27. abril 2015 · 1 comment · Categories: Youcat

Um filho é uma criatura e um dom de Deus que vem ao mundo através do amor dos seus pais. [2378, 2398]

pais-e-filhosO verdadeiro amor não admite o isolamento de um casal em si mesmo. O amor abre-se no filho. Um filho concebido e nascido não é algo “feito” nem constitui a soma dos genes paternos e maternos. Ele é uma criatura de Deus, totalmente nova e única, dotada de uma alma própria. Portanto, o filho não pertence aos pais nem é sua propriedade. (CIC 368, 372)

O Filho não é uma dívida, mas uma dádiva. Existem casais, até mesmo cristãos que evitam ter filhos porque acham que vão ter muitos gastos, ou ainda se fecham no número limitado de filhos porque querem dar qualidade econômica e qualidade de vida. Optar por este pensamento material, muitas vezes causa o fechamento do dom da paternidade de ter outros filhos.

:: O que aconteceu na última Ceia?

Precisamos verificar se, nas motivações deste casal não estão incluídas, por exemplo, este materialismo e individualismo, tendo como tendência não encarar o filho como uma dádiva de Deus. Leia mais

Hoje, celebramos a Instituição da Eucaristia

Na véspera da Sua morte, Jesus lavou os pés dos Seus discípulos, institui a Eucaristia e fundou o sacerdócio da Nova Aliança.

:: A espiritualidade da Quinta-feira Santa

lava-pesJesus revelou de três modos o Seu amo até o fim: lavou os pés dos Seus discípulos, mostrando que está entre nós como aquele que serve; antecipou simbolicamente o Seu sofrimento salvífico, pronunciando sobre os dons do pão e do vinho as palavras: “Isto é o meu corpo, que será entregue por vós” (Lc 22,19) e instituindo assim, a Sagrada Eucaristia. Por fim, dizendo aos apóstolos: “Fazei isto em memória de Mim!” (1Cor 11, 24), fez deles sacerdotes da Nova Aliança.

“Em certo sentido podemos dizer que é precisamente a Última Ceia o ato fundacional da Igreja, porque Ele entrega-Se a Si mesmo e, assim, cria uma nova comunidade, uma comunidade unidade na comunhão com Ele próprio” Bento XVI.

:: Cante e toque as músicas da Semana Santa

De que modo me transforma a Sagrada Comunhão?

Cada Comunhão Sagrada liga-me mais profundamente a Cristo, faz de mim um membro vivo no “corpo de Cristo”, renova os dons que obtive no Batismo e na confirmação, e fortalece-me no combate contra o pecado. [Youcat, 221]

Na Última Ceia, o Senhor deixou à Igreja essa grande promessa: O Espírito Santo “ensinar-vos-á todas as coisas”. É por isso que São Paulo disse a Timóteo que “a Igreja é a coluna e o fundamento da verdade” (1Tm 3, 15). Quem desafiar a verdade de doutrina e de fé, ensinada pela Igreja, vai escorregar pelas trevas do erro.

Veja mais:
:: Semana Santa não é “feriadão”
:: Programação da Semana Santa

O esoterismo é compatível com a fé cristã?

o que é esoterismoNão. O esoterismo passa ao lado da realidade de Deus. Ele é um ser pessoal, é o amor e a origem da vida, não uma energia cósmica fria. O ser humano é desejado e criado por Deus; não é divino, mas uma criatura ferida pelo pecado, ameaçada pela morte e necessita de redenção.

:: Oração de Renúncia

Enquanto os adeptos do esoterismo aceitam geralmente que o ser humano se pode redimir a si mesmo, os cristãos creem que só Jesus Cristo e a graça de Deus os salvam. De igual modo, nem a Natureza nem o Cosmos são Deus (Panteísmo); antes, o Criador, que nos ama com todo amor é infinitamente maior e distinto de tudo que Ele criou. Leia mais

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com