«

»

maio
21

AS DORES DE UMA MULHER APÓS O ABORTO.

Muitas mulheres por vários motivos passam pensam que o ABORTO é uma solução para a gravidez não desejada, porem, sem direito algum acabam colocando a culpa de seu erro num ser indefeso que nem sequer tem como defender a própria vida.

Porem tenha abortado por motivos “PESSOAIS” ou talvez “POR NÃO TEREM OPÇÃO”, esquecem que dentro delas cresce uma “VIDA” e que Deus através desses seres maravilhosos, confia a missão divina de ser MÃE.

Dia a dia passamos a acreditar menos na vida, menos no amor, menos em Deus, eis ai o motivo pelo qual as pessoas já não pensam nos demais, mas sim em si mesmas.

Mas, o que essas mulheres não sabem é que essa “felicidade” de serem livres, (festas, promiscuidade, bebedeiras, sexo sem controle) vem à tona quando se deparam com a realidade do seu “EU”, com o que fizeram: “Valeu a pena trocar o amor de minha vida por um momento?” Pois querendo ou não, sabendo ou não, o que estava dentro de si era SEU FRUTO, fruto do amor de DEUS PARA COM O HOMEM, e abortando acabaram tirando os sonhos de um futuro.

Aqui lhes apresento a historia de alguém que abortou quando tinha apenas 17 anos:

“Mara era uma menina linda, muito inteligente e capaz de conquistar muitas coisas apenas com seu querer, porem desde muito cedo se deixou levar pelas seduções do mundo, era só ela dizer eu quero é conseguia tudo.

Ela namorava desde os 14 anos com a mesma pessoa, um rapaz bom e apaixonado por ela, porem facilmente ficava com outros meninos e pouco a pouco deixou de se interessar das coisas importantes.

Infelizmente Mara começou muito cedo com sua vida sexual, deixando para trás qualquer ensinamento de sua mãe sobre a castidade.

Aos 17 anos Mara engravidou do namorado e ficou completamente desesperada, sem saber o que fazer. Seu namorado estava com medo, mas estava muito feliz e ansioso, mas a mãe da Mara a ameaçou e começou a falar de tudo aquilo que ela perderia com essa gravidez.  Mara depois de muito pensar decidiu abortar, pois achava que não seria nunca mais feliz por conta dessa criança.

O tempo passou e ela seguiu a sua vida; tempo depois terminou o namoro para viajar para o exterior e trabalhar no que gostava.

Com o tempo a consciência começou a pesar, a dor que ela sentia e o arrependimento era inexplicável, Mara chorava e se lamentava, era totalmente infeliz por conta das lembranças.

Ele aproximou-se de Deus e entendeu que apesar de tudo Deus é grande, Deus é misericordioso e a perdoa, ele dá uma chance para recomeçar e ser feliz.

Hoje Mara tem uma vida sadia e faz tudo o que pode pelos demais, mas e inevitável o sentimento de tristeza cada vez que vê uma criança com a idade O SEU FILHO poderia ter.

Hoje digo a VOCE minha irmã, Deus é grande e por ser MULHER te deu a grande graça e a missão de ser MÃE e levar o seu FILHO para Deus.

Antes de fazer qualquer coisa, pense bem, pois o que está em seu ventre NÃO É UM FETO, É SEU FILHO, É SUA MISSÃO.

Deus te abençoe!

Gabriela Pedra

Missionária da Comunidade Obra de Maria.

Mais que viagens… encontros com Deus!

Contatos (0xx12) 3186 2055

ou pelo e-mail peregrinacoes@cancaonova.com

Informações gerais

(0×12) 3186 2000 ramal 2451

CADASTRE-SE

Deixe seu comentário e seu pedido de oração que estaremos rezando nas suas intenções na Terra Santa…

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>