12. julho 2008 · 9 comments · Categories: JMJ

Bento XVI é o terceiro papa a pisar em solo australiano. O primeiro foi Paulo VI (1970), depois por duas vezes, João Paulo II e agora para a XXIII Jornada Mundial da Juventude, o Papa Bento XVI.

Ele chegou de helicóptero à Base aérea do Aeroporto de Fiumicino às 5h (horário de Brasília). Cumprimentou algumas autoridades civis e religiosas ali presentes e logo subiu no Boing 777 da Alitalia que o levará à Sydney.

Por se tratar de uma viagem longa de aproximadamente 22 horas, o avião que levará Bento XVI a Sydney fará uma escala de ordem técnica para reabastecer no aeroporto de Darwin (norte da Austrália), antes de chegar a seu destino, no estado de Nova Gales do Sul, no domingo à tarde (local).

Até quinta-feira o Papa ficará hospedado numa residência privada da Opus Dei.

Esses são os pontos mais importantes da agenda da nona viagem internacional do pontífice, e primeira à Austrália.

Horário de Sydney

• Quinta-feira
17 de Julho
15:30 Festa de Acolhimento com os Jovens na Bahia de Sydney. O Papa embarcará no barco “Sydney 2000”, de 63 metros de comprimento e três andares, para navegar na baía da cidade até o cais de Barangaroo East Darling Harbour, onde será esperado por dezenas de milhares de jovens, a quem o pontífice dirigirá um pronunciamento.

• Sexta-feira
18 de Julho
Bento XVI será recebido pela governadora de Nova Gales do Sul, o primeiro-ministro de Nova Gales do Sul, Morris Iemma, e o prefeito de Sydney, acompanhados por suas respectivas famílias.

10:30 Encontro Ecumênico na Cripata de Santa Maria – Catedral de Sydney

11:20 Encontro com Representantes de outras religiões

12:30 Almoço com os jovens como ele fez na ultima jornada com os jovens de Colonia em 2005. O grupo terá 12 jovens que estarão representando toda a juventude do mundo presente em Austrália.

15:00 Oração e Inicio da Via Sacra na praça da Catedral de Sydney.

18:45 Encontro com os jovens que estão em “recuperação” da Comunidade de Recuperação da Universidade de Notre Dame. Ali o Papa fará um discurso aos jovens.

• Sábado
19 de Julho
09:30 – Missa com os Bispos Australianos, seminaristas e congregações na Catedral de Sidney. No São 65 bispos, 300 seminaristas, e noviços e noviças na catedral de Santa Maria. No evento, haverá consagração do novo altar.

19:00 – Vigília com a Juventude no hipódromo de Randwick.
Bento XVI sobrevoará de helicóptero, o Centennial Park e o hipódromo de Randwick, onde realizará posteriormente a missa com a qual concluirá a Jornada Mundial da Juventude.

• Domingo
20 de Julho
10:00 Missa de Encerramento no Hipódromo de Randwick.
No papamóvel, o pontífice percorrerá também o hipódromo.

18:00 Encontro com os benfeitores e organizadores da XXIII Jornada Mundial da Juventude.

• Segunda Feira
21 de Julho
08:50 – Saudação aos Voluntários da JMJ
09:30 – Cerimonia de Despedida
10:00 – Partida de volta a Roma.

09. julho 2008 · 26 comments · Categories: JMJ

Ser santo quer dizer deixar ser amado por Deus, deixar que Jesus viva em nós, deixar que o Espírito Santo foma a imagem e a vida de Jesus
em nós. A obra de Deus na história da humanidade revelada nos santos e por isto esses nos guia pelo camino: Entre esses os 10 patronos da JMJ 2008, escolhidos para acompanhar os jovens nesta peregrinação.  

Beata Maria da Cruz

sydney_mary3.jpg

Nascida em Melourne, no dia 15 de janeiro de 1842, a primeira australiana elevada a honra dos altares escuta a chamada de Deus para a vida religiosa desde antes da sua juventude, mas por alguns anos teve que ajudar a sua modesta familia traballhando como professora e governanta. No ano de 1866 funda a escola de São José, a primeira escola católica na Austrália que ensinava e instruia os pobres. Em 1867 funda a congregação das Irmãs de São José do Sagrado Coração de Jesus. No ano de 1871 Maria da Cruz é excomungada pelo seu bispo devido a falsas denúncias feitas pelos seus perseguidores, mas os fatos foram esclarecidos e no ano de 1872 ela se reintegra novamente. Entre novas oposições que a constringe, teve que ser transferida para Sydney onde se tornou madre superiora até a sua morte no dia 08 de agosto de 1909. Maria da Cruz foi beatificada do dia 19 de janeiro de 2005 em Sydney por João Paulo II.

our_lady_of_the_southern_cross_medium3.jpg

Nossa Senhora da Cruz do Sul, Ajuda dos cristãos

Com o titulo de Maria Santissima Ajuda dos Cristãos, a Mãe de Deus é patrona da Austrália; a Virgem Maria é dedicada a Catedral de Sydney: a ela se consagram os jovens que, durante a JMJ, irão em peregrinação a Catedral, com o espírito de confiança a Maria segundo a fórmula cara a João Paulo II: “ Totus Tuus”. Nossa Senhora da Cruz do Sul é patrona da diocese australiana de Toowoomba.

papagiovannipaoloiicw25.jpg

Servo de Deus João Paulo II

O Papa que tanto amou os jovens  ao ponto de querer encontrá-los periodicamente nas JMJ e que se fez peregrino ao redor do mundo para levar o Evangelho em cada ângulo da terra- visitando a Austrália duas vezes, em 1986 e 1995- nos acompanha hoje no céu. Dele, nestas poucas linhas, podemos somente dizer que transportou a Igreja no terço milênio da era cristã, colocando-a no centro de seu anuncio o Evangelho sem reduzir nada.

 chanel1.jpg

San Pierre Chanel

É o primeiro mártire da Oceânia, morto no dia 28 de abril de 1841 em Futuna, uma ilha de Fiji. Francês, nasceu em 1803 se tornou sacerdote em 1827. Em 12 de novembro de 1837 em uma expedição para Oceânia com um grupo de missionários chega em Futuna, ilha dividida em duas tribos em guerra entre eles. Logo o Evangelho chegou sobre tudo entre os jovens, encontrando porém um rejeição dos anciãos; o batismo do filho do chefe da tribo que tinha acolhido o missionário assinou a condenação de morte de Pierre. Beatificado em 1889, foi proclamado Santo e declarado patrono da Oceânia em 1954.

pg-frassati.jpg

Beato Pier Giorgio Frassati

Pier Giorgio nasceu em 1901 em Turim, Itália, de uma rica familia burguesa. Esportivo, vivo, generoso, Pier Giorgio não amava o estilo formal da sua classe social, combateu nas associações do laicado católico, se impenha com tudo e inicia um desenvolvimento social e de caridade para com os pobres e doentes. Quando morreu, tendo apenas 24 anos, o pais ficaram surpresos pela grande multidão no seu funeral e descobrem assim como foi grande o seu empenho e a força do testemunho de sua fé.  

teresa11.jpg

Santa Teresinha do Menino Jesus

É patrona das missões por ter vivido toda a sua vida espiritual no Carmelo de Lisieux, onde entrou com a idade de 14 anos. Muito sensivel e precose, desde criança decidiu dedica-se a Deus. Entrou no Carmelo de Lisieux e no caminho da tradição carmelitana descobre a sua pequena via de infância espiritual, inspirada na simplicidade e na humilde confiança no amor misericordioso do Pai. Os seus pensamentos, contados no livro “ História de uma alma”, são crônicas quotidiana do seu caminho de identificação com o Amor.

blessed_peter_to_rot_medium3.jpg

Beato Peter To Rot

Nascido em 1912 na Ilha de Nova Britania- Papua Nova Guiné- Peter pai de familia e catequista, derramou sangue em nome de Jesus em 1945. Em 1942 no decorrer da segunda guerra mundial, os japoneses invadiram a ilha, mandando para o campo de concentração os sacerdotes e religiosos que ali se encontravam. Peter, conhecido e estimado em todo lugar, tomou para si a responsbilidade da comunidade católica, perseverando no seu ministerio mesmo com a proibição de cada atividade religiosa. Preso por duas vezes, estava já a seis semanas no cativeiro, no campo de Vunaiara, quando foi morto em 1945.

goretti1.jpg

Santa Maria Goretti  

Em 24 de junho de 1950 o Papa Pio XII canoniza Maria Goretti, aprensendando-a ao mundo como Santa da pureza, dos jovens, da Eucaristia,do perdão e da familia. Nasceu em 1890 na Itália, em uma familia que para poder sobreviver, transferiu-se para a região de Lazio onde o pai morreu de malaria em maio de 1900; a jovem Maria ajudava sua mãe e os seus irmãos, não ia a escola, mas o seu amor pela eucaristia – fonte de sua força – a lavava fazer grandes sacrifícios para participar do catequismo. Em  05 de julho de 1902, Maria decidida a viver para Deus, resiste a uma tentativa de violência de um jovem que a batia continuamente. Antes de morrer no hospital de Netturno perdoou o jovem.

santa_faustina2.jpg

Santa Faustina Kowalska

Em nome da Misericórdia, irmã Faustina kowalska faz nascer, entre as duas guerras mundiais, im grandioso movimento espiritual. Em 1925 entra para a Congregação da Virgem da Misericórdia. Trabalha como cozinheira, cuidava do jardim, da portaria, entre outras varias atividades da congregação, mas ao mesmo tempo é escolhida por Deus para ter visões e revelações que os seus confessores a sugere de escrever em um diário. Escreve que à perfeição se alcança através da união íntima da alma com Deus, não por meio de “graças, revelações, êxtase”. Morreu em Cracóvia em 1938, com 33 anos de idade.

madreteresa1.jpg

Beata Madre Teresa de Calcutá

Agnes Gonxha Bojaxhiu nasceu em Skoje, Albânia em 1910 e aos 18 anos decide entrar para a Congregação das Irmãs Missionárias de Nossa Senhora de Loreto. Em 1931 a jovem Agnes fez os primeiros votos como nome Irmã Maria Teresa do Menino Jesus e por 20 anos ensinava no colegio das irmãs de Loreto
em Calcutá. No dia 10 de setembro de 1946 recebe a “segunda chamada”, deixar o convento para ajudar o mais pobre dos pobres. Desta chamada nasce a sua nova congregação, Missionárias da Caridade. E sua obra incansável entre os mais pobres de Calcutá, alimentada de um intensa vida espiritual, a fez conhecida por todo o mundo.