Fico feliz em perceber que meu amigo Dalvimar Gallo está de volta após atravessar a noite escura. Deus deposita no coração de algumas frágeis pessoas grandes inspirações. Impossível não reconhecer o significado das composições do Dalvi para a música católica. Faço questão de divulgar em alto e bom som o seu retorno.

Josenir Morais Santana era pároco da igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
FORTALEZA, terça-feira, 26 de outubro de 2010 (ZENIT.org) – Foi encontrado morto em seu automóvel, na madrugada dessa segunda-feira, no km 77 da BR 222, em São Luís do Curu (77 quilômetros de Fortaleza, nordeste do Brasil), o padre Josenir Morais Santana, 48, pároco da igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.O sacerdote morreu em decorrência de um disparo de arma de fogo, quando trafegava em seu automóvel, após participar de uma festa na cidade de São Luiz do Curu. A bala penetrou as costas do padre e atingiu o coração.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH) e pela Unidade de Segurança Integrada (USI) de São Gonçalo do Amarante. Segundo a polícia, ainda não há suspeitas do crime.

Em nota, a arquidiocese de Fortaleza informa que padre Josenir foi ordenado sacerdote em 1995. “Conhecido por sua simplicidade”, destacava-se por “seu empenho sacerdotal, seu dinamismo e criatividade”.

O corpo do sacerdote foi velado na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro durante a noite e sepultado na manhã desta terça-feira.