Archive for setembro, 2007

CASAL TIPO ELABORADO

casal.jpg
*GERSON ABARCA

Dando continuidade aos tipos de casais que vão se estruturando na psicodinâmica conjugal, que trouxemos em reflexões anteriores na categoria VIDA CONJUGAL deste blog, vamos refletir sobre o casal TIPO ELABORADO.
Como já refletimos sobre os TIPOS ESPELHO E MULETA, podemos concluir que os casais que se estruturam na tipologia estruturada, são aqueles que se configuram por escolhas de vinculos maduros, onde um homem e uma mulher, em pleno estágio de maturidade bio-psico-social, se encontram e escolhem estabelecer parceria.
Assim,o CASAL TIPO ESTRUTURADO é aquele que faz PARCERIA. Só estabelece parceria, quando existem partes que possuem algo a oferecer, estabelecendo assim trocas. Só troca, quem têm algo para trocar. Pensando desta forma, aparentemente parece algo mercenário. Mas não é. É a possibilidade de um casal caminhar lado a lado, sem que haja um que esteja em desvantagem em relação ao outro.
CASAIS TIPO ELABORADOS, são raros de se ver. Se os encontrassemos com facilidade, provavelmente não veríamos tantas famílias desestruturadas.
O problema de falarmos do TIPO ELABORADO, está na idéia que temos de que elaborado seria o tipo casal 20, ou com ar de santidade suprema.
CASAL TIPO ELABORADO, não é casal perfeito , mas sim casal que consegue ELABORAR. Isto é, encarar as diferenças inerentes de qualquer relacionamento humano. Saber perceber os erros e recomeçar, perdoar,recasar sempre.
Mesmo em crises de auto narcisismo – TIPO ESPELHO -; até às crises de dependência infantil -TIPO MULETA -, O CASAL TIPO ELABORADO transitando nas desestruturas emocionais que também qualquer pessoa está sujeita, saberá se superar de alguma forma. A busca de uma ajuda espiritual ou psicológica, quando um casal entra em crise, é um sintoma de maturidade, pois saem do mundo restrito ao casal para a busca de suporte.No final, prevalecerá a superação da crise.
Eu mesmo, com minha esposa Maria Celina ( blog.cancaonova.com/sermulher ), após 17 anos de casados, posso afirmar que já recasei-me muitas vezes, quando das crises emergentes, soubemos buscar ajuda e recasarmo-nos, isto é, reassumir nosso propósito inicial.
Neste dias, fui ao casamento da Psicóloga Daniela, da equipe do Instituto Pensamento ( www.psipensar.com.br ), com seu noivo Robson. Uma bela Cerimônia Religiosa na Igreja Batista em Vitória -ES. Durante a Celebração, não parava de lembrar do dia de meu casamento com a Celina. Dizia para a Daniela, antes da Celebração, que era para ela ir sem preocupações logisticas para poder degustar de todos os momentos, pois aquela Celebração serviria como alimento à longevidade conjugal deles. A Celebração foi emocionante, porque via-se com transparência a maturidade de cada um dos noivos,pessoas maduras bio-psico-social, com grande compromisso espiritual. Até hoje, adoro ver as fotos da Celebração de Casamento que em 19 de janeiro de 1991, realizamos( Celina,Gerson,Pe.Domênico Salvador e Comunidade da Vila Prudenciana, cidade de Assis-ES).
Um dos meios que você poderá medir se seu casamento está enquadrado no TIPO ELABORADO, é só obervar se ficam felizes quando reconstituem a história conjugal, causando um sentimento de integração, satisfação, e desejo de se estar junto por muitos anos. Ao sentir seu parceiro ou parceira, bate aquela SAUDADE, como se estivesse longe por muito tempo. Aquela sensação de que parece que foi ontem o dia do sim conjugal.

* É Psicólogo, atua com psicoterapia conjugal pelo Instituto Pensamento.

sábado, setembro 29th, 2007 vida-conjugal Nenhum Comentário

Família: a intenção de Deus

intencao.jpg

Neste final de semana, na Comunidade Canção Nova aconteceu o “Acampamento de Cura e Libertação” e como não posso estar lá fisicamente (oxalá que pudesse estar todos os dias naquele “lugar Santo”!!), estou acompanhando via a televisão e hoje, dia de Sábado, tive o enorme prazer em ouvir o Pe. Ruffus.
Um homem abençoado por Deus! Quanta sabedoria e discernimento da Palavra!
Me tocou profundamente, quando ele nos lembra que:
“A vida da Família reflete toda a intenção de Deus na vida do Homem” (enquanto humaniade)..
E mais, ele ressaltou (e por diversas vezes) sobre a a importância da vivência conjugal embasado no relacionamento de Amor.
Mas, aquele Amor que tem como fonte originária : Deus.
Acredito que esta intenção de Deus na vida da Humanidade é que vivamos num relacionamento de Amor que gera atitudes como, desinteresse, gratuidade, fraternidade, respeito, serviço e dignidade.E assim conquistarmos a Vida em Plenitude!
O Pe. Ruffus também compartilhou com os “atentos ouvintes” ( e eu me incluo) que a oração que ele mais se utiliza em sua prática pastoral de cura e libertação é:
“Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo- Seja curado e liberto”. Pois, ele com toda a sua sabedoria disse que o sentimento de pecado que envolve o mundo será vencido atavés da Cruz, que é a nossa “marca” do cristianismo católico.
Então, senhores pais, façamos todos os dias o sinal da cruz em nossas crianças, abençoando-as e pedindo insistentemente à Deus que as mesmas cresçam embuídas do Espírito Santo para vencer todo o mal.
Em casa, conseguimos manter está prática com os nossos filhos e os mesmos não se deitam antes de orarmos juntos e tanto eu e como meu esposo os abençoarmos. Mesmo que eventualmente um de nós dois estejamos viajando por trabalho ( da profissão ou da Igreja) esta prática é garantida pelo que está presente. E para isso se faz necessário superar a tentação do cansaço e do desânimo em função de um dia corrido. é preciso estarmos vigilantes.
E o mais interessante é que mesmo com visitas em casa, o meu filho mais velho de 15 anos vai até nós nos abençoar e pedir a sua benção sem receio nenhum de “pagar mico”como a galera fala.
Os profissionais da área de educação confirmam que a “Educação é construída através de atitudes que criam o hábito de cada dia.”
Então. a Educação Religiosa de nossos filhos se dará na prática da nossa expressão de fé em cada dia também.
Nós pais temos que ser “testemunho vivo” desta intenção de Deus citada por Pe. Ruffus, gerando assim aquelas atitudes referidas anteriormente em nosso lar.
Que a Virgem Maria nos abençoe e nos guarde contra todo o mal que deseja destruir as famílias, porque desta forma destrói a Vontade de Deus para a Humanidade. Assim seja, Amém!
Celina

sábado, setembro 15th, 2007 religiao-e-familia Nenhum Comentário

O ORGASMO CONJUGAL ESTÁ EM BAIXA

orgasmo.jpg

*GERSON ABARCA

Por mais que se fale sobre sexualidade conjugal,ou por mais que a sociedade de consumo apele para a genitalização sexual, a verdade é que os casais estão sofrendo pela ausência de orgasmo em suas atividades sexuais.
O discurso machista de muitas rodas masculinas, que enfatizam a disputa de quem está ¨transando mais¨, parece esconder uma triste realidade – o prazer sexual está em baixa na vida conjugal -. Mas, para não assumir o baixo desempenho sexual, é melhor o discurso da potência sexual.
Os dados sobre a disfunção erétil masculina, chega na casa dos 40% dos homens com comprometimento direto sobre a ereção peniana. Porém, este dado assusta mais ainda, quando acrescido a disfunção pela ejaculação precoce, que atinge diretamente 30% dos homens. Assim, sabendo que a ejaculação precoce é uma etapa prescedente à disfunção erétil – isto é, com a ejaculação precoce os homens já estão na porta de entrada para a disfunção erétil -;podemos concluir que 70% do mundo masculino está em sofrimento de ordem sexual.
Já as mulheres apresentam sintomas diversos de disfunção sexual,que as impossibilitam do orgasmo. Dentre várias queixas, a frigidez é a mais pontuada. Na mesma proporção que os homens, as mulheres também estão sofrendo, sendo estimado que em torno de 70% delas apresentam alguma disfunção sexual que impede a pontuação do orgasmo.
Caminhos para superar problemas sexuais existem,mas é preciso ter coragem para se buscar ajuda. Geralmente nasce das mulheres a iniciativa, principalmente se o problema está no companheiro. Os homens ainda carregam sintomas do machismo cultural, e sentem-se atingidos em sua honra quando o assunto é sua impotência sexual. Com muito carinho, a mulher poderá ¨fazer um homem gemer sem sentir dor¨, pois só com muito tato e sentimento de amor e proteção ao casamento, que uma mulher conseguirá levar seu companheiro a uma ajuda profissional.
Já as mulheres tendem a se acomodar diante de uma disfunção sexual pessoal, transferindo suas energias na família para a educação dos filhos. Aliás, muitas mulheres iniciam suas disfunções sexuais com a chegada dos filhos. Incorporam apenas o papel materno, deixando de lado o papel de mulher, esposa.
Mesmo que para alguns casais a vivência do prazer sexual não seja o mais importante, é sempre bom lembrar que a constituição fisiológica do masculino e do feminino foi organizada para pontuar prazer corporal e genital. Vamos dizer que Deus presenteou os casai para que através dos corpos pudessem vivênciar de forma palpável as energias do amor partilhado no casamento.
A ausência de orgasmo é um sintoma que pode levar ao distanciamento afetivo do casal e abrir portas e caminhos destrutivos para a vida conjugal. Lembro-me de uma palestra que assisti do Pe. Léo da Canção Nova, em que ele pedia para os casais beijarem-se fervorosamente, pois a ausência deste vínculo corpóreo poderia abrir espaço para o ¨demônio¨ no casamento. Sabemos que é comum o aparecimento de fantasias por terceiros quando o encontro sexual do casal está em baixa.
Precisando de uma ajuda, entre em contato comigo:psipensar@psipensar.com.br Com muita abertura poderemos indicar caminhos sérios e éticos para a superação de problemas sexuais.

* É Psicólogo, autor do livro: Prazer sexual na vida conjugal – Ed Paulus, S/P

sábado, setembro 8th, 2007 sexualidade conjugal 3 Comments

CASAL TIPO ESPELHO - continuando artigo de 23/07.

espelho.jpg

*Gerson Abarca

Para continuarmos a pensar os tipos de casais na psicodinâmica conjugal, hoje vamos falar sobre o CASAL TIPO ESPELHO.
Este tipo de casal ,se estrutura na relação de ausência de troca. Cada um dos conjugues estão no relacionamento para “gratificarem” a si mesmos.
Ele vê nela um “troféu” que carrega para apresentar à sociedade como prova de sua capacidade de conquistar uma bela mulher. Assim também acontece com ela.
Relacionam-se sexualmente preocupados apenas com o prazer sexual próprio. Ela querendo pontuar a qualidade de seu próprio orgasmo e ele, certificando-se que é potente e pode dar conta de suprir seu goso pessoal. Geralmente se completam na relação pela masturbação.
Na estrutura de diálogo se comunicam como se existesse um vidro transparente entre o casal. Ela fala e seu conteúdo bate no vidro e volta para ela mesma, como também ele, que só sabe escutar a si mesmo.
Tudo que querem do parceiro, é que este o supra nas suas necessidades fundamentais, por isto estão constantemente cobrando do outro aquilo que deixou de ser feito. Existe um profundo vasio interior em cada um, o que leva ao relacionamento de muita cobrança de atenção.
O CASAL TIPO ESPELHO , é como Narciso, que acha feio o que não é espelho. Cultuam ao corpo, chegando até a disputar entre si quem está mais “sarado”. Quando um dos dois está em desvantagem física, este tende ao sofrimento por inveja, descarregando ataques destrutivos.
No campo do trabalho, tendem a disputar desempenho. Estão sempre disputando salários,feitos e méritos.
Estes casais tendem a ter muito ciumes e por isto estão constantemente desconfiados um do outro.
Adoram uma aparência, e necessitam de elogios. Quando participam de atividades em comunidade, gostam de serem chamados de “CASAL VINTE”.
Filhos de CASAIS ESPELHO, sofrem a ausência afetiva,pois os pais tendem a se preocupar só consigo mesmos. Usando os filhos para sustentar as aparências,e por isto exigem muito deles para que tenham desempenho em todas as áres. Precisam constantemente de receber elogios sobre as virtudes dos filhos, mas se algo der errado na educação, o casal fica disputando internamente para saber de quem foi a culpa do erro…: ” foi sua…não,foi sua “.
Na sociedade atual, pela necessidade do culto à imagem pessoal, este tipo de casal é o mais fácil de ser encontrado.

* – Psicólogo – Autor do livro: Prazer sexual na Vida Conjugal. – Ed. Paulus-S/P

domingo, setembro 2nd, 2007 vida-conjugal Nenhum Comentário