu…”

  16. Oi Padre!

    O Texto é incrível, qro logo ler esse livro, gosto muito dessas suas análises da vida usando o Evangelho, pois o sr. usa uma linguagem simples.

    Hoje é dia 10 de maio, meia noite e quarenta e oito!!!!! PARABÉNS PELO SEU ANIVERSÁRIO!

    Agradeço a Deus pela sua vida e por seu SIM a Jesus.
    Amo muito o sr., fico mto feliz por ter encontrado o sr. no meu caminho.
    O sr. é voz de Deus na minha vida, agradeço muito seu carinho e atenção…e por tudo que tenho aprendido com o sr., com suas aula, textos, músicas e tudo.
    Agradeço sua generosidade e suas orações.

    Que Deus ilumine seu caminho todos os dias. O sr. é um ótimo Padre, que conseguiu criar uma paróquia pela internet, isso não é feito para qq um.

    Carrego no meu coração seu abraço carinhoso de pai, poder conhecê-lo pessoalmente foi uma alegria gigante!!!

    Que Deus te ilumine e te conserve feliz por muitos e muitos anos, que Nossa Senhora te cubra todos os dias com seu amor.

    Parabéns, com todo meu carinho!

    Sua benção.

  17. FELIZ ANIVERSÁRIO, QUE ESSA DATA SE REPITA POR MUITOS E MUITOS ANOS ,SEMPRE COM MUITA SAÚDE E PAZ, COM AS BENÇÃOS DO PAI.
    HOJE DIA DAS MÃES ,LEMBREI MUITAS VEZES DO SEU ANVERSÁRIO, POIS QUANDO O SENHOR NASCEU ERA DIA DAS MÃES, QUE PRESENTE DE DEUS ,
    NESSE DIA!
    FELICIDADES
    UM ABRAÇO FRATERNO.
    LINDALVA.

  18. Pingback: mioco gomes

  19. É impressionante como o senhor é capaz de “traduzir” o evangelho em leitura extremamente prática, atual e bem humorada. Acredito que seja próprio de quem consegue encontrar no calvário a alegria de caminhar ao lado de Jesus.
    Parabéns pelo livro!

  20. Para reflexão:

    Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores.

    Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça:
    “ninguém é insubstituível” .

    A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.

    Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça.

    Ninguém ousa falar nada.

    De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:

    – Alguma pergunta?

    – Tenho sim.

    -E Beethoven ?

    – Como? – o encara o diretor confuso.

    – O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?

    Silêncio…..

    O funcionário fala então:

    – Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço
    e achei muito pertinente falar sobre isso.

    Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas,
    no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da
    organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no
    lugar.

    Quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank
    Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os
    Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein?
    Picasso? Zico? etc…

    Todos esses talentos marcaram a história fazendo o que gostam e o que
    sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto,
    são sim insubstituíveis.

    Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado
    para alguma coisa.

    Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e
    começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe focando
    no brilho de seus pontos fortes e não utilizando energia em reparar
    seus ‘erros/ deficiências’ .

    Ninguém lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo , se Picasso
    era instável , Caymmi preguiçoso( mania de sempre por baiano como preguiçoso..aff) , Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico …

    O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de
    arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus
    talentos.

    Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar sobre a equipe e
    voltar seus esforços em descobrir os pontos fortes de cada membro.
    Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

    Se seu gerente/coordenador , ainda está focado em ‘melhorar as
    fraquezas’ de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder/
    técnico, que barraria Garrincha por ter as pernas tortas, Albert
    Einstein por ter notas baixas na escola, Beethoven por ser surdo. E na
    gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.

    Portanto nunca esqueça: Você é um talento único… com toda certeza
    ninguém te substituirá!

    “Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo…, mas posso
    fazer alguma coisa. Por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer
    o pouco que posso.”

    “No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é…,
    e outras…, que vão te odiar pelo mesmo motivo…, acostume-se a
    isso…, com muita paz de espírito. ..”.
    É bom para refletir e se valorizar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.