Archive for junho, 2009

LAZER CRIATIVO

segunda-feira, junho 29th, 2009

Neste domingo de 28 de junho, estavamos sem uma programação definida, e todos os homens de casa carentes pela ausência da Maria Celina ( minha esposa e mãe dos meus três lindos filhos), pegamos estrada e fomos desbravar uma praia que ainda não conhecíamos. Foi simplesmente divino.

Tudo bem que pegamos uns quarenta quilômetros de terra, mas o cenário foi um alívio para a alma.

Nestas horas que vemos o quanto é bom sairmos de  nossa comodidade e encontrarmo-nos com a criatividade da busca. Fez lembrar-me de Domênico Dimasi, em seus escritos sobre o ócio criativo.

Como é bom sair da rotina, e ousar.

Fica ai um pouquinho deste momento:

Samuel, o desbravador

Samuel, o desbravador

Elisa ( amiga da fam�lia) e Samuel ( filho mais velho)

Elisa ( amiga da família) e Samuel ( filho mais velho)

MÍDIA E SUBJETIVIDADE

quinta-feira, junho 25th, 2009

* Gerson Abarca

O Conselho Federal de Psicologia ( CFP ), lança o livro “Mídia e subjetividade: produção de subjetividade e coletividade”. Resultado do I Seminário Mídia e Subjetividade, realizado em junho de 2007 no Rio de Janeiro-RJ.

Um belo material para quem trabalha com produção de mídia, que para os Psicólogos é “prato cheio” na conversa sobre como anda o sistema de comunicação social no Brasil.

Pegando o conceito de subjetividade a partir de José Novais (CRP -RJ), que aponta a subjetividade como “maneiras de perceber, de representar, de reagir afetivamente e de agir no mundo, o que antes o pensamento tradicional  chamava de personalidade…” ( Abertura do Seminário); podemos entender que a mídia é hoje a maior produtora de subjetividade. Da mídia podemos moldar personalidades, podemos aprender a perceber o mundo.

Se no passado o livro era o principal mediador de informações e de construção de identidades e personalidades, principalmente no velho continente, tanto que até hoje nos guiamos de grandes pensadores, como Sócrates ( 469-399 a.c.) com sua célebre afirmação “conhece-te a ti mesmo”; os relatos Bíblicos; e como nos lembrou na abertura do Seminário do Rio de Janeiro Marcos Ferreira ( presidente da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia – ABEP ), do livro  “Dom Quixote”, onde a ama do Dom quixote afirmava que ele tornara-se daquela forma por consequência do excesso de leitura dos livros de cavalaria que realizara. Livros também modificavam comportamentos.

Até hoje escuto pessoas dizendo que quem lê muito fica “doido”.

Os livros se quer chegaram a conquistar o novo mundo subdesenvolvido do Brasil, e já estamos atolados nas telinhas dos computadores e televisores.

Uma adolescente estava preocupada com o seu grau de esquecimento do que estudava na escola e trouxe-me a seguinte pergunta: Será que é porque eu fico muitas horas no computador? Pergunto se ela ficava estudando. -“Não, fico conversando com o meu namorado”. A conversa segue para levar a adolescente a pensar qual era sua principal motivação na vida hoje. Ela confirmava que era mais namorar do que estudar. Desta forma pude mostrar para ela que para namorar, não precisa de ter curso. O ser humano está codificado geneticamente para esta atividade fisiológica como qualquer outro animal, e que se a preocupação dela hoje era de namorar simplesmente, então não deveria estar preocupada, pois para só isto não precisamos de conteúdo ou memória, só das sensações. Ela não gostou nada nada de saber disto e falou: – “Nossa… que horrível!!!”

Mas em tempos de BBB, a subjetividade esperada não passa dos lábios se unindo e dos corpos irradiantes e sarados. Uma subjetividade que reduz o ser humano à um simples animal.

Por conta disto, que nós Psicólogos estamos preocupados e atuantes, para fazer acontecer uma Conferência Nacional de Comunicação ( convocada pelo Governo Federal para Dezembro de 2009) que traga diretrizes para uma mídia que construa subjetividade cidadã.

* Psicólogo – é conselheiro no Conselho Regional de Psicologia – ES, autor do livro: O poder da T.V. no mundo da criança e adolescente – Ed Paulus – SP

Sobre a Polêmica dos Jornalistas

segunda-feira, junho 22nd, 2009

Desde que o homem começa a desenvolver o pensamento e a questionar os fatos do mundo, é necessária a comunicação. E na atualidade, as grandes formas de comunicação são as notícias e os artigos entre outros.

Por isso, é preciso que se tenha uma boa formação de pessoas nesta área, para assim proporcionar uma melhor transição de fatos através dos jornais e revistas e um melhor cunho de artigos acadêmicos e culturais do país.

Olhando por este lado, o fato de o Supremo Tribunal Federal declarar que não é necessário um diploma para a profissão jornalista, pode ser um fato preocupante.

Mas, analisando os fatos, observa-se que muitos outros grandes cursos como Publicidade, que não exigem diploma, são muito procurados e formam grande profissionais.

Se houver um bom acompanhamento por parte do STF e de profissionais da área, em relação à estudantes do curso e pessoas interessadas no assunto, esclarecendo que mesmo com a não obrigatoriedade do diploma, o curso de jornalismo é fundamental para a formação de melhores e mais éticos jornalistas, a polêmica estará resolvida.

Texto escrito por Samuel Iauany, estudante do 2° grau do Ensino Médio e filho de Gerson Abarca

JORNALISTAS DEBATEM CONFERÊNCIA NACIONAL DE COMUNICAÇÃO

sexta-feira, junho 19th, 2009
Jacson (Intervozes); Gerson Abarca (CRP16); Rodrigo Binott (Sindicato do Jornalistas -ES); Prof.Dr Juliano (Faculdade de Jornalismo da UNESP-Bauru-SP)

Jacson (Intervozes); Gerson Abarca (CRP16); Rodrigo Binott (Sindicato do Jornalistas -ES); Prof.Dr Juliano (Faculdade de Jornalismo da UNESP-Bauru-SP)

Conteúdo apresentado pelo Psicólogo Gerson Abarca na mesa redonda:

Os Jornalistas podem estar pensando em que os Psicólogos podem estar colaborando nesta temática, tendo em vista que a comunicação social aparentemente é uma área que concentra muitos jornalistas e outros agentes com especializações tecnológicas.

O Conselho Federal de Psicologia mantém um grupo de trabalho entre todos os CRs que trata sobre a questão da comunicação. O olhar da Psicologia para esta temática está diretamente ligado aos conteúdos e a produção da subjetividade. Mas também estamos preocupados com o destino da comunicação no Brasil por sermos uma categoria que se preocupa com a construção do estado de direito e democrático.

Neste sentido, nós psicólogos temos colaborado junto ao Fórum Nacional de Democratização dos Meios de Comunicação Social em três frentes bem distintas: a) Sobre a regulamentação das concessões do sitema de rádios e T.Vs, por entendermos que o monopólio político não tem permitido a democratização da participação de grupos, instituições e população no geral na participação destas concessões; b) Pela necessidade da regulamentação da classificação indicativa dos programas televisivos, e nesta área temos muito o que ajudar, pelo leque enorme que temos de conhecimento no campo das fases do  desenvolvimento  humano; c) E pelo debate da publicidade infanto juvenil, na qual temos muito o que contribuir pela produção da subjetividade  estar implícita na publicidade e sermos uma área profissional que está diretamente ligada com a produção  da subjetividade.

Dentro destes três eixos de interesse dos Psicólogos sobre a comunicação, já temos participação direta nos últimos três anos com representatividade na Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados através da campanha “Quem financia a baixaria é contra a cidadania”; no marco regulatório da classificação indicativa que respaudou o decreto do Governo Federal regulamentando estes critérios – como é o que está ocorrendo nos diversos programas televisivos em que têm a indicação da idade -; E a direta participação na comissão nacional que está articulando os passos da Conferência Nacional de Comunicação.

Sabemos que os avanços democráticos em torno da Comunicação social no Brasil é interesse de todos, com especificidades de algumas profissões. Nós Psicólogos somos bem organizados pelo sistema do Conselho Federal e estamos  em todos os estados da confederação. Neste momento estamos preparando a categoria para também sentirem a grande necessidade de estarem envolvidos com esta temática, para que tenhamos facilidades na articulação das conferências municipais e estaduais.

MENINO DE ONZE ANOS TOCANDO SANFONA NO III FENAVIOLA

sexta-feira, junho 19th, 2009
Garoto de 11 anos, aprendiz de sonfona, no III FENAVIOLA

Garoto de 11 anos, aprendiz de sonfona, no III FENAVIOLA

O projeto de novos talentos que a Secretaria Municipal de Cultura de Colatina-ES está desenvolvendo há mais de quatro anos, já trás resultados maravilhosos. Além dos jovens tocadores de Viola, como mostrei em texto anterior a este, o professor Zé do Brejo, um dos melhores sonfoneiros do Brasil, começa a colher frutos. Este menino da foto, com apenas 11 anos, já consegue tocar 24 músicas, sendo que no III FENAVIOLA ele apresentou um forró e uma música do Argentino Astor Piazola.

Colatina está de parabéns pela maravilhosa agenda cultural que possui, e das várias escolas de produção artística que a Secretaria de Cultura mantém.

Para você conhecer melhor este trabalho e sobre o III FENAVIOLA, entre no site  www.colatina.es.gov.br

Cidade de Colatina-ES

Cidade de Colatina-ES

A FAMÍLIA COM ALMIR SATER - UM DOS MAIORES VIOLEIROS DO BRASIL

sexta-feira, junho 19th, 2009
Maria Celina, Davi, Helder, Eu, e Almir Sater o maior ao centro.

Maria Celina, Davi, Helder, Eu, e Almir Sater o maior ao centro.

Estavamos em Colatina-ES, por ocasião do III FENAVIOLA – Festival Nacional da Viola – , e pudemos ter nosso momento de tietagem. Assim que encontramos o Almir Sater nos corredores do Hotel, algumas horas antes do show, corremos ao seu encontro e solicitamos uma belo “retrato”. Esta “caipirisse” gostosa, que nos faz sentir brasileiros.

Antes do “retrato”, disse ao Almir que se ele estivesse cansado da viagem que nos desculpasse. De imediato ele falou: ” Que nada, este tipo de coisa enaltece a alma do artista”.

O show de Almir Sater, no final das 12 finalistas do FENAVIOLA, foi simplesmente maravilhoso. Como é bom poder oferecer aos filhos este tipo de contato com a música brasileira de qualidade.

PS: pena que o Samuel ficou de fora do “retrato”.

Almir Sater em pleno show

Almir Sater em pleno show

BELEZA CAPIXACABA

sexta-feira, junho 19th, 2009

EM DOMINGOS MARTINS, O ZELO PELA PRAÇA PÚBLICA

Praça central da cidade de Domingos Martins-ES

Praça central da cidade de Domingos Martins-ES

PEDRA AZUL – ES . IMAGENS DO HOTEL ECO DA FLORESTA

Vista do Hotel Eco da Floresta - a lua, a pedra do lagarto, em pleno entardecer

Vista do Hotel Eco da Floresta - a lua e a pedra azul em pleno entardecer

EM LINHARES-ES – AVENIDA DE ENTRADA DA FAZENDA EXPERIMENTAL AGROPECUÁRIA ( INCAPER ) – AO LADO DA BR 101

ENTRADA DA INCAPER - LINHARES-ES

ENTRADA DA INCAPER - LINHARES-ES

CRISES E ESTRESSE

quinta-feira, junho 18th, 2009

Estresse é uma defesa do corpo e da alma. Sempre relacionamos o estresse com algo ruim. Mas na verdade se não tivessemos estresse, teriamos uma relação com as situações de conflito de forma muito aberta, transparente e consequentemente lesiva à nossa estrutura humana.

Quando nos estressamos, reagimos defensivamente.

Porém, quando nos colocamos em constante situação de risco, e consequentemente em constante estresse, passamos a entrar em sofrimento. Sendo o estresse uma reação defensiva, tornamo-nos armados por um longo poriodo de tempo, ocasionando o estresse patológico, pré dispondo-nos a outras doenças físicas e emocionais.

SITUAÇÃO DE CRISES:

Ao depararmo-nos com a Crise mundial econômica; a Crise mundial na saúde com a pandemia da gripe suina; a crise do Congresso Nacional com a avalanche de nomes de políticos envolvidos com sistema de corrupção, inclusive de políticos que até então julgavamos idôneos, gerando quase a sensação de que não sobra um que não esteja envolvido em alguma trâma; da crise de identidade dos pais na educação dos filhos; e da crise da atual juventude que segue deitada em berço esplêndido sem manifestar seus anseios públicos; só nos sobra estresse e mais estresse…poxa! Esqueci de colocar o estresse por vermos que em pleno século 21 o Brasil vitimisa milhares de brasileiros por causa da dengue, o que parecia simples de ser controlado revela um grande despreparo da saúde pública dos municípios.

Assim, ESTRESSADOS SEGUIMOS…

Se não colocarmos um sentido na vida para além do que nossa limitada ação humana consiga atingir, continuaremos estressados, esperando a morte chegar.

Uma boa saida para superação de estresse de crises, é se colocar em caminho, buscando caminhos para a construção de uma humanidade que transforme  crises em soluções de viabilidade da vida humana no planeta terra.

FENAVIOLA - FESTIVAL NACIONAL DA VIOLA MOSTRA JOVENS TALENTOS

quarta-feira, junho 17th, 2009
JOVEM PORTADOR DE DEFICIÊNCIA APRENDENDO VIOLA

JOVEM PORTADOR DE DEFICIÊNCIA APRENDENDO VIOLA

Durante os dias 11,12 e 13 de Junho, aconteceu o III FENAVIOLA – Festival Nacional da Viola de Colatina-ES.

Em uma comunidade rural do município, à beira do rio doce, o festival atraiu milhares de amantes da viola. Tendo como show de encerramento o já consagrado Almir Sater e banda.

Nas preliminares da apresentação das  12 finalistas, a Secretaria de Cultura de Colatina apresentou os jovens talentos do Projeto Viola Aprendiz, da comunidade rural Itapina, onde foi realizado o FENAVIOLA. E o que nos chamou muita atenção foi a apresentação deste jovem ( acima na foto), que com muito entusiasmo apresentou talento e grande potencial na viola. Detalhe – O garoto é portador de deficiência.

Projetos culturais deste porte são campos notórios de milagres. Segundo pessoas do bairro, este jovem, antes do projeto , vivia sem muita direção. A viola foi um meio dele se reencontrar e da sociedade inclui-lo.

A PREFEITURA MUNICIPAL DE COLATINA-ES ESTÁ CONSEGUINDO MANTER HÁ MAIS DE QUATRO ANOS UMA BELA AGENDA CULTURAL ANUAL. CONFIRA NO SITE DA PREFEITURA DE COLATINA, PORTAL CULTURA.

NAMORO É POESIA

sexta-feira, junho 12th, 2009

Vasal Celina e Gerson - 25 anos de namoro

Casal Celina e Gerson - 25 anos de namoro

NAMORO É POESIA

“Quão belos são teus pés nas sandálias,

ó filha de príncipe!

Os contornos dos teus quadris são como colares,

fabricados por mãos de artista.

Teu umbigo é uma taça torneada

Onde nunca faltará vinho de qualidade;

Teu ventre é monte de trigo,

cercado de lírios (…)

Quão bela e quão encantadora és tu, ó querida,

entre as delícias!(…)

Eu sou para meu amado

e seu desejo é para mim.

Vem , amado, saiamos para o campo,

Pernoitemos nas aldeias:

De manhã iremos logo para as vinhas,

A ver se a videira floresceu,

Se as flores estão-se abrindo,

Se floresceram as romãzeiras:

Ali te darei os meus amores…”

(Cântico dos Cânticos: 7,2-13)

Nesta sublime poesia do texto Bíblico Cântico dos Cânticos , retrata o que realmente penso do NAMORO.

NAMORO é tempo de poesia. Por isto mesmo que ao nos depararmos com um casal de namorados desperta-nos suavidade.

Para os que realmente estão em um estágio de namoro, o grude apaixonado é vivificante, que chega a causar inveja diante de olhares daqueles que estão solteiros; quem sabe dor de cotovelo para aqueles que estão curtindo um recente término de namoro.

Já , para os noivos, diante dos compromissos pré-matrimoniais , os enamorados provocam a breve lembrança, de que o namoro deve perdurar .

Mas para os casados, os namorados apaixonados, revitalizam tempos gostosos, faz relembrar o início de tudo; pode até curar casamento em crise; ou mesmo reencontrar abraços esquecidos.

Mas NAMORO é pura poesia. Tanto que só de pensar em namorar já desperta sentimentos afetivos, vontade de beijar, abraçar, acariciar.

O NAMORO carrega em si o encantamento dos desejos encontrados.

Se hoje, você pode declarar-se à sua amada ou amado, nada melhor que começar com uma bela poesia.

O presente marca o dia, a poesia deixa no ar o aroma da alegria.

Se NAMORO é poesia, namore com poesia.

FELIZ DIA DOS NAMORADOS

Subscribe to RSS feed