Em Turim, Norte da Itália, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora reuniu milhares de fiéis. O Reitor Mor dos Salesianos, Dom Pascual Chaves presidiu a Eucaristia comemorando os 150 anos da Congregação e centenário da morte de Dom Miguel Rua, primeiro sucessor de Dom Bosco.

“Povos todos cantai ao Senhor”, essa foi a música que acompanhou a procissão de entrada da Solene Festa de Nossa Senhora Auxiliadora. Concelebraram mais de 100 bispos salesianos vindos dos cinco continentes.

Dom Altiere, Bispo de Caraguatatuba (SP) se emocionou ao falar da alegria de estar na casa mãe e ver um carisma que se espalhou pelo mundo.

O Bispo de Bom Jesus da Lapa (BA) Dom César Teixeira, disse que os salesianos estão presentes nos cinco continentes evangelizando ao modo de Dom Bosco.

Dom Pasqual Chaves ressaltou em sua homilia que Dom Bosco está no céu maravilhado por tudo que Nossa Senhora fez pela Congregação. “Na quantidade dos bispos espalhados pelo mundo, ele contempla a fecundidade do carisma salesiano a serviço da Igreja, fruto maduro da eclesialidade de Dom Bosco”, enfatizou.

Em entrevista exclusiva para a TV Canção Nova, Dom Pascual Chaves disse: “nos dias de hoje, Maria nos ensina a descobrir o nosso ser Igreja e devemos procurar construí-la como fruto do Espírito e debaixo da sua proteção”.

Para finalizar os dias de Festa, o Cardeal Arcebispo de Turim, Dom Severino Poletto presidiu a procissão com o andor de Nossa Senhora Auxiliadora pelas ruas da cidade.

Na história da congregação, o idealizador da procissão em honra a Maria Auxiliadora foi Dom Miguel Rua, primeiro sucessor de Dom Bosco, uma iniciativa de 1901 que se tornou tradição até os dias de hoje.

O Reitor do Santuário, padre Franco Lotto falou que a cada ano mais pessoas participam da Festa, elas rezam e seguem a procissão; para ele isso é um sinal de que o Senhor está trabalhando e Maria atrai sempre.