Adoração Eucarística Pela Santificação dos Sacerdotes

Por no dia mar 29th, 2012 sobre Adoração ao Santíssimo, Espiritualidade, Quaresma.

Para viver a Quaresma eucarística, nosso Retiro se une às Pequenas Missionárias de Maria Imaculada, congregação genuinamente brasileira, fundada há 75 anos pela serva de Deus Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico, que está em processo de beatificação e aprendeu a santificar cada instante de sua vida através da adoração contemplativa de Jesus eucarístico, estando aos pés do Senhor, muitas horas de dia e de noite, em silenciosa atitude adorante do “mistério do pão”, alimento e vida da humanidade.

A respeito da adoração do Santíssimo Sacramento Exposto, Madre Teresa diz: “Não desperdicemos essa hora de bênção, não esquecendo que essa hora será um reforço de graças sobre a Igreja, sobre toda a humanidade, se soubermos ser fervorosos, integrando-nos com a oração de Jesus, fundindo nossa personalidade com a Dele. Para isso, despertemos em nós o sentimento da dignidade do ato que vamos praticar, dediquemos a essa hora de adoração uma grande estima e entusiasmo. A Santa Missa e a adoração! São os dois grandes momentos de nossa vida cristã”.

Durante a Quaresma, ofereceremos uma adoração eucarística por semana pela santificação do clero e aumento das vocações sacerdotais. Trata-se de uma urgência de nosso tempo, e as Pequenas Missionárias de Maria Imaculada aprenderam com Madre Teresa a se imolarem pelas vocações sacerdotais. Rezaremos com Madre Teresa e do jeito que a serva de Deus rezou, com vigor e afeto, linguagem de intimidade e força!

ADORAÇÃO AO SS. SACRAMENTO PELA SANTIFICAÇÃO DO CLERO E AUMENTO DAS VOCAÇÕES SACERDOTAIS.

Jesus, eis a Teus pés a Tua pequenina hóstia, que vem passar Contigouma hora de amor, de intimidade.Adoro-Te, ó Jesus, hóstia santa e pura; Jesus, vítima eucarística.aniquilada sobre o altar.Adoro-Te e uno-me às Tuas adorações, aos Teus aniquilamentos, com que cultuas a Santíssima Trindade.Ó Jesus, só Tu és o adorador por excelência. Só a Tua adoração é digna da Divindade, porque é a adoração de um Deus; Senhor, unindo-me a Ti, adoro Contigo e por Ti.

Ó Trindade Santa, ofereço-Vos o culto infinito que Vos presta Jesus Hóstia, aniquilado sobre o altar. Só Vós sois santíssimo, perfeitíssimo, imutável. Trindade Santa, com Jesus e por Jesus eu Vos adoro infinitamente, por mim, por todas as almas que estão sobre a terra, especialmente em nome das almas sacerdotais.

Ó Jesus, uno-me aos Teus aniquilamentos, Contigo e por Ti consinto em ser despojada de tudo e de mim mesma, esquecida, desprezada, sacrificada, reduzida a nada por Teu amor. Aniquilo-me, perco-me em Ti mesmo.

Ó Jesus abdico tudo que sou e tenho: sensibilidade, afetos e vontade própria, juízo próprio, tudo ofereço como holocausto, unido ao Teu aniquilamento eucarístico, sacrifício de adoração ao Deus três vezes santo.

Ó Jesus faze que muitas almas, principalmente as almas sacerdotais, compreendam e realizem essa sublime doutrina da união Contigo sobre o altar. Faze-os compreender que o sacerdote é também vítima Contigo e que eles sintam a imperiosa necessidade de perder-se em Ti, de fundir sua personalidade na Tua, de não viver mais sua vida própria, mas a Tua.

Ó Jesus, que eles sejam outros Cristos, irradiando a Tua Pessoa, transbordando a Tua vida sobre as almas, e assim glorificando Contigo e por Ti o Pai Celeste. Ó Jesus, faze que eles sejam um Contigo, como Tu és um com o Pai que está no céu.

E quando todas as almas sacerdotais que estão sobre a terra assim estiverem transfiguradas em Ti, o Teu reino terá vindo a nós, Tu serás rei em todos os lares, em todos os corações… Ó meu Jesus, aniquilado sobre o Altar, eu Te peço, lança sobre cada alma sacerdotal, que neste momento existe, um olhar de amor e de misericórdia, achega-as mais a Ti, dá-lhes uma luz mais viva à inteligência, para que melhor Te conheçam; incendeia-lhes o coração em fogo mais ardente, para que melhor Te amem; revela-lhes Teus desejos infinitos, revela-lhes a Tua vida eucarística, Jesus!

Recomendo-Te especialmente… (nomear particularmente os sacerdotes por quem se quer orar; entreter-se com Jesus sobre cada um deles). Ó Jesus, a Tua hostiazinha está unida Contigo. Ela sente e adivinha as pulsações do Teu coração… Eu senti que o Teu coração pulsou de alegria ao contemplar uma infinidade de almas sacerdotais, santas e ardorosas.

Mas ao mesmo tempo, senti também que Teu coração se confrangeu ao deparar com algumas tíbias, algumas infiéis… Jesus, meu rei, meu amor, hóstia santa e imaculada, Tu és o reparador por excelência… Só Tu, Jesus, vítima expiatória, podes oferecer ao Pai celeste as satisfações infinitas de que és digno, pela ingratidão e infidelidade de alguns dos Teus ungidos. Jesus eu me uno a Ti. Aí sobre o altar estás imolado e sacrificado, mas de maneira incruenta; não podes mais sofrer para espiar tão negras traições, aquelas que mais feriram o Teu coração divino…

Jesus toma a minha humanidade… Aqui me tens, posso oferecer-Te para o sacrifício expiatório meu corpo, minha alma, meu coração, meu espírito. Tudo é Teu. Toma e imola como Te aprouver, une às Tuas expiações eucarísticas e oferece-as ao Pai como reparação pelas apostasias e traições de alguns que não Te souberam amar.

Dá-me somente, Jesus, Tua graça, Tua força, Teu amor, e faze-me sofrer, vitimazinha expiatória pelos Teus sacerdotes transviados, para que eles voltem ao aprisco da Santa Igreja e reconduzam consigo as pobres ovelhinhas que seus maus exemplos tresmalharam.

Pai celeste, olhai nesta mísera hostiazinha que a Vós se oferece o Vosso doce Unigênito sacrificado e, por ele, perdoai, esquecei, redimi. Jesus, eu Te peço também pelos que são tíbios, pelos que estão prestes a cair, pelos que são fracos para resistir às seduções do mundo.

Jesus fortalece-os, afervora-os, conserva-os dentro do Teu coração. Aceita Jesus, pela Tua doce misericórdia, a oblação de toda minha vida unida às Tuas expiações eucarísticas pelos Teus sacerdotes, para que sejam santos e imaculados em Tua presença, na caridade. Jesus, do alto do Teu trono eucarístico, eu ouço cair como uma bênção sobre a terra a Tua divina palavra: “A messe é abundante, os operários são poucos; rogai ao Pai celeste que mande operários à sua seara”.

Senhor, só Tu és o grande suplicante, cuja voz abre os tesouros da divindade e os faz descer sobre a terra miserável. Só Tua súplica é meritória, só por Ti podemos chegar ao Pai e pedir o pão de nossas almas. Só Tu, Jesus, podes alcançar do Pai e do Espírito Santo que o fogo se espalhe sobre a terra…

Jesus, Tua hostiazinha une à Tua grande voz, que ora e suplica, a sua pequena voz ínfima e miserável e assim unida oferece-a ao Pai… Senhor três vezes Santo, trindade adorável, ouvi a voz de Jesus Eucaristia e por Ele atendei aos nossos rogos, multiplicai as vocações sobre a terra, tende piedade das almas famintas do pão da verdade, das ovelhas perdidas que esperam o Bom Pastor que as reconduza ao aprisco.

Falai ao coração da nossa mocidade, chamai, chamai muitas, muitíssimas almas para a vocação do sacerdócio. Dai-lhes perseverança, amor e energia para responder ao Vosso chamado. Olhai, Senhor, para os Vossos seminários. Vede essa plêiade de corações puros que se preparam para o apostolado…

Ó Jesus, vive desde já em suas almas, transfigura-os, prepara-os para o apostolado, habitua-os ao sacrifício, ao zelo, à dedicação. Forma-os Tu mesmo segundo o Teu Coração, faze-os santos, almas sedentas de Ti e do Teu amor. Jesus reina nos Teus seminários! Faze que sejam eles jardins de piedade e de vida interior. Que neles não fiquem os que não foram por Ti chamados, mas que nenhum deserte das sagradas fileiras por covardia ou desamor.

Faze Jesus, daqueles que devem formar os sacerdotes, dos Teus bispos, dos reitores, de todos os que exercem influência sobre essa falange promissora de almas sacerdotais, modelos vivos de santidade, luzeiros ardentes de sabedoria, prudência e santo amor.

Senhor, eu Te recomendo… (nomear as pessoas para as quais desejamos a vocação sacerdotal ou que, já a tendo, se preparam para realizá-la). Jesus, a Tua voz, a Tua súplica é onipotente… Eu sinto, eu creio, que a minha pobre oração de criaturinha miserável, unida a Ti, penetra os céus, e faz descer sobre a terra, durante esta hora de amor eucarístico, uma multidão de bênçãos e graças de renovação para o mundo.

Ó Santíssima Trindade, como é grande a Vossa misericórdia, como é suave a Vossa bondade! Os Vossos tabernáculos são a escada mística de Jacó, pela qual sobem seguramente ao céu os nossos desejos e descem as Vossas divinas liberalidades. Pai Celeste, quem poderá Vos agradecer condignamente? Como retribuir eu, vermezinho da terra, a infinidade dos Vossos dons?

Hóstia divina, Eucaristia santa, Tu és a ação de graças. Só Tu, Divino Prisioneiro dos Altares, ofereces à Trindade Santa o incenso de um perfeito agradecimento. Jesus, eu me apodero das Tuas ações de graças sobre o altar, e por elas, ó prodígio, dou a Deus, em retribuição aos Seus dons, um Dom igual a Deus…

Senhor dou-Vos tudo Vos dando o meu Jesus Eucaristia. O ser, a vida, a graça, a adoção divina, os sacramentos, a proteção de Maria, os exemplos dos santos, e, resumindo tudo, o sacerdócio – eis algumas das maravilhas com que nos enriquecestes. Em nome da humanidade toda, ó Trindade Augustíssima, eu Vos ofereço, em Jesus e por Jesus, o sacrifício de ação de graças.

E agora, Jesus, meu doce Jesus, eis que termina a hora que devo passar a Teus pés. Jesus, eu Te amo. Quisera permanecer aqui, abismada em Tua presença num ato profundíssimo de amor. Jesus devo ausentar-me… Infunde em minha alma novo alento, dá-me uma sede ardente do Teu amor, do sacrifício, da imolação.

Que eu parta para os meus deveres, para o meu apostolado externo, não já eu mesma, mas transformada em Ti, uma especiezinha sacramental atrás da qual Tu só vivas, Tu só Te ocultes, para atrair as almas e acorrentá-las ao amor. Vamos, pois, Jesus, eu fico Contigo e Tu vais comigo para o trabalho, para o sacrifício, para sofrer, para morrer pelo Teu reino, pelos Teus sacerdotes, pelo Teu amor.

Maria Imaculada, virgem sacerdotal, recolhe em teu coração puríssimo as minhas súplicas e modela-me tu mesma, segundo a imagem do teu e meu Jesus! Amém.

Graças e louvores se deem a todo o momento ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento!

Da “Caderneta de Orações” – texto de Madre Maria Teresa de Jesus Eucarístico. As pessoas devotas de Madre Teresa podem implorar graças especiais de Deus pedindo a sua intercessão. Para conhecê-la melhor, visite o site www.pequenasmissionarias.org.br.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.