religiao

Por que Deus permite isto?

images.jpg
Quem de nós já não fez este tipo de questionamento, quando algo errado aconteceu em nossas vidas ou na vida de algum ente querido?
Um acidente inesperado, uma doença “fora de hora”, a guerra, os “desastres” naturais, o negócio que não teve um resultado positivo financeiramente , uma demissão não prevista e tantas outras situações que nos deixam estagnados, desacreditados, pessimista e as vezes questionando a própria fé e existência de Deus.
Eu pessoalmente converso com Deus todos os dias e as vezes “brigo” até com Ele e aí me vem a tal pergunta:
“Meu Deus! Por que Você permitiu isto?” E descarrego toda a minha incredulidade e frustração . Fico até “de mal” e nem quero mais saber de conversa, mas não tem jeito, Ele em sua atitude amorosa diz no meu coração:
“Filha Amada,não posso fazer por você – criatura única ou por você – família ou por você – sociedade ou por você – nação ou por você – Humanidade aquilo que deixei como vossa responsabilidade que é cuidar do maior Bem Precioso doado por Mim, que é a Vida! .
Na minha pequenez, rezo: “Senhor, aumentai a minha Fé!”
Para que eu possa enfrentar o que for necessário e assim promover não só a vida humana, mas todas as espécies criadas por Ti e fazer desta terra, a antecipação da Morada Eterna.
Por isso, meus irmãos, “ânimo para ficar em pé”, como dizia o nosso querido e saudoso Padre Léo.
Não esqueça que nós pais somos ,para os nossos filhos, até que completem a sua maturidade, um testemunho vivo e importante para a construção, na vida deles, de sentimentos como esperança, fé, determinação, contribuição e tantos outros que irão fazer que os mesmos sejam pessoas com coração sensível, porém sólido na Fé de um mundo melhor e consciente da importãncia de sua participação como criatura de Deus.
Por que Deus permite isto? ou melhor,
Por que nós permitimos isto?

Combater o “bom combate”, dizia o apóstolo Paulo, então sigamos o exemplo dele e façamos do nosso seio familiar um instrumento poderosíssimo na luta pela Vida em Plenitude para todos os nossos irmãos!

Celina e Gerson

segunda-feira, outubro 8th, 2007 religiao 1 comentário

Família: Braços de Deus...

blog-parceiros.jpg

O nosso estimado Papa Bento XVI, em sua primeira Carta Encíclica “Sobre o Amor Cristão” , inspirado pelo Espírito Santo, cita que: “Toda a atividade da Igreja é manifestação de um amor que procura o bem integral do Ser Humano: procura a sua evangelização por meio da palavra e dos sacramentos, empreendimento muitas vezes heróico nas suas realizações históricas; e procura a promoção nos vários âmbitos da vida e da atividade humana. Portanto, é amor o serviço que a Igreja exerce para acorrer constantemente aos sofrimentos e às necessidades, mesmo materiais, dos seres humanos. ( serviço da caridade).”

Com esta citação, podemos compreender qual a missão que foi dada a nós ,famílias cristãs. Sermos braços de Deus ! Isto é ,darmos a continuidade ao seu Projeto à humanidade, através do anúncio da Palavra, da celebração dos Sacramentos na comunidade eclesial e o serviço da caridade ao próximo , acolhendo-o em suas necessidades.

Falando em próximo, na Carta Encíclica, o Papa nos lembra que “qualquer um que necessite de mim e eu posso ajudá-lo, é o meu próximo”.

Somos braços de Deus! As nossas famílias deverão ser a continuidade da prática da caridade, iniciada por Jesus  e seus apóstolos para a promoção humana e como Imagem e Semelhança de Deus!

Diante de uma sociedade que fomenta o egoísmo, o egocentrismo , onde o prazer individual ou do núcleo familiar é que tem “mais valia”;  somos chamados a  fazer o “bom combate” para que ,enquanto braços de Deus,  possamos chegar “em todos os corações” que sofrem a necessidade do amor.

E que este amor do próximo, como cita o Papa em sua Carta Encíclica, “já não seja um mandamento, por assim dizer, imposto de fora, mas uma consequência resultante da sua fé, que se torna operativa pelo amor. (cf.Gl 5,6).

Indico para todas as famílias: Carta Encíclica Deus Caritas Est do Sumo Pontífice Bento XVI ( Ed. Paulinas).

Enf.Celina – Família sócia da Canção Nova

sábado, junho 23rd, 2007 religiao Nenhum comentário