Archive for setembro, 2010

DE GENTE PARA PAPAGAIO - APENAS UM PASSO

sexta-feira, setembro 24th, 2010

Eu vou começar e você vai continuar: ” Todo mundo está feliz? Ta feliz… Todo mundo quer dançar? Quer dançar…” Agora você continua:…………………………………

” O tempo passa, o tempo voa, e a poupança bamerindos continua…”: você continua……….

Ta vendo, é muito simples repetirmos conteúdos. Somos mais papagaios que repete ações do que gente que cria soluções.

Olha o tanto de livro de auto- ajuda que é vendido no mundo. Quase todos em busca de fórmulas mágicas para o bem viver. Procuramos aquilo que está pronto e que podemos reproduzir. Como se fossemos uma caixa de ressonância.

Deixamos de nos tornar a imagem e semelhança do Criador, pois se Deus é criador, somos criaturas criativas, ou pelo menos deveríamos ser. Só quando agimos como pessoas com potencialidades para fazer a diferênça é que verdadeiramente estaremos deixando de sermos papagaios.

Até na prática religiosa podemos agir sem pensar, olha só: Eu começo e você continua: ” Erguei as mãos e dai …”: pode continuar……………………

PARAGOMINAS - PA - Uma cidade diferenciada

domingo, setembro 19th, 2010

 

Estou em Paragominas-PA, entre as cidades de Imperatriz-MA e Belém-PR. Uma cidade que pouco tempo era vista comoParagobala“. Não se  conseguia andar sozinho na rua à noite.

Mas estou encantado. Fiquei pensando na cidade bagunçada em que moro São Mateus-ES, onde não existe um projeto urbanístico que priorize o pedestre. Aqui em Paragominas, é brincadeira, existem muitas faixas de pedestres, com sinalização de semáforos indicando pedestres, onde todos param para priorizar o pedestre. A cidade está ecologicamente correta na concepção urbanística e e há grandes avenidas planejadas. Hoje o município já encontra-se na faixa verde ecológica, pela contenção do desmatamento e pela exigências de MSM das grandes empresas que por aqui estão se instalando.

Mas, ainda é preciso acertar o esgoto a céu aberto, uma característica das cidades do Norte do país, e também começar a expandir as melhorias urbanas para os bairros periféricos. Mesmo assim as administrações públicas que por aqui passaram, estão demonstrando zelo pela beleza da cidade. Uma senhora disse-me que que no passado ela tinha vergonha de dizer que era de Paragominas-PR mas que com as melhorias urbanas da cidade, ela começou a sentir orgulho de dizer que é nascida na cidade.

Veja, é uma questão simples e estrutural, basta algumas melhorias básicas e inteligentes no complexo urbano, que temos um povo tendo orgulho de ser cidadão de uma cidade

UMA LONGA JORNADO NO ESTADO DO MARANHÃO E PARÁ

sábado, setembro 18th, 2010
Psicólogo Gerson Abarca e a Psicóloga Juliana

Psicólogo Gerson Abarca e a Psicóloga Juliana

Estou desde terça passada em viagem, assessorando a Empresa Emflora em gestão de pessoas. Vim com a Psicóloga Juliana do Instituto Pensamento que dirijo, e também com os colaboradores Vitor e Rafaela da Emflora.

MERCADO EM CRESCIMENTO

Na região de Imperatriz-MA inicia-se grandes investimentos para a implantação da futura fábrica de celulose do grupo Suzano. O Brasil do reflorestamento descobre que no Norte há forte potencial de reflorestamento, das terras  onde as floresta foi devastada, surge a esperança de que pelo menos a extração de madeira não saia da floresta nativa, mas sim da reflorestada. Sabe-se que negócios em torno da celulose é uma das áreas que mais crescem e gera emprego, junto com o ramo de Petróleo.

Já, no Pará, grandes propriedades que estavam quase que abandonadas, ou entregues a uma “meia dúzia de gado”, agora têm novas perspectivas de investimentos, pois além da celulose, o minério de ferro, que exige muito carvão ( madeira), émelhor que não seja de floresta nativa.

POTENCIALIZANDO PESSOAS

Nos treinamentos que estamos desenvolvendo, vejo muitos jovens com vontade de crescer. O subdesenvolvimento destes dois estados, despotencializou oportunidades de crescimento educacional da juventude. Ao contrário do que muitos pensam, nesta região há muito entusiasmo da juventude para crescimento educacional.

MARANHÃO, 50 ANOS DE ATRASO

O Estado de um dos políticos mais influentes do Brasil, é o pior em IDH do Brasil, e isto estou vendo com meus olhos. É ridículo a forma com que os gestores públicos deste estado administram o bem público. A dinastia Sarney leva este estado ao anacronismo público. Aqui falta tudo, e este será o grande desafio para quem é empreendedor e deseja investir em produção.

PARÁ

Um estado também com subdesenvolvimento, mas que levou-me a grande surpresa a cidade de PARAGOMINAS-PA, aqui existe criatividade administrativa, a cidade está bonita. Há busca do setor administrativo por empresas. Inclusive, no almoço, um grupo de Chineses estavam no mesmo ambiente que eu, e eram empresários implantando uma fábrica de móveis, por causa da grande área para crescimento do reflorestamento.

VISÃO DE FUTURO

Não tenho dúvidas que o Norte do Brasil será ainda o celeiro de produtividade econômica para o Brasil. Vejo com bons olhos a mudança do olhar exploratório para o olhar empreendedor. Lógico, que caberá ao estado a garantia da defesa do patrimônio ecológico na região.

Para terem uma idéia do que é geração de empregos, a empresa que assessoro nesta região, emprega aproximadamente 1200 colaboradores diretos e pelo menos 200 prestadores de serviços indiretos.

Estar aqui, fez-me olhar para o Norte do Brasil com um olhar diferenciado. O olhar de que muitos que hoje estão desempregados, verão o salário nosso de cada dia chegar às suas mãos.

CRIAR CRIANÇAS OU CACHORRINHOS!

sexta-feira, setembro 3rd, 2010

Este é um grande dilema da humanidade atual.

Um cachorro pode chegar aos 15 anos, e ser velho, morrer, enfim.

Uma criança, aos 15 anos só está iniciando suas relbedias adolescentes.

Se tirar férias, o cachorro dá até para deixa-lo abandonado nas praças, como fazem os parisienses.

Mas uma criança, é preciso pelo menos acionar uma babá.

Cachorro não vai responder a suas neuroses, pelo menos com palavras. Isto você pode ter certeza.

Mas criança, será o termômetro de sua neurose. A resposta é imediata.

Cachorros multiplicados, em detrimento a baixa taxa de fecundidade humana da modernidade, não garantirão continuidade de espécie. Quem sabe sem os humanos, o planeta têm salvação.

Como já disse Eduardo Duzec: ” Troque seu cachorro por uma criança pobre…”

PS: uma amiga minha gasta mais de R$800,00/mês com seu cachorro…Mas que cachorrada hem!!!

Subscribe to RSS feed