Missionários Canção Nova em Paulínia 2019

Na sábado (02/02), dia da Apresentação do Senhor, os missionários da Comunidade Canção Nova enucleados na missão de Paulínia se reunirão ao redor do altar para renovarem o seu compromisso com Deus através do carisma Canção Nova.

A celebração foi presidida pelo padre Uélisson Pereira, sacerdote e missionário da Comunidade Canção Nova.
Celebração em que se comemorou os 25 anos do 2º elo Canção Nova e contou com a participação dos missionário, vocacionados, amigos e familiares.

A missão da Canção Nova em Paulínia é composta por 9 membros do núcleo e 22 membros do segundo elo, totalizando 31 missionários à serviço da evangelização.

Desde já, fica o convite para você se aproximar e conhecer nossas atividades evangelizadoras na Arquidiocese de Campinas.

 

 

Na última sexta-feira (02/02), dia da Apresentação do Senhor, os missionários da Comunidade Canção Nova enucleados na missão de Paulínia se reunirão ao redor do altar para renovarem o seu compromisso com Deus através do carisma Canção Nova.

A celebração foi presidida pelo padre Wagner Ferreira, sacerdote e missionário da Comunidade Canção Nova que na ocasião comemorou 25 anos da sua entrega à Deus na Comunidade Canção Nova e contou com a participação dos missionário, vocacionados, amigos e familiares.

Nesta mesma Santa Missa, fez-se memória dos 40 anos do 1º compromisso feito na cidade de Queluz no ano de 1978.

A missão da Canção Nova em Paulínia é composta por 10 membros do núcleo e 24 membros do segundo elo, totalizando 34 missionários à serviço da evangelização.

 

Falar de vocação é falar de uma correspondência Àquele que nos chama. É uma resposta de amor diária, um ato de fé, confiança e dependência incondicional de Deus.

Posso dizer que a minha vocação é marcada por esta simples frase: “A chave é a confiança, e a resposta é o amor”. Isso porque, ao longo de toda a minha caminhada cristã, Deus sempre me convidou a um abandono confiante em suas mãos e em sua Santa Vontade. E para isso, eu precisava dar, diariamente, uma resposta de amor Àquele que me chamou. E para caminhar, eu precisava escutar, acreditar, e dar passos firmes na fé – passos estes que, na maioria das vezes, me custava muito caro, porque eu precisava abrir mão das minhas vontades, das minhas seguranças, dos planos e projetos pessoais, para ousar viver os sonhos que Deus tinha para a minha vida.

E posso dizer sem medo de errar que o sonhos que Deus tinha e tem para minha vida são muito maiores e mais abrangentes que os meus. Ele me levou a desbravar um novo horizonte, desconhecido por mim, mas que, certamente, sozinha e sem sair do meu comodismo, eu não ousaria nem conseguiria conhecer. Mas, apoiada, sustentada e impulsionada pelo Seu amor, não tenho medo de correr o risco; de abrir mão do meu querer, para ir em busca daquilo que Deus tem para mim.

Possa afirmar com a minha vida que, hoje, olhando para trás, consigo ver um caminho já percorrido, marcado pela misericórdia de Deus. E olhando para frente, vejo um novo caminho a ser desbravado. No ponto em que estou, não me resta dúvida em afirmar que, se eu caminhar de braços dados com Senhor, Ele mesmo me fará melhor e me impulsionará cada vez mais para a verdadeira felicidade!

Hoje convido você hoje a ter a coragem de dar um passo de confiança em direção à voz de Deus, que não cessa de nos chamar, e a respondê-la em seu dia a dia com amor.

Que Deus te abençoe nesta aventura!
Mariana LG

Deus tem um olhar pessoal e intransferível para cada um de nós, este olhar me alcançou.
Para mim, minha vocação mesmo em meio às provações é um presente, um encontro sobrenatural, onde me encontrei com a felicidade interior.
Sou feliz por corresponder ao meu chamado na Comunidade Canção Nova.
Edenice Maria – missionária da comunidade Canção Nova,  esposa e mãe.
“A vocação da humanidade consiste em manifestar a imagem de Deus e ser transformada à imagem do Filho único do Pai. Esta vocação implica uma dimensão pessoal, pois cada um é chamado a entrar na bem aventurança divina, mas concerne também ao conjunto da comunidade humana”  CIC n° 1877.

Comecei com o Catecismo da Igreja Católica para conversarmos sobre chamado,  mês de agosto, mês vocacional para a Igreja Católica Apostólica Romana, que a cada fim de semana celebra uma vocação específica:

Primeiro Domingo – Vocações Sacerdotais
Segundo Domingo – Vocação Familiar
Terceiro Domingo – Vocações Religiosas

Quarto Domingo – Vocações Leigas

Então vem a pergunta:  Você já fez uma experiência vocacional?

Sim, falo de responder uma inquietação interior que hoje você não consegue dar nome, pois é alguém que serve a Deus em sua paróquia, comunidade, já teve seu encontro pessoal com Jesus Cristo, também uma experiência fecunda com o Espírito Santo, mas sente que é impelido a avançar por águas mais profundas.

A Canção Nova pode ser as águas profundas para colocar seu barco em alto mar, já pensou nisso?

Monsenhor Jonas diz: “Só é feliz quem realiza sua vocação”

Quer saber mais?
Acesse:
Ligue: (19) 3844-8300 – Eliones Ferreira
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com