Pecados Capitais: Orgulho e soberba são a mesma coisa?

Por no dia mar 26th, 2012 sobre Espiritualidade, Formacao, Quaresma.

Queridos irmãos, Deus tem um plano para nós, que inclui felicidade e salvação. O Pecado é quando éramos o alvo em nossa vida e pagamos o preço, ou seja, as conseqüências de nossas escolhas erradas. Mas é possível reconhecer que erramos e começarmos tudo de novo e refazer a sua caminhada. Deus sempre nos espera de braços abertos como o pai do filho pródigo (cf. Lc 15, 11-32). Refletir sobre o pecado e suas conseqüências em nossas vidas pode muito nos ajudar a entender melhor e fugir deles, Medite a Palavra de Deus pra você hoje e vamos para mais um exercício espiritual, refletir sobre o pecado do Orgulho ou Soberba:

A soberba ou orgulho

A soberba é o pior de todos os pecados capitais. É o que levou os anjos maus a se rebelarem contra Deus, e levou Adão e Eva à desobediência e ao pecado original. Alguém disse que o orgulho é tão enraizado em nós, por causa do pecado original, que “só morre meia hora depois do dono”. Por outro lado, por ser o oposto da soberba, a humildade é grande virtude, a que mais caracterizou o próprio Jesus, “manso e humilde de coração” (Mt 11,29), e também marcou a vida de Maria, “a serva do Senhor” (Lc 1, 38), José, e todos os santos da Igreja.

São Vicente de Paulo ensinava seus filhos que o demônio não pode nada contra uma alma humilde, uma vez que sendo ele soberbo, não sabe se defender contra a humildade. Por isso, com esta arma ele foi vencido por Jesus, Maria, José, S. Miguel e os santos. A soberba consiste na pessoa sentir-se como se fosse a “fonte” dos seus próprios bens materiais e espirituais. Acha-se cheia de si mesma, e se esquece de que tudo vem de Deus e é dom do alto, como disse São Tiago: “Toda dádiva boa e todo dom perfeito vêm de cima: descem do Pai  das luzes” (Tg 1,17).

O soberbo se esquece que é uma simples criatura, que saiu do nada pelo amor e chamado de Deus, e que, portanto, Dele depende em tudo. Como disse Santa Catarina de Sena, ele “rouba a glória de Deus”, pois quer para si as homenagens e os aplausos que pertencem só a Deus. São Paulo lembra aos coríntios que: “nossa capacidade vem de Deus” (2 Cor 3,5). Aos romanos ele disse: “Não façam de si próprios uma opinião maior do que convém, mas um conceito razoavelmente modesto” (Rm 12,3). “Não vos deixeis levar pelo gosto das grandezas; afeiçoai-vos com as coisas modestas. Não sejais sábios aos vossos próprios olhos” (Rm 12,16). Aos gálatas, Paulo diz: “Quem pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo” (Gl 6, 3). A soberba tem muitos filhos: orgulho, vaidade, vanglória, arrogância, prepotência, presunção, auto-suficiência, amor próprio, exibicionismo, egocentrismo, egolatria, etc.

Podemos dizer que a soberba é a “cultura do ego”. Você já reparou quantas vezes por dia dizemos a palavra eu? Eu vou, eu acho, eu penso que…, mas eu prefiro…, etc. A luta do cristão é para que essa “força” puxe-o para Deus, e não para o ego. Jesus, nosso Modelo, disse: “Não busco a minha glória”. (Jo 8,50). São Paulo insistia no mesmo ponto: “É porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar os homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Deus” (Gl 1,10).

A soberba é o oposto da humildade. Essa palavra vem de “húmus”, aquilo que se acha na terra, pó. O humilde, é aquele que reconhece o seu “nada”, embora seja a mais bela obra de Deus sobre a terra, a sua glória, como dizia santo Irineu, já no século II. São Leão Magno, Papa e doutor da Igreja, no século V, disse que: “Toda a vitória do Salvador  dominando o demônio e o mundo, foi iniciada na humildade e consumada na humildade!”.

Adão e Eva, sendo criaturas, quiseram “ser como deuses” (Gen 3,5); Jesus, sendo Deus, fez-se criatura. Da manjedoura à cruz do Calvário, toda a vida de Jesus foi vivida na humildade e na humilhação. Por isso Jesus afirmou que no Reino de Deus os últimos serão os primeiros e quem se exaltar será humilhado. Façamos como santa Teresinha que procurava o último lugar…

Disse Jesus: “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”. Mt 11,28.


Jesus já nos deu a receita para vencermos o orgulho e a soberba a virtude da HUMILDADE.

Como você acolhe as oportunidades de ser humilde em sua vida? Clique em comentários e diga como vencer o pecado do orgulho.

Oração Diante das Tentações

Mãe querida acolhe-me em teu regaço, cobre-me com teu manto protetor e, com esse doce carinho que tens por teus filhos afasta de mim as ciladas do inimigo, e intercede intensamente para impedir que suas astúcias me façam cair. A ti me confio e em tua intercessão espero. Enchei o meu coração das virtudes da humildade e mansidão, que são qualidades que a senhora imprimiu no Teu filho Jeus Cristo. Amém.

Clique em comentário e diga como você vence o orgulho no dia-a-dia? Seus pedidos de orações.

Conte com as minhas orações.

Padre Luizinho, Com. Canção Nova.
Diretor Espiritual e Formador no Pré-discípulado.

Clique aqui Veja a série dos Pecados Capitais: IRA / Inveja / Gula / Luxúria

One Response to “Pecados Capitais: Orgulho e soberba são a mesma coisa?”

  1. Stefannia Sena Sant´Anna says:

    Padre Luizinho que texto bonito sobre a humildade. Obrigada mesmo, de verdade, é a virtude que mais desejo, com ela virão todas as demais, tenho certeza. O senhor pediu pra dizer como faço pra alcançar a virtude da humildade, bom, uma das coisas é ter que admitir que não sou onisciênte, onipotente…enfim, eu não sou Deus! só poderei sê-lo por participação graças a Jesus Cristo. Mas concretamente preciso olhar com verdade para meu dia-a-dia e ver onde meu orgulho doi, é exatamente aí que está minha cura. Por exemplo: se percebo que pretendo parecer forte por ogulho então por penitência conto pro monte de gente minhas fraquezas, rss. Se percebo que parece humilhação sair de chinelos velhos pode esperar que vou sair com eles..rss. É assim, na ferida está justamente minha cura…aqui lembro-me sempre de Santa Margarida de Cortona, ela amarrou uma corda no pescoço, pediu alguém pra puxar pela cidade a fora e gritava seus pecados pra todo mundo ouvir, rss, li a vida dela na minha adolescência. ainda não amarrei a corda no pescoço não mas as vezes acho que sou teimosa e cabeça dura como uma jumenta, ainda bem que sei quem me guia com o cabresto, rss, JESUS CRISTO NÉ PADRE! CLARO, EU É QUE SOU A JUMENTINHA DE JERUSALÉM, RSS. Beijão Padre querido.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.