CASAL TIPO ESPELHO - continuando artigo de 23/07.

espelho.jpg

*Gerson Abarca

Para continuarmos a pensar os tipos de casais na psicodinâmica conjugal, hoje vamos falar sobre o CASAL TIPO ESPELHO.
Este tipo de casal ,se estrutura na relação de ausência de troca. Cada um dos conjugues estão no relacionamento para “gratificarem” a si mesmos.
Ele vê nela um “troféu” que carrega para apresentar à sociedade como prova de sua capacidade de conquistar uma bela mulher. Assim também acontece com ela.
Relacionam-se sexualmente preocupados apenas com o prazer sexual próprio. Ela querendo pontuar a qualidade de seu próprio orgasmo e ele, certificando-se que é potente e pode dar conta de suprir seu goso pessoal. Geralmente se completam na relação pela masturbação.
Na estrutura de diálogo se comunicam como se existesse um vidro transparente entre o casal. Ela fala e seu conteúdo bate no vidro e volta para ela mesma, como também ele, que só sabe escutar a si mesmo.
Tudo que querem do parceiro, é que este o supra nas suas necessidades fundamentais, por isto estão constantemente cobrando do outro aquilo que deixou de ser feito. Existe um profundo vasio interior em cada um, o que leva ao relacionamento de muita cobrança de atenção.
O CASAL TIPO ESPELHO , é como Narciso, que acha feio o que não é espelho. Cultuam ao corpo, chegando até a disputar entre si quem está mais “sarado”. Quando um dos dois está em desvantagem física, este tende ao sofrimento por inveja, descarregando ataques destrutivos.
No campo do trabalho, tendem a disputar desempenho. Estão sempre disputando salários,feitos e méritos.
Estes casais tendem a ter muito ciumes e por isto estão constantemente desconfiados um do outro.
Adoram uma aparência, e necessitam de elogios. Quando participam de atividades em comunidade, gostam de serem chamados de “CASAL VINTE”.
Filhos de CASAIS ESPELHO, sofrem a ausência afetiva,pois os pais tendem a se preocupar só consigo mesmos. Usando os filhos para sustentar as aparências,e por isto exigem muito deles para que tenham desempenho em todas as áres. Precisam constantemente de receber elogios sobre as virtudes dos filhos, mas se algo der errado na educação, o casal fica disputando internamente para saber de quem foi a culpa do erro…: ” foi sua…não,foi sua “.
Na sociedade atual, pela necessidade do culto à imagem pessoal, este tipo de casal é o mais fácil de ser encontrado.

* – Psicólogo – Autor do livro: Prazer sexual na Vida Conjugal. – Ed. Paulus-S/P

domingo, setembro 2nd, 2007 vida-conjugal

No comments yet.

Leave a comment