Posts Tagged ‘planejamento-familiar’

Sobre ter ou não ter filhos.

sábado, janeiro 7th, 2012

“Quem papa a pílula

Poupa parto, papinhas,

Porém perde parúsia…”

do livro: “Amar se aprende amando”

de Carlos Drummond de Andrade

O dilema entre o nascer e o morrer - Olha o Japão

segunda-feira, março 14th, 2011

Se perguntarmos quantas pessoas morre por dia no mundo, teremos  a estimativa de aproximadamente 148 mil pessoas. Mas em tempos de catástrofes naturais, como está acontecendo no Japão nestes dias, este índice provavelmente fica bem maior.

Tentaram alertar a humanidade que teríamos um crescimento demográfico no planeta que a vida humana seria inviável. Os economistas que incrementaram a idéia de que há pobres, vamos acabar com os comensais, justificando assim o controle de natalidade nos países pobres, tendo em vista que nos ricos a população já se auto- regula pela necessidade de cuidar de si mesma nos benefícios econômicos. Agora devem estar amargando esta falácia do estouro demográfico.

Se morrem 148 mil pessoas por dia, nascem 210 mil por dia. Com estas estimativas em tempos de catástrofes naturais, é bem provável que alguns economistas começaram a repensar a idéia de controle de natalidade, principalmente aqueles economistas famigerados por vendas. Será que já estão preocupados para quem vão vender? Se a onda de catástrofes naturais continuar.

Ainda bem que bem nos alertou na década de 70 o historiador uruguaio Galeano:

“ … mas as crianças da América Latina continuam insistindo em nascer…”

Faleceu a precursora do Método da Ovulação Billings no Brasil (MOB)

sábado, janeiro 22nd, 2011

Ir. Martha Bhering

Faleceu ontem e foi sepultada hoje, Irmã Martha Bhering , Enfermeira Obstetra que introduziu sistematicamente o MOB no Brasil. No início da década de  70, com incentivo da CNBB, tendo como grande parceiro Dom Luciano Mendes , Ir. Martha introduziu o MOB  em toas as regiões do País. Criou a CENPLAFAM ( Confederação Nacional de Planejamento Natural da Família), que hoje é a única instituição no Brasil autorizada pela WOOMB ( Organização mundial do MOB) para ensinar o MOB, cuja sede é na Austrália.

Para os casais usuários do MOB, Ir. Martha já deixa saudades, pois com sua força espiritual e determinação na defesa da vida, levou milhares de casais brasileiros ao encontro desta metodologia que é uma filosofia de vida, em defesa da vida.

Aos 91 anos, Martha trabalhou intensamente até 2009, e mesmo já nos seus últimos dias, ainda conversava com os amigos e casais sobre a organização dos trabalhos pela CENPLAFAM.

Eu e minha esposa Maria Celina somos gratos pela vida de Ir. Martha em nossas vidas. Desde 1985, quando ainda namorávamos, Martha já era nossa orientadora, e fez-nos amantes da vida e usuários convictos do MOB .

Sem medo de errar, Martha Bering é uma Santa dos dias de hoje. Pela sua vida e coerência entre a teoria e prática, e sua sede de justiça e amor pelos casais.

As famílias brasileiras, a Igreja Católica , organizações não governamentais, saúde pública e todos os amantes da vida, devem estar muito gratos pela obra de amor construída ao longo da existência de Ir. Martha aqui na terra.

SEXUALIDADE - MÉTODO BILLINGS REEDUCA O HOMEM

segunda-feira, novembro 2nd, 2009

Dando sequência aos textos que escrevi nestes dois últimos dias, por ocasião do curso de formação que está sendo realizado na Canção Nova de Cachoeiro Paulista – SP pelas Instrutoras sênior da WOMB – Austrália, vamos pensar o MOB na ótica dos homens.

Somos educados na história a ter na atividade sexual um descarrego de prazer genital. Mais dos que as mulheres, ainda somos bem mais genitalizados. Tendemos a ver na mulher nosso objeto de cama, mesa e banho. Assim como é incorporada também  na realidade das publicidades.

Enquanto as mulheres tendem a busca de carinhos e carícias, e as vezes pouco se preocupam com o ato genital em si, os homens querem logo a satisfação genital.

Um dos maiores obstáculos para o homem aceitar que sua esposa utilize o MOB, é sua imaginação que ficará longos períodos sem atividade sexual por causa do período fértil da mulher, que escolhe abster-se da atividade sexual nestes dias, se não quer engravidar. Com isto, o homem genitalizado, que possui foco apenas para a sua sexualidade penetrativa, como se a mulher fosse um “vaso depositário de sêmem”, fica irritado em saber que deverá esperar pelo período seco, de não fertilidade da mulher.

Com o MOB, vamos entendendo que a fertilidade não está diretamente associada com desejo sexual, e que a mulher pode desejar ter a atividade sexual em qualquer dia do seu cíclo menstrual. A diferença é que ela quem dá a cartada, de quando pode ou não pode ter o ato genital em si. Sai da postura de passividade em relação ao homem e toma postura a partir do que conhece de si mesma. Ela, mulher, também quebra com um paradigma, assume o papel de protagonista da busca sexual na relação conjugal.

Ao homem cabe respeitar a mulher, atitude pouco valorizada na cultura. Começa a conhecer as diferentes manifestações do cíclo mentrual de sua parceira. Aprende a não só procurar sua esposa para “transar”, mas para ter momentos de afeto pelos carinhos e carícias.

Ao longo da vida conjugal, o casal terá maior busca pelo desejo sexual e com certeza um ganho enorme na qualidade da expressão da sexualidade.

Por tudo isto que posso confirmar que o MOB reeduca o homem para uma sexualidade poetica, suave e ao mesmo tempo potencialmente orgástica.

Maiores detalhes, veja no meu livro “Prazer sexual na vida conjugal”, Ed.Paulus, SP

SEXUALIDADE - O USO INDEVIDO DO MOB - PARA ACENTUAR REPRESSÃO SEXUAL

sábado, outubro 31st, 2009
Livro de Gerson Abarca sobre este tema

Livro de Gerson Abarca sobre este tema

O encontro de formação que está acontecendo neste final de semana na Canção Nova de Cacheiro Paulista-SP, reune aproximadamente 500 pessoas de todo o Brasil para potencializar instrutores do Planejamento Natural da Família através do Método da Ovulação Billings (MOB).

Em linhas gerais, o MOB consiste em ajudar a mulher a identificar seu padrão básico de fertilidade para poder planejar uma gravidez ou não. A mulher passa a ser portadora de sua fisiologia, domina o rítimo do ciclo menstrual e junto com seu esposo fará uma bela parceria de preservação natural da sexualidade conjugal, sem fazer uso de química.

Hoje, o MOB atinge uma eficácia de 99,1%, acima dos métodos contracepitivos artificiais, sem trazer efeitos colaterais na mulher e educando o casal para a sexualidade com foco na abstinência periódica.

Porém, observamos que há mulheres que utilizam o método para evitarem a relaçao sexual, geralmente são mulheres que apresentam algum trauma na expressão de sua sexualidade na área fisiológica e que desenvolvem um padrão de conduta repressivo.  Colocam limites nas formas de manifestar a criatividade sexual, e vivem a vida conjugal em risco.

As formas de usar o MOB como um escudo para não ter a relação sexual são muitas, mas aqui trago algumas cenas: A cada ciclo menstrual ela fica sempre com muita dúvida para identificar seu padrão de fertilidade, e quase sempre por medo de que pode engravidar. Fica argumentando com seu esposo que enquanto não identificar realmente o seu período fértil, não poderá ter relação; outra situação comum é de dizer que seu ciclo é muito irregular, gerando mais dúvidas; se o processo educacional da mulher for de limites exagerados na forma de expressar carinhos, as vezes até por uma visão religiosa distorcida, em que associou relação sexual com pecado, não permitirá a manifestação de carinhos e carícias no período fértil dizendo que é muito arriscado e pode engravidar.

Vemos que este uso indevido do MOB está quase sempre relacionado ao medo de engravidar. O que revela o uso do MOB como um meio de controle e não de planejamento. Mas o MOB deve ser escolhido como uma filosofia de vida, da vida em abundância. A boa usuária do MOB, não têm medo de uma gravidez, simplesmente vive a plenitude de sua sexualidade propulsora da vida, e consequentemente o relacionamento sexual é tocado a uma forte gama de afeto, respeito e planos. Se um filho for fecundado sem que esteja no plano do casal, para a usuária madura, será visto como uma benção e não como um martírio.

O uso indevido do MOB para acentuar repressão da expressão da sexualidade, está colaborando para que muitos homens fiquem com receio que suas esposas utilizem esta metodologia, pois imaginam que vão ficar sem atividade sexual.

Sou testemunho em meu casamento com Maria Celina  do blog sermulher da Canção Nova , já com 18 anos de casado e três filhos planejados, que o MOB trouxe para nós uma intensidade na atividade sexual que com certeza não é atingida ao longo dos anos pelos casais que escolhem meios artificiais para controlar natalidade. Lembre que quase 80% dos casais apresentam disfunção na manifestação do prazer sexual, e apenas 4% dos casais no Brasil tiveram a coragem de escolher o Planejamento Natural. Parece que a busca desenfreada pelo prazer está trazendo mais desprazer. E é comum os relatos dos casais que já usam o MOB há vários anos, que estão tendo intensidade sexual com qualidade afetiva.

Gerson E Maria Celina - 18 anos de uso do MOB

Gerson e Maria Celina - 18 anos de uso do MOB

É bom lembrar que o MOB deve ser utilizado como um recurso de libertação da sexualidade conjugal, uma libertação das amarras da cultura de morte imprimida pelas políticas internacionais de controle de natalidade e intensificada pela publicidade de consumo.

Sexualidade - Úteros fecundos em tempo de queda da fecundidade humana

sexta-feira, outubro 30th, 2009

Hoje tem início o curso de formação sobre o Método da Ovulação Billings ( MOB ), na Canção Nova em Cachoeiro Paulista-SP .

Esta metodologia desenvolvida por cientistas da Austrália para o Planejamento Natural da Família, está se transformando em um dos principais canais de prevenção e proteção da fecundidade humana, porque preserva naturalmente a saúde da mulher e a sua fecundidade.

Na década de 60 no Brasil a taxa de fecundidade era de 6,6 filhos por casal, hoje está em torno de 1,8. Para a humanidade continuar seu ciclo reprodutivo e existência, é necessário que a taxa de fecundidade seja de 2,2 filhos por casal. Estes dados confirmam que somos uma espécie em extinção. Isto pode parecer ridículo para alguns economistas que insistem na tese de que o problema da fome no mundo é o contingente populacional do planeta, fator que justificou campanhas de esterilização em massa nos países do terceiro mundo já na década de 60: “Há pessoas passando fome, diminuamos os comensais” (Mc Manara) relacionando a idéia que se os países pobres diminuissem a taxa de fecundidade, haveria melhor distribuição de renda. De lá para cá, a fecundidade caiu assustadoramente e a riqueza não foi distribuida, ao contrário, aumentou a pobreza no mundo – hoje são 2 bilhões de pessoas passando fome e outras 3 bilhões e 400milhões em estado de insegurança pois não possuem estabilidade financeira, de trabalho ou residencial -. Apenas 10% da humanidade pode se considerar estável em sua cultura e sociedade.

As mulheres que escolhem com seus parceiros o MOB no Planejamento familiar estão nadando contra a correnteza, pois o discurso de que filho é problema e os tempos atuais não cabe muito espaços para as crianças, estabelece um grande dilema para estas que escolhem a vida plena e natural.

Mas o tempo dirá, como já está dizendo. As mulheres com potencial de fecundidade serão como um rio sem poluição, valerão ouro. Como acontece com as poucas resevas de florestas naturais, as mulheres fecundas serão admiradas. Hoje já vemos em países desenvolvidos onde a taxa de fecundidade é negativa, governos oferecendo muitos benefícios sociais, salários e proteção e até garantia de bolsa de estudos para que mulheres com potencial de fecundidade queiram engravidar.

O que hoje é loucura, quando se fala que há casais que escolheram a vida fecunda e naturalmente planejada, amanhã será sinal de esperança para a humanidade.

A Canção Nova está mostrando sua vocação Profética, anuncia esta boa nova para o Brasil, com a certeza de estar convertendo mulheres e homens para a vida plena e uma sexualidade vitalizante.

Acompanhe pelo site da Canção Nova toda a movimentação deste curso do MOB que vai até dia 5 de novembro.

Para você conhecer mais, entre no blog sermulher do site da CN, nele a minha esposa Maria Celina escreve detalhas sobre o MOB.

“EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA E A TENHAM EM ABUNDÂNCIA” (João 10,10)

CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ - COMEÇA HOJE O CURSO DE PLANEJAMENTO NATURAL DA FAMÍLIA

sexta-feira, dezembro 5th, 2008

Chegamos de madrugada desta quinta para sexta na cidade de Campos-RJ. Fomos muito bem acolhidos  pelo casal missionário Renilson e Jamile, responsáveis pela Casa de Missão Canção Nova de Campos.

Fiquei surpreso de ver como que a Canção Nova por aqui está bem desenvolvida.

Hoje iniciaremos o curso de Planejamento Natural da Famíla através do MOB ( Método da Ovulação Billings), sob metodologia da CENPLAFAM ( Confederação Nacional de Planejamento Natural da Família).

A iniciativa da Canção Nova em Campos nasceu da demanda de casais procurando pelas orientações do MOB, que segundo Jamile é grande e não estão preparados para acolherem tamanha demanda.

Neste sentido, minha esposa Maria Celina e eu, estaremos desenvolvendo o dispertar da consciência por uma vida plena à partir da vivência da sexualidade conjugal que consiga seguir seu ciclo natural de vida, sem necessitar de instrumentos artificiais.

Vamos iniciar hoje, aqui em Campos-RJ, uma grande impreitada pela vida, projetando para médio e longo prazo um núcleo de atendimento para Campos que possa se transformar em referência aos casais da região.

Assim como a casa de Missão de Campos-RJ, outras casas podem se estruturar para este tipo de investimento, que muito favorece na construção de casais “sarados” e capazes de vivenciarem a Plenitude do Amor no Matrimônio do Casamento.

Para nós, está sendo uma bela experiência, pois é a primeira missão nossa nesta área, ligado à formação da Comunidade Canção Nova. Mesmo estando colaborando em Cachoeiro Paulista-SP  desde 2002 com as reflexôes do MOB para programas televisivos e radiofônicos, além de formações internas, estamos dando início neste dia a uma profecia que tinhamos visualizado no último encontro nacional do MOB em 2006 realizado na C.N. em Cachoeiro Paulista: “Que tinhamos que desenvolver uma rede Canção Nova de divulgação e orientação para o MOB – com o carísma Canção Nova…” Hoje estamos dando início a esta profecia auto realizável.

Tudo isto porque a Canção Nova é a protetora dos ventres fecundos neste Brasil, pois confia na metodologia de trabalho da CENPLAFAM e descobriu com muita Sabedoria Divina que pelo Planejamento Natural da Família teremos mais recursos para proteção dos casais Cristão da orquestrada campanha pela destruição da família através da cultura da morte.

VAMOS FAZER ACONTECER ESTA REDE PELA VIDA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO:

Maria Celina e Gerson Abarca – psipensar@psipensar.com.br

OU COM A FABIANA AZAMBUJA (BIA) – C.N.- CACHOEIRO PAULISTA-SP

Na próxima segunda, dia 08/12 eu te conto mais sobre Campos-RJ,

Abraços,

Gerson Abarca

CANÇÃO NOVA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ REALIZA CURSO SOBRE PLANEJAMENTO NATURAL DA FAMÍLIA

segunda-feira, dezembro 1st, 2008

Estarei junto com minha esposa Maria Celina, na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ ministrando o Curso de Planejamento Natural da Família, promovido pela casa de Missão C.N. de Campos para todas as Paróquias da região, nos dias 5 – 6 – 7 de Dezembro 2008

Estaremos lá com muito alegria e conteúdo para partilharmos. Sabemos que a proposta é visionária, pois prevê a sistematização fututa de um núcleo de formação continuada e atendimento para casais. Muitos casais já se inscreveram, e a espectativa da casa de missão C.N. é muito boa.

Maiores informações entre em contato com a Comunidade Canção Nova de Campos-RJ

Na próxima segunda deixo você bem informado de como maconteceu o curso por lá…

EM VITÓRIA DA CONQUISTA - BA, CURSO DE PLANEJAMENTO NATURAL DA FAMÍLIA FOI UM SUCESSO

segunda-feira, dezembro 1st, 2008

vitoria-da-conquista-nuplafam-050.jpg

A comemoração dos DEZ anos do NUPLAFAM ( Núcleo de Planejamento Natural da Família) da cidade de Vitória da Conquista-BA foi um sucesso. Palestras, atividades culturais, Missa , debates e muita festa.

Parabéns aos casais da NUPLAFAM, que como guerreiros continuam animados na luta pela defesa da vida. Fiquei orgulhoso por ter sido convidado junto com minha esposa para assessorar este evento. Sem dúvida alguma, uma das poucas iniciativas no Brasil na área do Planejamento Natural da Família que está sobrevivendo à onda de ataques contra a vida que a atual sociedade têm vivenciado.

Melhor ainda foi  ter encontrado casais felizes.

Relacionei os casais usuários do Método da Ovulação Billings como árvores frondosas de uma floresta nativa. Coisa rara de se encontrar, mas quando a encontramos ficamos encantados.

Lembrei na oportunidades que muitos casais são ávores frondosas mas em áreas de reflorestamento, que virarão com o tempo carvão para indústria.

Aquela força a todos de Vitória da Conquista-BA. Que aliás recebem a maior força da Comunidade Canção Nova de lá.

Curso sobre Método Billings em Vitória da Conquista - BA

quinta-feira, novembro 27th, 2008

Alô galera da Bahia, estarei com minha esposa Maria Celina ministrando um super curso sobre o Planejamento Natural da Família na cidade de Vitória da Conquista-BA, nestes dias 28,29 e 30 de novembro. O evento é em comemoração aos 10 anos do NUPLAFAM ( Nucleo de Planejamento Familiar da Diocese de Vitória da Conquista). Espero você por lá. Quero ver a galera da Casa de Missão da Canção Nova, que sei que está antenada com o MOB. Caso você queira participar é só entrar em contato com a Diocese de Vitória da Conquista-BA. Vale a pana conferir. Conosco estamos levando nossos filhos Samuel Iauany, Davi Tainã e Helder Manacô, todos gerados dentro do Planejamento Familiar.

Na segunda vou deixar uma série de fotos da viagem para vocês curtirem…

Venha conferir….

Subscribe to RSS feed