Desde o século XIII, nosso nível educacional vem caindo e, com isso, o nível moral e espiritual. Chegamos muito perto do fundo do poço, assim como sociedades antigas logo antes de serem extintas, tais como os gregos ou o Império Romano.

Nós nem mesmo somos capazes de perceber isso, pois já nascemos e crescemos numa geração profundamente decaída.

É preciso uma retomada e uma releitura do passado, não à luz do iluminismo, pois esse nos fez decair ainda com mais velocidade, e sim sob a luz das melhores gerações que até hoje são pontos luminosos que nos indicam o caminho.

As quatro virtudes cardeais correspondem a todas as necessidades da alma

Para ter uma retomada moral, é preciso olhar para o oposto dos vícios: as virtudes.

As virtudes morais, se forem descritas em todas as suas ramificações, são muito numerosas. Porém, todas elas são reduzidas a quatro virtudes cardeais e correspondem a todas as necessidades da alma.

Ao longo dos textos, nos aprofundaremos nas virtudes cardeais, detalhando (ao máximo) os conceitos; os efeitos; o modo de adquirir cada uma; os perigos e as penas de não buscá-las e todas as demais virtudes anexas a cada uma delas.

O percurso a ser trilhado

1 –  Você sabe o que são e como adquirir as virtudes morais?

2 –  Conheça, reflita e se aprofunde sobre a virtude da prudência

3 –  Conheça os meios para aperfeiçoar a virtude da prudência

4 –  Qual é o sentido que devemos dar à justiça na nossa vida?

5 – Quais são as regras para praticar a virtude da justiça?

6 – Qual é a natureza da virtude da religião para nós cristãos?

7 – Vamos nos aprofundar e compreender sobre a virtude da obediência

8 – A virtude da fortaleza exige decisão, coragem, generosidade e constância

9 – Como podemos aplicar as virtudes da fortaleza na nossa vida?

10 – Vamos refletir sobre a quarta virtude cardeal, que é a temperança

11 – Conheça os graus e as espécies da castidade conjugal e a continência

12 – Como podemos viver a virtude da temperança por meio da humildade?

13 – Por que a mortificação é considerada a guarda da castidade?

14 –  Como é o amor ardente de Jesus para com Sua Mãe e Seus filhos?

15 – Como o homem pode viver a humildade diariamente?

16 – Quais são os graus de humildade?

17 – A humildade não é sinônimo de fraqueza, mas sim uma virtude

18 – Como cristãos, como podemos praticar a humildade?

19 – A prática da humildade na vida de Jesus

20 – Como podemos buscar a virtude da mansidão na vida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *