Posts Tagged ‘casamento’

Trocando Idéias desta terça, 08/11, é sobre preparação para o casamento.

segunda-feira, novembro 7th, 2011

Nesta terça, dia 08/11, estarei debatendo no programa Trocando Idéias da TV Canção Nova o tema “Preparação para o casamento”.

O programa vai ao ar às 20:30H, não perca.

Eu e minha gata - seguimos apaixonados há 25 anos.

terça-feira, setembro 27th, 2011

Gerson Abarca e Maria Celina, há 25 anos apaixonados.

Veja a palestra preparando para o noivado, com Gerson e Maria Celina

sábado, junho 11th, 2011

Ampla visita ao vídeo: Preparando para o casamento, realizado no acampamento de namorados e noivos da CN

sábado, junho 11th, 2011

Gerson e Maria Celina no Acampamento de Namorados

Estou surpreso com a quantidade de visitas ao vídeo da palestra “Preparando para o casamento”, ministrada por mim e minha esposa Maria Celina durante o Acampamento de Namorados e Noivos da CN, nos dias 3 a 5 de Junho.

Segundo a Presidenta da CENPLAFAM( Conferência Nacional de Planejamento Natural da Família) com sede em São Paulo-SP, a Enfermeira Heloisa Pereira, muitos noivos estão agendando na CENPLAFAM para conhecerem melhor sobre o Planejamento Natural da Família pelo Método da Ovulação Billings. E tomaram conhecimento durante a palestra ou vendo o vídeo pelo Youtube.

Não tenho dúvidas que o Acampamento para namorados e noivos na CN já faz parte do calendário de eventos da CN. Estive pregando no primeiro em 2010, que contou com a participação de aproximadamente 3 mil pessoas, e neste de 2011 o público simplesmente dobrou. Com certeza, para 2012, teremos mais de dez mil pessoas entre namorados e noivos.

A Igreja  Católica no Brasil agora tem uma referência de ação para namorados, e devemos isso à ousadia do casal Ricardo e Eliana Sá, em conjunto com os namorados e noivos da CN e toda a estrutura institucional CN que vêm acreditando nesta investida.

Segundo o Professor Felipe Aquino, em sua pregação de domingo no Acampamento, Ricardo Sá é um Arauto nesta iniciativa.

DA GRAÇA AO RIDÍCULO - OUTRO PASSO

sexta-feira, outubro 1st, 2010

Se de gente para papagaio é um passo, da graça ao ridículo também é outro passo.

Você já deve ter ido a casamento que tudo foi preparado na graça e na Igreja onde a Verdadeira Graça está presente – o Corpo Eucarístico -. Mas, os convidados começam a ficar incomodados, pois o Padre em pé à frente do Altar esperando a noiva chegar…e a noiva não chega…e o Padre espera…e a noiva não chega….e o Padre espera. Mas você , como todos, já está explodindo de tédio .

Deu 50 minutos e a noiva chegou…ohhhhh!, diz a platéia. Mas ao entrar, a calda do vestido da noiva é tão grande, que enrosca em um dos bancos e rahssssss!!! O público diz : uhhhhhhh!!!. Lembra, lá no altar o Padre está esperando. Mas a calda rasga, a noiva chora. Uma senhora caridosa, que provavelmente costurou o vestido, retira a calda, e a noiva fica com cara de mimada.

Enfim, o casamento termina, e o Padre não deixou de dizer boas verdades aos noivos como um bom Missionário. Na festa, mais gente do que na Igreja, e o assunto dos bastidores era: adivinha!

A Graça de um casamento no Altar do Senhor, em um passo, virou algo sem graça, ridículo.

Fazer da graça um ridículo é tão sutil que geralmente presenciamos mais o ridículo do que a graça.

Minha esposa diz que não sente mais orgasmo - a culpa é minha?

quinta-feira, agosto 19th, 2010

Quando uma esposa relata ao esposo que já não consegue sentir mais orgasmo no ato sexual, a primeira reação não é tão agradável assim. Geralmente o homem imagina que algo está errado com ele.

No primeiro momento, é importante o esposo tentar abrir o jogo e ver se realmente a dificuldade surge a partir da forma dele se encontrar com ela no ato sexual. É bem verdade que na educação sexual dos homens, historicamente foram induzidos a ver a atividade sexual como uma realização de uma necessidade genital masculina, como se o homem não conseguisse viver sem a atividade sexual. Por isto, diante do relato da disfunção sexual da esposa, começar o caminho para a solução tentando ver se a questão está na forma com que o homem desenvolve a sua atividade sexual, é um bom início. Se for, com narrativas da esposa do tipo: “você só quer saber do gozo genital; está muito rapidinho; não é carinhoso e não é romântico; etc”, aí sim já terá uma boa dica para iniciar sua investida de mudanças pessoais, e quem sabe , o reencontro do prazer sexual no casamento. Mas se depois de todas a suas tentativas de mudanças, a esposa continuar com a ausência de orgasmo, a questão realmente é dela e merece paciência do esposo para juntos buscarem uma solução. De início, uma boa avaliação com Médico Ginecologista , observar alterações hormonais, e outras questões que o médico apontar como relevante; se o sintoma persistir, é importante um monitoramento emocional através de psicoterapia com Psicólogo.

A ausência de orgasmo na mulher é uma queixa que chega a afetar até 80% delas, dentre todas as queixas de disfunção sexual que de alguma forma desencadeiam em ausência do orgasmo. Por isso mesmo, o caminho é buscar caminhos. Abrir o jogo e não se acomodar no problema.

Lembre-se, somos dotados de potencialidade corporais para sentirmos prazer físico sexual, pois esta é uma das boas coisas do casamento, a possibilidade de vivenciar a dois a liberdade da expressão dos corpos em sintonia do prazer. Não fuja desta busca.

A culpa ou o ataque só colaboram para a desestrutura conjugal

Ela, um milagre em minha vida.

domingo, julho 25th, 2010
25 anos enamorados

25 anos enamorados

Quando penso em minha esposa, na ótica de tentar imaginar os motivos que levou-na a escolher estar comigo, e isto já faz 25 anos, a unica conclusão que chego, mesmo diante de todos os motivos que ela já me expôs, é:

Ela é um milagre de Deus em minha vida.

Desde minha adolescência, pedia para Deus uma futura esposa que desejasse viver um matrimônio cristão, ter uma sexualidade e afetividade estruturante e ser uma missionário na construção do Reino, além é claro de inteligente e com autonomia profissional.

Aos 23 anos, encontrei-me com meu desejo. Ela estava no grupo de jovens universitários da Catedral de Ribeirão Preto-SP, eramos estudantes. Daquele banco pra cá, são 25 anos de enamorameto. Hoje, vejo que aquilo que pedi, Deus reservou bem mais. Diante do que sou, e era, posso ter a certeza que recebi um grande presente, minha parceira, a amada Ina. Um milagre em minha vida.

A você que está enamorado, observe se  ele ou ela representa tudo aquilo que pedia a Deus para um relacionamento amoroso. Se os fatos revelam que sim, seu pedido foi atendido, e você é sem dúvida um a pessoa que também já obteve seu milagre.

A você que ainda está à procura de uma parceira ou parceiro, não esqueça que aquilo que pedirdes à Deus, com fé, lhe será dado. Mas não se esqueça, é necessário você fazer a sua parte. Afinal de contas, eu estava em um grupo de jovens, e não embriagado em uma festa.

Têm muitos que dizem que Deus se esqueceu deles, mas pedem e não se colocam na condição de receber.

RICARDO E ELIANA SÁ - UM CASAL MISSIONÁRIO QUE TAMBÉM APRECIA UM BOM VINHO

sexta-feira, janeiro 29th, 2010
Eliana Sá, Ricardo Sá e Gerson Abarca

Eliana Sá, Ricardo Sá e Gerson Abarca

Este casal Missionários de Vida da Comunidade Canção Nova, é só alegria, ou melhor, quase sempre alegria.

Sou testemunho da felicidade que reina na casa deles. Sempre com um bom humor, com alegria de receber os amigos e para não perder a alegria – um bom vinho à mesa -.

E olha que ainda têm gente que fica imaginando que missionários se privam de tudo e de todos, como  isolar-se do mundo garantisse a fidelidade à missão.

Mas em Ricardo Sá e Eliana Sá, temos a certeza de que a missão não é um fardo, mas uma alegria. E que a vida pode ser sempre festejada.

Ao estudar a Palavra de Deus, veremos que quase em tudo temos as festas, o banquete, o vinho. Lembra! quando Jesus transformou água em vinho? Foi em uma festa.

Falando em festa, como anda seu lazer?

Você está convivendo com os amigos, fazendo festas e construindo a sadia convivência entre homens e mulheres como nos ensina Monsenhor Jonas Abib?

Ricardo e Eliana, em vocês muitos casais podem ter a espectativa de que casamento é uma delícia.

PRAZER SEXUAL CONJUGAL

sábado, maio 16th, 2009

Um dos presentes que Deus deu aos casais, é a potencialidade do prazer sexual. Sabemos que a relação sexual no casamento não é tudo, mas com certeza ajuda a manter o casal unido em 70% dos casos.

Atendo casais há 22 anos, e quase a totalidade dos que estão em crise conjugal, também estão apresentando dificuldades sexuais, e na maioria é pela dificuldade de adaptação sexual que surgem os problemas.

Os casais precisam aprender a descobrir este belo presente que é o ORGÁSMO.

Somos dotados de orgãos sexuais sensíveis para podermos pontuarmos o prazer sexual. O amor manifesto através do prazer sexual compartilhado no casamento, é como um bálsamo na alma dele e dela.

Se no casamento o casal sente que está em disfunção ou com pouca vivência sexual satisfatória, é preciso procurar ajuda, pois este sintoma pode ser um canal aberto para a destruição conjugal.

Casais que estão em plena satisfação sexual, tendem a estar mais protegidos de influências destruidoras do amor conjugal.

O prazer sexual na vida conjugal, é a prova legítima de que Deus têm um olhar especial para a família. Pois uma boa família começa com um bom casamento.

*Gerson Abarca – Psicólogo

CAMINHOS PARA O SUCESSO CONJUGAL

segunda-feira, janeiro 19th, 2009

*Artigo pelos 18 anos de vida matrimonial que celebro hoje com minha esposa Maria Celina

Como garantir que um casamento tenha sucesso?

Esta pergunta norteia a vida de milhares de noivos que pretendem se casar. Aliás, por mais que as pesquisas dizem que há um aumento de casais se separando, as pessoas continuam querendo se casar. Mesmo aqueles que se separam acabam sonhando com um novo relacionamento, na expectativa da felicidade conjugal. Esta tendência da humanidade revela a grande força que há no casamento e prova que a instituição familiar é inabalável. Sabemos que a família tem como alicerce o casal. Mesmo com a emergência de novas formas de se constituir famíla, é do casal a base para a instituição familiar. Por que será que uma separação conjugal imatura ( 99% delas são), leva de 25 a 30 anos para ser elaborada emocionalmente ? Exatamente porque o casamento carrega em si a expressão institucional familiar que é milenar. Não é a toa que “Deus se fez Carne…”  (Jo,1) em um casal – Maria e José – .

Mas o caminho que leva ao sucesso conjugal requer detalhes e cuidados:

1) Ter sido um encontro amoroso de duas pessoas inteiras, amadurecidas;

2) Ser cultuado o ramance conjugal, através dos carinhos, carícias e poesia. A manutenção da expressão afetiva do amor  sentido um pelo outro;

3) Estar atento às diferenças de um e de outro, não caindo na tentação de querer fazer que o outro seja igual a você. Lembre-se sempre, que foi o algo diferente que atraiu vovês;

4) Saber que há escolhas pessoais e que devem ser partilhadas, onde deve-se constituir-se planos em comum. O casal em si possui objetivos em comum, e os objetivos pessoais devem estar interdependentes deste objetivos em comum. Ao se consagrarem ao matimônio, o casal assume a constituição de uma nova família;

5) Cuidar do parceiro (a) para que o corpo e sua potencialidade erógena seja cultivada ao longo do casamento, pois o prazer sexual conjugal é um dos presentes oferecidos por Deus para que o casal tenha o ápice da manifestação do amor vivenciado um pelo outro. Por isto memo que a Igreja Católica preconiza aos casais o uso do Planejamento Natural da Família, que comprovadamente ajuda no cuidado do corpo potencialmente orgástico;

6) Ter na casa, o templo de configuração da família, e no quarto do casal o espaço sagrado da manifestação das intimidades, desde as de partilha das particularidades mais íntimas até a expressão do prazer sexual;

7) Preservar a convivência de ajuda mútua, em que a parceria nas ações sejam vividas no clíma de fraternidade. O fazer juntos as atividades do lar, e com os filhos, dividindo tarefas;

8) Ter nos filhos a responsabilidade da paternidade e maternidade, mas sabendo que Deus os coloca na vida conjugal por um período muito curto da existência conjugal. Lembre-se que Jesus aos trinta anos foi para sua Missão. Filhos existem na dinâmica conjugal enquanto responsabilidade direta até quando eles ainda estão se amadurecendo. Mas depois eles crescem, e o casal permanece. O zelo pelo casal ajudará para que não aconteça a “simdrome do ninho vazio”;

9) Ter na pessoa de Jesus Cristo o Centro da constituição matrimonial. Por isto mesmo Matrimônio, se não seria só casamento, ou quem sabe acasalamento. Lembre-se que os animais se acasalam e nada mais. Em Jesus temos a certeza  que há a proteção Divina. Não se esquecendo que em Nossa Senhora, temos a grande intercessora, que nos conduz à Jesus em seu Manto Sagrado;

10) Que nosso matrimônio é uma missão para sempre, como nos tornamos Sacerdotes, Profetas e Reis pelo Batismo, com o Sacramento do Matrimônio nos tornamos missionários em defesa da Família. Pelo casamento, sabermos diariamente que  nosso testemunho é sinal de vida , é sal na terra, é luz para o mundo.

* Entre também nos blogs “Sermulher” e “Parceirosdavida”. Aqui mesmo no site da Canção Nova

Subscribe to RSS feed