Em casa, todos contribuem...inclusive os amigos.

fotos-mil-023.jpg

Este é o lema que procuramos manter em nosso ambiente familiar diariamente, independente ou não da ajuda de nossa secretária da casa.

E os amigos também estão incluidos!São convidados a fazerem parte da nossa pequena “rede de solidariedade” que procuramos viver um para com o outro em nossa família.
E o legal é que a galera contribue numa boa! Ajudam na limpeza do prato ou do copo que utilizaram como também na arrumação da cama que irão dormir e a organização do quarto pela manhã.

Eu e meu marido amamos receber os amigos dos nossos filhos e procuramos fazer o que é possível para recebe-los bem e com alegria, mas não abrimos mão da contribuição de cada um.

Ora, se queremos que nossos filhos experimente a alegria da ajuda mútua e que esta prática torne na vida deles um hábito saudável e nobre ,é preciso que concretizamos estas pequenas experiências no dia a dia do ambiente familiar.

E mais, é necessário como pais sermos perseverantes nesta escolha e não abrirmos mão dela, para que esta prática se torne consistente e duradora, pois somente assim concretizamos em nossos filhos atitudes que revelam um coração solidário e disponível para o outro.

Se você ainda é daquele tipo de pai e mãe que em casa “dá tudo na mão” de seus filhos, eu convido a rever esta conduta nada edificante e comece a se organizar para modificar este hábito e sempre lembrando da importãncia de respeitar a faixa etária de cada filho como também dos amigos.

Jesus colocou-se a serviço da humanidade, ao nosso serviço e como Ele queremos que nossos filhos também se coloquem a serviço do próximo!

sábado, outubro 25th, 2008 filhos, qualidade-de-vida-familiar

1 comentário to Em casa, todos contribuem...inclusive os amigos.

Maria Inês
25/10/2008

Celina,

Muito bom seu texto!!!
Precisamos SIM vivenciar a “cultura do dar”…e quanto mais cedo começar, com certeza nossos filhos agradecerão, pois só assim estaremos formando ” homens novos”, que fala o apóstolo Paulo nos Evangelho.

Na “minha grande família”,( tive 8 filhos) não temos grandes problemas com o consumismo…um assunto tão em evidência… Nesses dias meu caçula ( 10 anos) ajuntou suas economias, para comprar uma mochila para a escola, precisa ver sua felicidade, porque encontrou aquela que seu dinheiro possibilitava comprar…(nem se preocupou com essas coisas de marca)e me pediu para ir junto, para conferir se realmente seria um bom negócio… a vendedora arregalou os olhos de ver sua maturidade. Ele considerou este, o seu presente do dia das crianças!!!

Abraços

Inês

Leave a comment