Archive for fevereiro, 2009

UMA QUARESMA SEM TV COMERCIAL - SÓ CANÇÃO NOVA

quarta-feira, fevereiro 25th, 2009

Após termos participado de um retiro de carnaval de jovens Luteranos, onde desenvolvemos o curso Sexualidade Humana,  chegamos revitalizados para entrarmos na quaresma com propostas de viver a abstinência de coisas que nos agradam no cotidiano. Em cada quaresma traçamos uma proposta tanto individual como coletiva, e já são duas delas que trouxeram mudanças radicais em minha vida. A mais determinante foi ter eliminado o hábito de beber cerveja.

Nesta, propomos em família não assistir TV, apenas o canal Canção Nova. Agora mesmo poderia estar assistindo ao jogo Botafogo e Fluminense, com certeza será muito interessante, mas a quaresma já está acontecendo. No individual me comprometi a não beber qualquer tipo de bebida alcoólica, adoro um bom vinho, e também não tomar refrigerante, ainda mais neste calor, vai dar água na boca.

Não estou querendo simplesmente fazer propaganda de meus sacrifícios, mas quero apenas apresentar-lhes que a prática de realizar uma quaresma com compromissos bem definidos, ajuda-nos a realmente vivermos este maravilhoso momento de preparação para a Páscoa. Isto têm um efeito psicológico fantástico. Nos conduz à disciplina e ao recompromisso com nossa Fé.

No programa PHN de terça de carnaval, Dunga entrevistou um jovem de Porto Alegre que testemunhava que sua vida de dependência química e alcoólica tinha sido modificada após período de quaresma, onde ficara sem fazer usos de substâncias entorpecentes ou embriagantes. Uma quaresma fez com que este jovem se transformasse em testemunho de vida para milhares de outros jovens no Brasil. Narrava ele que o resultado era a plena sensação de felicidade que ele passou a vivenciar a cada dia .

Sabemos em casa que este sacrifício de não vermos outro canal de TV que não seja a Canção Nova vai nos trazer momentos de muita angústia, porém acredito que veremos os resultados deste esforço daqui quarenta dias.

Se você ainda não fez o seu propósito, ainda está em tempo.

Tenha uma quaresma de vigilância e oração.

UM CARNAVAL ECUMÊNICO - ENTRE OS LUTERANOS

sexta-feira, fevereiro 20th, 2009
Jovens da Igreja de Confissão Luterana no Brasil

Jovens da Igreja de Confissão Luterana no Brasil

Neste carnaval estarei entre os irmãos Cristãos da Igreja de Confissão Luterana no Brasil. Uma Igreja que participa da Comissão pelo diálogo Ecumênico da CNBB .

Serão 200 jovens que participarão de mais um retiro de carnaval na cidade de São Gabriel da Palha – ES. Com este, estaremos realizando o terceiro retiro de carnaval para os Luteranos.

Alguns amigos Católicos nos questionam o por que não fazemos retiros para jovens Católicos. Também me pergunto do por quê não. Mas diante dos convites tão fervorosos dos Luteranos, e sabedor da seriedade dos retiros deles, também fica difícil dizer não. É que sou um apaixonado pelo tão necessário diálogo Ecumênico. E na região que vivo, norte do Estado do Espírito Santo, são poucos os jovens Católicos que fazem retiro no carnaval. Diferente da região dos meus pais, São José do Rio Pardo – SP, onde as Paróquias investem muito em retiros. Eu mesmo na minha juventude, participei de sete retiro de carnaval. Da minha turma de jovens da época, hoje todos eles são bons pais de família e bem sucedidos profissionalmente. Alguns outros amigos da época da minha juventude, que nos satirizavam, ficaram dependentes de drogas e já morreram, infelizmente.

Com os Luteranos, vamos desenvolver a formação do tema sexualidade e afetividade humana. Com um jeito muito criativo, trabalharemos este tema de forma muito participativa. A minha esposa Maria Celina do blog “Sermulher”, aqui da Canção Nova, participará comigo desta formação. Meus filhos Davi ( 11anos) e Helder (6 anos) estarão conosco.

Mas o Samuel de 16 anos já se encontra na Canção Nova de Cachoeira Paulista – SP, sob o comando de Marquinhos Azambuja e Bia, que fará ele  trabalhar muito, espero. É que sou defensor da idéia que o jovem só se envolve se trabalhar. No nosso retiro, faremos a moçada trabalhar muito também.

Estou muito feliz de ver que a idéia de retiro de carnaval têm perdurado ao longo dos anos e aliás têm crescido o número de jovens a procura desta vivência. Na Canção Nova esta iciciativa começou em 1980, com Monsenhor Jonas e o Presbítero Nelsinho à frente.

Se Católicos ou não , o que importa é que os Cristãos estão mostrando que o mundo pode ser diferente.

A minha cabelereira Dora, que é de uma Igreja Cristã também me disse que todo o carnaval centenas de fiéis de sua Igreja fazem retiro de carnaval. Ela ,sabendo de nossa abertura ao ecumenismo, já está mobilizando para quem sabe um dia eu e minha esposa façamos uma palestra para os jovens da Igreja dela.

Sabe, o bom disto tudo é que podemos perceber que as formas de se buscar à Cristo são muitas. Neste mundo de tantas formas de exclusão e determinismos, onde os grupos tendem ao isolamento, a integração de pessoas que buscam ideais parecidos é muito importante. A união dos povos é condição primordial para buscarmos caminhos de salvação do planeta.

Feliz e Santo Carnaval.

Como melhorar a potência sexual no casamento

segunda-feira, fevereiro 16th, 2009

Gerson Abarca*

Assistindo a um programa do canal de TV Planeta Animal, sobre sexualidade animal, ouvi a citação de uma pesquisa onde a melhora do desempenho sexual dos homens está relacionado ao desenvolvimento de tarefas domesticas que eles realizam em suas casas. Segundo esta pesquisa, homens que arrumam suas próprias camas deleitam-se melhor nos seus leitos e também melhoram o desempenho sexual com suas esposas quando se dedicam a partilhar as tarefas do lar.

O motivo disto não foi revelado no programa, mas posso imaginar que é um efeito natural de aproximação do casal. Se ele é solidário em casa, isto leva ela a ceder ou a se atrair mais por ele. Do contrário, quando o esposo não se toca para ajudar em nada dentro de casa, perde o vínculo natural com sua esposa e possivelmente a perda de atração dela por ele. Como parceiro, por sua vez, o homem terá na vivência sexual um momento de coroamento de vínculo estabelecido consequentemente um melhor desempenho sexual.

Está aí uma forma simples e econômica para os homens melhorarem seu desempenho sexual no casamento. Não precisa nem de usar recursos químicos.

Sobre leões e leoas – A difícil relação entre homens e mulheres

segunda-feira, fevereiro 16th, 2009

  Gerson Abarca*

 

            Analisando o comportamento dos leões em comunidade, o macho leão tende a esperar das leoas que elas peguem a caça. Todas as energias são gastas pelas leoas, que derrubam a presa e a prepara para o leão chegar bem descansado e saborear da melhor parte. Só após estar saciado é que deixará os demais membros da comunidade chegarem, inclusive as leoas caçadoras.

            Este comportamento de leões e leoas parece com a forma de convivência entre os seres humanos. Por muitos anos, e recentes anos, o modelo de casal era da mulher se dedicar ao lar enquanto o homem ia para o trabalho. Ela preparava tudo para o bem estar do marido, este só chegava e usufruía dos benefícios. A grande justificativa para isto era que ele trazia o dinheiro sagrado para a casa.

            Com o tempo, as mulheres foram conquistando seu espaço no mercado mas pouco evoluiu nas questões do lar. Elas continuam fazendo tudo dentro do lar, caindo no que chamamos de tripla jornada de trabalho (o trabalho em si; a casa; e os filhos). Enquanto eles continuam, na sua maioria, do trabalho à casa e de casa ao trabalho, alguns dão uma paradinha nos bares antes de casa. Mas em casa, sentam no sofá para ver o jogo passar.

            Nos Estados Unidos, 70% das mulheres que saíram para o mercado de trabalho realizam atividades domésticas no próprio emprego. Só mudaram no quesito salário, trabalhar para fora trás salário, mesmo que seja todo ele para pagar parte das despesas que são conseqüências da saída ao trabalho, tipo: empregada doméstica; babas; creches; transportes. Mesmo assim sentem-se hoje mais satisfeitas, pois quando estavam em casa como dona do lar não eram valorizadas pelos esposos.

            Mas parece que ainda nos assemelhamos muito aos hábitos da comunidade dos leões. Vivemos uma delimitada divisão de tarefas e poderes, onde os homens ainda se consideram os responsáveis diretos de defesa da comunidade (como os leões) e as leoas, servidoras da sua alteza (leões).

            Mas não somos leões, os leões são geneticamente codificados para serem e fazerem tudo o que fazem há centenas de anos. Nós humanos somos dotados da capacidade de refletir, de pensar e de construir novos referenciais. Assim como não é muito inteligente os homens se manterem no poder, e transformando suas esposas em serviçais, mesmo que trabalhem fora de casa e seja mulheres bem sucedidas profissionalmente; também não é muito inteligente as mulheres (esposas) se sacrificarem tanto por conquistas individuais e caírem no mesmo papel do passado de serem serviçais domésticas. No final das contas, a reprodução da genética felina, acaba sendo absorvida pelos humanos, mesmo sendo estes mais capazes e com mais condições de irem além de fator genético.

            Lares em que homens e mulheres partilham tarefas e planos financeiros há maior tendência de se ter prazer e satisfação no convívio familiar e melhor desempenho dos filhos na escola, na saúde e na realização dos projetos pessoais.

 

*Psicólogo, Diretor do Instituto Pensamento

 
 

 

PSIQUIATRIA PARA CRIANÇAS?

segunda-feira, fevereiro 9th, 2009

*Gerson Abarca

Desde  1988 atendo crianças pela técnica da ludoterapia com o referencial da Psicanálise infantil, especificamente em Melanie Klain e Winnicotti. Desde aquela época os pais sempre ficam muito preocupados quando o diagnóstico aponta para a necessidade de ser ministrado medicação psiquiátrica. Se para adultos ainda há muitas dúvidas e receios, pois acham que estão ficando “loucos”, imagine quando o paciente é uma criança.

Quando os pais pedem que antes de ser um Psiquiatra que eles tentem com o Pediadra, já se nota o medo e tabu.

Mas se necessitamos de uma avaliação medicamentosa de caráter emocional, o caminho com mais chance de resultados é consultar um Psiquiatra Infantil. Tudo bem que esta especialidade é rara em algumas regiões do Brasil. Quando não se tem a especialidade, não é muito indicado encaminhar-se para um outro Psiquiatra que não seja especializado em crianças. Nestes casos, temos que recorrer ao Pediatra, porém, com a prudência que este tenha abertura para medicar dentro da faixa etária da criança. As vezes os pais suportam que a criança seja avaliada por um Neurologista infantil, mas a Neurologia é para quem apresenta disfunções de caráter fisiológico neurológico, e não de origem especificamente comportamental. Alguns casos o diagnóstico precisa do parecer do Psiquiatra e do Neurologista, numa açõa interdisciplinar. Assim, o Psicólogo com domínio de uma técnica, com auxilio de outros profissionais poderá chegar ao melhor diagnóstico possível.

Alguns pais tentam pelas vias da Medicina Homeopática. Este caminho pode ser viável só em casos onde o quadro não esteja se configurando em uma patologia comportamental que desencadeie dissociações emocionais.

Todo tratamento infantil que esteja sob orientação de medicação psiquiátrica, requer concomitantemente a psicoterapia desenvolvida por um Psicólogo especializado em atender crianças. O resultado do tratamento é mais eficaz e em menos tempo de duração.

Uma das indicações mais comum é ansiolítico para quadros de terrores noturnos, enurese, encoprese, bruxismo,etc. Quando tratamos crianças com um destes sintomas sem o auxilio medicamentoso, vemos os processo se arrolando em um longo período de tempo, com pequenos episódios de melhora, o que leva aos pais a desistirem do tratamento.

Muitos quadros que estão sendo diagnosticados como hiperatividade, na verdade são transtornos comportamentais infantis em que o diagnóstico inadequado camufla o problema real. Afinal de contas hoje em dia é bem mais aceitável saber que um filho está com hiperatividade do que com transtorno emocional. Este soa como coisa de quem está ficando “louco”, aquele soa como coisa do cotidiano escolar. O problema é que este tipo de camuflagem só eleva o nível da complicação comportamental, predispondo a criança a futuros transtornos emocionais de maior gravidade e as vezes a evolução para psicoses.

O melhor caminho é avaliar, através de um bom psicodiagnóstico infantil, para depois se tomar postura para auxílio medicamentoso.

Qualquer forma de preconceito neste campo, poderá transformar um quadro simples em algo mais complexo. Assim como a criança necessita  tomar remédio para controlar a febre, também precisa de remédio para controlar uma ansiedade fora de lugar. A diferença é que de febre o Pediatra  pode cuidar  bem, da ansiedade o Psiquiatra infantil pode cuidar melhor.

* Especialista em Psicologia Clínica pelo CFP. Ha três anos está sistematizando o método Psicanálise Contextualizada pelo Instituto Pensamento

O SIM DOS PARA SEMPRE NA CANÇÃO NOVA

sábado, fevereiro 7th, 2009

No dia 2 de fevereiro de 2009 tive a grata oportunidade de participar da Celebração Eucarística de confirmação , renovação na vida consagrada dos Missionários e Missionárias  da Canção Nova – Comunidade de Vida , aqueles internamente na vida da C.N.. e Comunidade de Aliança – estes consagrados para estarem na realidade do mundo, ou melhor, na vida da sociedade como cidadãos.

Fomos, eu e minha esposa Maria Celina, pois estamos fazendo o caminho vocacional para Cominidade Aliança indo para o segundo ano. De todas as minhas idas para as formações que acontecem em Cachoeira Paulista-SP a cada dois mêses,  porém esta ida para a Celebração foi a que mais nos tocou. Uma Celebração milagrosa, onde centenas de Missionários Canção Nova se encontram para reafirmar os compromissois pela Evangelização com o Carísma Canção Nova. Imagina quanto fervor, quanta gente sedenta de Deus, imbuidos pelo Espírito Santo. Uma força coletiva que nunca tinha presenciado na minha vida, quanta alegria.

Ao ver Monsenhor Jonas Abib irradiante de alegria por estar podendo olhar para seus filhos mais próximos. De poder vê-lo comtemplar o resultado de seu sim há trinta anos, como o sim de Maria. Emocionante também ver aqueles Consagrados de mais tempo na caminhada…( pausa )…vontade de chorar de alegria: Ricardo Sá e sua  fé criativa; Dunga e sua energia contagiante; Salete e sua ternura feminina, Verinha e seu olhar de discernimento; Luzia Santiago e sua contagiante alegria e entrega; Eto com seu foco e compenetração;Diácono Nelsinho com seu jeito moleque de ser; Marquinho Azambuja com seu olhar fotográfico; Bia Azambuja com sua ternura de mãe; Mazinho com seu sempre humor; Celiane com seus braços acolhedores;Marcio Mendes com sua postura contemplativa; a Evandra e seu esposo Márcio com os quatro filhos, uma família que nos comprova que filhos trás alegria, fazendo o primeiro sim para sempre e nossa !!!, que time de Consagrados para sempre, hoje são centenas, na qual cito alguns poucos que podemos dizer que são espelhos do que todos reunidos representam. Que família maravilhosa.

Durante a Celebração a passagem Bíblica que não saia de meu pensamento era aquela em que São Paulo nos fala ” Não sou eu quem vivo, é Cristo que vive em mim…”. E para estourar todos os sentimentos, no encerramento aquela música que é como se fosse o hino da C.N.:”Não dá mais pra voltar, o mar é Deus e o barco sou eu…”.

Como é bela a Família Canção Nova! Tão bela que não dá mais para voltar. Hoje entendo quando Jesus disse:”Quem são meus irmãos, quem é meu pai?. A consanguinidade familiar é importante e nunca faz-nos esquecer de nossos irmãos de carne. Mas no caminho Missionário, nossos Irmãos de alma, de parceria Evangelizadora nos faz sentirmos pertencentes ao Reino de Deus, um caminho de parcerias que nos leva a ver que A Ressurreição de Cristo representa o Amor de Deus indiscriminado à todas as pessoas, “quem são meus irmãos?…”, todos indistintamente. Em Cristo, nossa consanguinidade familiar se dissolve para dar lugar a Irmandade que caminha rumo à Parusia. E os Consagrados de prontidão no dia 2 de fevereiro na C.N. deixaram fazer transmitir esta verdade: “Os Cristãos tinham tudo em comum, dividiam seus bens com alegria…” São Lucas no Ato dos Apóstolos confirma que aquela Comunidade de Amor dos primeiros Cristãos era um sinal de contradição no mundo. Como já é sinal de contradição nos tempos de hoje os Consagrados Canção Nova. Já imaginou o quanto um Ricardo Sá e um Dunga não estariam lucrando se estivesse fazendo musicas para o mundo de consumo? O quanto o Eto, um empreendedor nato, não estaria milhonário gestando suas próprias empresas? Mas não, Tiveram a coragem de dizerem sim, e hoje já quase que uma multidão de Cristãos se reunem em todo o mundo para partilharem o para sempre Canção Nova, entre os consagrados diretos e os amigos á distância, os sócios e simpatizantes. Que se unem em torno de um mesmo carísma, o jeito Canção Nova de ser e Evangelizar no mundo, contribuindo para a solidificação da Igreja Católica no mundo.

Oremos diariamente por todos os Consagrados Canção Nova, para que nunca abandonem o barco…porque não dá mais para voltar.

Agora faço como São João fez na sua segunda carta: “Caríssimo, desejo que prosperes em tudo e que tua saúde física esteja tão boa quanto a tua alma. Alegrou-me muito a chegada dos irmãos e o testemunho que deram a respeito da tua verdade, do modo como caminhas na verdade”. (Cap 1,2-3)

A todos meus leitores, dou testemunho da fé e da prática da verdade entre os irmãos membros da Comunidade Canção Nova, eles estão partilhando tudo em comum. O que digo é o que presenciei, e por isto sou grato plenamente a eles, pois reavivaram em mim a esperança na vida em comunidade e na partilha do pão. Pelo testemunho deles, hoje sou um novo homem, um novo pai, um novo esposo. Um Cristão renovado, sem medo de tê-los como irmãos de caminhada.

Subscribe to RSS feed