Print Friendly

Aprender a esperar, a ter paciência…

Nossa Senhora

.Na Casa de Maria em Queluz é impossível não fazer uma experiência forte com Aquela que tudo fez e faz na Canção Nova: Maria. Ela também tudo fez e faz na nossa vida.

Eu poderia partilhar com você várias experiências, mas vou me deter em uma vivência muito especial. Fiz uma grande descoberta: que Maria caminha devagar no Santuário do Carisma Canção Nova. Isso mesmo! Neste mundo onde tudo é correria, em que as pessoas fazem tudo muito rápido, querem resolver todas as coisas num piscar de olhos, onde tudo precisa ser ‘para agora’, ‘pra já’. Imediatismo, que cultivamos até na nossa espiritualidade. Rezamos e queremos que Deus nos atenda logo, que as graças cheguem ao nosso tempo, ou seja, “ontem”. É exatamente neste mundo, que a Virgem tem um olhar demorado em todas as coisas.

Fiz o meu discipulado em 2010, onde me empenhei para ser uma boa discípula de Jesus e muitas coisas fazia rapidamente para poder ficar mais tempo aos pés do mestre. Mas após seis meses morando na Casa de Queluz sofri uma torção no tornozelo e precisei andar devagar, para minha recuperação. E enquanto muitos irmãos passavam sempre correndo por mim, (coisa que vivia normalmente até então), na vontade também de ir correndo com eles, fui perguntando a Deus o que Ele queria me dizer com tudo aquilo, qual era Seu ensinamento para mim. Pois nesta casa aprendi que Deus tem um propósito para cada situação de nossa vida. O Senhor se vale de tudo, em tudo Ele age.Regiane Calixto perna engessadaE Deus falou forte ao meu coração “Maria caminha devagar nessa casa”. E comecei a então me perguntar o que significava esse caminhar devagar. Então percebi que quando caminhamos devagar reparamos em detalhes que antes não tínhamos percebido. Descobri que Maria caminha devagar na casa de Queluz para que nenhum detalhe fique sem ser visto, para que nada fique fora do lugar, para que nada falte.

Quando olhamos devagar para as situações conseguimos ver melhor. E durante o tempo de recuperação fui percebendo que Maria caminha devagar, não somente na Sua Casa, em Queluz, mas também na minha vida e que nesse tempo, onde precisei deixar a correria. A Virgem foi trabalhando em meu ser, me ensinando a ter paciência comigo, com meus limites, com os limites das pessoas. Me mostrando que na calma também tudo pode ser resolvido, não precisamos ficar desesperados para resolver todas as coisas. “Tudo tem um tempo certo debaixo do céu” precisamos saber esperar, ter paciência.

Maria não olha apressadamente para as necessidades do nosso coração, da nossa vida. Ela não tem a preocupação de resolver as coisas rapidamente como nós, porque ela quer tudo bem resolvido, da melhor forma, Ela sabe que tudo tem seu tempo. Maria tem um olhar demorado para que nada passe despercebido, nenhum detalhe. Ela é atenta a cada situação, até aquilo que consideramos sem grande importância, nada escapa aos seus olhos de Mãe. Portanto, não tenha medo de confiar sua vida às mãos de Nossa Senhora, porque no tempo de Deus, ou seja, no tempo certo ela deixará tudo no lugar, cuidando dos mínimos detalhes.

Eu não tenho medo de confiar minha vida aos seus cuidados, ao seu Imaculado Coração, muitas situações que confiei ainda não se resolveram, mas não que ela não dê importância as minhas necessidades, mas é Maria caminhando devagar na minha vida, para que tudo se resolva perfeitamente, para que se cumpra os desígnios de felicidade que Deus tem para mim, no tempo que Ele mesmo preparou.

Na minha vida é assim, creio que na sua não é diferente. Maria caminha devagar na minha e na sua vida, para que nenhum detalhe fique despercebido aos seus cuidados de Mãe.

Regiane Calixto
Missionária CN atuando na JMJ Rio 2013
@
regianecn

.

Leia também:

.: Outras experiências de quem viveu na Casa de Maria

.: Posts no cancaonova.com sobre ativismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *