Nem mesmo a intensa chuva deste domingo em Roma impediu milhares de pessoas de participar da Celebração da Solenidade da Páscoa com o Papa Bento XVI. A celebração eucarística teve início com o rito da Ressurreição: a abertura da neo Acheropita, uma imagem realizada segundo o modelo medieval original, que representa o Salvador sentado no trono; dois diáconos, nas notas do Surrexit Dominus, mostraram a imagem do Ressuscitado primeiro ao Santo Padre e depois aos fiéis, propondo a antiga tradição segundo a qual o Bispo de Roma, no início da celebração eucarística, encontra o Senhor Ressuscitado na imagem do Santíssimo Salvador e se torna a primeira testemunha diante de toda a Igreja do evangelho da ressurreição. Neste ano, em que Oriente e Ocidente festejam a Páscoa no mesmo dia, que destaque o anúncio conjunto da Ressurreição de Cristo, depois do Evangelho, foi entoado o canto típico da liturgia bizantina, que antigamente era cantado diante do Santo Padre.

Logo após o rito o Cardeal Angelo Sodano, Decano do Colégio Cardinalício, dirigiu ao Papa Bento XVI seus votos de Páscoa, em nome de todos os Cardeais, sacerdotes e a Igreja a sua solidariedade a Bento XVI que vem sofrendo ataques neste tempo. “Nesta Festa Solene de Páscoa a liturgia da Igreja nos convida a uma santa alegria”. “Com este espírito hoje nós nos unamos com o senhor, o Sucessor de Pedro, o Bispo de Roma, a rocha inabalável da Santa Igreja de Cristo, para cantarmos juntos o Aleluia da fé e da esperança cristã. Afirmou o cardial.

Dom Angelo Sodano assegurou ao Papa “a solidariedade dos irmãos Bispos espalhados por todo o mundo, que guiam as três mil circunscrições eclesiásticas do planeta, dos quatrocentos mil sacerdotes que generosamente servem o povo de Deus em paróquias, oratórios, escolas, hospitais e missões nas regiões mais remotas do mundo” . “O povo de Deus está ao lado do Papa, e não se abala por certas ‘especulações’ e nem por provações que por vezes atingem a comunidade de fiéis”, garantiu. Enfim, o cardeal disse em nome de todos, que farão tesouro das palavras do Pontífice e rezarão por ele, para que o Senhor Bom Pastor continue sustentando-o em sua missão a serviço da Igreja e do mundo.

No final da celebração o Papa Bento XVI, foi até o balcão central da Basílica Vaticana para a bênção Urbi et Orbi. Aos milhares de fiéis presentes na Praça e os milhões de telespectadores que acompanharam a celebração através de mais de 40 emissoras, fez um apelo de paz e de vida, para que sejam “respeitadas e acolhidas”. O Pontífice destacou a “crise profunda” que a humanidade está sofrendo, e que necessita da “salvação do Evangelho” e das “profundas mudanças”, a partir das consciências, uma espécie de êxodo de conversão espiritual e moral.

Veja as fotos da celebração

1 comentário

  1. Pingback: André Luiz da Rosa

  2. JÚLIO CÉSAR CANDELA

    TORNAE-SE (PAPA) É UM SER HUMANO REPRESENTANTE DE DEUS NA TERRA DEVENOS RESPEITA-LO, VIVA A PADROEIRA E PROTETORA DE ILHA COMPRIDA SP BRASIL, (NOSSA SENHORA IMACULADA CONCEIÇÃO APARECIDA)

Deixe uma resposta para JÚLIO CÉSAR CANDELA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *