As tentações de Jesus

Evangelho – Lc 4,1-13

Após o batismo, Jesus retirou-se no deserto para rezar e jejuar, a fim de se preparar para a missão pela qual foi enviado pelo Pai.

Durante a permanência no deserto, Ele foi tentado pelo espírito do mal, o demônio, autor e causa de todas as “desgraças” que afligem a vida dos filhos de Deus! (Cf. Mt. 4, 1 – 11 ou Lc. 4, 1 – 13).

Satanás tentou propor a Jesus outro “projeto alternativo” ao Projeto do Pai. Mas Jesus resistiu às tentações do poder e do ter e derrotou o antigo inimigo. Veja como a tentações do demônio podem nos seduzir e levar longe da prática da justiça, fraternidade e solidariedade. 

No deserto Jesus teve fome. Então o tentador disse-lhe: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães”. Jesus respondeu: “Não só de pão vive o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus” (Mt. 4, 3 – 4).

Em seguida o diabo levou Jesus no topo da torre mais alta do templo e falou-lhe: “Se és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo. Pois Deus enviará seus anjos para te socorrer”.

Jesus respondeu: “Está escrito na Sagrada Escritura: “Não tentarás ao Senhor teu Deus”. Finalmente Jesus foi levado a um alto monte. Foram-lhe mostrado todos os reinos do mundo e o tentador falou: “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares”. Jesus respondeu: “Fora daqui Satanás! porque está escrito que só a Deus adorarás e prestarás culto!” (Mt. 4, 10)

Nós também somos tentados, todos os dias. O pecado é a nossa experiência cotidiana de fraqueza e miséria. Mas Jesus nos garante, por sua Morte e Ressurreição, a vitória contra toda e qualquer tentação que procura entristecer o coração da criatura.

Ao praticamos um gesto de amor e caridade, quando perdoamos a um irmão que nos ofendeu, quando ajudamos um pobre ou vivemos retamente o Evangelho, estamos afastando todo mal dentro de nós e estamos ressuscitando com Jesus Cristo.

Depois da difícil prova das tentações, Jesus inicia a pregação da Boa Nova, anunciando o Reino de Deus nesta terra e convidando todos a mudar de vida: “Convertei-vos, porque o Reino de Deus está próximo” (Mt. 4, 17).