Posts Tagged ‘Palavra de Deus’

A Palavra de Deus tem poder de ressuscitar a nossa vida!

segunda-feira, setembro 5th, 2011

Meu Deus que potência é a fé dos pais para os filhos. É uma verdadeira potência a fé e o testemunho dos pais para os filhos. Meu Deus que alicerce e força. A fé, o testemunho e a vida dos pais é a melhor metodologia, a melhor maneira para educar, para criar os filhos. Nesta cultura de hoje sem valores e sem referências seguras e verdadeiras para os nossos jovens. Olha a fé desta mulher mãe e “pagã”:

Uma mulher Cananéia, vinda daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem compaixão de mim: minha filha é cruelmente atormentada por um demônio!” Ele não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”. Ele tomou a palavra: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”. Mas a mulher veio prostrar-se diante de Jesus e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!” Ele lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”. Ela insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” Diante disso, Jesus respondeu: “Mulher, grande é tua fé! Como queres te seja feito!” E a partir daquela hora, sua filha ficou curada (Mt 15,22-28).

A Palavra de Deus precisa orientar toda a nossa vida, alimentar a nossa fé, nossa atitude e principalmente nossas escolhas. Ela nos leva ao verdadeiro conhecimento de Deus e dos valores morais, humanos e espirituais para nossa vida, felicidade e salvação. Deus quer nos falar para nossa vida e nossa história, o poder de ressuscitar aquilo que esta morto, frio ou o perdão e a reconciliação que pode transformar o nosso futuro, dar um novo rumo, um novo sentido para nossa existência.

“Com efeito, os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis. Outrora, vós fostes desobedientes a Deus, mas agora alcançastes misericórdia” (cf.Rm 11,29).

Esta Palavra de Deus me proporcionou a maior e mais forte experiência da minha vida, que mudou a minha história e definiu a minha vocação,  tudo aquilo que eu vivo e quero viver hoje. A experiência do perdão e da reconciliação com o meu pai, comigo mesmo e com Deus ressuscitou a minha vida. Eu vivia um grande vazio e em constantes depressões, que poderia ter custado a minha vida, mas através Dela eu conheci Àquele que deu a vida por mim e me ama sem limites: Jesus Cristo a Palavra encarnada.

Não há limites para a Palavra de Deus e sua ação. A leitura, a meditação e a oração com a Bíblia, com um versículo, um capitulo, um Salmo pode hoje transformar a sua história como transformou e tem transformado a minha e a vida de muita gente. O que hoje precisa ser transformado, ressuscitado em sua vida?

“Lâmpada para meus passos é tua palavra e luz no meu caminho” (cf. Salmo 119, 105).

Clique e Reze A Quaresma de São Miguel Arcanjo

Eu sou o resultado e o testemunho da poderosa ação da Palavra de Deus na vida da Igreja. Deixe em comentários sua opinião e seus pedidos de orações.

Quer conhecer o poder da Palavra? Escute na integra o Podcast:

Minha benção fraterna.

Padre Luizinho, Com Canção Nova.
twitter.com/padreluizinho

Quais são os perigos da superficialidade?

quarta-feira, agosto 31st, 2011

Lendo o Evangelho da Samaritana Jo 4, 5-15. 19-26. 39-42 o Senhor me levou a fazer uma reflexão sobre os perigos de ser uma pessoa superficial. Os exercícios espirituais da Oração, do Jejum e da Caridade, o estudo da Palavra de Deus, a Eucaristia celebrada e adorada são  itinerários para a profundidade da vida interior e no Batismo nascer para uma Vida Nova. A Palavra de Deus é fonte da Verdade, da profundidade e nos liberta da superficialidade.

Jesus leva a Samaritana ao conhecimento de si mesma, ela não se conhecia. Que caminho que Jesus faz com essa mulher? O caminho da vida interior, Ele a leva para dentro de si mesma. A Samaritana estava infelizmente vivendo na superfície, na superfície dos cinco maridos, na superfície do pecado, do preconceito, além dela ser samaritana ela era mulher. Por isso que ela vai ao poço buscar água ao meio dia, ninguém ia buscar água ao meio dia, no horário em que o sol esta a pino. Ela buscava água neste horário para evitar as consequências de ser o que ela era. Primeira coisa que Jesus faz pedir-lhe água. A iniciativa sempre é de Deus, nós pensamos quando estamos bem que tomamos a iniciativa de buscar o Senhor de fazer algo de extraordinário, ilusão a iniciativa é sempre de Deus. Primeira grande lição, Jesus levou aquela mulher a profundidade.

Existe uma tendência que nos atrapalha muito a superficialidade. Quando ficamos na superficialidade não descobrimos nada, ficamos na ilusão, na mentira. Viver na superficialidade é como ser uma taça de cristal, frágil que a qualquer momento pode ser quebrada. É melhor ir ao profundo do barro, da lama do que viver essa tensão da possibilidade de a qualquer momento ser quebrado. Jesus levou essa mulher a sair da superficialidade, vem comigo, vamos entrar! Ele a levou ao conhecimento de si mesma, vem vou te levar para si conhecer, você vai se conhecer agora. E ao se conhecer profundamente, ao tomar consciência do seu pecado, Jesus a arrancou do pecado levando-a a consciência dele. Foi isso que encantou aquela mulher. Ela que estava dividida pelo pecado, porque não dizer destruída pelo pecado e, além disso, acomodada em sua “vidinha”. Esse é outro fruto da superficialidade, nos acomodamos com qualquer coisa que nos oferecem.

Qualquer coisinha que te oferecem você aceita e diz que está bom, qualquer docinho, qualquer gostinho. Ela já tinha tido cinco maridos e o que tinha agora não era seu, se acostumou se acomodou a qualquer migalha que lhe ofereciam. Além de ela ser separada porque havia uma divisão neste povo, era excluída. Você é uma pessoa superficial? E a primeira superficialidade que temos de vencer é em relação ao conhecimento de si mesmo. Lutamos para não descobrir a nossa própria verdade, colocamos panos quentes, tapamos o sol com a peneira, há um grande medo de descobrir verdadeiramente o que somos. Há uma grande graça em descobrir aquilo que se é, mesmo que essa descoberta não seja agradável, quando eu sei quem sou tenho muito mais segurança em agir e minha palavra e ação tem mais credito, mais força.

A superficialidade é o suporte da mentira. Preciso descobrir toda a verdade sobre mim mesmo, preciso descobrir o que o pecado fez em mim. Quando tomo essa consciência começa a acontecer à libertação, começa a acontecer o mistério da salvação eu começo a nascer de novo. Não tenha medo de descobrir a sua verdade, de entrar em si, e ao descobrir a sua verdade você encontrará com Jesus porque Ele esta lá: conhecereis a verdade e a verdade vos tornará homens livres (cf. João 8,32). Quando você toca na sua verdade mesmo que ela te entristeça você encontra Jesus, encontra o Senhor, encontra a salvação e ai vem pra fora com força, você nasce de verdade. Agora se eu vivo na superficialidade não tenho coragem de tocar na minha verdade, eu vou sustentando mentiras pequenas e grandes sobre mim mesmo. E o pior vou usando mascaras para sustentar minhas mentiras. A Samaritana já tinha usado cinco para conquistar cinco amores e o que ela estava agora sustentada por uma outra mascara não era o dela. Eu não preciso sustentar aquilo que eu não sou, preciso sustentar aquilo que eu sou e é aqui que o Senhor me fará nascer de novo.

O encontro verdadeiro com Deus é aquele que faz eu me encontrar comigo mesmo, se eu digo que encontrei o Senhor, mas não me encontrei esse encontro não é verdadeiro. Por isso, o Senhor quer que vençamos duas coisas: a superficialidade do conhecimento de si e a superficialidade do conhecimento de Deus. Talvez Deus esteja falando a verdade para você há muito tempo, mas você não esta aceitando. Não concorda, porque não é o que te agrada. O que é o batismo? É morrer, morrer com Cristo mergulhar na morte de Jesus e levantar ressuscitado com Ele. É essa experiência do batismo, é preciso morrer para se encontrar. Essa mulher morreu, perdeu tudo que parecia verdadeiro naquele momento, mas ao mesmo tempo encontrou O Tudo, ai ela pode ter uma Nova Vida. Não precisava sustentar mais mentira nenhuma e nem ir àquele poço buscar água que não matava a sua sede. Fugindo das pessoas, do contato, porque qualquer pessoa podia quebrá-la a qualquer momento, pois é essa a tensão que vive a pessoa superficial. O medo de alguém tocá-la mais fundo e se quebrar por inteira, quando somos superficiais temos medo dos relacionamentos profundos.

E o pior começa a fugir do contato com os outros, do encontro com Deus também, pois quem encontra com Deus encontra a sua verdade. Não tenha medo, só seremos livres quando encontrarmos a nossa verdade qualquer que seja ela, porque é Deus quem vai transformá-la. Você é uma pessoa superficial no relacionamento consigo mesmo, no relacionamento com Deus e no relacionamento com os outros? Hoje é dia da profundidade e ela começa dentro de nós. Corremos um outro risco quando vivemos na superficialidade, ficar encontrando-nos nos outros. Encontra alguém e começo a se projetar nesta pessoa, isso é um passo para idolatria. Gera relacionamentos pegajosos e se a outra pessoa não for equilibrada começa a gostar, a curtir essa situação e isso machuca demais a si e aos outros. A pessoa que é superficial esta há um passo da idolatria, porque ela não se conhece e nem conhece a Deus então ela começa a idolatrar aquilo que ela encontrou fora, daí você pode imaginar o resultado de dois pecadores superficiais se idolatrando é um risco muito grande. O segredo está no conhecimento da verdade, Jesus é a Verdade. Ele tocou com a força de sua Palavra na rocha que era o coração daquela mulher e da lama jorrou um rio de água viva.

Não tenha medo de fazer o caminho interior, principalmente se você esta como aquela Samaritana, cega, surda, muda e completamente inerte ao que esta acontecendo ao seu redor. Ela estava inerte a tudo e a todos porque ela não tinha se encontrado ainda, não tinha consciência de sua verdade, não tinha tomado consciência do seu pecado. O encontro com Jesus provoca uma explosão de dentro para fora na vida daquela mulher, Jesus a levou a essa descoberta, não tenha medo. Há uma grande mentira hoje em não se falar do pecado, é um falso respeito humano, temos medo de falar a verdade, de falar para as pessoas que elas estão no caminho errado, de assumir que estou no caminho errado, isso é superficialidade. É uma grande mentira do diabo o divisor. Quem disse que reconhecer e tomar consciência do pecado vai destruir a pessoa, mentira, pelo contrario, conhecer, reconhecer e assumir o pecado é libertação e não destruição. Não caia nisso, o nosso cristianismo, a nossa pregação precisa ser de salvação, mas também precisa acusar o pecado, o erro, a morte. Medo de falar a verdade, é claro, precisamos ser misericordiosos, mas seja misericordioso depois de arrancar a pessoa do pecado, das garras da mentira, ofereça o seu ombro, o seu colo, estou aqui pra te ajudar, vamos juntos! Não negue a pessoa este direito, não se negue este direito. Hoje eu sinto o Senhor nos chamando a abolir de uma vez por todas a superficialidade.

Cristianismo é isso, a credibilidade vem da descoberta da Verdade, consciência do pecado e do caminho da libertação, da salvação. Quando se descobre uma fonte de água, um olho d´água a primeira água que sai não é a boa, cristalina, mas uma água barrenta e suja depois é que vai vindo à água cristalina, a água pura, a água limpa. O Senhor quer fazer esse caminho conosco, nós não vamos sozinhos, vamos com Ele. Outro perigo de quem é superficial é querer fazer as coisas sozinho. Esse caminho de descoberta da sua verdade não se faz sozinho. Essa descoberta se faz com Jesus, com o Espírito Santo e com uma boa formação. Tem gente descobrindo sozinho e é um grande prejuízo. É um grande perigo a pretensão de descobrir a sua verdade sozinha e sem Deus, esse caminho interior não se faz sozinho, é preciso ter um diretor espiritual e ser amigo do Espírito Santo o hospede de nossa alma.

Clique aqui e Reze A Quaresma de São Miguel Arcanjo

É um caminho que se faz em oração, peça a Jesus para ir com você no profundo do seu interior onde provavelmente encontraremos lama, sujeira, mas é daí que Jesus vai tirar a água viva que jorra para vida eterna. Vá rompendo com a superficialidade na sua vida, a superficialidade com Deus, consigo mesmo e com os outros, que tudo que é mascara cai por terra. E de mãos dadas com Jesus e com o Espírito Santo leva-nos a essa consciência e a essa verdade sobre nós e sobre o nosso pecado, verdade que nos cura e nos liberta. Essa é a experiência do batismo morte e vida. Dai-me essa graça Senhor Jesus de conhecer profundamente a verdade e não ter mais medo de nada nem de ninguém porque estou com o meu Senhor. Amém

Ouça na integra o Podcast:

Partilhe nos comentários como você faz esse caminho de descoberta da sua verdade?

Padre Luizinho, Com. Canção Nova.
http://twitter.com/padreluizinho

Salmos para orar e santificar o dia

segunda-feira, outubro 18th, 2010

Os salmos sempre foram na historia do Povo de Deus e da Igreja uma verdadeira fonte de espiritualidade, de oração. Cinco vezes por dia a Liturgia das horas auxilia os sacerdotes, religiosos e consagrados a elevar a Deus o seu coração em forma de louvor e oração intercedendo pelo mundo com a Igreja. Essa atitude é chamada de “santificação das horas”, pois com muita sabedoria a Igreja quer nos dizer que a oração santifica o nosso dia. Por isso, quero convidar você à “santificar” o seu dia rezando e louvando com os Salmos:

Salmo 143(144) Ele é meu amor, meu refúgio, meu escudo: é nele que espero.

Oração pela vitória e pela paz

As suas mãos foram treinadas para a luta, quando venceu o mundo conforme disse: eu venci o mundo (Sto. Hilário).

Bendito seja o Senhor, meu rochedo, que adestrou minhas mãos para a luta,
e os meus dedos treinou para a guerra!
Ele é meu amor, meu refúgio, libertador, fortaleza e abrigo;
é meu escudo: é nele que espero, ele submete as nações a meus pés.

Que é o homem, Senhor, para vós?
Por que dele cuidais tanto assim, e no filho do homem pensais?
Como o sopro de vento é o homem, os seus dias são sombra que passa.

Inclinai vossos céus e descei, tocai os montes, que eles fumeguem.
Fulminai o inimigo com raios, lançai flechas, Senhor, dispersai-o!
Lá do alto estendei vossa mão, retirai-me do abismo das águas, e salvai-me da mão dos estranhos; sua boca só tem falsidade, sua mão jura falso e engana.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ele é meu amor, meu refúgio, meu escudo: é nele que espero.

II parte do Salmo 143(144) Feliz o povo que tem o Senhor por seu Deus!

Um canto novo, meu Deus, vou cantar-vos, nas dez cordas da harpa louvar-vos,
a vós que dais a vitória aos reis e salvais vosso servo Davi.
Da espada maligna livrai-me e salvai-me da mão dos estranhos;
sua boca só tem falsidade, sua mão jura falso e engana.

Que nossos filhos, quais plantas viçosas, cresçam sadios, e fortes floresçam!
As nossas filhas, colunas robustas, que um artista esculpiu para o templo.
Nossos celeiros transbordem de cheios, abastecidos de todos os frutos!
Nossas ovelhas em muitos milhares se multipliquem nas nossas campinas!

O nosso gado também seja gordo!
Não haja brechas em nossas muralhas, nem desterro ou gemido nas praças!
Feliz o povo a quem isto acontece, e que tem o Senhor por seu Deus!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Feliz o povo que tem o Senhor por seu Deus!

Chegou agora à salvação e o poder e a realeza do Senhor e nosso Deus.

Cântico Ap 11,17-18; 12,10b-12ª: O julgamento de Deus

Graças vos damos, Senhor Deus onipotente, a Vós que sois a Vós que éreis e sereis, porque assumistes o poder que vos pertence, e enfim tomastes posse como rei!

Refrão: Nós vos damos graças, nosso Deus!

As nações se enfureceram revoltadas, mas chegou a vossa ira contra elas e o tempo de julgar vivos e mortos, e de dar a recompensa aos vossos servos, aos profetas e aos que temem vosso nome, aos santos, aos pequenos e aos grandes.

Chegou agora à salvação e o poder e a realeza do Senhor e nosso Deus,
e o domínio de seu Cristo, seu Ungido.
Pois foi expulso o delator que acusava nossos irmãos, dia e noite, junto a Deus.

Mas o venceram pelo sangue do Cordeiro e o testemunho que eles deram da Palavra,
pois desprezaram sua vida até à morte.
Por isso, ó céus, cantai alegres e exultai e vós todos os que neles habitais!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Chegou agora à salvação e o poder e a realeza do Senhor e nosso Deus.

Leitura da Palavra: Permanecei inabaláveis e firmes na fé, sem vos afastardes da esperança que vos dá o evangelho, que ouvistes que foi anunciado a toda criatura debaixo do céu. (Cf. Cl 1,23).

Acampamento de Cura e Libertação com Padre Rufus Pereira

Clique em comentários e coloque as suas intenções, seus pedidos de orações.

Pai Nosso / Ave Maria / Gloria ao Pai.

Oração: Atendei Senhor, benignamente nossas preces e concedei que, seguindo com perseverança os passos de vosso Filho, recolhamos os frutos da justiça e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna.
Amém.

Padre Luizinho,
Com. Canção Nova.

A Palavra tem poder de exorcizar todo o mal em sua vida!

quinta-feira, setembro 30th, 2010

Hoje 30 de Setembro é dia da Bíblia e dia de São Jerônimo, que viveu para traduzir e fazer a Sagrada Escritura conhecida: “Quem ignora a Sagrada Escritura ignora a Cristo”.

Para exaltar o poder da Palavra de Deus em nossa vida, vejamos o que diz São Paulo em Efésios 6,10-13 “fortalecei-vos no Senhor, no poder de sua força; revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do diabo. Pois a nossa luta não é contra o sangue e a carne, mas contra os principados, as potestades, os dominadores deste mundo tenebroso, os espíritos malignos espalhados pelo espaço. Por isso, protegei-vos com a armadura de Deus, a fim de que possais resistir no dia mau, e assim, empregando todos os meios, continueis firmes”. A Palavra de Deus tem poder de exorcizar o mal em nossa vida, qualquer realidade espiritual, humana e interior. Essa palavra é uma Pessoa, Jesus Cristo, como você se relaciona com Ele?

“A Palavra de Deus têm o poder de te comunicar a Sabedoria que conduz a salvação pela fé no Cristo Jesus. Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para argumenta, para corrigir, libertar e educar para a justiça”. (2 Timóteo 3,15-16).

Ouça o Podcast:

Quando o Pe. Ruffus veio ao Brasil pela primeira vez em setembro de 2000 eu ainda era Diácono caminhando para o sacerdocio e estava na faculdade aprendendo teologia, inclusive tinha as matérias próprias de Sagrada Escritura. Já tinha experimentado o PODER da Palavra de Deus em minha vida e o conhecimento teológico me ajudou muito, mas existiam muitas dúvidas colocadas pela razão das curas e libertações que o próprio Cristo fez nos evangelhos.

Quando acontecia o Acampamento de cura e libertação eu ia acompanhando os casos que o Pe. Ruffus atendia sempre muito sereno e equilibrado, rezava calmamente sem tocar nas pessoas. Ele simplesmente pedia que alguém escrevesse a historia de vida da pessoa e ela lia para ele e ali Deus lhe dava o discernimento, ele orava e a graça calmamente acontecia. Ele é sacerdote e é exorcista de encargo recebido pelo Vaticano, ou seja, ele tem autoridade!   Em um dos atendimentos e nas suas pregações descobri que toda a autoridade daquele padre vinha do Sacerdócio de Cristo e da PALAVRA, que ele pregava com simplicidade e muita sabedoria, pois ao rezar por alguém ele pronunciava baixinho palavras de exortação orações e a PALAVRA DE DEUS!

“Eis o Deus que me salva, eu confio e nada temo, porque minha força e meu canto é o Senhor, e ele foi para mim libertação”. (Isaías 12).

“O Senhor é minha luz e minha salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é quem defende a minha vida; a quem eu temerei?” (Salmo 27, 1).

Numa pregação ele contou o caso de um rapaz que o procurou para que rezasse por ele. Este rapaz tinha participado de todo tipo de ocultismo e o pior tinha feito consagração de sangue numa seita diabólica, tinha raspado a cabeça e ficou em um quarto escuro vários dias, para se tornar um “mestre” daquela seita diabólica. O Pe. Ruffus disse: este caso vai ser muito difícil!

Para a surpresa do padre quando rezava não acontecia nada que ele esperava em caso de libertação e exorcismo. Após a sua oração ele perguntou: O que você fez e como você está agora depois da oração? O rapaz respondeu: Logo que descobri Jesus e tomei consciência do meu erro, eu pensei o que estou fazendo com a minha vida e comecei a ler a BÍBLIA inteira procurando respostas e já li duas vezes antes desta oração a Bíblia toda. O Pe. Ruffus respondeu surpreso e cheio de alegria: Quem te libertou e exorcizou meu rapaz foi a PALAVRA de DEUS!

Por isso, não é preciso temer força oculta alguma, pois quem está em CRISTO é uma Nova Criatura, vamos manifestar a glória de Deus. Porque “a Sua Palavra tem poder para exorcizar e destruir toda a força contraria à Vontade de Deus na nossa vida. Manifeste a Glória de Deus através da Palavra na sua vida”. (Dei Verbum). Vejamos o que diz na carta aos Hebreus 4, 12-13: Pois a palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Julga os pensamentos e as intenções do coração. Não há criatura que possa ocultar-se diante dela. Tudo está nu e descoberto aos olhos daquele a quem devemos prestar contas.

A quem devemos prestar contas é somente ao nosso Deus, a Jesus Cristo O Senhor, a Palavra viva do Pai que nos libertou e salvou definitivamente. Eu também já experimentei muitas vezes em minha vida a libertação pelo poder da Palavra que você pode ver e ouvir o texto e Podcast Reze com os Salmos pela sua libertação que fiz testemunhando uma de minhas experiências, onde a Palavra entra como espadas de dois cumes dividindo o mal do bem, me curando e libertando. E mesmo que você esteja se sentindo prisioneiro e escravo do inimigo ou do pecado proclame com fé e coragem: “para que, em Nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, e toda língua confesse: “Jesus Cristo é o Senhor”, para a glória de Deus Pai”.

Eu creio nisso Senhor e através da Tua Palavra eu proclamo na minha vida Jesus Cristo é o Senhor para a glória de Deus Pai, pois a Tua Palavra em minha vida tem poder de exorcizar todo o mal. A Palavra de Deus tem poder na medida em que eu a acolho, guardando em meu coração e deixando que ela transforme a minha vida, minhas atitudes.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. (João 8,32)

Como é seu relacionamento com A Palavra de Deus? Deixe os seus comentários, seus pedidos de orações.

Minha benção fraterna.

Padre Luizinho,
Comunidade Canção Nova.

Vença seus medos pelo poder da Palavra de Deus

segunda-feira, setembro 27th, 2010

Revestindo-nos da Palavra de Deus, pois ela é fonte de cura e de libertação para todos nós e é tão acessível à Palavra de Deus. Hoje são tantas pessoas atormentadas pelo medo, pela depressão, pela síndrome do pânico, pessoas que não estão sendo educadas e treinadas para vencer os seus limites, ultrapassar os obstáculos, uma geração fraca. A Palavra de Deus nos ajuda a ser fortes, essa carta de amor que Deus nos escreveu e que nos ensina a viver. Duas maneiras muito concretas de comungar Jesus, pela Santíssima Eucaristia e pela Sua Palavra. Hoje Deus quer disser pra você: “Nada de medo, homem predileto! Calma! Coragem! Coragem!” Bastou Ele falar e eu me senti mais forte e disse: “Fale este meu Senhor, que me devolveu as forças!” (Daniel 10, 19).

Clique e ouça o Podcast:

É o poder da Palavra de Deus em nossa vida, quantos de nós passamos por situações agora de aflição, que nos enchem de medo e de insegurança. E essa Palavra vem trazer conforto e fortaleza. O Senhor está dizendo para você: Nada de medo, meu filho, minha filha predileta! Calma! Coragem! Coragem!

Senhor escuta o meu clamor e atende as minhas preces. Estende a Tua mão e me arranca desta situação, põe Tua Palavra em meu coração e devolve as minhas forças pra viver.

“É em Deus que eu ponho minha esperança; nada temo: Que mal me pode fazer um ser de carne?” (Salmo 55, 12).

Não nos deixemos vencer pelo desânimo e sentimento de derrota: “O Senhor é minha luz e minha salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é quem defende a minha vida; a quem eu temerei?” (Salmo 27, 1.) Diante dos nossos inimigos e das coisas que nos ameaçam está o nosso Deus, que é fiel e cumpre suas promessas. Nestes dias estou batalhando com dificuldades e problemas de saúde na família, na minha comunidade e com pessoas que eu amo e como estas situações nos atingem. Quando chequei em casa meus irmãos estavam organizando um Cerco de Jericó com este tema, que conforto para minha alma, saber que não estou sozinho e que a Palavra de Deus me alimenta e sustenta. “Eis o Deus que me salva, eu confio e nada temo, porque minha força e meu canto é o Senhor, e ele foi para mim libertação.” (Isaías 12).

Como eu, você pode estar passando por situações diversas, no casamento, com seus filhos, ou a nível espiritual, no trabalho ou um problema sério de saúde, não temas: “Lâmpada para meus pés é tua Palavra e luz para os meus caminhos. Meu sofrimento passa dos limites, senhor, dá-me vida segundo tua palavra.” Salmo 118, 105. Deixe-se guiar pela direção de Deus em sua Palavra e interceda junto conosco, você não está sozinho!

Jesus disse aos seus discípulos: “No mundo terei aflições, mas coragem eu venci o mundo!” (João 16,33) Vou partilhar com você, esta palavra é o lema da minha vida como Padre: “Tudo posso naquele que me dá forças”. (Filipenses 4, 13) Você pode repetir comigo: Tudo posso naquele que forças. Vamos nos deixar conduzir e encorajar pela Palavra e venceremos um obstáculo a cada dia, pois muitos eu já tenho vencido com esta Palavra que é um grito de fé e de vitória. Lembrei-me de uma canção para encerrar rezando com ela por você:

“Ainda se vier noites traiçoeiras / se a cruz pesada for Cristo estará contigo
/O mundo pode até fazer você chorar, mas Deus te quer sorrindo!”

Quero dar a você a benção que está no livro dos Números 7,24-26, para interceder conosco pela força da Palavra de Deus, pois em ‘Cristo somos mais que vencedores’:

“O Senhor te abençoe e te guarde.
O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti.
O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz”. Amém.

“Empunhai a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus”! (Ef 6,17)

Clique e Reze A Quaresma de São Miguel Arcanjo

Faça a sua oração pessoal com todas essas citações que rezamos aqui e deixe em comentários, quais os medos você precisa vencer com o poder da Palavra de Deus?

Padre Luizinho,
Com. Canção Nova.

Cura Interior com a Palavra de Deus (Lucas 24,13-35)

segunda-feira, setembro 20th, 2010

É muito importante que você esteja com a sua bíblia na mão, mas vamos transcrever este texto que é um caminho de cura e libertação, literalmente Jesus nos abraça quando lemos a Palavra:

Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois dos discípulos de Jesus iam para um povoado, chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém. Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram. Então Jesus perguntou: “O que ides conversando pelo caminho?” Eles pararam, com o rosto triste, e um deles, chamado Cléofas, lhe disse: “Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes últimos dias?” Ele perguntou: “O que foi?” Os discípulos responderam: “O que aconteceu com Jesus, o Nazareno, que foi um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e diante de todo o povo. Nossos sumos sacerdotes e nossos chefes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. Nós esperávamos que ele fosse libertar Israel, mas, apesar de tudo isso, já faz três dias que todas essas coisas aconteceram! É verdade que algumas mulheres do nosso grupo nos deram um susto. Elas foram de madrugada ao túmulo e não encontraram o corpo dele. Então voltaram, dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que Jesus está vivo. Alguns dos nossos foram ao túmulo e encontraram as coisas como as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém o viu”.

Ouça o Podcast:

Então Jesus lhes disse: “Como sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram! Será que o Cristo não devia sofrer tudo isso para entrar na sua glória?” E, começando por Moisés e passando pelos Profetas, explicava aos discípulos todas as passagens da Escritura que falavam a respeito dele. Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez de conta que ia mais adiante. Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!” Jesus entrou para ficar com eles. Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e lhes distribuía. Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles. Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o nosso coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?” Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém onde encontraram os Onze reunidos com os outros. E estes confirmaram: “Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!” Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. (Cf. 24,13-35).

Os discípulos de Emaús expressavam a tristeza de ter perdido a esperança, Jesus era a sua maior esperança de ser o grande libertador de Israel. E eles estavam decepcionados com todo o final da história, estavam presos à cruz e a morte. Esqueceram de todas as promessas do mestre. Andavam de cabeça baixa, sem auto-estima, experimentando o fracasso e tudo isto os levou a cegueira espiritual. Quantas vezes nos encontramos exatamente assim como os discípulos de Emaús, tristes, de cabeça baixa e decepcionados. A decepção tem a capacidade de arrancar a esperança e de instalar no nosso coração o espírito de morte e de fracasso. Vivemos em torno do problema, circulando, patinando em nossa dor, ai também se instala o espírito de auto-piedade: “não tem mais jeito, tudo acabou e não conseguimos ver nenhuma saída!”.

“Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles”. Deus caminha conosco e quer saber o que estamos passando, vivendo, sentindo, ou seja, Ele se interessa pela nossa causa e muitas vezes não enxergamos Jesus que caminha ao nosso lado. Ele não foge da dor e quer que falemos do assunto, Ele não mascara, faz com que a gente enfrente os nossos medos, decepções e fracassos, Ele prepara o terreno para darmos novos passos, enxergar novos horizontes. Jesus cura os nossos corações caminhando conosco, conversando, ou seja, deixa claro que o primeiro passo para cura interior é a oração. Ele usa a Palavra como pedagogia, relembra, refaz a historia com eles, por isso, a Palavra de Deus é outra grande fonte de cura interior: “Fortificai as mãos desfalecidas, robustecei os joelhos vacilantes”. (Isaías 35,3).

Ele utiliza o Amor, a essência de Deus, a presença que cativa, eles já estavam ardendo o coração quando Jesus lhes falava ao pé do ouvido o que mais o coração deles queria ouvir: “Ele esta vivo e esta no meio de nós!” O mestre devolve para eles a esperança, que ficou na dor, na perda, na oração de lamuria pelo caminho. E quando Jesus finge que vai embora, brota do coração deles uma simples e profunda oração: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!” Entra com eles e realiza um gesto muito conhecido, pega o pão, abençoa e distribui entre eles. Seus olhos se abrem e eles reconhecem o Senhor ao partir do pão. Nesta passagem acabamos de conhecer por excelência a presença de Jesus no meio de nós e a maior fonte de cura interior: A Celebração Eucarística. Este evangelho é uma síntese da celebração Eucarística, a Santa Missa. Inflama os corações dos discípulos e lhes cura toda cegueira e decepção. Faz deles anunciadores corajosos e dispostos a anunciar sem importar que tivessem que fazer o mesmo caminho, mas agora à luz da vitória.

Façamos este caminho de cura interior e deixe seu comentário e pedido de oração, pois acredite o Senhor caminha com você!

Oração de Cura: Permanece comigo Jesus, pois o dia já declina. Faz o meu coração arder pelo poder de Tua Palavra, poder que pode destruir todas as forças contrarias a Tua vontade na minha vida. Caminha comigo Senhor, mesmo que durante um bom percurso do caminho eu não Te reconheça. Refaz comigo o caminho de reconciliação com a minha história, de perdão, de aceitação e de atitude, pois quero enxergar além do que os meus olhos podem ver. Cura nos passos que dermos todo medo, decepção e fracasso que já vivi em minha vida, pois não quero viver do passado, mas celebrar a vida, para construir no presente o futuro de um coração curado, livre para anunciar que Jesus Cristo ressuscitou e ninguém mais precisa viver na dor, porque em Cristo somos mais que vencedores. Amém!

Clique aqui e Reze A quaresma de São Miguel

Conte com as minhas orações.

Padre Luizinho,
Com. Canção Nova.

Reze com os Salmos pela sua libertação

segunda-feira, setembro 13th, 2010

Quero partilhar com você uma experiência que vivi com a Palavra de Deus: Numa manhã, dia nublado, frio e meio sombrio, o meu interior estava exatamente como a natureza. Experimentava uma solidão e um vazio, muitas coisas passavam pela minha cabeça, eram dores intensas. Uma lágrima tão doida e ácida teima em correr pelo rosto, na verdade eu já tinha ido dormir mal, mas mesmo neste estado fui para capela rezar diante do Santíssimo com a Palavra de Deus.

Fui tomado pelo Espírito de Deus e com a Bíblia na mão peguei essa seqüência de Salmos. Experimentei o poder da Palavra, poder de libertação, de cura, pois eles falavam exatamente o que eu queria dizer para o meu Deus. Senti que muitas coisas ruins e velhas saiam do meu coração, mágoa, ressentimento, decepção, um sentimento de que tinha feito tudo errado, uma sensação de estar no lugar errado, vontade de não continuar, mas O Senhor veio em meu socorro, depois de rezá-los sentia-me livre, liberto.

Reze comigo no Podcast:

Depois de rezá-los clique em comentários e deixe os seus pedidos de orações, o seu testemunho.

Salmo 121 O Senhor é o meu guarda e meu vigia.

Para os montes levanto os olhos: de onde me virá socorro?
O meu socorro virá do Senhor, criador do céu e da terra.
Ele não permitirá que teus pés resvalem; não dormirá aquele que te guarda.
Não, não há de dormir, nem adormecer o guarda de Israel.
O Senhor é teu guarda, o Senhor é teu abrigo, sempre ao teu lado.
De dia, o sol não te fará mal; nem a lua durante a noite.
O Senhor te resguardará de todo o mal; ele velará sobre tua alma.
O Senhor guardará os teus passos, agora e para todo o sempre.

Então entrei cantando e orando esta canção: “O Senhor é meu guarda meu guarda, o Senhor é meu abrigo sempre ao meu lado, Ele é o guarda de Israel, ô ô ô”.

Salmo 122 A alegria de estar na casa do Senhor e na Sua presença.

Que alegria quando me vieram dizer: Vamos subir à casa do Senhor…
Eis que nossos pés se estacam diante de tuas portas, ó Jerusalém!
Jerusalém, cidade tão bem edificada, que forma um tão belo conjunto!
Para lá sobem as tribos, as tribos do Senhor,
Segundo a lei de Israel, para celebrar o nome do Senhor.
Lá se acham os tronos de justiça, os assentos da casa de Davi.
Pedi, vós todos a paz para Jerusalém, e vivam em segurança os que te amam.
Reine a paz em teus muros, e a tranqüilidade em teus palácios.
Por amor de meus irmãos e de meus amigos, pedirei a paz para ti.
Por amor da casa do Senhor, nosso Deus, pedirei para ti a felicidade.

Salmo 124 A vitória contra o inimigo, Deus está comigo e é o meu libertador.

Se o Senhor não tivesse estado conosco, sim, diga-o Israel,
Se o Senhor não tivesse estado conosco, os homens que se insurgiram contra nós,
Se o Senhor não tivesse estado conosco, os homens que se insurgiram contra nós;
As águas nos teriam submergido. Uma torrente teria passado sobre nós.
Então nos teriam recoberto as ondas intumescidas.
Bendito seja o Senhor, que não nos entregou como presa aos seus dentes.
Nossa alma escapou como um pássaro, dos laços do caçador.
Rompeu-se a armadilha, e nos achamos livres.
Nosso socorro está no nome do Senhor, criador do céu e da terra.

Na capela neste momento de encontro com Deus através da Sua Palavra, conclui esta obra de libertação com o capitulo 12 de Isaias que gosto sempre de rezar. Rezar com os Salmos é algo extraordinário, eleva o nosso coração a Deus:

“Eu vos rendo graças Senhor, porque estavas irritado contra mim; vossa cólera se aplacou e vós me consolastes. Eis o Deus que me salva, eu confio e nada temo, porque minha força e meu canto é o Senhor, e ele foi o meu salvador. Vós tirareis com alegria água das fontes da salvação, e direis naquele dia: Louvai ao Senhor, invocai o seu nome, fazei que suas obras sejam conhecidas entre os povos; proclamai que seu nome é sublime. Cantai ao Senhor, porque ele fez maravilhas, e que isto seja conhecido por toda a terra. Exultai de gozo e alegria, habitantes de Sião, porque é grande no meio de vós o Santo de Israel”. (Cf. Isaías 12).

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Clique aqui e Reze A Quaresma de São Miguel Arcanjo

Conte com as minhas orações.
Padre Luizinho,
Com. Canção Nova.

Como fazer a Leitura Orante da Palavra de Deus?

quarta-feira, setembro 8th, 2010

Muitas pessoas me falam da dificuldade para compreender a Bíblia: “padre porque é tão difícil entender a Bíblia? Tem livros que eu não consigo compreender nada”. O erro começa ai, querer entender a Palavra de Deus somente com a inteligência, com a razão humana. Para vivermos melhor e colher do Livro Sagrado a sua mensagem é preciso aprender a ler, meditar e extrair desta fonte de vida todo o bem que ela pode nos dá. Este é um método que a Igreja já vive há muitos anos e que a Canção Nova, através do nosso pai fundador Monsenhor Jonas Abib, desde o inicio da comunidade nos forma pela palavra de Deus. São cinco passos muito fáceis de fazer, vamos aprender!

Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra” (II Timóteo 3, 16-17).

Ouça o Podcast:

1- LER: Escutamos a palavra de Deus. É a hora de engolir. É uma leitura bem ativa: lemos com lápis ou caneta na mão, sublinhando e destacando elementos essenciais: verbos, sujeitos ativos, ações, atitudes, pensamentos, a situação, os motivos das ações. Mais do que ler, na verdade relemos várias vezes, fazendo com a caneta todas essas anotações. Podemos recorrer a outras traduções que ajudem a esclarecer; lançar mão de introduções, explicações e notas de rodapé, hoje abundantes em nossas Bíblias; podemos também comparar com as passagens paralelas, em geral indicadas nas margens das páginas da Bíblia, logo depois dos títulos etc. Esse é o primeiro estágio do mastigar e engolir. Vamos prestando atenção aos vários pontos indicados e nos deixando levar de uns para os outros a partir do seu próprio movimento interior; isso leva de modo natural a um surpreendente entendimento. É a luz que se faz interior. Esse imperativo interior nos conduz de maneira deveras natural à Segunda etapa, que é quando se inicia de fato a ruminação.

2- SABOREAR: Poderíamos chamar essa etapa de meditar, pois na verdade é uma meditação da Palavra mastigada. Não o fazemos, contudo, para não dar a impressão errônea de que se trata de um trabalho puramente intelectual, preferindo denominá-la saborear. Tive um professor de ciências que dizia que na hora de a vaca e o boi ruminarem o capim, este fica, por causa da saliva, doce. Brincávamos com ele, perguntando-lhe como ele sabia disso… Na verdade, é chegado o momento de “sentir” a Palavra. O intelecto também participa dele, mas não está sozinho. Entram também os sentimentos, a nossa liberdade movida pelo Espírito, os vários movimentos da vontade. Eis o principal momento em que devemos nos deixar impregnar pelos sentimentos que o Espírito Santo faz surgir em nós por meio da Palavra: alegria, medo, confiança, generosidade, arrependimento, esperança, entusiasmo etc. Os vários sentimentos, os vários impulsos que se misturam uns aos outros…

3- ORAR: Como é de esperar, esses sentimentos nos levam a dar uma resposta. Não é tanto responder à Palavra quanto ao Senhor que, pela Palavra, infundiu em nós esses impulsos. Brotam naturalmente o louvor, o arrependimento, a súplica, a gratidão, o pedido de perdão, a oferta, a adoração e assim por diante. Mais do que uma oração por palavras, essa vai ser uma oração de sentimentos e de atitudes interiores. Umas poucas palavras nos prestarão simplesmente ajuda para nos exprimirmos e nos referir ora ao Pai, ora a Jesus, ora ao próprio Espírito Santo. É uma oração já bem simples e sobremodo interiorizada.

4- CONTEMPLAR: Pouco a pouco, todos aqueles sentimentos que se misturavam e se multiplicavam em nós, os vários movimentos de oração por eles provocados vão se simplificando e se unificando em nosso íntimo. É a hora da tranqüilidade, da harmonia, do repouso em Deus. Eis o que significa contemplação: entrarmos, mediante a Palavra, no Templo de Deus que existe em todos nós e aí nos deixamos ficar repousando no Senhor. Vem aqui a simplicidade de todos os nossos movimentos interiores. Trata-se de um movimento privilegiado, um instante de graça. Todos podem chegar a vivenciá-lo; Deus deseja vê-lo em todas as pessoas, sem distinção. Os mais simples podem chegar com mais facilidade a esse ponto; os que mais penam são os intelectuais. É lamentável que se tenha criado tanto mistério, tanta complicação, acerca de algo tão simples como a contemplação, a ponto de parecer que só tem acesso a ela uma minoria, quando Deus sempre quis vê-la ao alcance de todos. Graças ao Pai isso nos é devolvido hoje, e gratuitamente.

5- ESCREVER: O ponto de chegada é a contemplação. Contudo, depois que a rede está repleta de peixes, não se pode deixar que escapem e se vão. Apesar do gozo espiritual que a contemplação lhe traz, ponha-se a escrever: é seu Diário Espiritual, feita agora de maneira distinta e certamente muito proveitosa. Não é questão de escrever muito, nem é o momento de narrar ou descrever o que se passou. Agora, temos somente de registrar: O que Deus me falou? O que Ele realizou em mim? O que deixou depositado em meu interior? Isso tudo é muito precioso; é algo que não se pode perder. Você também pode registrar: O que, a partir dessa Palavra, Deus diz hoje de mim? O que Ele diz para mim? Você recolhe o conteúdo depositado em seu ser dos dois lados: “O que diz de mim” e “o que diz para mim”. Não estou fazendo um simples jogo de palavras, são duas maneiras de focalizar a questão. E não é difícil diferenciar.

Veja 1º O que Deus diz de mim? Do que sou, de quem Ele me fez, das qualidades que Ele mesmo me deu e quer que eu assuma e cultive. Da minha vocação e missão, do trabalho específico a mim confiado e para o qual me capacitou com os dons naturais que me deu, com os carismas do Espírito Santo de que me dotou por graça. 2º O que Ele diz para mim? O que Ele quer de mim, que eu seja que eu realize. Que atitudes quer que eu tome o que quer que eu cultive. Por que caminhos Ele quer que eu vá, que rumos me indica, que mudanças quer que eu assuma, o que quer transformar em mim. Convenhamos: não é nada complicado. Apresentei tudo isso apenas para você perceber a diferença e medir a amplitude daquilo que Deus possa estar dizendo a você”.

Do livro a Bíblia foi escrita para você; Monsenhor Jonas Abib.

Oração: Ó Deus torna meu espírito digno de encontrar sua alegria na compreensão do Mistério de Cristo, teu Filho bem-amado, revelado nas Escrituras. Acende tua Santa Luz, no meu coração, a fim de que meu espírito penetre para além das palavras escritas com tinta… Que eu veja, com os olhos iluminados, os sagrados mistérios escondidos na tua Boa Nova. Concede ó meu Senhor, por tua graça, e tua misericórdia, que tua lembrança nunca desapareça do meu coração, nem de dia nem de noite. Amém. (Filoxênio de Mabbong).

Clique aqui e: Reze A Quaresma de São Miguel

Deixe seu comentário e conte sua experiência com a Palavra de Deus, seus pedidos de orações.

Minha benção fraterna.
Padre Luizinho,
Com. Canção Nova.