Bebida alcoólica e vida conjugal

bebida.jpg
Este tema é de grande relevância se queremos garantir um ambiente saudável no seio familiar.
Recebo centenas de qeixas de mulheres que já não “suportam mais” o excesso de bebida do marido, o que acaba provocando , além do desequilíbrio da harmonia familiar, um distanciamento “quilométrico” entre o casal e aí inicia outras dificuldades como a perda do desejo sexual da mulher, o desafeto do casal no trato do dia a dia, a agressividade na educação das crianças ( que acabam sempre levando a pior), o distanciamento na vida comunitária e religiosa e outros sentimentos e atitudes tão ruins e nocivas para a qualidade de vida conjugal e familiar.
A bebida alcoólica é ,sem dúvida ,considerada uma das maiores “vilãs” para as famílias brasileiras! E não me refiro somente as famílias que não estão inseridas na vida religiosa, mas há aquelas que utilizam os momentos de lazer ou festa religiosa da comunidade e sustentam este excesso.
Ouço com muita frquênciaa seguinte frase, nosatendimentos:”Parece que ele não sabe se divertir, sem o uso da bebida”.
O Bispo da minha Diocese, mandou liberar a cerveja nas festas religiosas e com a seguinte justificativa: ” Como o vinho é para o Italiano, a cerveja é para o brasileiro”.
E aí? Qual é a sua opinião?
Continuemos depois…..Celina

quinta-feira, agosto 30th, 2007 qualidade-de-vida-familiar

No comments yet.

Leave a comment