Famílias Samaritanas no Mundo atual

O Evangelho de hoje,  Lucas 10, 25-36 , convida as famílias cristãs a viverem   a  vocação primeira que  Deus pede para nós e que na Carta Encíclica “Deus Caritas Est” do Sumo Pontífice Bento XVI traduz como a caridade.

O nosso querido Papa Bento XVI , cita em sua carta encíclica,  que “A natureza íntima da Igreja exprime-se num tríplce dever: anúncio da Palavra, celebração dos Sacramentos e o serviço da caridade.”E diz mais, que estes deveres se reclamam mutuamente , não podendo um ser separado dos outros.

“A caridade era  uma característica decisiva da comunidade cristã, da Igreja.” O Papa completa com suas sábias Palavras.

E este trecho bíblico do Evangelho traduz na prática esta caridade que como famílias cristãs devemos fazer acontecer como prática diária do nosso seio familiar.

Acreditamos que temos um grande desafio pela frente para tornarmos as nossas famílias mais “Samaritanas”, isto é mais serviçais para o irmão e a irmã necessitados, independente de sua religião e raça e outras diferenças que podem ser tornar obstáculos para uma convivência mais fraterna e irmã.

Vivemos num tempo que previlegia os prazeres individuais e do núcleo particular familiar e assim as crianças e adolescentes estão vivendo “a mão única” da via do Amor. As famílias não estão possibilitando a experiência da “mão dupla” da via do Amor, que significa ensinar nas pequenas atitudes e ações do dia a dia o valor da ajuda, da solidariedade e do prazer imenso de contribuir na vida do outro.

Assumir a “dor do outro” é conretizarmos na prática a nossa condição de que somos uma única Família de Deus no mundo!

Que a  exemplo do Bom Samaritano, nossas famílias enfrentem  as barreiras do individualismo prol  a serviço dos mais necessitados e assim garantirmos a fraternidade para a Plenitude da Vida.

Que Deus  vos abençoe!

  Celina e Gerson

domingo, julho 15th, 2007 religiao-e-familia

No comments yet.

Leave a comment