Recentemente publiquei aqui no BLOG uma reação ao ataque de Israel a um barco turco de ajuda humanitária a Gaza, em águas internacionais. Aliás, o mundo inteiro reagiu perplexo. Recebi uma ampla resposta “do ponto de vista judeu” que publico em destaque:

Respondendo às perguntas do Padre Joãozinho:

Primeiramente gostaria de dar bom dia ao Padre Joãozinho e demais leitores. Vou responder os questionamentos feitos pelo Padre do ponto de vista judeu. O ponto de vista que jornais e TV omitem, até porque o Brasil tem assumido posições duvidosas no cenário internacional. Ademais, sempre houve ódio contra Israel e os judeus, porque, no fundo, ele é só o reflexo do ódio contra às leis do Eterno expressas no Tanakh (“antigo testamento”) que contrariam os preceitos fundamentais de duas religiões poderosas: Cristianismo e Islamismo.

As falas do nobre Padre estão entre aspas para facilitar a compreensão das respostas.

“Israel mata pessoas em águas internacionais e fala em ‘ação preventiva’. O que pensar?”

RESPOSTA: o Mashiach (Messias) ainda não veio, pois se já tivesse vindo, as guerras, a fome, a morte já teriam cessado, inclusive as hostilidades contra Israel, conforme escrito pelos Profetas. Veja o porquê em: http://retorne.wordpress.com/2…..os-judeus/

“O mundo reage de modo indignado.”

RESPOSTA: O mundo é hipócrita. Tem dois pesos e duas medidas. Enquanto os Hamaz e o Hezbolah estavam disparando mísseis diariamente contra civis israelenses, a ONU não fez nada, as nações cristãs não fizeram nada, ninguém fez “passeata”, nem “reclamou” para que isso parasse. Quando Israel disse basta! Construiu um muro para evitar atentados e guerreou contra seus inimigos. Imediatamente, Israel foi acusada de “desumana”, “nazista”, “ditatorial”, além das milhares de “passeatas humanitárias” que o mundo fez contra o “terror sionista”!

Ninguém reclamou do fato dos terroristas usarem crianças e outros civis como escudos humanos! Ninguém reclamou dos homens bombas, mulheres bomba e crianças bombas contra soldados! Só reclamaram contra o Direito de Israel de se defender!

Hipocrisia! É por isso que o mundo sempre reage indignado quando o assunto é Israel.

Quando a ONU fez a partilha de território em meados do séc. XX, Israel concordou com a formação do Estado palestino, mas todos os países vizinhos, ao invés de aceitar os termos da ONU, ressalte-se, TODOS, atiçados pelo Egito(mais uma vez o Egito), simplesmente declararam guerra simultaneamente para destruir Israel! Uma nação que tinha acabado de nascer.

Israel venceu e, como TODAS as nações do mundo que vencem guerras, Israel tomou para si áreas territoriais dos DERROTADOS. Mas, para Israel, de novo, tudo é diferente… Israel é a única nação do mundo que não pode apropriar-se de terras das nações derrotadas! Todos sempre fizeram isso e ninguém reclamou, mas para Israel, o peso da balança sempre é diferente! Para mim, isso é hipocrisia.

Recentemente, o Brasil, tão logo fez “negociações diplomáticas com o Irã”, enviou armas para o Irã usá-las contra Israel!! Ninguém noticiou! Governo brasileiro não disse nada e o Exército nem comentou o assunto. Veja: http://delrei.wordpress.com/20…..-e-israel/

O Mesmo Lula foi a Israel e negou-se a visitar o túmulo do fundador do Estado de Israel! Um insulto a Israel! O mesmo Lula foi ao Irã e criticou Israel e depositou flores no túmulo de um terrorista. O mesmo Lula tentou fazer um acordo Nuclear fajuto com o Irã que, trocando em miúdos, ainda permite o Irã a desenvolver a bomba Nuclear! O mesmo Lula mantém relações diplomáticas com Venezuela, Cuba e Coreia do Norte!

Lula é um hipócrita. Se ele quer paz entre Israel e Irã que tal ele impedir que armas brasileiras sejam enviadas para o Irã atacar Israel?

“Difícil amar Israel quando vemos atitudes arrogantes como esta. Parece terrorismo de Estado. Seria o terrorismo que assola Israel também pode ser considerado ‘ação preventiva’?”

RESPOSTA: Vocês já viram judeus explodindo estações de trem? Escolas? Claro que não. Vocês já viram judeus amarrando bombas no corpo para “varrer o povo X ou Y da face da terra”? Claro que não. Mas vocês já viram islâmicos fazendo tudo isso!! Já viram o presidente do Irã jurando inúmeras vezes “varrer Israel do Mapa”! Já viram o Hamaz e o Hezbolah jurando que não vão parar de atacar Israel enquanto houver um judeu vivo!! Certamente vocês já viram a bagunça que esse povo aprontou contra civis inocentes em Londres, Nova York, Berlim, Madrid e outros… e tudo isso com dinheiro do Irã! Mas o mundo inteiro, ao invés de criticar tais abusos contra os direitos humanos, só sabe criticar Israel que combate quem faz esses abusos!

Mundo hipócrita! Recentemente, um terrorista que já matou centenas de criancinhas em escola, foi morto nos Emirados Árabes por algum espião. O mundo acusou Israel de “nazista” (Acusou sem provas) de que foi Israel que matou o terrorista. Evidentemente, Israel adoraria ver aquele terrorista morto, basta ver a ficha do terrorista para entender o porquê.

A reação da Inglaterra foi expulsar o embaixador de Israel em “protesto”. Expulsou sem provas. E mesmo que fosse Israel, o correto seria agradecer Israel por eliminar um terrorista que matava civis no mundo inteiro, inclusive na Europa.

Que mundo é esse que se indigna contra alguém que mata um terrorista que explode bombas em escolinha de crianças, mas não se indigna quando há 50.000.000 de crianças menores de 10 anos escravizadas legalmente para finalidades sexuais em países árabes?

Que mundo é esse?! É um mundo, no mínimo, hipócrita.

Que mundo é esse que não se horroriza com a matança de milhares de cristãos no sul da África pela mão do Islã, mas chora pela morte de terroristas que explodem escolinhas e matam pais de família?! É um mundo hipócrita, com dois pesos e duas medidas, no mínimo!

“Pelo jeito a lógica do ‘dente por dente’ não funciona mesmo.”

RESPOSTA: Com certeza a lógica do ‘dente por dente’ não é o ideal. O ideal é o perdão, é a paz, é o amor ao próximo, a Tsedacá (caridade) para com todos. Coisas que seu Jesus aprendeu muito bem com os sábios judeus. Esse é o ideal. Mas até sua “caridosa Igreja” partiu para as CRUZADAS quando os mulçumanos saquearam cidades cristãs e prometeram invadir Roma… Vocês se defenderam no “olho por olho, dente por dente”, mesmo não sendo o ideal. Mas era o possível e o necessário a ser feito naquele momento. Mas, de novo, só Israel que não pode se defender…

“E pensar que este pequeno Estado possui armas atômicas…”

RESPOSTA: Possui armas nucleares sim e muitas outras que vocês não fazem ideia. Nós, judeus, somos apenas 0,2% da população mundial, mas 33% dos prêmios nóbeis da ciência são nossos! E somos o povo que mais investe em educação e ciência do planeta. Não somos melhores, nem piores que outros povos. Mas com certeza nos esforçamos muito para isso.

Gostaríamos que o Messias já tivesse vindo e que as armas, a guerra e a violência fossem completamente desnecessários conforme os profetas prometeram. Mas enquanto isso não acontece, temos que nos defender dos hipócritas que não nos ajudam e ainda apoiam nossos inimigos para que nos destruam.

Israel tem armas atômicas e muitas outras. Mas Israel já fez terrorismo contra alguma Igreja Cristã? Alguma Mesquita? Alguma escolinha de crianças? Não! Israel não suja as mãos com isso.

Vocês não têm notícias de judeus matando inocentes. Salvo na guerra, claro, ainda mais quando os inimigos usam inocentes para servir de homens bombas e escudos humanos… Aí fica difícil para qualquer exército.

Mas notícias de islâmicos fanáticos matado inocentes vocês têm, e ninguém protesta! A culpa é sempre de Israel. Vocês deviam temer o Irã. Já imaginou quando ele tiver armas nucleares? Uma coisa é explodir 50kg de dinamite no metrô de Londres, outra coisa é explodir um artefato nuclear! E o governo do Irã, infelizmente, abastece os terroristas com armas que, além de matar inocentes no mundo inteiro, atrasa a vinda do Mashiach para o fim definitivo da guerra, morte, pestes e doenças em nosso mundo.

Bom dia para todos e ótimo feriado de Pentecostes para vocês!

Sebastião Fabiano Pinto Marques é filósofo, poeta e escritor membro da Academia de Letras de São João del-Rei, MG. É defensor da restauração da Monarquia Parlamentarista no Brasil e dos direitos sucessórios de S.A.I.R Dom Luiz de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil e herdeiro de Dom Pedro II, o último Imperador.

http://delrei.wordpress.com

sebastiaofpmarques@gmail.com

IP 189.53.112.7

3 Comentários

  1. Pingback: Pe. Joãozinho, SCJ

  2. Pingback: anna

  3. Pingback: Amanda

  4. Pingback: Twitter Trackbacks for Nova postagem no blog:: Resposta "do ponto de vista judeu" [cancaonova.com] on Topsy.com

  5. Pingback: mioco gomes

  6. Sua benção Pde.
    Olha, tirando a visão que ele tem da vinda do Messias e de sua preferência pela monarquia parlamentarista no Brasil, eu bem que concordo com ele. Claro que ódio atrai mais ódio, mas do meu ponto de vista, Israel tenta se defender desde que foi fundada. Tenho amigos islâmicos e judeus e aqui no Brasil eles até que se entendem, mas não estamos na pele de um povo que vive cercado por terroristas e constantemente atacados por eles para os condenarmos. O contexto dos povos deve ser levado em consideração, e essa é uma rixa que vem desde Ismael e Isac… é muito ódio para se focar em apenas um incidente.
    Tenho medo do líder iraniano, o qual o Presidente apoia em enriquecimento nuclear, não concordo com o ponto de vista do Brasil nesse caso. O que será que esse líder fará com uma arma nuclear?
    Enfim, o que podemos fazer é orar pela paz no Oriente Médio. Para que o perdão tome conta do coração das pessoas certas e que então se comece um verdadeiro e justo diálogo em direção a paz. Por enquanto, ainda acho tudo muito unilateral.
    Que o Senhor de toda a sabedoria e paz, Jesus, abençoe a todos.

  7. Sergio Souza

    Realmente o mundo é bem estranho: Que o diga o Acordo Haavara e o Irgun…

    Enquanto as duas partes estiverem querendo destruir um ao outro será impossível que haja paz naquelas terras. Felizmente para seu povo, e graças aos “generosos” americanos, Israel se sobressai na região. Até quando? Não sabemos, mas a tendência é piorar e piorar…

    Feliz dia de Corpus Christ a todos!

  8. Fausto Ramos

    O povo judeu tem todo o direito de se defender, como qualquer outro, mas ele está muito longe de ser fraco, indefeso, ou oprimido, como alguns o pintam por aí. Experimente, meu caro Sebastião, usar as palavras-chave “judeus”, “poder” e “dinheiro” no GOOGLE por exemplo. Depois repita a busca trocando “judeus” por “católicos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.