Archive for dezembro, 2007

Adeus ano de 2007! Seja Bem vindo ano de 2008!

QUE BOM ESTARMOS AQUI E PODERMOS DIZER ADEUS PARA ESTE ANO DE 2007 E DESEJAR AS BOAS VINDAS PARA O PRÓXIMO ANO DE 2008!

MEU FILHO MAIS VELHO PERGUNTOU HOJE PRA MIM: “MÃE, QUE ROUPA DEVO VESTIR NA PASSAGEM DO ANO?”.

RESPONDI A ELE: “VISTA A ROUPA QUE MAIS LHE CONVÉM,PORQUE NÃO É A ROUPA OU A COMIDA OU OUTRAS “SUPERSTIÇÕES” QUE FARÁ VOCÊ MAIS OU MENOS FELIZ. O QUE FARÁ VOCÊ FELIZ E TER SUCESSO NO ANO DE 2008 SÃO OS SEUS SENTIMENTOS E AÇÕES”.

DISSE À ELE PARA “VESTIR O SEU CORAÇÃO”DE SENTIMENTOS COMO A PAZ, A BONDADE, A CARIDADE E A ESPERANÇA” E ASSIM ELE PODERÁ GARANTIR NO SEU DIA A DIA AÇÕES PRÁTICAS DE SOLIDARIEDADE, DE AMIZADE, DE JUSTIÇA E FRATERNIDADE.

CANTEI JUNTO COM ELE AQUELA MÚSICA QUE DIZ ASSIM: “MUITO DINHEIRO NO BOLSO, SAÚDE PRA DAR E VENDER” E LEMBREI QUE SOMENTE EM DEUS É QUE VERDADEIRAMENTE SEREMOS FELIZES E QUE TODOS OS DIAS ELE DEVE SE LEMBRAR DISTO,PRINCIPALMENTE EM OCASIÕES QUE AS MANIPULAÇÕES DESTA SOCIEDADE CONSUMISTA E EGOCÊNTRICA TENTA “FAZER A CABEÇA” DE QUE A FELICIDADE ESTÁ RELACIONADO COM GRANA E SUCESSO PESSOAL
A QUALQUER CUSTO.

SEJA BEM VINDO 2008 E ESTAREMOS ESPERANDO DE CORAÇÃO E BRAÇOS ABERTOS E DESEJOSOS EM CONTINUARMOS DEFENDENDO A VIDA COMO DEUS QUER PRA TODOS NÓS!novas-fotos-041.jpg

segunda-feira, dezembro 31st, 2007 Sem Categoria Nenhum Comentário

FAMÍLIA DE JESUS - SINAL DE CONTRADIÇÃO

* Gerson Abarca
Neste natal, refletimos intensamente sobre o nascimento de Jesus. As famílias se reuniram, trocaram presentes e desejaram-se feliz natal. Muitas famílias convidaram a parentada e festejaram.
Mas a pergunta que não nos deixa calar é: – Qual é o modelo de família que Deus escolheu para se fazer Carne?
Pensamos esta resposta a partir dos nossos filhos, pais e parentes…alguns amigos. Mas sabemos que a vida em família na época de Jesus era a vivência do coletivo. A família era pela comunidade, num sistema tribal. Com o emergente do modelo familiar após a revolução industrial do século 18, e com a necessidade do processo de produtividade industrial, a família ocidental passa a ter uma formatação – papai, mamãe, e filhinhos – . E para todo e sempre, parece que vamos percebendo os núcleos familiares fechados entre os seus.
A Família de Nazaré, nos trás a lembrança de um modelo de família que existe no coletivo, gera filho para um projeto coletivo e só têm sentido dentro da contextualização sócio cultural.
Ela é uma contradição ao modelo de família que nossa sociedade ocidentalizada à partir do modelo Europeu se estruturou.
Que saibamos observar com mais transparência nas entrelinhas do nascimento de Jesus, para que possamos viver um Cristianismo com poucas aparências e superficialidades. Nossas famílias só sobreviverão na Fé Cristã se estiverem verdadeiramente envolvidas na construção da Civilização do Amor – um projeto eminentemente coletivo – .

*É Psicólogo

quarta-feira, dezembro 26th, 2007 religiao-e-familia Nenhum Comentário

Escolhamos, pois, a Vida! (Deut 30, 15)

Que possamos chegar no dia do Natal renovados e fortalecidos para continuarmos escolhendo a Vida como única missão sublime que foi destinada a nós-humanidade para ser protegida, amada e promovida em cada ser humano -criatura de Deus, pois desta forma estaremos dando continuidade na missão que Jesus iniciou no meio de nós.
Escolhamos, pois, a vida! (Deut 30,15).
A indiferença, o egoísmo, a violência e desigualdade social e das relações devem ser combatidos através de atitudes como a de Maria e José quando acolheram a Vontade do Pai como o serviço,a bondade, a oração e a fidelidade ao Projeto de Deus.
Escolhamos, pois, a vida! (Deut 30,15).
QueridasFamílias, não deixem ser dominadas pelo consumo, pelo relativismo, pelo individualismo. Ensinem os seus filhos o valor da partilha, da simplicidade e solidariedade como atitudes que geram a vida desejada por Deus para todos nós.
Escolhamos,pois, a vida! (Deut 30,15).
Celebremos com profunda alegria o nascimento de Jesus no seio de nossa família e assim estaremos contribuindo para que os nossos filhos possam continuar a escolha pela vida tornando-se testemunhos autênticos e concretizados através de atitudes e ações sem preconceitos, sem discriminações e muito amor para doar.

novas-fotos-052.jpg

(As mãos desta foto são de nossos filhos, tirada durante a nossa oração diária e noturna diante do presépio neste Tempo do Advento).

sábado, dezembro 15th, 2007 religiao-e-familia Nenhum Comentário

Presta atenção nas crianças....no tempo do advento...

Este título é um refrão de uma das maravilhosas músicas do nosso querido e conhecido Pe. Zezinho.

Presta atenção nas crianças…e neste Tempo do Advento, nós estamos prestando a atenção em uma “criança” muito especial…que mudou o rumo da humanidade.

Jesus, o menino- Deus que veio para estabelecer definitivamente a aliança entre Deus e cada um de nós – enquanto humanidade! .

Presta atenção nas crianças…e neste Tempo do Advento, nossos filhos estão “atentos” no presépio e em especial no menino Jesus?.

Ou melhor dizendo, como nós pais estamos sendo observados pelos nossos filhos para que os mesmos tenham uma compreensão clara na importãncia deste Tempo do Advento? Eles sabem o significado disto?

Será que a figura do Papai Noel tem sido o maior objeto de atenção de nossos filhos?

Estas questões tem merecido muita atenção no meu ambiente familiar.

Temos procurado ser fiel em todas as noites, antes de dormir, se colocar junto com os nossos filhos no “pé” do presépio, rezar e lembrar que estamos esperando o Natal – “o aniversário de Jesus”, como o meu filho menor se refere.

Mais que discurso e fala, educaremos os nosso filhos na Fé, fazendo-os acima de tudo VIVER concretamente a expressão da fé nos momentos de celebração vivida pela nossa Igreja e como também na vivência diária do Natal em nossas relações (fraternidade, ajuda mútua, valorização da vida de cada um da família e outros sentimentos que possam garantir a valorização da vida).

Presta atenção nas crianças…e assim você medirá também qual está sendo o seu papel na educação da fé de seus filhos, porque com certeza eles são a continuidade da sua expressão religiosa.

Geralmente, pais consumistas e que dão pouca importância para a Celebração do Natal, refletem filhos ansiosos e consumistas e que valorizam muito mais a pessoa do Papai Noel do que a pessoa de Jesus.

Tempo de Advento…tempo de mudanças…tempo de superação…tempo de atenção!

samu-042.jpg

sexta-feira, dezembro 7th, 2007 religiao-e-familia Nenhum Comentário