Confira o testemunho do Missionário José Márcio Alves Monteiro Junior, sobre sua experiência de viver os 50 dias de adoração (Deus Imenso) no ano de 2015.

 

Confira o testemunho da Missionária Maria Margarida Loureiro da Costa, sobre sua experiência de viver os 50 dias de adoração (Deus Imenso) no ano de 2015.

 

Sao JoséO culto litúrgico a S. José é celebrado, pelo menos, desde o século IV, quando Santa Helena dedicou uma igreja a ele. Já no Oriente, a festa em honra a São José é celebrado a partir do século IX. No Ocidente o culto é mais tardio. No século XII, é celebrado entre os Beneditinos. No século XII, é celebrado entre os Carmelitas, que o propagam na Europa. No século XV, João Gerson e S. Bernardino de Sena são os seus fervorosos propagandistas. Santa Teresa de Jesus era uma devota fervorosa de S. José e muito promoveu o seu culto.

S. José, descendente de David, era provavelmente de Belém. Por motivos familiares ou de trabalho, transferiu-se para Nazaré e tornou-se esposo de Maria. O anjo de Deus comunicou-lhe o mistério da encarnação do Messias no seio de Maria, e José, homem justo, aceitou-o apesar da dura crise por que passou.

Ao adentrarmos na história da Igreja e na história da salvação de maneira mais profunda, e indo um pouco além na Sagrada Escritura, podemos perceber que a Solenidade de São José é de grande importância para a Igreja Católica, devido a sua importância na história da Igreja e na história da Salvação. More »

Queluz, 14 março de 2016.

“Esta consiste em conhecer a Cristo, experimentar a força da sua ressurreição.” (Fl 3, 10a)

Estimado irmãos (ãs)

DeusImenso20121Alegremente vimos por meio desta convida-los para que vivam conosco nessa Pascoa um tempo forte de cinquenta dias de adoração que já alguns anos durante o tempo pascal, nós consagrados e discípulos (noviços) na casa de formação inicial da Comunidade Canção Nova fazemos.  Estendemos essa motivação e convite a você e a quantos conosco quiserem viver essa experiência  de adoração e louvor a Deus que é Imenso, mas que se deixa alcançar.

A adoração gera impacto na nossa existência em todas as suas dimensões. Se nela formos entrando em comunhão cada vez mais intensa de sentimentos e atitudes com Jesus ressuscitado. A Adoração levar-nos-á a uma maneira de ser, vai configurando o nosso estilo de vida, veremos a realidade com os olhos do Senhor e toda a nossa vida moldar-se-á a sua imagem.

Esse ano somos convocados por essa Palavra da carta aos Filipenses 3, 10  ,que pede a nós atitudes de quem deseja conhecer a Cristo e a força da sua Ressurreição que atua em toda nossa historia. Necessitamos da Adoração como ato de intimidade para conhecer essa força, como maneira especifica de oração, como tempo de contemplação com Jesus, para que possamos viver  e “conhecer a Cristo”, e para que o Senhor escute nosso clamor cure as feridas da nossa gente e nos dê um novo tempo, uma nova vida, uma nova experiência, afinal é o que importa: experimentar Deus na totalidade da vida…

A Adoração a Deus Imenso é verdadeiramente uma linda aventura de fé para conhecermos a força da Ressurreição.  Que essa força do ressuscitado alcance a cada um de maneira particular, mas a todos nós, a comunidade e a Igreja no mundo inteiro.  Certos do alcance que esse tempo de adoração tem nos mostrado; estamos convidando você, para adorar unido a nós, e na oportunidade estendendo o convite aos grupos, comunidades, pastorais para vivermos esse tempo em preparação à Pentecostes.

Para viverem esta união de adoração conosco pedimos suas intenções que poderão ser enviadas por meio de cartas, telefonemas e redes sociais (e-mail, facebook, twitter ou comentário no blog). Escolha o seu horário de adoração que poderá ser feito de forma pessoal ou em comunidade durante esses 50 dias. Em sinal de unidade, aqui na Casa de Maria – Canção Nova, na parte externa da capela terá uma lâmpada acessa 24 horas durante esses 50 dias para recordar sua união espiritual conosco. As Missas diárias serão rezadas em suas intenções.

Iniciaremos os 50 dias de adoração a Deus Imenso na segunda-feira de Páscoa e iremos até a segunda-feira depois de Pentecostes.

Aproveito a oportunidade para desejar a todos uma feliz Páscoa. Em Cristo, rogo as bênçãos de Deus sobre vós e todos os que os ladeiam.

Contatos:

ligue-nos : 12 3147 2208

secretariaqueluz@cancaonova.com

deusimenso@cancaonova.com

blog: blog.cancaonova.com/queluz

facebook.com/cnqueluz

O tempo de adoração começa dia 28 de março até 16 de maio.

Abraço fraterno

Pe. Aluízio Ricardo Aleixo de Sousa, CN

A Tradição católica ou a Tradição Apostólica é a autoridade e a ação contínua da Igreja Católica, que através dos apóstolos e da sucessão apostólica, transmite “tudo aquilo que ela é e tudo quanto acredita”, para todo o mundo ininterruptamente desde o advento salvífico de Cristo até a atualidade (Dei Verbum 8).

A Tradição Apostólica é a transmissão da mensagem de Cristo, realizada desde as origens do cristianismo, mediante a pregação, o testemunho, as instituições, o culto, os escritos inspirados. Os Apóstolos transmitiram a seus sucessores, os bispos, e, por meio deles, a todas as gerações até o final dos tempos o que receberam de Cristo e aprenderam do Espírito Santo[1].

A Tradição, por sua vez, pode ser oral e escrita.

Tradição Oral: é enraizada no testemunho dos Apóstolos que assumiram o mandato de levar o Evangelho a todas criaturas. A Sagrada Tradição, por sua vez, conserva a Palavra de Deus, confiada por Cristo Senhor e pelo Espírito Santo aos Apóstolos, e transmite-a integralmente aos seus sucessores, para que eles, com a luz do Espírito da verdade, fielmente a conservem, exponham e difundam na sua pregação[2]. More »

abiblia65b75dA palavra de Deus é viva e eficaz. Vive-la todos os dias é deixar-se evangelizar. É tempo de buscar uma resposta, buscar a mudança radical de vida, se converter e voltar-se para o senhor.  É tempo de discernir melhor entre tantas mensagens que chegam até nós por diversos meios. Mensagens distorcidas e falsas. Assim como Maria, irmã de marta escolheu a melhor parte, devemos seguir seu exemplo.

Neste tempo da misericórdia, somos chamados a uma verdadeira conversão, uma mudança radical de vida e a nos interiorizar, olhar para nossa vida e olhar para cruz.

Meditar é olhar com os olhos de Deus e a ajuda de sua palavra o que ele faz por nós e pelo mundo. Somente o Espírito Santo pode conduzir adequadamente a nossa meditação, pois ela não é feita em primeiro de nossa concentração. A meditação cristã é conduzida por Deus.

A graça exige de nós o acolhimento da fé: “é pela graça que vós sois salvos, por meio da fé”(Ef 2,8). Acreditar é apostar tudo no gesto e na palavra daquele em quem acreditamos, pelo valor que ele tem. Pois quando confiamos, ou seja, quando acreditamos, o senhor pode realizar maravilhas em nossa vida. More »

O documentário traz à memória imagens do Programa Gente de Fé!

Confira:

Paulo escreveu a segunda carta aos Coríntios depois de sair de uma provação que o tinha “acabrunhado ao extremo” (2 Cor 1,8). E começa a carta agradecendo a Deus tê-lo como que ressuscitado da morte (2Cor 1,9): “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, O Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. Ele nos consola em todas as nossas tribulações!” (2Cor 1,3-4). Deus é o Pai, o Pai de Jesus salvador; poderia ele não ser misericórdia para aqueles que se acham na angústia?

Já o Deus do Sinai, cuja majestade, não obstante, era temível, se revelara a Moisés como um Senhor de bondade e de misericórdia: “Iahweh passou diante dele (de Moisés) e ele exclamou: ‘Iahweh! Iahweh! (…) Deus de compaixão e de piedade, lento para cólera e cheio de amor e fidelidade’ (Ex 34,6).

Para celebrar essa misericordiosa ternura, a Bíblia hebraica dispunha de uma gama de termos, cada um dos quais rico de muitos harmônicos. Deus é hesed: é bondade, fidelidade benevolente misericórdia que perdoa. Essa bondade impeliu-o a fazer aliança com Israel; por causa dela, ele a guarda fielmente, apesar das faltas do povo, porque a hesed de Deus é maior que a traição dos homens: “Eu te amei amor eterno, por isso conservei para ti o meu amor” (Jr 31,3).

A ideia de fidelidade contida na hesed toma-se explícita na fórmula hesed e emet: “Eu dou graças ao teu nome por tua benevolência e tua fidelidade (…) Quando gritei, tu ouviste”. Se Deus é bondade e fidelidade, não é em resposta aos méritos de Israel, porque a história do povo era tecida de infidelidade: “Não é em consideração a vós que ajo assim, mas por causa do meu santo Nome” (Ez 36,22).

O termo rachamim confere à benevolência caráter de ternura quase carnal. Esse termo deriva de rechem, que designa o seio materno: “Por acaso, uma mulher se esquecerá da sua criancinha de peito? Não se compadecerá do filho do seu ventre? Ainda que as mulheres se esquecessem, eu não me esqueceria de ti!” (Is 49,15). “Minhas entranhas se comovem (por Efraim). Sim, eu o amo, eu o amo” (Jr 31,20). Poderíamos traduzir: “Por ele minha ternura transborda”, ou: “Tenho piedade dele, sim, muita piedade”. Uma vez que Deus é Pai, isso se explica: “Será Efraim para mim filho tão querido, criança de tal forma preferida?” (Jr 31,20). More »

377607_325643840783854_100000147223471_1476404_1212831493_nOlá! Sou George Lima Facundo, natural de Maranguape/CE, discípulo na Comunidade Canção Nova e vim partilhar um pouco da minha história vocacional. Fazer memória da vocação é tocar no território das promessas de Deus com o coração grato por tudo o que Ele tem feito.

“Antes de saíres do ventre, eu te consagrei e te fiz profeta para as nações” (Jr 1,5). A vocação de Jeremias me acompanha desde cedo. Em junho de 2001 fui batizado no Espírito Santo. Menos de um ano depois a palavra me veio: “eu te consagrei”, Deus me queria consagrado, exclusivo, separado para Ele. Acreditava que a promessa aconteceria ali, em Maranguape, na Comunidade que participava Fonte de Água Viva. Deus tinha outros planos e eu ainda não os compreendia.

Passei no vestibular, cheguei a procurar em outros lugares o meu lugar na vontade de Deus. Foi em vão! Me formei em comunicação, “ganhei” emprego em uma TV do Ceará, constituí carreira, até certo ponto estável. Parecia que a promessa, embora viva no coração, se tornava mais distante, apenas sonho. More »

No 2 de fevereiro, dia da Apresentação do Senhor, celebramos de forma muito especial o dia da vida consagrada. Para Comunidade Canção Nova, este é um dia de festa e ação de graças, porque juntos, em comunidade, renovamos nosso compromisso com Deus neste Carisma que nasceu da vontade de Deus.

A partir do “sim” de um sacerdote que, conquistado pelo Senhor e movido pelo Espírito Santo, ousou fazer também um chamado aos jovens em 1977 para seguirem mais de perto a Cristo, nasceu a comunidade. Ao longo dos anos, muitos outros foram chegando, cada um a seu tempo e, junto aos primeiros, protagonizam esta linda história que completa 37 anos. More »