07. novembro 2013 · Comentários desativados em Encontrei O Sentido · Categories: Experiências na Casa de Maria, Formação · Tags: , , , ,

Superação da inferioridade e feridas por ser negro

Penso que a maior riqueza que Deus infundiu no homem foi o livre-arbítrio. A possibilidade de fazer escolhas, de ser dono de sua vontade. Isto tudo é muito belo, pois não somos marionetes nas mãos de Deus. Porém, podemos fazer o mau uso desta liberdade, optando por bens menores ou até mesmo escolhendo pelo o que é mau. Nesse caso, a consequência é a dor pela má escolha, a tristeza de perder o sentido da própria vida e não sentir-se completo.

Aqui começa a incrível jornada da busca de sentido que vivi na Casa de Maria. Um ato concreto de amor e de intervenção de Deus em minha história que se torna bela quando uno a minha vontade, a minha liberdade à Dele. Uma união perfeita que se dá aos seus pés.

As minhas feridas, mágoas, ressentimentos e tudo aquilo que me fez um dia chorar, me sentir sozinho, mesmo com tantas pessoas a minha volta e mesmo com uma família unida… tudo isso tive a graça de despejar nos braços de Deus. Foi a majestosa experiência de quebrar o vaso de alabastro todos os dias aos pés do mestre.

Descobri em mim feridas em minha história ocasionadas também pelos outros, pelo fato de ser negro, pelo fato de ser fruto de uma união inter-racial. Tudo isso causaram profundas dores que me levaram a me sentir menos que os outros, menos capaz, menos amado.

Entretanto, no coração do Pai, em seu calor, encontrei o sentido para todas estas dores. Uma vez que nem todas foram reveladas no tempo que morei na Casa de Mara, em 2011.

O fato de ter aprendido que a vida de um cristão se dá aos pés do Mestre, derramando o vaso de alabastro todos os dias diante Dele, foi que me levou, posteriormente, a continuar trilhando este caminho de conhecimento de mim mesmo sob os olhos e cuidados do Pai, pois sei o quanto sou caro e o quanto Ele me ama.Tudo isso ainda é um processo… que foi iniciado na Casa de Maria. Porém, um processo vivido nos braços Daquele que verdadeiramente me ama como sou e pelo que sou.

.

Rui Junio dos Santos
fb.com/ruijunio
Comunidade Canção Nova [ Juniorato ]

Queira uma nova experiência com Nossa Senhora: ELA pode se manifestar a você!

Toda a minha vida foi marcada pela presença da Virgem Maria. É impossível falar da minha história sem mencionar o papel fundamental Dela. Desde a minha juventude, na minha vocação a Canção Nova, na minha missão de Mãe e esposa.

De maneira especial no ano de 1998, foi um tempo marcante da Virgem em minha vida: foi quando ingressei na Comunidade Canção Nova. Fiz meu noviciado (tempo de formação inicial) na CASA DE MARIA em Queluz/SP.

A Casa de Maria é o ventre gerador, onde somos gestados pela Virgem para “nascer” uma nova criatura, e comigo não foi diferente.

Eu tinha um grande anseio por ter uma experiência profunda com Maria naquela casa, pois nossa formadora sempre nos falava: “Maria caminha nesta casa”, e eu sempre pedia a Ela que se manifestasse a mim.

Em um determinado dia, enquanto fazia o meu Estudo da Palavra, eu fui levada a olhar para um quadro de Jesus crucificado, o mesmo que o Monsenhor Jonas Abib tinha passado pela experiência e ser convidado a ser as pernas e os braços de Jesus que estavam quebrados naquele crucifixo. More »

O segredo é ser livre!

“Um lugar de encontro”, assim começo contando minha experiência na Casa de Maria.

No tempo que vivi nesta Casa, tive o encontro da minha vontade com a vontade de Deus. Lugar onde Deus foi confirmando a cada dia, que era essa a Sua Vontade, que eu assumisse minha consagração “Para Sempre Canção Nova”.

Encontro da minha miséria com a misericórdia de Deus. Encontro com o amor incondicional de Deus que me escolheu, separou, e vê muito além das minhas misérias e feridas.

Faço parte da turma que ingressou na Comunidade CN em 1996. Nós vivemos um “noviciado” que descrevo no mínimo como extraordinário.

Deus nos convidava em cada momento a uma verdadeira fraternidade. Nós investimos nos relacionamentos, o que nos custou muito no final daquele ano, porque não queríamos nos separar. Queríamos que nossos responsáveis nos enviassem todos para a mesma missão, para continuarmos morando na mesma cidade, juntos. Foi como se estivéssemos nos separando dos membros da nossa própria família e de fato nos tornamos uma família.

O som deste lugar é um som de profundidade, de encontro.

Este ano que passei na Casa de Maria foi um ano de encontro da minha verdade com Aquele que é a Verdade.

Deus gritava aos nossos ouvidos todos os dias. Nós tivemos a graça que ter o monsenhor Jonas Abib todas as semanas conosco. Naquela época ele viajava o Brasil inteiro pregando sobre os fins dos tempos e quando chegava de missão se repousava na Casa de Maria, em Queluz/SP.

Creio que nenhuma turma de “noviciado” ouviu falar tanto da segunda vinda de Jesus como a nossa. More »

Corajoso é aquele que deixa Deus vencer em sua vida!

Para que o Senhor seja vencedor e se estabeleça no centro de nossas vidas muitas vezes Ele precisa nos desconstruir e precisamos nos deixar formar pelos pensamentos, sentimentos, atitudes e verdade de Cristo. Deixar-se modelar “como barro nas mãos do oleiro” (conforme Jr 18,6).

Cheguei a Casa de Maria, em Queluz/SP em 2012 para viver a experiência do Discipulado, etapa formativa necessária para assumir o compromisso dentro da Comunidade Canção Nova.

E como cheguei? Com uma história marcada por traumas, feridas interiores profundas, com as marcas e os complexos de inferioridade, de rejeição, abandono, incapacidade, com carência de amor de pai, com sentimentos de culpa e precisando perdoar a muitos e a mim mesma. Com convicções, ideias fixas, conceitos estabelecidos, “verdades imutáveis”. Cheguei com vários mecanismos de autodefesa e usando máscaras para esconder quem eu era de verdade.

Talvez você já fez isto ou ainda faça, já que lutamos para nos proteger quando estamos a ser descobertos. Mas a Palavra de Deus diz: “Se alguém não nascer da água e do Espírito não poderá entrar no Reino de Deus” (Jo 3,5). Por isso fui assim introduzida no ventre da Virgem Maria, esposa do Espírito Santo e me permiti ser gerada por Eles. Derramei o meu coração com as minhas dores diante do “Deus Imenso”. Ele me encontrou e me amou na condição que eu estava. More »

Gratidão a Nossa Senhora por me gerar como missionária

Há 8 anos sou missionária e atualmente moro na frente de missão da Canção Nova dos EUA.

Tive a graça de morar em algumas cidades onde a Comunidade Canção Nova está presente e me fizeram ser mais de Deus. Estar em missão é fazer a experiência que Jesus fez de ir ao encontro com o outro, de tocar e se deixar tocar, de olhar e ser olhado, de amar e ser amado.

Eu tive a graça de morar na missão de Cuiabá/MT por 4 anos e 6 meses. Morei em Teixeira de Freitas/BA apenas 4 meses. Também tive a graça de morar na nossa casa mãe em Cachoeira Paulista/SP por 6 meses e um tempo tão especial na Casa de Maria em Queluz/SP.

Hoje escrevo em especial do tempo em que vivi no Santuário do Carisma Canção Nova, em Queluz. Digo com toda verdade: na Casa de Maria aprendi ser missionária.

Providencialmente eu morei nessa casa por 9 meses. Nove meses é muito significativo, pois é o tempo em que um bebê passa dentro do ventre de sua mãe sendo gerado, formado, alimentado, para depois dali nascer e enfrentar todos os desafios da vida, chamado assim de período gestacional.

A minha vida na Casa de Maria foi exatamente isso, essa gestão. Foram 9 meses onde eu fui gerada no Carisma Canção Nova. A Casa de Maria é esse útero onde eu fui gerada, recebi toda a formação, o alimento para ir para as missões que o Senhor me confia.

Nesse ventre, na Casa de Maria, eu aprendi a rezar, a pregar, a cantar, a ouvir as pessoas. Eu me alimentei da Eucaristia, da Palavra de Deus, da oração. Durante a gestão alguns bebês acabam passando por algum probleminha, comigo não foi diferente. Esse trabalho ainda não acabou, mas dentro do ventre de Maria, eu pude ser envolta pelo Espírito Santo e ali receber todos os cuidados para viver uma profunda cura interior.

O ventre de Maria é envolto do Espírito Santo, que nos dá força. Ele nos fortalece nesse processo de gestão.

Na Casa de Maria eu pude aprender a ouvir a voz do fundador Monsenhor Jonas Abib e estar atenta na vivência daquilo que é do próprio do nosso Carisma. Dentro desse ventre materno eu pude chegar mais perto de Deus, mais perto do céu. Recebi o carinho da Mãe que cuida do seu filho. E por Ela, a mãe da Canção Nova, fui cuidada. Ela foi quem providenciou tudo para mim e continua fazendo isso até hoje.

Aquela mesma mãe que me acolheu em seu ventre na Casa de Maria, que me gerou e me formou, continua me guiando até hoje, me ensinando a dar passos, me formando.

Tudo o que hoje eu sou, como pessoa, como filha de Deus, como missionária eu posso dizer que foi Maria Quem me ensinou. Sinto que foi O Próprio Deus Quem me formou dentro do ventre d’Ela.

E hoje como filha missionária, sempre posso voltar na Casa de Maria, para nesse ventre, para ser cuidada quando preciso, para matar as saudades, para me sentir amada, para me reabastecer e me fortalecer.

Sou grata por Deus ter me dado a oportunidade de poder ser gerada nesse ventre, a casa de Maria!

.

Priscilla Rodrigues
fb.com/Priscilla.RodriguesCN | @who_loves_wait
Missionária da Canção Nova atualmente nos Estados Unidos

Veja também:

.: WebRadio Canção Nova nos EUA – www.cnusa.com

.: Outros missionários da Canção Nova nos EUA

A Casa de Maria possui uma graça própria de nos levar a experiência com Cristo

Morei na Casa de Maria durante um ano, em 2009, e em cada lugar desse território experimentei a presença de Deus que se move ao nosso favor, ao nosso encontro.O que Deus faz é para sempreTodos os dias não media esforços em subir o monte, para que do alto contemplar as maravilhas da criação e assim me encontrar com o Criador.

Do alto eu me sentia mais próxima de Deus! [ leia também: Disposição para subir… ]

Amava ficar olhando as nuvens e os desenhos que se formavam no céu pela força do vento; o sol que com seu brilho iluminava as montanhas a ponto de revelar detalhes deixados nas rochas pelo tempo; os pássaros cheios de cores More »

Já provei que Nossa Senhora é a Onipotência Suplicante, consegue tudo…

Eu tive a graça de morar na Casa de Maria em 2009, o ano do meu Discipulado. Nesta Casa fui gerada para o Carisma Canção Nova, gerada para uma vida nova.

Experimentei concretamente que a Virgem Maria é boa. Ela é boa Mãe, boa amiga, boa mestra, boa intercessora, boa conselheira, boa em me surpreender com sua providência e boa também em me corrigir nos momentos certos.

Aprendi que a Virgem Maria é a onipotência suplicante. Ela nos assume diante de Jesus na Cruz: “Mulher, eis aí o teu filho.” Onipotência Suplicante quer dizer: aquela que consegue de Deus tudo o que pede.

Maria reclama para seus filhos a providência, junto ao coração de Jesus. Foi o próprio Deus quem a constitui assim. Ela recebeu a notícia de que seria a Mãe de Jesus e foi as pressas até sua prima Isabel. Foi para servir. More »

Se você estiver torto, deixe-se endireitar…
Banquinho da Casa de MariaO banquinho da foto acima se encontrava no alto do terreno da Casa de Maria, em Queluz. Não sei se ainda existe, mas sempre me dirigia até ele. O banquinho é realmente nada bonito e torto, mas estava de frente para uma paisagem belíssima, como está na foto abaixo. E o fato desse banquinho torto estar ali, falava muito ao meu coração.
Vista da Casa de Maria em QueluzMorei em nossa casa de Queluz (SP) no ano de 2010, durante o Discipulado, umas das etapas de formação inicial da Canção Nova. E toda vez que procurava um lugar mais isolado, na casa, para rezar, acabava ficando nesse banquinho.

Ao tentar sentar nele, acabava me vendo ali, como aquele banquinho torto More »

Um momento de ressurreição em minha vocação

Entre tantos lugares e tantos momentos que já vivi na Casa de Maria em Queluz nesses quase 9 anos de Comunidade Canção Nova, escolhi partilhar com você sobre uma experiência na pequena gruta na Casa de Maria; gruta esta que para chegar é preciso subir um pequeno morro, ou seja ter a disposição para estar com a Mãe.

Gruta de Nossa Senhora em Queluz

Estando ali sentada perto da imagem da Virgem Maria, vivi a experiência de fazer uma leitura da minha vocação dentro da Canção Nova, e junto com a Mãe fui sendo cuidada. Fiz a experiência de encontrar-me com a Virgem Maria como Jesus encontrou-se com Ela no Monte Calvário; fui acariciada e acolhida pela Mãe.

Nossa Senhora me permitiu tocar na minha história de vocação, nas situações vividas, nos desafios, nas vitórias, e fui percebendo o quando minha vocação é valiosa,e que Deus me chamou, me escolheu. Foi um momento de ressurreição na minha vocação.

Ana Lúcia MarcondesComo eu disse, para chegar à gruta é preciso subir um pequeno morro, ou seja, ter a disposição. Ali sentada com a Virgem eu precisei também ter a disposição de deixar que Maria, como mãe, cuidasse de mim, cuidasse da minha história. Valeu a pena!
Experimentei a graça de estar no colo de Maria e hoje a cada dia percebo que Ela caminha comigo e que zela pela minha vocação!

.

Ana Lúcia Marcondes

Missionária da Canção Nova

.

Leia também:

.: “Me tornei uma mulher livre

por Ritinha

.: “Mais próxima de mim do que eu imagino

por Bruno Franco

Mérito? Não! Puramente, graça de Deus…

O título deste texto é uma expressão que não é estranha para muitas pessoas, mas escolhi-o, porque fala daquilo que eu, Márcia Costa, membro da Comunidade Canção Nova há 22 anos, fiz quando nela vivi, durante quatro anos consecutivos.

Mas, antes de falar desta vivência, foi também na Casa de Maria, onde tive o primeiro atendimento com o meu acompanhador vocacional no ano de 1990, além de outros encontros vocacionais no mesmo ano.

Contudo, nesta pequena partilha, quero ressaltar a minha experiência nesta casa, onde durante quatro anos, trabalhei com os jovens que chegavam à Canção Nova para o seu primeiro ano de formação. Foram momentos fortes de experiência com Deus pelas mãos de Nossa Senhora, através de coisas muito simples, mas também, através de longos momentos de atendimento, onde a graça de Deus ia atuando na história de cada um, curando e libertando.

Deus fez muito na vida de cada um que foi dócil. Não foi mérito, mas foi pura graça de Deus, agindo durante os momentos de adoração, nas longas horas de oração comunitária, nos atendimentos, nos momentos comunitários de trabalhos na cozinha – que eram ótimos – nos momentos de recreação na segunda-feira a tarde. Enfim, na casa da Mãe, Ela age através das coisas simples, mas também em momentos muito fortes de formação, através de quem aplicava, como momentos com o nosso Pai-Fundador monsenhor Jonas Abib, que ao longo dos anos de 1994 a 1997 (foi o tempo em que vive nesta casa) sempre buscava estar conosco após as suas viagens missionárias. Podíamos sempre contar com a presença dele em nossa casa e com ele rezar, partilhar, receber tudo o que Deus queria nos dizer.

Foi nesta casa, que um dia, ao final de uma etapa formativa, ele disse algo que não me esqueço até hoje: Quanto mais difícil é uma vocação, mais vocação ela é! Ele falava isso, mostrando o quanto foi difícil a sua vocação como motivação para os noviços (nomenclatura usada na época) ao final de um ano de caminhada. Mas, como esta frase, muitas outras foram ditas e marcaram muito a nossa história.

Para mim, falar da Casa de Maria é falar de um privilégio de ser a primeira a Márcia Costa - consagrada na Comunidade Canção Novacontemplar a obra de Deus no coração das pessoas que me foram confiadas. Sou muito grata a Deus por me permitir fazer tal experiência.

Mas, na casa da Mãe, todos os filhos são muito bem-vindos e vi também o quanto Deus fez na vida de muitos que estavam para passar o final de semana, os que iam para os retiros, enfim, quem chega não sai de mãos vazias.

Esse é um pouco do que vivi na Casa da Mãe, onde Ela quis se servir de mim, para fazer na vida dos Seus filhos.

Depois destes quatro anos na Casa de Maria, Nossa Senhora me traz para estar novamente mais perto Dela, no Altar do mundo. Mérito? Não! Puramente, graça de Deus.

Bendito seja Deus por conceder-me tal graça.

Márcia Costa
Missionária da Canção Nova em Fátima – Portugal
www.cancaonova.pt