“O poderoso fez em mim maravilhas. O seu nome é santo!” Lc 1, 49

Fazem poucas semanas que deixei de morar na casa de formação inicial da Canção Nova em Queluz (SP). Como Nossa Senhora disse “O poderoso fez em mim maravilhas” também digo!

Uma das grandes experiências foi fazer memória da nossa história como Canção Nova. Vivemos muito o que os primeiros membros da comunidade viveram nos ínicios da CN: na vida de oração, no trabalho e na vida fraterna.

Ter a presença de um sacerdote (padre Aluísio) que se fez um conosco, assim como padre Jonas Abib se faz presente com os jovens e também Dom Bosco se fazia, foi instrumento de Deus.

Concretamente vivendo nossos princípios de vida, toquei na santidade do Carisma dado por Deus para os membros da Canção Nova, que reafirmou no meu coração a certeza de que essa é uma obra de Deus.

A simplicidade da Casa de Maria, provou-me que Deus age nas coisas simples; nas pequenas situações do dia dia. Estando no discipulado que é um tempo de graça por excelência,  verifiquei a ação poderosa de Deus em minha história, na minha família e na comunidade Canção Nova.

Em cada escala de trabalho, nas formações, nos tempos fortes programados ou não, vi a mulher nova pouco a pouco sendo plasmada em mim. Durante as jornadas (retiros anuais que os membros da comunidade CN fazem nessa casa) contemplei a beleza e a riqueza dos irmãos. Aprendi a amá-los e cuidar de cada de forma particular. Vivi a experiência de servir na alegria e vi a palavra se cumprir: há mais alegria em dar do que receber! (conforme At 20,35)

“Casa de Maria, escola de profetas”. Assim fomos formados como turma de discipulado para o Carisma Canção Nova, para o mundo onde vivemos. Profeta é aquele que fala em nome de Deus e o mundo necessita hoje, e para ser sentinela do carisma. (conforme Ezequiel 33, 1-9)

“Casa de Maria, um lugar  de oração”. Proporcionou-me o encontro com o Senhor que se apresentou como um Deus Imenso e nos visitou de forma especial por 50 dias, se mostrando com um Deus santo, forte e imortal.

Também diante da escrita da minha história de salvação, pude descobrí-Lo sempre presente conduzindo minha vida e cuidando de mim. Hora Cristo me exortando, hora me direcionando; desde a minha concepção até os dias de hoje, com a presença discreta e singela da Virgem Maria como nos diz nosso Pai Fundador Mons. Jonas: “Maria  é presença de mestra que nos educa, cuidando de cada filho em especial, acompanha e espera o processo de cada um. Ela trabalha tanto na comunidade como um todo”. (Nossos Documentos – escritos internos da comunidade – pág 223)

Enfim, estar na Casa de Maria foi a experiência de ser gerada no ventre de Nossa Senhora (Ela quem tudo fez e faz), para o mundo novo que há de vir.

Só posso dizer então: “… a minha alma engradece e glorifica ao Senhor, meu espírito se alegra em Deus meu Salvador”! (Lc1, 47)

Deus abençõe você que também pode mergulhar no coração da Virgem Maria.

Sua irmã
Maria Angélica de Mello Anjos
fb.com/mariaangelica.melloanjos @angelica_cn