Produção e Conteúdo da Mídia*

4 – Comunicação – Uma disputa pelo poder

A máxima do militante de esquerda que emerge no período ditatorial brasileiro “há governo, sou contra”, podemos transferir para a comunicação de forma inversa. “Há governo, sou a favor”. Os principais grupos econômicos que detêm o poder da grande mídia no Brasil, pertence a um reduzido grupo de famílias. Estes grupos atuam conforme os favorecimentos publicitários, liberação de concessões fortalecido pelo Governo. Assim, o perfil da grande mídia é governista. Para não haver perdas substanciais no controle deste poder, os empresários da comunicação estão influenciando na democratização da 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) por uma forte disputa de poder, onde os donos da mídia, associados ao poder governamental criaram mecanismos defensivos para que esta conferência seja a menos participativa possível. Alguns já estão dando o nome de Conferência dos bilhões.

Por isto que os movimentos sociais, nos quais o CFP (Conselho Federal de Psicologia) está inserido, vem se articulando há mais de três anos e por causa desta articulação conseguiu-se a convocação pelo menos da 1ª Confecom, que pode não ser uma “feijoada bem temperada” mas pelo menos já representará um marco referencial para próximas conferências de comunicação. Devemos ressaltar aqui a importante intervenção da Deputada Federal Iriny Lopes – ES que protocolou o requerimento junto ao Governo Federal solicitando a CONFECOM.

*Conteúdo das palestras de Gerson Abarca por ocasião dos eventos Pró-Conferência Nacional de Comunicação .Eixo: Produção e Conteúdo ,na condição de representante do CRP16 .Gerson Abarca é psicólogo, Conselheiro do CRP16-ES e autor do livro “O Poder da TV no Mundo da Criança e do adolescente” – Ed. Paulus/SP.

Tags: , ,

Leave a Reply

Subscribe to RSS feed