Mau hálito: problema no estômago ou higiene incorreta?

Foto: imed.edu.br

O que é mau hálito?

Conhecido como halitose é o odor desagradável que persiste no ar exalado através da fala que atrapalha nas relações interpessoais que ocorrem pela falta de higiene oral. Mas também pode indicar problemas como refluxo, doenças hepáticas e diabetes.

No Brasil aproximadamente 40% da população sofre com este problema, segundo a Associação Brasileira de halitose. Por isso, é importante detectar sua origem para realizar o tratamento da maneira correta.

Como o mau hálito pode surgir?

Popularmente o odor ruim gerado na boca é amplamente atribuída às questões estomacais e doenças do sistema digestivo. A halitose crônica, tem origem na boca, seja por higiene incorreta, próteses mal adaptadas, restaurações antigas ou por hábitos nocivos como tabagismo e alcoolismo.

No entanto, nem sempre a falta de escovação é o problema. Algumas pessoas até escovam os dentes após as refeições, utilizam o fio dental corretamente e complementam com enxaguantes bucais, mas o problema ainda persiste.

Nesses casos, sem o que é necessário realizar uma análise mais profunda com o dentista. Assim o especialista poderá avaliar e identificar as gengivites, periodontites, placa bacteriana, cáries ou a própria língua que são as origens dos fortes odores.

E isso acontece por falta de higienização da língua. Para que seja limpa corretamente é necessário utilizar raspadores específicos para que seja totalmente removidos os restos de comida. Além disso, é recomendada a escovação após cada refeição com uso do fio dental.

Como minimizar as situações do mau hálito?

  • Beber bastante água durante todo o dia;
  • Consumir chiclete sem açúcar para também melhorar um processo de salivação;
  • Não fumar e não ingerir bebida alcoólica com frequência;
  • Visitar o dentista pelo menos de 6 em 6 meses, para avaliação e limpeza da boca.

Observação: se esses procedimentos não melhorarem a situação da halitose é recomendada a procura de uma especialista para verificar as condições estomacais que podem ser a origem do odor.

As doenças estomacais mais comuns que podem ocorrer a halitose são:

Refluxo

Você já sentiu uma ardência no peito e na garganta, como se um líquido estivesse retornando do estômago? Bem, nesse caso, você pode ter sofrido refluxo gastroesofágico, cuja origem pode ser ocasionada por vários motivos. A questão é que esse líquido pode facilitar o aparecimento e crescimento de bactérias da halitose na boca. Então, se você sofre de refluxo, poderá ter que tratá-lo para eliminar de uma vez por todas os odores bucais.

Úlcera

Em alguns casos as úlceras são causadas por bactérias que causam mau hálito. A bactéria conhecida como Helicobacter pylori (H. pylori), que causa úlcera no estômago, pode causar mau hálito na boca. O tratamento indicado são os antibióticos para eliminar a bactéria que causa úlcera no estômago.

Halitose tem cura

É preciso acompanhamento profissional para identificar o que está causando os odores na boca. Os problemas estomacais, mais raros na questão da halitose, podem ser identificados por médicos e dentistas especializados para o correto diagnóstico e tratamento. Já para os problemas de mau hálito causado por higiene incorreta, o tratamento indicado são os procedimentos de limpeza em seu dentista de confiança e seguir as recomendações de higienização, resultando na solução definitiva do mau hálito.

Alinne Laura Vituriano Souza, Clínico Geral e Cirurgião-Dentista no Posto Médico Padre Pio